A Magia Perdida

Esta história é imprópria para menores de 18 anos. Para acessar histórias com esta classificação, é preciso alterar suas preferências em controleparental.fanfiction.com.br. Separamos outras histórias que podem te interessar, veja a lista abaixo ♥

A pequena Dragneel escrita por TomoCrazy

A pequena Dragneel
Já sabemos como era a vida de Natsu antes de ele ter conhecido Igneel. [primeira temporada: O pequeno Dragneel] Agora, essa história irá nos contar como é a vida da descendente do Salamander, Nashi Dragneel.
--------------------**--------------------

"Minha vida começou nove meses antes de eu ter nascido. Segundo meus pais, quando eu nasci, foi o dia mais alegre da vida deles. Quem são meus pais? Qual é a minha história? Bom, deixe eu começar deis de o início. Desde o casamento deles."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Amizade, Mistério, Romance, Universo Alternativo

5 favoritaram   11 acompanhando  

 

O coração sabe o que faz. escrita por Angela Lightwood

O coração sabe o que faz.
Depois de uma briga e uma noite juntos,o coração de ferro do Dragon Slayer poderia sim ser mudado.
E seria,pela maga mais improvável do mundo,a baixinha.
A sua baixinha,Levy McGarden.


"Porque não existia Levy McGarden sem Gajeel Redfox.
E não existia Gajeel Redfox sem Levy McGarden."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Romance

10 favoritaram   8 acompanhando  

 


Photograph escrita por Erzy

Photograph
Lembranças.
Uma simples fotografia pode trazer a tona boas recordações, como também pode trazer as piores.
Sentimentos tão fortes, quase impossíveis de se aguentar. Viver estando morto, pois a vida é traiçoeira, e não se importa nem um pouco em tirar o que mais amamos.
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Drama, Tragédia, Universo Alternativo

11 favoritaram   10 acompanhando  

 

Natsu e Lucy, Amigos ou Algo a mais? escrita por dragneel

Natsu e Lucy, Amigos ou Algo a mais?
Apenas mais um dia comum em uma missão....Lucy, Erza,Gray,Happy,Wendy,Charlie e Natsu tentavam descobrir quem roubava as joias da princesa Hisui....duas equipes foram selecionadas.......
.........Natsu vai ate o pescoço da garota e passa a língua suavemente deixando a loira toda arrepiada.......
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Ecchi

3 favoritaram   7 acompanhando  

 

O pequeno Dragneel escrita por TomoCrazy

O pequeno Dragneel
Você já se perguntou: Como era a vida de Natsu, antes de ele ter conhecido Lucy? Conhecido o Happy? Conhecer a Fairy Tail? Antes de ele ter encontrado, Igneel?

-----------------------------------------------------------------

"Ele saiu correndo floresta afora. Estava olhando para trás para ver se alguém o estava seguindo e...PAF! Bateu em algo duro e caiu sentado no chão. Ao olhar para ver no que havia esbarrado, se deparou com algo grande que continha escamas vermelhas e asas da mesma cor. O animal olhou para ele no fundo dos olhos cor de ônix do garoto rosado e deu um sorriso que trouxe conforto e segurança para o menino. E desde então, se tornaram pai e filho."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Amizade, Aventura, Mistério, Romance

4 favoritaram   6 acompanhando  

 


Perfeito para você! escrita por Lizzie-chan

Perfeito para você!
Natsu e seu time aceitam uma missão para realizar um comercial e o rosado mal sabe que irá se deparar com seu pior inimigo.
Mas como diz o bom e velho ditado, tudo por dinheiro, meus amigos. Até a hipocrisia.

(One-shot: Desafio de Junho - Elaborando um Roteiro de Verdade.)
Categorias: Roteiros, Fairy Tail
Gêneros: Comédia

1 favoritou   3 acompanhando  

 

I Remember Rainy Days escrita por Lennarie

I Remember Rainy Days
"Ela havia sido, para ele, um presente para o mundo que ele não merecia possuir."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Amizade, Angst, Darkfic, Death Fic, Romance, Universo Alternativo

3 favoritaram   3 acompanhando  

 

