Depois De Nove Anos escrita por Morgana Salvatore


Capítulo 12
Capitulo 12





Capitulo 12

Pov | Bella

O Antony estava sentado na minha frente a algum tempo, eu estava tentando fazer ele bebe um pouco de água e descansar um pouco, as bochechas dele estavam vermelhas de tanto corre.

_mãe posso brinca agora?

_bebe toda à água do copo que eu deixo_ eu disse passando um lenço na testa dele para eliminar umas gotas de suor. ele pegou o copo de água e virou todo na boca e bebeu toda água de uma vez só .

_pronto bebi_ele disse rindo

_eu te amo seu pirralho_ eu disse rindo da atitute dele.

_eu também te amo, mas agora eu vou brinca_ele disse e saiu correndo.

Continuei sentada vendo ele brinca, eu senti tanto orgulho dele, eu amava ele da forma que ele era, é saber que ele me amava da mesma forma me enchia de alegria, eu não era a melhor mãe do mundo e sabia disso, mas ninguém podia me julgar eu fiz o melhor com o que eu tinha eu era só uma garota de dezessete anos que tinha uma vida toda pela frente e que por causa de uma irresponsabilidade tive que amadurecer e não me arrependia de forma alguma da minha decisão de ser mãe era a melhor coisa que tinha acontecido na minha vida hoje eu podia disser com toda certeza o Antony foi a melhor coisa que tinha me acontecido.

_você fez um ótimo trabalho com ele a criação e a educação dele e excelente _disse o Edward ele sempre teve essa habilidade de ler o que eu tava pensando.

Eu tava tão distraída que nem tinha percebido que ele tava sentado na minha frente.

_queria ter ajudado.

_e tarde para isso_eu disse, ia me levantar mas ele me segurou no lugar.

_será que você nunca vai me perdoa?_ ele perguntou

_não.

_Bella pelo amor de Deus, você não percebe que eu quero recupera o tempo perdido, com meu filho e com você_ele disse eu podia ver o quanto ele tava emocionado em dizer aquelas palavras, mas eu não podia me comover.

_E tarde Edward, já se passaram 9 anos, não tem como voltar atrás então me deixa em paz, deixa o Antony em paz também ele não merece sofre então se gosta mesmo dele não faz isso com ele _ eu disse me levantei, mas ele se levantou junto comigo e eu com os meus dois pés esquerdos acabei esbarando no Edward e antes que eu pagasse o mico de cai de bunda no chão o Edward me segurou, mas acabamos ficando próximos demais.

_eu te amo e não importa o que você diga ou faça eu nunca vou me afastar de vocês de novo_ele disse olhando nos meus olhos, eu podia ver o quanto ele tava sendo sincero e isso abalou minhas estruturas e quando eu mais esperava ele me beijou, senti a boca dele na minha era a melhor coisa, as mãos de uma forma possessiva estavam na minha cintura aproximando mais os nossos corpos, ele pediu passagem com a língua eu cedi não sei explica como mas eu precisava daquele beijo,

aquele sabor de menta que me viciava e me fazia querer mais e mais, levei a mãos para o cabelo dele puxando ele para mais perto quando percebi a loucura que eu estava fazendo me afastei e dei um tapa na cara dele.

_nunca mais faça isso_ eu disse e me afastei fui para perto da minha mãe.

_uau que beijo_ ela disse ela fazia isso para me irritar.

_por favor mãe_ eu disse

Ela ia responder mais o Antony chegou me gritando.

_mãe, mãe mãe mãe, você e o edward estão namorando?_ perguntou meu filho me suspreendendo.

_Para isso falta pouco, um filho vocês ja tem mesmo_ disse o Jacob eu não acreditei que ele falou isso.

_mãe você tem um outro filho, então eu tenho um irmãozinho, que legal_disse meu filho eu não sabia o que fazer ou o que falar

_nao Antony voce filho deles dois_ disse o jacob

_mentira sua meu pai morreu_ disse meu filho, ja eu nao sabia o que fazer

_verdade Antony, sua mãe e que mente o tempo todo e mentiu para você_ disse o Jacob meu filho olhou para mim como se buscasse uma negação sobre tudo o que o Jacob disse nos meus olhos uma negação que não existia, por mais que eu odiasse, tudo o que o Jacob disse era verdade. E menti com a boca e facil mas menti com olhos...

_filho deixa a mamãe explicar_eu disse, de longe eu vi o Edward tenta se aproximar mais minha mãe disse alguma coisa para ele que ficou observando de longe.

