Muito Mais Que Uma Simples Amizade. escrita por Iz Maslow


Capítulo 36
Reaproximação


Notas iniciais do capítulo

Não,não é miragem... É capítulo novo para vocês e,e
Hey! Little Pandas!
querem me matar neh? Não tiro a razão de vocês.
Capítulo meio sem graça porém, com um toque de fofura.
quase duas mil palavras como pedido de desculpas.
Espero que gostem e comentem;




~ James
Fui até o quarto onde Juh estava para convida-la a sair, sei lá, queria conseguir quebrar essa barreira emposta sobre nós, ela ao não me deixar explicar o que realmente aconteceu, sei que errei, mas, quero ter a chance de poder consertar tudo. Bati na porta e a esperei, logo ela abriu e a analisei dos pés a cabeça, ainda não havia percebido essa mudança física tão de “perto”, voltei a olha-la apenas nós olhos, ela por sua vez me olhava sem expressão alguma aparente.

– James? - chamou me tirando de meus devaneios. - Você tá bem?! - continuou segurando o riso, sorri envergonhado e desviei o olhar por alguns segundos.

– Sim, estou... Mas, bom, o que eu queria falar com você era sobre já que agora vamos morar juntos... Depois de tudo acho que deveríamos tentar ser amigos... Sabe, pra não continuarmos com esse clima... Mesmo que você continue não querendo ouvir minhas explicações. - falei receoso e ela continuou em silêncio por alguns segundos, logo assentiu concordando e sorriu, sorri de lado e fiquei em silêncio a observando.

– Ah, okay... Claro que podemos ser amigos. - disse e riu. - Agora qual a outra coisa que quer dizer? - continuou normalmente.

Essa garota realmente me conhece. - pensei.

– Ta... Estamos só aqui, e com certeza não veio para L.A. para ficar nesse quarto, então queria te convidar pra dar uma volta... Como amigos. - falei normalmente e sorri e por mais surpreendente que parecesse para mim.

– Claro... Já que seremos amigos agora... - sorriu, dá pra parar de jogar na cara que só seremos amigos? - Espera eu me arrumar?

– Se não for demorar. - disse em tom de brincadeira e ela riu.

– Não vou... Pode confiar. - respondeu-me no mesmo tom e sorri a deixando se arrumar e voltando para meu quarto enquanto fazia o mesmo.

Minutos depois desci e fiquei na sala a esperando, logo ela também desceu, vestia uma blusa amarela com bolinhas pretas, saia preta de cintura alta que dava na altura de suas coxas, calçava sapatilhas e seus cabelos estavam soltos para o lado e no rosto maquiagem leve. Perfeita.

– Vamos? - perguntei me levantando e ela assentiu me acompanhando, fomos até meu Audi R8 branco.

–x-

– Então, aonde vamos, Diamond? - disse o olhando assim que entramos no carro.

– Podemos comer alguma coisa... Já que não fizemos isso em casa. - riu - Passear e depois te levar no meu lugar preferido de Los Angeles. - me olhou rápido enquanto dirigia e sorriu.

– Tudo bem... E alias que lugar seria esse? - questionei curiosa.

– Surpresa! Não vou contar. - ele disse em tom autoritário e riu, revirei os olhos.

– Sabe que não pode fazer isso comigo... Sou muito curiosa... Me conta vai. - pronunciei em tom óbvio e fiz bico como chantagem e ele riu balançando a cabeça negativamente. - Ok, desisto. - me rendi e rimos juntos.

O carro estava parado esperando o sinal abrir e ele me olhou sorrindo e acariciando meus cabelos o que me fez sorri boba como reação, mas, logo esse momento foi interrompido por seu celular que estava tocando, ele sorriu sem graça e pegou o celular e o atendeu.

Que não seja a Ashley, que não seja a Sage, que não seja a Sage.– torcia mentalmente enquanto olhava pela janela, logo ele desligou e voltou a dirigir.

– Bom, acho que teremos mais um acompanhante agora. - ele se pronunciou finalmente e voltei minha atenção para ele.

– Serio? Quem?

– Um... Pequeno amigo, acho que vão se dar bem. - sorriu.

– Está tão misterioso. - ironizei e rolei os olhos enquanto ele ria.

– Não finja que não gosta disso, princesa. - respondeu normalmente.

Minutos depois paramos quase em frente a uma casa muito bonita, uma mulher e um garotinho estavam em frente a mesma.

