The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 8
More Alive Than Never .... Or Not.


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura! ^-^




Saí da escola e fui direto para a casa... o que a Ashley havia dito estava me cheirando a encrenca...Ela estava quietinha de mais depois do "acidente" com os meus cortes...isso é perigoso...uma cobra quando fica sorrateira e quieta está se preparando para dar o bote...

Quando cheguei em casa minha mãe estava me esperando... Lá vem bronca - pensei -

- Alicia, como vai? - disse ela, sínicamente - 

- Fala logo a chatisse da vez...

- Alicia, você já está passando dos limites! Você chegou em casa, de madrugada bebada e destruiui a casa toda, você sabe o quanto isso é grave?!! Você machucou o lucas, tivemos que sair daqui até você parar!

- Olha, eu machuquei o pirralho e nem lembrava, que maneiro!

- ALICIA MONTGOMERY QUE MODOS SÃO ESSES?! VOCÊ ESTÁ ENLOUQUECENDO?!! FICANDO IGUAL AO SEU PAI?!

- É, TALVEZ EU ESTEJA MESMO ENLOUQUECENDO! POR CULPA S-U-A! NINGUÉM MANDOU VOCÊ ESPALHAR PARA A ESCOLA INTEIRA QUE EU ME CORTO, NINGUÉM MANDOU VOCÊ ACABAR MAIS AINDA COM A MINHA VIDA!!

- MINHA CULPA?!! A MINHA FILHA VIROU UMA TOTAL PSICOPATA E A CULPA É MINHA?!!! É TUDO CULPA DO CANALHA DO SEU PAI! VOCê TEM FALADO COM ELE NÃO É?!! AQUELE DROGADO ALCOLATRA! MINHA FILHA VIRANDO UMA DROGADA! BEBENDO E SE CORTANDO! VOCÊ É A PIOR COISA QUE ACONTECEU NA MINHA VIDA, ALICIA!

- EU JÁ DISSE QUE VOCÊ NÃO TEM DIREITO NENHUM PRA FALAR DO MEU PAI, TÁ ENTENDENDO?!!! E QUER SABER?! TALVEZ EU QUEIRA ME ENCONTRAR MESMO COM ELE! E DROGADA É A MÃE! VOCÊ TAMBÉM É A PIOR  COISA EXISTENTE NA MINHA VIDA, VOCÊ NUNCA FOI E NUNCA SERÁ MINHA MÃE DE VERDADE!

Subi as escadas chorando e correndo...eu não acredito que ela disse isso, não acredito, não acredito, não acredito!

A primeira coisa que eu procurei foi minha lâmina, mas, adivinhem?! Ela não estava lá, fui atrás da minha mãe mais furiosa do que nunca:

- QUE DIABOS VOCÊ FEZ COM A MINHA LÂMINA?

- Você não vai mais se cortar com aquela porcaria, Alicia!

- ÓTIMO, SE VOCÊ DIZ QUE EU NÃO VOU MAIS ME CORTAR COM A LÂMINA... - peguei uma faca que estava em cima da mesa e fiz um leve corte no braço direito - Eu fico com isso aqui...

- Você não vai levar essa faca pra se cortar Alicia...

- JURA?! ME IMPESSA! NÃO, VOCÊ NÃO VAI IMPEDIR, NÃO É?! PORQUE VOCÊ NÃO PODE, VOCÊ NÃO CONSEGUE....VOCÊ VIVE FALANDO MAL DAS PESSOAS PORQUE NÃO CONSEGUE FAZER MELHOR DO QUE ELAS, NÃO CONSEGUE CONTROLÁ-LAS NO SEU MUNDINHO FÚTIL.

- ALICIA NÃO FALE ASSIM COMIGO!

- ME IMPESSA!

 Subi de volta correndo para o meu quarto, ela não iria me manipular, não iria, nunca, nunca, nunca.

