Paraíso Proibido escrita por Tamy Black


Capítulo 5
Quem é ela?




 

EDWARD POV.

“Quem era aquela vampira?” Foi à primeira coisa que eu pensei ao vê-la. Linda com seus cabelos compridos e ondulados, seus olhos dourados, iguais aos meus. Isso mostra que ela era vegetariana como eu e a minha família. Ponto pra ela.

Mas Bella Volturi, ou Swan, era muito enigmática. Nunca pensei que não ouviria os pensamentos de alguém. Principalmente os dela e isso é muito frustrante, ainda mais quando a vi pela primeira vez. Não pude dizer o que ela veio fazer aqui para os meus familiares.

Por esse motivo tive que obrigá-la a ir ver Carlisle. Só ele poderia fazê-la falar. Alice já a tinha visto, mas não tão claro como agora pode, depois de se tornarem amigas.

E o motivo de eu tratá-la assim, dessa maneira grossa e ríspida é porque não posso admitir pra mim mesmo que eu estou apaixonado por ela. Isso mesmo, apaixonado como nunca estive nesse século de existência.

Alice, como sempre, viu que eu iria me apaixonar por ela e veio me contar sua descoberta. Mas não conseguia ver se o sentimento era recíproco. Como? Eu me pergunto, ela que veio do clã dos Volturi se apaixonar por mim? Isso não é nada legal. Eu acho...

Bella e eu não temos nada em comum, a não ser pelo gosto musical. Mas minha querida irmãzinha disse que isso não tem nada a ver. As diferenças que fazem de um casal ser o que são. Não entendi de imediato, mas acho que agora consigo entender.

Mas o que não entra na minha cabeça é como eu consegui me apaixonar por um ser em menos de três semanas que a conheci? Não entendo! Isso está fora de cogitação. Por isso a trato daquela maneira. Não quero acreditar nisso! Não vai dar certo nem em sonhos!

Com toda a certeza Aro virá para tirá-la daqui e deixá-la naquele inferno que é Volterra. Será que eu suportaria? Não quero pensar nisso. O melhor é não me aproximar dela e deixá-la em paz sem os meus sentimentos. Ignorar é a melhor solução.

Aquele passeio de carro foi interessante. Cantamos e ela me surpreendeu bastante. Era mais que óbvio que eu adoraria saber o que se passava naquela cabeça.

Era frustrante vê-la franzir a testa, sinal de que pensava algo que não gostaria de pensar. Vê-la fazer aquela carinha de que estava entendo tudo nas aulas e o mais frustrante era aquele olhar hipnotizante que ela tinha. Queria lê-lo e saber de tudo. Mas não podia, a mente dela tinha que ser impenetrável e isso não era nada interessante pra mim.

Depois daquele passeio produtivo minha mente estava a mil. Eu queria conhecê-la mais, já que eu não podia ler seus pensamentos, eu queria saber quem era Isabella Swan e aprender a decifrar seus mistérios.

Eu estava em casa na minha sala de música tocando piano, fazia tempo que eu não tocava mais. Acabei compondo uma música e era especialmente para ela. Quando estava nos acordes finais, Esme adentrou na sala me olhando sorrindo.

 

- Fazia tempos que eu não ouvia você tocar, filho. – ela disse ao me abraçar.

- Realmente, mãe. – eu sorri para ela.

- Essa música é nova, não é? – como sempre sabia de tudo.

- Sim, acabei de compor. – eu disse orgulhoso de mim.

- Que maravilha! – ela me deu um beijo gelado na bochecha. – E essa música linda tem dedicatória? – ela sorriu.

- Tem. – eu simplesmente disse.

- E pra quem é? – ela perguntou curiosa.

- Para Bella. – eu disse incerto. Não dava pra esconder as coisas de Esme.

- Oh... A nossa querida Bella. – ela disse sorridente. – Tem que tocar para ela, não acha? – ela me olhou esperançosa.

- Acho melhor não. – eu fiz uma careta. – Nós ainda nem somos amigos e se eu tocar pra ela, acho que ela vai estranhar. – eu disse imaginando.

