Audreys Dance escrita por Countess Dracula


Capítulo 1
Capítulo Único


Notas iniciais do capítulo

A canção de Angelo Badalamenti que me refiro é justamente a "Audrey's Dance", um dos temas da personagem.



Audrey’s Dance


 


A jukebox tocava uma canção de Angelo Badalamenti e Audrey Horne levantou-se do balcão do RR Dinner. Foi até o centro do restaurante de Norma Jennings, fechou os olhos e com a cabeça inclinada levemente para o lado, começou a dançar. Mesmo tendo prometido a si mesma que não pensaria num certo agente especial do FBI hoje, era isso o que ela fazia. Ela não conseguia resistir. Era mais forte do que ela, porque aquela balada era como um sonho. E nos sonhos, Cooper era dela. Seu agente especial.


O que ela não poderia saber era que ele, deitado em seu quarto no Great Northern Hotel, também sonhava com ela. Em seus sonhos, Cooper vê Audrey Horne deslizando para lá e para cá, lembrando uma sereia, atraindo os homens para a perdição.


No RR Dinner e no sonho de Cooper, Audrey girou o corpo inclinou a cabeça para o outro lado. Abriu os olhos e viu Dale sentando numa das mesas do restaurante. Ela sorriu sedutoramente, deu mais um giro e então parou. Respirou fundo e decidiu ir embora: Já estava delirando, havia fantasiado demais sobre aquele homem. Pegou seu casaco, e foi para casa, no mesmo momento em que o agente do FBI acordava, lembrando da intensidade do sorriso da garota, lamentando ter sido apenas um sonho.


 


Fim.



Notas finais do capítulo

Essa fic dedico para Lyn Hale Bass, porque sempre que eu digo para ela que não vou terminar algo, acabo terminando, hahahaha. Verdade. Oo'



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Audreys Dance" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.