Coletânea Harry X Draco escrita por Kaline Bogard


Capítulo 7
Gigantes no céu


Notas iniciais do capítulo

Nome do autor: Kaline Bogard
Título: Gigantes no céu
Sinopse: Os planetas regem nosso nascimento. E eles são fortes o bastante para ditar nosso destino
Ship: Harry x Draco
Gênero: humor
Classificação: - K
Status: completa
Formato: oneshot
Observação: Spoiler 6, EWE



Júpiter é o soberano nos céus. Ele reina absoluto e invencível. Quer queria, quer não queira Júpiter está sempre no centro das atenções, Júpiter domina, comanda e toma posse. Nunca divide o que é seu.

Júpiter exige o controle, sua aura é possessiva, sua rota decisiva remove o que atrapalha seu avanço nos céus. Mas Júpiter também significa proteção, cuidado e lealdade. É o planeta que não perdoa e não esquece, mas também acolhe e cuida. Ama os aliados, enfrenta os inimigos.

Júpiter é o planeta da ação.

Vênus é o contrário oposto de Júpiter. Esse planeta é suave e fluido. Vênus planeja coisas grandiosas, mas sua aura de fragilidade desmente qualquer objetivo egocêntrico. Vênus é fluente, se adapta fácil, não tem muita força de vontade ou determinação, se deixa levar com facilidade pela maré. É o planeta que rege as famílias e os laços profundos entre as pessoas. Não é um gigante, mas uma jóia entre os outros planetas.

Vênus é o planeta do sentir.

– É por isso, senhor Potter e senhor Malfoy, que vocês dois serão inimigos pelo resto de suas vidas. Porque Júpiter e Vênus regem a data de seus nascimentos e eles nunca poderão conviver em paz...

Nem Harry nem Draco ligaram para a professora que dizia ter dons premonitórios, entretidos que estavam em rolar pelo chão trocando socos.

oOo

– POTTER! Eu... vou... te matar!!

– Relaxa.

– MAS ISSO ESTÁ GELAAAAAAAAAA.... hum... do...

Harry riu. A reclamação do loiro terminou em um gemido quando lambeu o sorvete que colocara sobre a barriga esbelta. E sua intenção era continuar lambuzando o máximo possível do corpo de seu amante, para depois vir limpando-o com beijos e lambidas.

Estavam juntos a bastante tempo, por isso sabia o que o loiro gostava ou não, mesmo quando inovavam. E Draco conhecia o moreno o suficiente para confiar e se deixar levar ao ritmo das vontades dele.

Ao contrário do que todos haviam dito ou previsto, apesar dos altos e baixos, eles se amavam e se completavam. E a previsão que faziam era apenas uma: ficariam juntos para sempre.

Fim



Notas finais do capítulo

Aula de história da Astronomia.