Friends Will Always Be Friends escrita por natthy


Capítulo 3
Amor a Primeira Vista




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/34912/chapter/3

-

ALICE PDV

-


Estávamos andando distraídas pelo shopping, quando sem querer, meus olhos atravessaram uma vitrine e se depararam com o garoto mais lindo que já vira em toda minha vida.

Fiquei parada no meio do caminho, pesando os prós e os contras de invadir aquela loja e roubar ele pra mim.

Será que ele acharia que sou louca, se eu o seqüestrasse? E se eu simplesmente lhe roubasse um beijo?

- Allie, – Bella resmungou – vamos embora! Meus pés estão me matando!

- Já vamos, espera só um pouquinho.

Atravessei o pouco espaço que me separava da vitrine, com a intenção de olhá-lo pela última vez. Mas acabei me deparando com um lindo par de olhos castanhos, também me encarando.

OH MEU DEUS! ELE ESTÁ ME OLHANDO?!

Minhas mãos estavam suando e eu não encontrava minha voz para dizer se quer uma palavra.

Rose e Bella seguiram com o olhar através da vitrine, logo sacando o porque de minha reação. Como as ótimas amigas que são, elas acenaram, chamando-o na porta da loja.

Eu juro que nessa hora eu tive que me controlar para não pegar uma faca na primeira cozinha que visse na praça de alimentação, para esfaqueá-las até a morte. O que elas pensavam que estavam fazendo?

- Boa noite meninas, em que posso lhes ser útil? – ele chegou na porta da loja após uns minutinhos, nos cumprimentando com um sorriso lindo no rosto.

- Em muuuuuuitas coisas! – Rose disse, soltando uma gargalhada junto com Bella.

Eu a fuzilei com os olhos.

- Ahn, er... nós vamos ali e já voltamos. – Bella disse puxando Rose pelo braço.

Fiquei as olhando indignada, enquanto elas sumiam no meio da multidão.

Primeiro elas o chamam, e agora me deixam sozinha?! Eu realmente preciso seguir o conselho de meus pais e escolher melhor minhas amizades!

- E então, o que deseja?

- Hmmm, - pensa Alice, pensa! – as aulas já vão começar na semana que vem e... Aqui vende mochila?

- Até vende... mas as que tem aqui, acho que não combinam muito com você – ele riu.

- E por quê não? – perguntei já chateada, erguendo uma sobrancelha.

Fala sério! Além de lindo é abusado?

- Ah, não me entenda mal! – ele se apressou em dizer. – É só que eu não acho que você combine muito com aquilo – ele apontou.

Era uma mochila realmente HOR-RI-VEL!

- Ahh. – Foi tudo o que saiu de minha boca. Sorri amarelo, envergonhada.

Silêncio.

Silêncio.

Silêncio.

Ele não falava nada, e eu também não fazia a menor idéia de como puxar assunto. Faltavam apenas 10 minutos para o shopping fechar, e por isso não tinha mais ninguém entrando na loja.

- Bom, então acho que é isso... – disse finalmente, cansada de ficar calada. – Ahn, de qualquer maneira... obrigada. – sorri e me virei em direção à saída da loja.

Mas antes que eu pudesse chegar na porta da loja, ele segurou meu braço, me virando de frente pra ele.

- Passa aqui amanhã! Eu conheço um lugar onde você pode ir comprar sua mochila – ele disse tão rápido, que precisei de um tempo para juntar tudo e ver se realmente tinha entendido direito.

Ele está MESMO me chamando pra sair?

Reprimi um sorriso que ameaçava pular a qualquer momento de meus lábios.

Estava tão nervosa que não conseguia formular uma resposta coerente. Mas meu silêncio fez ele entender tudo errado.

- Ah, mas se você preferir ir com suas amigas não tem problema – ele forçou um sorriso – espera um pouco que eu anoto o endereço do lugar e o nome da loja pra você.

Não tive tempo para protestar. Ele simplesmente saiu!

