O Lado Oculto Da Terra escrita por SandrineSantiago, AlissonSouza


Capítulo 2
Capítulo 2


Notas iniciais do capítulo

Espero que gostem do segundo capitulo e me desculpem pela demora.
eu estava doente e Alisson com preguiça de escrever então acreditem que se fosse por ele vocês nao leriam mais nada!
então, ate o proximo gente vou bater nele pra gente pra gente postar mais rapido!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/325449/chapter/2

Nick abriu os olhos e arfou, começou a tossir e então se sentou, estava desorientado, não sabia onde estava, sentiu seu corpo inteiro doer.

-Droga! – Ele resmungou e olhou em volta a procura de algo, assim que viu Melissa deitada em uma possa de água ele se levantou com rapidez e correu ate a amiga.

-Mel acorda! – Disse ele começando a balançar a amiga que nem se mexeu – Melissa!

O garoto começou a dar leves tapas no rosto da morena que despertou e se afastou assustada.

-Vai bater na tua mãe! – Resmungou a morena se apoiando nos braços, e passando as mãos pelos cabelos metade molhados devido à poça de água que estava.

A morena se sentou desnorteada.

-Tanto lugar eu tinha que ficar em cima dessa poça de água, que merda! – Disse a morena se levantando – Onde estamos?

Nick fez um sinal negativo com a cabeça e olhou ao redor.

-Eu não tenho a mínima idéia, no inferno talvez, fomos sugados pelo chão – Disse Nicolas começando a andar e olhar em volta.

Melissa o seguiu.

-O inferno não deve ser tão lindo! – Disse a morena dando um leve sorriso e olhando em volta, o local era realmente muito bonito, ali parecia ser uma caverna, tinhas umas ruínas de algum castelo ou alguma coisa parecida, era obvio que aquilo havia sido abandonado há muito tempo, afinal estava tudo coberto de musgo e muitas plantas.

-Esse lugar é incrível! – Disse Nick parando de andar e olhando em volta.

Melissa franziu o cenho.

-Onde ta a Lana? – Perguntou à morena olhando em volta – Ela nos meteu nisso.

Nick olhou em volta e gritou.

Melissa olhou assustada para o amigo que gritou novamente e correu para perto da amiga.

-Um bicho feio e gordo Mel, muito feito! – Ele falou apontando em seguida.

Melissa arregalou os olhos e deu alguns passos para trás quando viu um bicho do tamanho de um gato, extremamente gordo, ele não conseguia andar muito bem devido à gordura, era peludo e não dava para ver seu rosto.

-Ele quer nos matar! – Disse Melissa quase em um sussurro e começando a se afastar quando ouviu outro grito de Nick.

-Tem outro aqui! – Gritou Nick se afastando.

-Puta que pariu, para de gritar Nicolas! – Gritou Melissa começando a entrar em desespero.

-Como eu vou parar de gritar? Tem bichos obesos querendo a minha carne! – Gritou de volta

-Você te mais osso que carne – Disse a morena arqueando as sobrancelhas.

Nicolas ia rebater quando Lana apareceu.

-Vocês são muito escandalosos – Disse ela pegando um dos bichos no braço – E esses são os Tuffs, e são completamente inofensivos.

Ela sorriu e começou a alisar a barriga dele que se contorcia e fazia um ruído estranho.

-Eles gostam de cosquinha na barriga, e eles não se alimentam de carne e sim de musgo, por isso vivem aqui – Disse ela dando um sorriso.

-Que lugar é esse? – Perguntou Melissa

-Não se levem pela beleza, esse é o lado oculto e mais obscuro da terra – Disse a morena soltando um suspiro.

-Por que nos trouxe para Ca? Quem eram aqueles caras? E onde diabos fica o lado oculto da terra eu nunca ouvi falar desse lugar! – Disse Melissa começando a ficar exasperada.

-Fique calma, eu irei explicar tudo a vocês – Disse Lana suspirando e começando a caminhar em direção aos dois. – Pega ele, eles gostaram de vocês por isso estão se aproximando.

A morena estendeu para Melissa aquele bicho estranho.

Ela hesitou um pouco antes de pega-lo.

-Ele é um fofo – Disse a morena sorrindo quando ele se remexia todo quando ela coçou a sua barriga e fazia um barulho estranho. – Pega um Nick, ele não vai comer a carne que você não tem.

-Idiota! – O garoto disse e olhou meio receoso para os diversos Tuffs espalhados.

-Eu os trouxe para cá por que assim estão mais seguros, aqueles homens foram enviados para matar vocês dois e eu fui enviada para trazê-los para cá salvos. É confuso eu sei, mas sentem eu irei contar toda a historia para vocês desde o começo – Disse ela se sentando, os Tuffs vieram rastejando para perto dela que deu um leve sorriso e começou a brincar com alguns.

Melissa e Nicolas se sentaram lado a lado.