Poucos minutos depois de chegar  no meu quarto o Jhon entrou... GRR! Que raiva, será que eu não tenho mais nenhum minuto de paz?

- Alicia...

- Jhon..

- Eu ví a briga que você teve com a sua mãe...

- Nossa, Jhon isso é de mais! Você não é sego!

- Alicia, estou falando sério..

- Eu também, você não é sego...ou é?

- Alicia!

- Ok...Fala logo.

- Eu não gosto de ver vocês brigando assim...ela é sua mãe e...

- Olha, eu acho que fechar os olhos seria uma boa opção pra não ver...

- E eu acho que ela só quer o seu bem...

- O meu bem? Contando pra todo mundo o meu maior segredo e contratando um segurança...

- Alicia, você precisa...automutilação é um problema muito sério e você ameaçou a sua mãe...

- Do mesmo jeito que ela me ameaçou expulsar de casa inúmeras vezes a anos atrás quando eu disse que queria ver o meu pai...

- É diferente, Alicia.

- Diferente?! Diferente como?! Não tem diferença nenhuma, ela não tem direito de julgar ninguém, muito menos o meu pai, não importa, eu não vou pedir desculpas.

- Eu entendo..você está brava com ela pelo o que ela disse, mas...

- Mas?! Sem mais, você também é pai, Jhon, se alguém te impedisse de ver o Lucas por 9 anos e ainda inventasse coisas ao seu respeito você ainda perdoaria essa pessoa?

- Vendo por esse lado...Mas, o seu pai pode ser perigoso, Alicia...ela só quer que você não cometa os mesmos erros que ele, só quer o melhor pra você, ela te ama.

- Ah, agora ela me ama, dizendo que eu fui a pior coisa na vida dela e ela me ama, ah, claro...me ama, me ama muito...

- O que ela fez, Alicia? O que ela fez de tão errado pra você dizer isso, o que ela fez de tão errado pra você não gostar dela?

- Muitas coisas...Ela me tirou da minha vida, dos meus amigos, da minha felicidade, do meu pai, ela estragou mais ainda a minha vida social se é que eu tenho isso, ela se casou com você.

Ao ouvir as ultimas palavras ele saiu do quarto, mas, era verdade, boa parte daquilo tudo era culpa dele.

Adormeci entre lágrimas e solos de guitarra do AC/DC, acordei bem cedo, me arrumei, e fui para a escola antes mesmo de alguém acordar, e, mais um detalhe, eu fui com o carro da minha mãe... me matar é que ela não vai, com certeza...Antes de chegar na escola, fui a um bar e comprei cigarros...sabe como é, nunca é tarde de mais para alimentar novos vícios.

Cheguei na escola o professor Fox já estava me esperando do lado de fora... O impressionante é que aqueles idiotas ainda não notaram nada... e para o bem da pátria eu espero que não notem....

 - Pronta pra mais uma aula de educação física na semana? - ele perguntou -

- Depende, se for particular... - ele riu -

- Vamos logo para o ginásio...

- Ok...

Chegamos no ginásio e nos sentamos nas arquibancadas, ainda tinhamos quinze minutos antes dos outros alunos chegarem:

- E então, amor...- ele iniciou -

- Eu já disse que eu adoro quando você me chama de "amor"?

- Não, mas, é bom saber...Continuando, como estão as coisas em casa?

- Casa? O que é isso? Uma nova banda de Heavy Metal? - debochei - Eu não tenho casa faz tempo...Aquilo tá mais pra uma prisão! Ontem eu briguei feio com a pessoa que diz ser a minha mãe...

- Feio tipo como?

- Feio tipo, ela me chamar de drogada, dizer que eu estou parecendo com o meu pai e dizer que eu fui a pior coisa que aconteceu na vida dela...

- Ou seja, a coisa foi feia mesmo...

- É.

- No que está pensando em fazer?

- Hm, fugir de casa...- tirei os cigarros do bolso - Quer ?