- Hummm... – ela murmurou e se levantou para sair.

 

“Não tenha medo dos seus sentimentos por ela Edward.” Ela pensou e saiu sorrindo fechando a porta.

Será que eu não devia ter medo? Isso está ficando confuso demais pra mim. Resolvi sair, era melhor eu espairecer um pouco. Desci e encontrei Jasper e Emmett jogando vídeo-game. Loucos. Rosalie e Alice estavam mexendo em alguma coisa no notebook.

Eu estava abrindo a porta quando Alice me gritou.

 

- Ed! Leva isso pra Bella, por favor? – ela me entregou uma sacola de uma loja. – E diga pra ela vestir isso hoje! Vamos todos a uma boate. – ela disse sorridente.

- Oh Alice! Por que eu tenho que levar? – não estava a fim de vê-la agora, não depois de tudo que eu pensei.

- Por que eu já sabia que você ia sair e que também ia fazer esse favor! – ela disse como se fosse óbvio. – Anda! Eu já avisei a Bella. – ela se virou e voltou à atenção para o notebook com Rose, que me olhava sorrindo.

 

Eu simplesmente bufei e fui pro carro. Coloquei a sacola no banco do carona e parti para a casa de Bella e Kate. Oh sim! Kate era uma Esme dois. As duas se deram muito bem por sinal, Kate era a mãe de Bella nessa vida e as duas se amavam mesmo como mãe e filha, isso era bonito de se ver e eu também adorava Kate. Um amor de pessoa, ou vampira como preferir.

Cheguei rapidamente à casa de Bella. Peguei a sacola e toquei a campainha. Não demorou muito e Bella atendeu a porta. Se eu fosse humano teria enfartado... Bella trajava um micro (sim, micro!) short preto bem colado e uma blusinha azul colada no corpo também. Mostrando todo o seu corpo maravilhoso, seios fartos, barriga lisinha, coxas torneadas, pernas maravilhosas. Seu cabelo estava preso num rabo-de-cavalo frouxo e ela estava descalça.

 

- Oi Edward! Alice acabou de me ligar avisando que você viria aqui. – ela sorriu.

- Oi Bella. – eu disse meio chocado com a visão. – Aqui está! – eu entreguei a sacola. – Alice disse que era pra você usar isso hoje à noite, todos nós vamos sair para uma boate aí. – eu disse fazendo pouco caso.

- Sim, ela me disse isso também! – ela riu. – Er... Quer entrar? – ela disse meio incerta.

- Claro. – eu disse também incerto.

 

Eu entrei na casa dela pela primeira vez. Era tudo bem organizado e amplo. Muito bom gosto o dela.

 

- E cadê a Kate? – eu perguntei ao me sentar no sofá preto da sala.

- Está lá atrás na estufa. Sabe que ela adora plantas. – Bella disse se sentado no sofá ao lado já se deitando.

- Ah... – eu murmurei. – Então, curtindo o final de semana? – pergunta tosca, eu sei.

- Ah... Se ficar vendo TV o dia todo é curtir, então acho que sim. – ela disse divertida.

- Então é! – eu sorri.

- Você veio aqui só para me entregar a sacola? – ela me olhou curiosa.

- Não. Eu estava saindo de casa, ia andar por aí. Mas Alice me parou, sabe? – eu a olhei entediado.

- Sei. Conheço bem a sua irmã. – ela sorriu. Sorriso perfeito!

 

Nós ficamos praticamente a tarde toda assistindo séries na TV. Bella adora Friends o que eu também gosto. Ficamos rindo das besteiras daqueles seis amigos.

Foi uma tarde divertida, depois Kate voltou da estufa e ficamos os três conversando. Já era de noite quando eu saí da casa de Bella. Alice estava me ligando porque eu tinha que me arrumar para sair com eles. Coisas de Alice, o que será que aquela baixinha viu para essa noite? Vou descobrir e já.

------------------------------------------------------------------

N/A: Agora vocês entenderam os motivos do Edward, né? *risos* Obrigada pelos reviews e eu vou continuar a implorar por mais mesmo?! *bico*

Beijos a todos,

Tamy Black.