-A milhares de anos atrás existia quatro grandes guerreiros filhos de Deuses, esses guerreiros se chamavam Aldebaran, Milo, Marin e Saóri. Quatro irmãos, eles tinham a missão de juntos protegerem a terra ate que algo inesperado aconteceu, dois deles se rebelaram, não gostavam de fazer o bem e queriam dominar a terra com o mal, Aldebaran e Marin, ambos foram consumidos pelo mal. Houve uma grande batalha, onde eles se enfrentaram com seus exércitos para ver quem iria prevalecer na terra, o bem ou o mal.

Melissa se lembrou de seu sonho, uma guerra.

-O bem venceu, e após Saóri proferir as palavras que eu proferi há horas atrás começou a acontecer com eles à mesma coisa que aconteceu conosco, começaram a ser sugados pela terra, mas Saóri também proferiu as palavras de banimento. E eles foram banidos da terra para sempre, não tendo como voltar, foram banidos para cá, o lado oculto da terra, o lado que ninguém conhece. Os anos se passaram, ninguém teve mais noticias de Aldebaran ou Marin, quando os dois foram banidos, prometeram que iriam se vingar, e essa promessa meio que virou uma lei, pois todos os seus descendentes tentaram arrumar algum modo de conseguir realizar tal vingança.

-O que temos a ver com tudo isso? – Perguntou Nicolas há olhando um pouco confuso.

-Chegarei a esse ponto... Anos se passaram, Milo e Saóri morreram, mas deixaram seus descendentes que tinham a mesma missão que eles, cuidar da terra, e essa missão era passada de geração a geração ate que perceberam que seus cuidados já não eram mais precisos pela humanidade devido a tanta tecnologia, novas armas e tudo o mais. E toda essa historia foi esquecida, a missão não foi mais passada, os descendentes de Milo e Saóri foram esquecendo de toda a historia, ate que chegou ao ponto que eles nem sabem quem são esses, nem conhecem a historia. Já os descendentes de Aldebaran e Marin, desde pequenos eles eram ensinados o poder que tinham, toda a historia de sua linhagem e a promessa que tinham que cumprir, então suas vidas eram totalmente focadas em arrumar um jeito de se vingar ate chegar hoje e conseguirem. Conseguiram arrumar um jeito de alguns saírem daqui, poucos podem, se os dois descendentes de Milo e Saóri forem mortos sem deixarem nem uma cria todo o encanto é quebrado e eles poderão subir e tomar conta do mundo espalhando todo o mal, por isso aqueles homens queriam matar vocês dois. – Lana parou olhando para os dois com expectativa, eles ainda não pareciam ter entendido.

Melissa arregalou os olhos.

-Puta que pariu! – Disse a morena olhando para Nicolas que também havia entendido.

-Ta de Brincadeira não é? Eu e essa coisa, descendentes desses dois ai? – Perguntou Nicolas de um jeito descrente.

-Samori e Miro! – Disse Melissa franzindo o cenho – Só pode ser brincadeira.

-Saóri e Milo – Lana a corrigiu – E não é brincadeira nem uma, vocês são a salvação de toda a humanidade.

-Não somos não! – Disse Nicolas

Lana revirou os olhos.

-Como tem tanta certeza? – Perguntou Melissa que parecia acreditar.

-Você é muito parecida com Milo, tem os olhos dele e você é parecido com a Saóri, e por isso são amigos, há uma conexão entre vocês, foram criados para serem amigos, mesmo que não quisessem. – Disse Lana – E eu tenho certeza que já tiveram sonhos parecidos com toda essa historia que eu contei.

Melissa fez que sim com a cabeça.

Nicolas pareceu pensar antes de concordar.

-Eu fui mandando lá para cima para ajudar vocês e para trazê-los ate aqui, foi por isso que tiveram a vontade repentina de viajar, eu meio que enfeiticei vocês e sua mãe também Melissa – Disse Lana dando de ombros – Vocês devem ter sentido um cheiro doce esses dias.

Os dois se entreolharam.

-Você é uma bruxa? – Perguntou Melissa arqueando as sobrancelhas.

Lana fez que não com a cabeça.

-Apenas sei fazer algumas coisas. – Disse ela dando de ombros e abrindo um leve sorriso, em seguida fez uns movimentos com as mãos e em seguida deu um pequeno assopro.

Um pequeno vento se fez presente e quase que imediatamente Melissa e Nicolas sentiram aquele cheiro doce.

Ambos se entreolharam e sorriram.

-Mas eu tenho que acabar com esse momento de paz, não temos tempo para eu ficar explicando muitas coisas a vocês, trazer vocês pra cá também foi um erro, eles sabem que estão aqui e mandarão tudo que possa se mover e que seja do mal para tentar matar vocês! Mais eu tinha que trazê-los e agora teremos que lutar pela sobrevivência! – Disse Lana se levantando com rapidez e olhando em volta – Esse mundo é completamente diferente do de La de cima, os animais, as pessoas, tudo! Então podem começar a se acostumar por que isso vai ficar muito sério!

