Não Seria Tarde Demais, Seria? escrita por Sophie Labaki


Capítulo 14
Capítulo 13 - O inferno?




Elliot sabia que não seria nada fácil fazer Kathy assinar os papeis da separação – seria quase impossível – ainda mais se ela soubesse o real motivo.

Há meses ele aguardava por aquilo, mas ela nunca se preocupou com o tempo, Kathy acreditava que o mesmo faria com que Elliot esquecesse a separação, na realidade ela esperava imensamente por isso, ainda acreditava que Elliot e ela tinham um casamento estável – o que deixou de ser verdade á anos.

Ele havia prometido a Olivia que contaria toda a verdade e que resolveria seus problemas com Kathy de uma vez por todas – e ele precisava cumprir.

Elliot suspirou fundo ao perceber que havia chegado a casa, ficou parado no meio das escadas – que o levariam até seu quarto –, pensando em como contar toda a verdade a ela, sem fazer com que Kathy surtasse.

Elliot: Kathy? – abriu a porta

Kathy: onde você estava Elliot? – gritou ao vê-lo

Elliot: estava pensando – querendo minimizar logo a situação

Kathy: oun – sorriu irônica – e precisou de uma noite inteira para pensar?

Elliot: eu não estou aqui por isso – levando as mãos ao rosto

Kathy: não fuja da situação Elliot! – ainda gritava

Elliot: quem foge da situação aqui é você Kathy! – também gritou

Kathy: por Deus Elliot, você some durante toda a noite e se acha no direito de gritar comigo?

Elliot: vamos logo ao ponto ok? – parou em frente a ela

Kathy: onde você dormiu El? – dando as costas para ele

Elliot: Kathy, vamos fazer isso de uma forma amigável, assine logos os papeis.

Kathy: onde você passou a droga da noite Elliot? – esbravejou

Elliot: Kathy ..

Kathy: responda Elliot – gritava – você dormiu com a vadia da Olivia não foi?

Elliot sentiu seu sangue ferver ao ouvi-la chamar Olivia daquela forma, ele tentava se controlar para não dizer toda a verdade, para não soltar sua felicidade na cara de Kathy – por mais que ele tivesse prometido a Olivia – ele sabia que não iria ajudar de nada ela saber a verdade, Kathy só dificultaria a vida dos dois. Ele só esperava que Olivia compreendesse que entendesse o motivo que o levou a mentir e quebrar sua promessa.

Elliot: não Kathy – mentiu – eu não dormi com a Liv

Kathy: pare de chamá-la assim – se exaltou

Elliot: não suporto mais essa situação – gritou

Kathy: e como você acha que eu me sinto ao saber que você prefere passar seu tempo com a “sua Liv” do que com seus próprios filhos e comigo que sou SUA MULHER?

Elliot: não seja ridícula Kathy – riu sarcasticamente – eu amo os meus filhos e, por favor, não me faça perder o carinho que sinto por você, porque é isso que está prestes a acontecer se você não assinar logo esses malditos papeis.

Kathy: pra quê você quer que eu os assine Elliot? Para você sair correndo para os braços da Olivia? Seria fácil demais, não acha?

Elliot: eu quero que você assine esses papeis, porque eu não te amo mais Kathy – disse colocando  malas sob a cama.

Kathy: o que você está fazendo?

Elliot: eu vou sair daqui, com você assinando ou não esses papeis – jogando as roupas na mala

Kathy: você está confuso Elliot – se desesperou – pense um pouco!

Elliot: disse que passei a noite pensando não foi? – fechando as malas

Kathy: ok , você pode ir, mas não irá levar meus filhos com você

Elliot: são meus filhos também – gritou

Kathy: e você acha que algum juiz irá conceder a guarda deles pra você, sendo que você passa mais tempo com a sua Liv e com seu trabalho idiota? – riu – se divorciando de mim Elliot, você estará fazendo o mesmo com SEUS FILHOS! – gritou

Elliot: nunca pensei que você seria tão baixa a ponto de negociar sua felicidade colocando nossos filhos no meio disso tudo – ele disse baixo, incrédulo, saindo do quarto.

Kathy: eu faço o que tenho que fazer Elliot, você não me deixa muitas opções.

Elliot: dane-se Kathy – batendo a porta

***