– Vem, quero que conheça umas pessoas. - disse tirando o cinto, fiz o mesmo e saímos do carro e o acompanhei.

– Tio Jay! - o menininho disse animado assim que viu James e saiu correndo até ele e o mesmo o carregou e bagunçou seus cabelos.

– Hey! Eai garotão... - sorriu e foi até a moça e beijando seu rosto. - Oi Aly. - disse e fez sinal para me aproximar mais e assim fiz. - Julia essa é minha irmã Alisson e meu sobrinho Jason, Alisson e Jason essa é a Julia... Uma amiga. - continuou a última frase mais baixo e me olhou.

– Oi. - Sorri os cumprimentando.

– Olá! Julia... Juh... Afinal por que esse nome não me é estranho?! - Alisson começou e olhou para James que rolou os olhos e ela riu voltando sua atenção para mim. - É muito bom poder finalmente te conhecer... O James fala muito de você.

Sorri e olhei para James que estava corando. - Aly! - a repreendeu.

– O que? É verdade... - riu - Você tinha razão Jay... A Juh é linda... Pena que não vou poder conhece-lá melhor agora. - pareceu decepcionada.

– Obrigada... - disse e observei James rapidamente. - E sim, concordo.

– Mas, agora tenho que ir, estou realmente muito atrasada... Desculpe estragar o encontro de vocês... - sorriu envergonhada.

– Tudo bem... E...

– Não estávamos em um encontro Aly, e não se preocupe. - interrompeu James.

– O.k! Espero ver você mais vezes Julia... - sorriu e retribui com outro. - E James, cuida bem do meu filho! - disse autoritária o olhando e beijou o rosto de Jason saindo em seguida.

– Até parece que não cuido bem dele. - James disse um pouco alto e ela acenou de longe. - Então... Acho que podemos continuar nosso passeio agora, algum problema pra você Juh?

– Sim e nenhum... E você Jason... Algum se eu for com vocês? - disse em tom de brincadeira e sorri ele balançou a cabeça negativamente e sorriu também.

–x-

Depois de deixarmos a casa de Aly levamos Jason para se divertir um pouco em um parque de diversões e horas após fomos em uma lanchonete da McDonald's, já conversava normalmente com James e Jason e eu tínhamos nos dado super bem.

– Tia Juh? - Jason me chamou. Ele me chamava assim agora.

– Oi? - disse o olhando e passei a mão por seus cabelos.

– Você é a nova namorada do Tio Jay? - ele disse se enrolou um pouco nas palavras e depois nos observou atento, James e eu nos entreolhamos e suspirei voltando a olhar para Jason.

– Não, pequeno... Somos apenas amigos. - sorri de lado.

– Ah! - exclamou decepcionado. - Mas, por quê? - continuou.

– Porque a tia Juh não gosta de mim desse jeito... - James disse.

– Mesmo tia Juh? - os dois olhavam atentos para mim.

– Não é isso... É que o tio James já tem uma namorada... Que não sou eu. - disse tentando parecer o mais normal possível enquanto tentava o explicar.

Afinal como se explica para uma criança de cinco anos toda essa situação?! Exatamente... Não tem como.

James engoliu a seco e Jason parecia pensativo.

– Então você pode ser minha namorada, Tia Juh? - Jason questionou novamente arrancando uma gargalhada de James e ri o observando.

– Hm... Se você fosse mais velho, pequeno... Agora você ainda é jovem demais. - disse e beijei seu rosto.

– Tudo bem então... Mas, quando eu ficar mais grandão... Assim como o tio Jay, você namora comigo né?! - disse ele esperançoso, ri.

– Sim... Mas, só quando estiver maior, okay? - disse sorrindo.

– Okay! - respondeu sorrindo e voltou a comer seu lanche.

– Tia Juh... Arrasando corações. - James pronunciou-se irônico e riu, o mandei língua fingindo estar séria mas, logo ri junto.

– Fazer o que se menininhos não resistem ao meu charme. - retruquei no mesmo tom que ele.

– Não só de menininhos. - disse e piscou e o olhei seria. - Ok tia Juh, ok. - continuou imitando a voz de uma criança e riu.