Melissa e Nicolas se entreolharam com os olhos um pouco arregalados.

-Tem como desistir disso tudo e voltar pra casa? – Perguntou Nicolas de um jeito sem graça. – Por que eu realmente iria preferir estar em casa no meu computador.

Melissa revirou os olhos.

-Você que inventou de sair por ai e agora que dar uma de medroso Nicolas? – Perguntou Melissa arqueando as sobrancelhas.

-Ela me enfeitiçou! – Disse Nicolas na defensiva e apontando para Lana.

Melissa iria dar uma tapa no amigo quando ouviu um estrondo vindo de fora.

A morena se abaixou um pouco com medo e olhou assustada em volta.

Nick gritou é claro.

-São eles! – Disse Lana – Temos que sair daqui agora mesmo!

-Diz aquelas palavras estranhas e voltamos pra La pra cima! E tudo se resolve! – Disse Nicolas entrando em desespero

-As coisas não são assim tão fáceis e só existe uma saída aqui, e isso acontece a cada dois meses e só pode ser La no castelo onde as pessoas que querem matar vocês moram! – Disse Lana rapidamente – Mas não são todos aqui que querem matar vocês e precisamos encontrá-los para nos ajudar!

Ouviram um estrondo mais alto e mais perto.

-Vamos temos que correr! – Disse Lana quase em um grito começando a andar com rapidez.

Nicolas e Melissa se entreolharam.

-Sim Nick, eu sei, estamos fodidos! – Disse a morena dando de ombros e começando a seguir Lana.

Ouviram um rugido incrivelmente alto e se viraram a tempo de ver um urso de tamanho extremamente anormal, olhando para eles com puro ódio nos olhos.

-Corram agora! – Gritou Lana começando a correr

-Puta que pariu, vamos morrer! – Gritou Nicolas começando a correr.

-Deixa de ser negativo Nicolas – Gritou Melissa correndo e em seguida dando uma olhada pra trás, o monstro não estava mais La – Ela não ta mais aqui gente!

A morena parou de correr, a respiração já estava acelerada, Nicolas também havia parado assim como Lana.

-Será que agente conseguiu despistar ele? – Perguntou ela olhando em volta.

-Pelo jeito sim – Disse Nicolas se apoiando nos joelhos para respirar.

Eles ouviram um estrondo alto e extremamente perto, se viraram lentamente com os olhos arregalados e viram o mesmo urso olhando para eles com ainda mais ódio.

-Puta que pariu agente vai morrer! – Disse Melissa quase em um sussurro

-Eu disse que agente ia! – Disse Nicolas dando uns passos para trás – Eu não fui negativo eu disse a verdade.

-Vocês perdem tempo demais brigando! – Disse Lana começando a correr – Apenas corram!

Os dois amigos se entreolharam e começaram a correr.

-Corre demônio! Corre! – Gritou Nicolas olhando para Melissa.
Melissa começou a rir, não se sabia se era de desespero, nervosismo ou outra coisa mais ela ria.

Lana a olhou meio confusa, como ela poderia estar rindo numa hora daquelas?

Melissa não parava de rir, mas também não parava de correr.

-Ali, dobrem a direita! – Gritou Lana, Nicolas foi o primeiro a dobrar e entrar por um lugar um pouco estreito, Lana o seguiu e logo vinha Melissa entre risadas e arfadas ela corria quando tropeçou em alguma pedra e caiu no chão por sorte já dentro do lugar que Lana havia mandado.

-Outch! Que merda! – Disse Melissa se levantando e dando uma risada.

-Tinha mesmo que soltar esse riso frouxo La Mel? – Perguntou Nicolas a encarando com as sobrancelhas arqueadas.

-Corre demônio, corre? Como tu quer que eu não ria? Tu sabe que rio fácil imbecil! – Disse Melissa o encarando

Lana encarava os dois com o cenho franzido.

-Estamos perdidos! – Disse para si mesma.

-Aaaaah! – Nicolas gritou e correu para perto da parede quando o urso tentou entrar onde eles estavam, mas não conseguiu devido à entrada ser muito estreita.

Melissa se afastou um pouco e se encostou sobre a parede.

Lana também se afastou da porta e se encostou na parede soltando um suspiro longo.

O monstro tentava entrar a todo custo, mas não conseguia ate parar.

-Ele desistiu? – Perguntou Melissa andando um pouco ate a porta para ver, ele não estava mais La.

-Ainda bem! – Disse Nicolas suspirando e se apoiando nos joelhos.

Melissa suspirou e se encostou na parede e como se não existisse parede ali ela atravessou a parede desaparecendo de repente.

Lana olhou assustada para Nicolas que começou a gritar de medo, ela sentiu um puxão forte e tudo escureceu.

-Merda! Merda! – Gritou Nicolas olhando em volta desesperado as duas haviam sido sugadas pela parede.

Ele sentiu algo lhe puxar com força, tentou lutar, mas em seguida tudo escureceu.

Continua...


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Reviews?
bjão e ate o proximo.