Atrás de mim, pude sentir os olhares mortíferos de uma Bella e de uma Rosalie - escondidas em algum lugar e - irritadas por não estarem perto o bastante para conseguirem escutar o que estava acontecendo.

Pensei em avisar que já estava saindo, mas ignorei-as totalmente, quando meus olhos encontram com os dele.

- Aqui tem o endereço do shopping e o nome da loja. É um shopping em settle, não é muito conhecido... Ah, e também tem o meu telefone, caso não o encontre. – ele me entregou um pedaço de papel, ainda com aquele olhar decepcionado em seu rosto.

E de novo não pude protestar!

Quando abri minha boca para impedir que ele me desse o papel, avisando que estaria aqui no dia seguinte esperando por ele; um garoto alto e muuuuito musculoso – devo admitir que até senti um pouco de medo dele – puxou o meu lindinho em um canto, e depois disso, ele apenas acenou um “tchau” tímido.

ÓTIMO! Nem o nome dele eu sei!

Saí bufando e batendo o pé, quem aquele idiota pensa que é pra me roubar ele assim?

- Conta TUUUUUUUUUUUUUUUUUUUDO!! – Rose e Bella exigiram, assim que coloquei meu primeiro pé pra fora da loja.

 

-

JASPER PDV

-

 

Assim que vi as três garotas paradas do outro lado da vitrine, eu fiquei completamente vidrado na baixinha. Não sei o que aconteceu, mas tinha algo de especial naquela garota.

Briguei com meus primos para ver quem iria atendê-las, e no final eu ganhei no Pedra, Papel e Tesoura. Idéia de Emmett!

Eu queria muito ao menos conversar com ela, e quando a oportunidade de levá-la pra sair apareceu, agarrei-me a ela, torcendo para que ela aceitasse. O que eu não esperava, é que ela fosse negar meu convite...

Tudo bem que ela não disse “não”, mas ela também não disse “sim”...

Eu realmente devo ser o azarado da família! É incrível como as coisas SEMPRE acontecem comigo, e SÓ comigo!

A tática de levar pra comprar em outro lugar sempre funciona com Emmett e Edward, e a primeira vez que tento já levo um “nãozão” na cara. Ótimo!

- Gamou na baixinha, foi Jasper? – Edward perguntou, arrancando uma gargalhada de Emmett, enquanto nós terminávamos de fechar a loja.

- Dá um tempo, Edward!

- Hey priminho, não precisa ter vergonha! Não é por que você é meio... afeminado, que você não ia se apaixonar! – Emmett disse, ainda rindo.

Um milhão de respostas me vieram à cabeça, mas optei por uma que eu sabia que além de ele não ter como responder, ela daria um basta naquela discussão idiota.

- Pergunte a Jéssica quem é o afeminado! – disse simplesmente, sem alterar o tom de voz.

Jéssica era sua ex-namorada. Ele terminou com ela quando descobriu que só o que ela queria era ficar comigo, e só estava usando-o para tentar se aproximar de mim. É claro que não aceitei ficar com ela quando ela pediu. Mas de qualquer modo, isso o machucou... E mesmo ele negando com todas as forças, eu sei que ele ainda sente algo por ela.

Como o previsto, ele não disse nada. Mas em compensação, enviou-me raios com os olhos. Há, se ele pensa que me mete medo, está muito enganado!

Era meio que proibido citar o nome de Jéssica, mas sempre que ele ‘exagerava’ um pouco, a gente apelava para as lembranças.

Sim, a gente! Edward, apesar de ser mais próximo de Emmett do que eu, eles sempre se estressavam, vez ou outra.

Seguimos o caminho de casa em silêncio. Eu, porque não conseguia afastar meus pensamentos da baixinha; Emmett, com certeza, porque ainda estava mal por conta do que eu disse; e Edward, talvez prevendo que se dissesse alguma coisa, sobraria pra ele também!

Em casa, não consegui afastar meus pensamentos da tal garota. Será que ela vai me ligar?