Continuamos assim conversando e brincando com Jason durante algumas horas, - por mais que parecesse mais adulto do que James em alguns momentos-, James tirou uma foto minha e de Jason juntos o que fez alegar que estava com "ciúmes" e me fez fazer o mesmo nele,- lhe dar um selinho, o que não posso negar queria fazer a muito tempo, e até um pouco mais -, depois Alisson ligou para James dizendo que já estava em casa e que já poderíamos ir o deixar se quiséssemos.

Ao chegarmos em sua casa já tinha escurecido e os dois ficaram jogando video-game por insistência de Jason enquanto eu e Alisson aproveitamos para conversar e como já era de se esperar, depois de vários assuntos, ela chegou ao mais temido.

– Então Juh... E você e o Jay? - questionou sutilmente. - Não precisa fingir que não sabe do que estou falando, não temos segredos um com o outro... E como estamos nos dando bem, queria entender melhor. - continuou.

A observava falar e suspirei assentindo. - Entender melhor? O que exatamente?

– Por que não voltam... Está óbvio que meu irmão lhe ama, desde que a conheceu só fala sobre você... - tentou o defender.

– Bom, Aly, aconteceram muitas coisas... E o namoro dele é uma delas, acho que não temos mais volta. - disse um pouco triste.

– Querida... Não fica assim, está claro que também o ama, então por quê não teria volta?! Acho que deveriam conversar sobre isso... Principalmente sobre esse namoro. - suspirou. - Pensei que ele já tivesse lhe explicado.

– Explicado? - questionei confusa.

– Apenas explicado... Estou lhe dando uma força... A vocês dois, pois acho que merecem, mas, não vou me intrometer mais... Converse com ele e escute o que tem a dizer ok? - sorriu.

Sorri um pouco confusa e a agradeci, mesmo não tendo entendido muito, minutos após James desceu do quarto onde estavam com pequeno Jason.

– Depois de muito trabalho, ele sossegou e não se preocupe maninha, ele tomou banho e se arrumou antes de dormir... - disse e se aproximou sentando conosco. - Sim, eu sou um ótimo tio... Podem confessar. - sorriu convencido e rimos, logo nos despedimos de Alisson e voltamos para casa, ou pelo menos achava até perceber James fazer um caminho totalmente diferente.

– Aonde estamos indo Jay? - disse rápido.

– Hm... Jay. - comentou e sorriu me olhando rápido e logo voltando sua atenção à estrada.

– Para James! Fala logo. - falei fingindo estar seria mas, não consegui repreender o riso.

– Vamos ao meu lugar preferido em Los Angeles, ou já se esqueceu? Se quiser podemos voltar para casa... Mas, irá se arrepender. - respondeu misterioso.

– Não... E não... Só quero que diga qual esse tão lugar misterioso... E por que parece que estamos saindo de L.A? - estranhei e ele riu.

– Não... Saindo exatamente... Apenas até o limite... - disse e ficou em silêncio por todo o caminho até chegarmos como o mesmo havia dito quase ao limite de L.A, onde também deveria ser a parte mais alta da cidade.

Saímos do carro e estava um pouco escuro, James veio até mim e pegou minha mão levando até a beirada de um "morro" onde tinha visão para quase toda cidade, deveria ser lindo de dia... Mas, a noite, era sem dúvidas muito perfeito.

– Esse lugar é incrível! - exclamei e o olhei sorrindo.

– Sabia que iria gostar, princesa... - me abraçou por trás e ficamos olhando a vista. - Valeu a pena esperar? - disse depois de alguns segundos em silêncio.

– Com certeza... - respondi ainda boquiaberta e virei a cabeça para o lado o olhando enquanto ele observava a vista, mas, logo desviou o olhar para mim e sorriu, retribui seu sorriso e antes que dissesse algo, juntou nossos lábios em um selinho e aprofundando em um beijo calmo, com suas mãos que já estavam em minha cintura virou-me de frente para ele e finalizou o beijo com alguns selinhos.



Notas finais do capítulo

Leiam minha nova fic:http://fanfiction.com.br/historia/466184/Bring_Me_To_Life/
me sigam no twitter @FuckingMasl0w
curtam a page das fics: https://www.facebook.com/wonderlandfics?ref=hl

comentem aqui ok? vai ajudar a att mais rápido... E no próximo terá o que tanto esperavam, e pensaram que teria nesse.

Aviso: To tirando as fics dos hiatus... Essa semana sai também #IWHYH



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Muito Mais Que Uma Simples Amizade." morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.