- Fugir de casa, boa opção...Quero sim.

- Hmm...Que professor divertido...ele fuma e é apaixonado por uma aluna...

- Eu tenho os meus defeitos...Mas, você tem pra onde ir?

- Hmm, na verdade não...

- Quer ficar no meu apartamento?

- Você sabe que você pode ser demitido e até preso por isso, né?

- Foda-se, por você eu faço isso e até mais...

- Awn... Acho melhor eu ir vestir meu uniforme, os outros alunos devem chegar daqui a pouco...

- Você vai usar o uniforme como todas as alunas?

- É...Já sabem que eu me corto agora mesmo...Que que tem de mais? - ele sorriu, malicioso -

- Você vai ficar muito sexy com aquele short e  o top...Desse jeito hoje vou ser eu que vou desmaiar... - eu ri -

- Só não coloque a culpa em mim...Não fui eu que escolhi o uniforme...

Quando eu voltei do vestiário, todos os alunos já estavam lá, e o professor não parava de olhar pra mim, então eu cheguei perto dele sutilmente como quem queria tirar uma duvida e disse:

- Fecha a boca pra não babar.... - ele sorriu, maliciosamente - Sério, eles vão notar alguma coisa desse jeito...

Saí de perto dele, hoje jogamos volei novamente, mas, dessa vez, por recomendação médica eu fui a juiza, se fizesse muito esforço não seria nada bom por causa dos cortes...

No vestiário aconteceu algo muito estranho, que acabou co uma surpresinha nada agradável:

- Alicia, vem cá! Vamos conversar.... - disse a Ashley, com um sorrisinho falso -

- O que você quer ?

- Te mostrar uns videos que eu fiz...Eu gostei muito da sua ceninha com o professor Fox antes da aula...

- Você tá louca? Do que você tá falando?

- Ah, Alicia...Não se finja de desentendida... - Ela pegou o celular e me mostrou um video, ela havia gravado eu e o professor Fox no ginásio - Belo video não? Acho melhor você não me desafiar....Ou ele pode parar no meu blog...

Ela simplesmente saiu...

AQUELA VACA, VADIA FILHA DA MÃE! Eu não acredito que ela fez aquele video! Ela vai pagar...uma hora ou outra ela vai pagar...

Eu precisava falar com o professor Fox, mas, esperei até o fim da aula, já que a Ashley já sabia, seria muito, muito arriscado...

- Ei, preciso falar com você! - disse pra ele -

- Eu também...preparada para conhecer o meu apartamento?

- Sim! Muito curiosa também...Mas, não é sobre isso...Sabe a Ashley?

- Ashley, loira, metida, patricinha, vulgar...é acho que sei quem é a criatura.

- Ela filmou a gente no ginásio hoje.

- O QUE?

- Ela até me mostrou o video no vestiário...disse que iria colocar no blog se eu não seguisse as regrinhas dela...

- Isso é muito ruim...

- É, eu sei...Alguma idéia pra acabar com ela e com o video?

- Ameace-a.

- O que?

- Você já fez isso com a sua mãe, ameace ela...

- Mas, isso vai ser mais difícil...ela não tem medo de colocar  a boca no trombone, isso é fato...

- É verdade...vamos, vou te levar para o meu apartamento, lá pensamos em um plano melhor...

- Ok...

Ele me levou para o apartamento dele, era grande, e tinha uma vista linda...

- Vejo que você gosta muito de ler...

- É, deu para notar com a minha humilde coleção? - ele tinha duas estantes inteiras, cheinhas de livros -

- Humilde? Que eu goste da minha mãe quando isso aí for humilde....E eu também amo ler...

- Hmm...isso é muito bom. Eu tenho um quarto de hospedes...mas você pode dormir comigo se quizer... e será muito interessante....

- Que professor assanhado....Eu adoraria.



Notas finais do capítulo

Reviews?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.