Não Seria Tarde Demais, Seria? escrita por Sophie Labaki


Capítulo 5
Capítulo 4 - Recomeço




Elliot permanecia pensativo, tentando adivinhar o que se passava com Olivia, a verdade pela qual ela estava tão mudada e diferente. Ele se desesperava ao pensar que ela talvez não quisesse ou não pudesse mais confiar nele. 


Ele sentia muito medo de perdê-la, Olivia sempre foi á razão pela qual ele controlava sua fúria, sua raiva. Ela na verdade era o coração dele, aquilo que sentia ia além de uma bela e longa amizade – ele sempre soube. 
Olivia era sua esposa de trabalho – embora desejasse que ela fosse bem mais que isso – as diversas discussões que tiveram, os pedidos de desculpas, as “reconciliações”, os abraços dados – quando a situação era desesperadora – só o fazia ter mais certeza do que sentia. Elliot podia confiar completamente em Olivia – como sempre fez – ela definitivamente era bem mais que uma simples parceira, amiga e confidente. 


Há anos ele sentia aquilo, acreditando de fato em seus pensamentos – que sempre dizia que ele a amava – por mais que ele tentasse negar ou até mesmo fugir da verdade, ele não podia deixar de amá-la da noite para o dia. 


Motivado pelos seus pensamentos e por seu coração ele estava decidido a recomeçar – recomeçar ao lado dela – mas para isso, Elliot ainda precisava fazer com que Kathy assinasse os papéis do divórcio – ele esperava por isso á meses. 
Sempre que ele tocava no assunto, ela fugia da conversa ou até o ignorava, cansado de tantas brigas, ele apenas se acomodou – mesmo vivendo completamente infeliz sob o mesmo teto de Kathy. 
Elliot: Kathy, nós precisamos conversar. 
Kathy: agora Elliot? – ela disse, sabendo muito bem sobre o que se tratava.
Elliot: – sorriu irônico – eu espero por essa conversa á meses! – aumentando a voz
Kathy: Elliot agora não, por favor – dando as costas para ele.
Elliot: nunca é a hora para você – indo até ela – estou farto disso – ainda gritava – não suporto mais essa situação – olhou diretamente para ela 
Kathy: fale baixo Elliot, nossos filhos estão dormindo – sussurrou
Elliot: você é inacreditável – balançou a cabeça negativamente – sempre que eu digo algo a respeito da nossa separação, você coloca as crianças no meio – seus olhos fuzilavam os dela
Kathy: Elliot me ouça
Elliot: não Kathy, não! Chega de ouvir você – socou a parede – eu só preciso que você assine os malditos papéis – disse pegando as chaves do bolso indo até a porta
Kathy: Elliot aonde você vai? – gritou completamente fora de si
Elliot: para um lugar longe de você – disse fechando a porta atrás de si 

XxxxX