_Voce mentiu para mim_disse meu filho e saiu correndo

Eu ia atras dele mais meu pai me impediu

_Deixa que eu fale com ele_ disse meu pai

eu deixei eu tava em um estado emocional lamentável conversa com o Antony agora era uma péssima ideia. Fui me sentar na mesa mais afastada que achei logo senti braços fortes me abraçando pelo cheiro eu sabia que era mais diferente do certo eu não me afastei na verdade me apertei mais ao Edward, não falamos nada só ficamos ali abraçados não sei exatamente quando mais cai no sono

quando acordei estava no meu quarto sozinha, ainda estava com a roupa da festa .

Me levantei e me troquei coloquei uma camisola mesmo sabendo que naquele momento eu não conseguiria dormi.

Depois de muito tempo ali parada sem fazer nada resolvi ir no quarto do Antony saber como ele tava, já era três horas da manha provavelmente ele já estava dormindo, mais eu precisava ver ele.

senti pena quando eu cheguei no quarto do Antony ele estava deitado todo encolhido o nariz dele estava vermelho sinal de que ele estava chorrando, com muito cuidado para não acorda-lo eu me deitei na cama ao lado dele, sabia que ali eu conseguiria dormi e amanha nos dois iriamos conversa.

acordei antes do Antony, dei um beijinho de bom dia nele e fui para o meu quarto tomei um banho e fiquei mais o menos apresentável desci para tomar cafe, meus pais já estavam na mesa.

_Bom dia_ eu disse me sentando

_bom dia_ disse minha mãe_ Sua cara esta horrivel.

Eu nem me importava, tava mas preocupada só queria saber o que e como eu ia falar com o Antony.

_relaxa e só contar a verdade você vai ver ele e uma criança inteligente vai entender_ disse meu pai

_eu realmente espero que você tenha razão_ eu disse

Eu ate que tentei tomar café mais nada descia resolvi para de adiar e fui logo falar com o Antony.

Quando eu cheguei la, ele estava deitadinho todo enroladinho no coberto, me sentei na cama e comecei a fazer um carrinho no cabelo dele.

_Antony, filho acorda_ eu disse ele resmungou.

Ele se remexeu na cama eu o chamei de novo ele abriu os olhos.

_Bom dia anjinho_ eu disse dando um beijo na bochecha dele.

_Bom dia mãe_ ele disse ainda deitado na cama eu percebi que me pergunta algo mais ele não fez.

_Acho que temos algumas coisas para conversamos não e_ eu disse.

Essa conversa teria que acontecer uma hora ou outra, então...

_Por onde quer começar?_ eu perguntei

_não sei.

_Então eu vou começar pelo começo_ eu disse ele concordou então eu comecei a conta_ quando eu comecei a namora com o Edward eu era muito nova só tinha 14 anos mas eu gostava muito dele,

ai você sabe o tempo foi passando e eu e ele fomos ficando cada vez mais, e você sabe, sua avó já falou disso para você sabe sobre sexo e bebes, nos transamos a primeira vez e nos acabamos nos descuidando ai você foi feito , quando eu soube eu fiquei muito assutada eu tinha 17 anos, eu mal sabia cuidar de mim imagina de uma criança.

Quando eu resolvi contar para o Edward eu já esperava uma reação ruim mais eu não esperava que ele fizesse o que ele fez, ele me ofendeu, disse que não existia filho algum entre outras barbaridades, me chamou de vadia no mesmo dia eu contei para os seus avos eles brigaram só um pouquinho comigo e passou alguns dias nos mudamos para Paris e desde aquele tempo eu não via o Edward a algumas semana atras quando eu fui te buscar na casa da pilar ele estava la, ai ele quis que você soubesse que ele era seu pai mais eu tentei evitar isso o máximo, não queria que ele te fizesse sofre como ele me fez por isso tentei te afastar dele, agora olhando para trás eu vejo que o que eu fiz foi errado, você me desculpa?_ eu perguntei, eu sabia que era muita coisa para ele pensar, mas eu precisava do perdão dele.

_obrigada mamãe por ter ficado comigo_ ele disse me surpreendendo

_ai meu amor, a mamãe que agradece por você ter aparecido na minha vida, garoto desde da primeira vez que eu te peguei no colo você virou a coisa mais importante da minha vida_ eu disse e puxei ele pra o meu colo

_eu também te amo muito mãe_ ele disse.

Cont...



Notas finais do capítulo

postado também n meu blog
http://ilovetwilightmyblog.blogspot.com.br



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Depois De Nove Anos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.