 

-

BELLA PDV

-

 

Odeio acordar cedo! Qual a graça de estar de férias, se você não pode acordar ao meio dia? Bom, mas até que dessa vez é por uma boa causa...

O céu ainda estava meio escuro por conta da chuva que caiu durante a madrugada inteira, dificultando ainda mais me afastar da cama. Tentei rever tudo o que aconteceria naquela manhã, e decidi que tudo que faria com Rosalie, poderia ser adiado para à tarde sem o menor problema.

Ignorei o despertador, e me deixei ser levada pelos sonhos de novo.

Menos de meia hora depois, a campainha começou a tocar, com a delicadeza que só Rosalie sabia.

Estava bom demais pra ser verdade!

 

xxx

 

- Por quê eu? – Choraminguei, exagerando na cara dramática.

- Porque a sua voz é mais parecida com a da Alice do que a minha! E não adianta reclamar, faça isso logo!

- Urgh! Você fica me devendo uma! – respondi enquanto puxava o papel com o número de telefone de suas mãos.

Alice tinha nos contado tudo o que acontecera na loja, e não pôde deixar de transparecer que mal conhecera o garoto, e já estava sentindo algo realmente forte por ele. Rosalie, a gênia, roubou o papel de Alice sem que ela percebesse, e me convenceu a ajudá-la a ligar pra ele, marcando um encontro entre eles dois, já que Alice deixou bem claro que não o faria “Não quero parecer ‘dada’! Ou ele me convida ou nada feito! Nem adianta, não vou convidá-lo para sair!”. Bom, Alice dissera que ela não ligaria pra ele, mas não falou nada sobre nós ligarmos por ela.

1 toque. 2 toques. 3 toques. 4 toques. 5 toques.

- Rosalie, ainda são oito horas da manhã! Ele deve estar dormin... ah, oi, é o menino da loja de roupas esportivas?

- Quem tá falando? – perguntou, do outro lado da linha. Será que Alice disse o nome dela pra ele? Será que ele lembra do nome dela?

Cara, que voz! Alice realmente tem bom gosto!

- É Alice... – disse incerta – a menina da loja, ontem... lembra?

- Humm, ah, oi! – ele me pareceu... empolgado? - Só um momento! JAAAAAAAAAAAAAAAAAASPEER! – ele gritou – cara, é a garota da loja! – eu ri. Ele tentou abafar o som enquanto falava, mas não teve muito sucesso.

Por incrível que pareça, eu consegui. UAL! Será que se Alice ligasse para minha mãe nos dias que eu saio à noite com Rose, dando a desculpa de que estou dormindo na casa de uma delas, minha mãe acreditaria que sou eu?

Afastei todos os pensamentos, quando me dei conta do que Rosalie havia acabado de fazer antes de me deixar desligar o telefone.

- Ok, então até lá! 15 horas na praça de alimentação, em frente ao Mc Donald’s. Beij-

Rosalie tomou o telefone de minha mão, antes que pudesse terminar. O que ela está pensando em fazer?

- Hey! Hmm, Jasper né?! Aqui é uma das amigas de Alice, leve dois amigos se não quiser ter velas ao seu lado. E acredite: se não levar, será o pior encontro de sua vida! – e desligou o telefone.

 

- - -
Apartir do próximo capítulo as coisas começam a melhorar õ/ HIHSAUIHSUIAHS. Gente, eu tenho uma péssima notícia para dar a vocês ._. Segunda começam minhas aulas (acho que de todo mundo, né?) e com isso eu só vou poder postar os capítulos nos fins de semana. Meus pais fizeram o favor de cortar minha banda larga ¬¬ e eu só estava entrando todo dia, porque nas férias eu podia dormir depois de meia noite sem problema; mas estudando de manhã, isso fica meio difícil né Ç.Ç então, POR FAVOR NÃO ME MATEM, matem meus pais! HAUSHAIUHSIUAHSUHA e NÃO ME ABANDONEM! Prometo tentar recompensar o atraso com capítulos bem grandes! AAAAAAMO VOCÊS! K3


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!




Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Friends Will Always Be Friends" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.