Fairy Tales? escrita por Violet Universe

Fairy Tales?
"-Que coisa engraçada moça... - o garoto respondeu, pensativo, coisa que muitas pessoas diriam ser impossível.
—E porque seria engraçado, salamandra? - eu perguntei, tentando usar um tom pessoal, coisa que era muito difícil. Afinal, Aquarius sempre me obrigada a tratar os outros de maneira adequada, educada, nas normas da alta sociedade. Era um esforço enorme tratá-lo com intimidade, até porque, nunca tivera um amigo de verdade.
—Porque você é estranha. - revirei os olhos, reprimindo o riso. - Que raios de princesa decide fugir do castelo e do o próprio dragão que lhe mantém protegida e segura?
—Talvez uma princesa que estivesse cansada demais de ser tratada como inútil..."
(...)
"-Então é isso... você simplesmente vai embora, sem dizer adeus á nenhum de nós? - eu lhe perguntei, tentando soar calmo, o que sinceramente, nunca fora do meu feitio.
—O campeonato começará em algumas semanas, preciso treinar em lugar adequado. Já tenho meu parceiro, porque eu deveria ficar? - ela ainda não havia se virado, ocupada demais em prender Phanterlily no caminhão, tendo como guia a luz da lua.
Eu me calei, tentando encontrar as palavras... as benditas palavras que a fariam ficar... as palavras, que neste momento, escapavam e eram levadas pelo vento cortante que passava por nós naquela fria madrugada.
—Está tudo pronto. - anunciou ao treinador, que estava sentado na parte da frente da caminhonete. Este, ligou o motor, enquanto a azulada se virou lentamente pra mim. O rosto estava imparcial, porém, seus olhos transmitiam uma tristeza e melancolia aparentes. - Eu tenho que ir.
—Vai abandonar á todos que te acolheram sem nem dizer adeus? - rosnei, com uma raiva crescente, e mentalmente, acrescentei: Vai me abandonar?
—Sinto muito por isso. - e realmente, era visível que ela se sentia culpada. Eu sabia o motivo, sabia que estava quebrada por dentro e sabia que se esperasse amanhecer, desabaria na frente de todos. Talvez estivesse sendo covarde em ir embora sem se despedir, mas talvez... se ela esperasse mais, não conseguiria ir embora. Eu entendia, claro que entendia, ao mesmo tempo que não queria entender. Ela se virou e se dirigiu ao banco do motorista, ao lado de Sam, pra finalmente partirem daquela fazenda onde tantas coisas boas aconteceram nos últimos tempos, tanto coisa entre nós aconteceu e eu senti vontade de correr até ela, envolvê-la em meus braços e nunca mais soltá-la... porém não movi um músculo sequer. E num sussurro pra si mesma e o vento, ela completou: - Adeus... Saphira...
Eu, encostado na cerca, observei o caminhão se afastar e se embrenhar na escuridão da madrugada... rezando pra que não acabasse assim... pra que um dia, pudesse ver novamente minha amada, e dessa vez, ter o tão esperado felizes para sempre.
(...)
—E aí, principezinho? - o homem perguntou com maldade. - O que vai fazer agora? - a arma continuava firmemente apontada pra meu peito, e eu fiquei em dúvida se lhe entregava todo o dinheiro ou se lutava. Tinha feito aulas de esgrima, porém não trazia nenhuma espada no cinto, apenas uma adaga, que provavelmente não me impediria de ser atingido por uma bala. - Vamos logo que eu não tenho o dia todo!
—Certo, certo, eu abro o Cofre Real! - ergui as mãos, e num segundo atravessei a sala, e tirei o quadro do Rei Jude da parede, revelando o cofre á anos escondidos por todos da Realeza que possuía um dos tesouros mais valiosos de Fiore: o colar de safiras banhado em prata mais caro do planeta, bem como barras de ouro puras e outras pedras preciosas brutas, que provavelmente valeriam uma fortuna, mas que não importavam á meu pai.
Enquanto Deliora pegava tudo, em um ato de coragem - ou estupidez - saquei a adaga e a enterrei nas costas do homem. Ele urrou de dor, e virou o pulso com a arma apontada, e atirou. Pulei pra trás pra tentar me proteger proteger, porém, não foi necessário. Alguém se jogara na frente. Mais especificamente, ela.
—Oh meu deus! - murmurei de olhos arregalados, indo até o corpo da jovem. Sangue brotava de seu peito e jorrava pelas vestes azuis delicadas, formando uma poça vermelha escarlate no chão. - Meu deus... não, não, não, NÃO! - gritei, querendo chamar ajuda. O bandido - que um dia já chamada de pai - não importava, meu mundo se resumia á cena dos olhos azuis cor-de-mar se apagando aos poucos. - Por favor, não...
—Juvia sempre vai... proteger... Gray-sama... - disse num fio de voz, e um sorriso fraco se abriu em seus lábios. - Gray... eu... te amo... - meus olhos se encheram d'água... ela se atirara na minha frente, saltado pra morte, e mesmo assim, conseguia sorrir."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Ação, Amizade, Angst, Aventura, Comédia, Drama, Fantasia, Mistério, Romance, Suspense, Tragédia, Universo Alternativo

11 favoritaram   42 acompanhando  

 

Ela é Quente escrita por BellatrixOrion

Ela é Quente
[ GRUVIA]
A Mente de um mago do gelo sempre foi um mistério. Um enigma conflituoso e insistente. Uma massa cercada com paredes feitas do meu próprio elemento.
Mas, isso não significa que eu não aprecie um pouco do "quente"...
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Drama, Romance, Songfic

6 favoritaram   8 acompanhando  

 

Heart Truths escrita por Mell

Heart Truths
"...Talvez se assim como eu, se não tivesse feito tanto mal, e percebesse que nada no mundo poderia separá-los, quem sabe tivesse encontrado o amor como eu encontrei..."
Categorias: Fairy Tail
Gêneros: Amizade, Drama, Romance

8 favoritaram   8 acompanhando