The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 46
Macabre? I Would say cute.


Notas iniciais do capítulo

Olá, mortos-vivos! Hahaha, demorei?! Passei por um enorme bloqueio criativo haha, Eu não conseguia criar nada legal para os ultimos capítulos da primeira temporada porque meu copo, minha alma, meu coração e minha mente já estão focados na segunda haha
Boa Leitura!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Ao chegar em casa eu logo preparei meus brinquedinhos para a noite...Seria uma noite totalmente provocativa...Eu estaria lidando com vítimas bem treinadas...Policiais para ser mais exata, por isso precisava de mais material, a abordagem é que seria a parte mais difícil, ou, como eu prefiro dizer: Menos fácil, já que policiais são policiais, por isso sabem atirar, e fazer outras coisinhas a mais, mas, quem disse que eu tenho medo deles? Se tivesse não teria virado assassina, correto?! Peguei duas armas, ao invés de uma, duas pistolas para ser mais exata, coloquei 7 isqueiros dentro da minha bolsa, na verdade eu só precisaria de 6,mas, é sempre bom ter material extra para prevenir, e, como o assassino X é famoso por seus cortes, peguei dois canivetes, um novinho em folha e outro ao qual eu já havia usado para vários crimes, mas, eu o amolei para ficar cortante e mortal a qualquer toque...A minha roupa dessa vez não foi a mais provocante ou sensual, com policiais você precisa de mais estratégia e mobilidade, ao invés de com pessoas comuns, que acham que você só quer se divertir um pouquinho....Vesti uma calça de couro, que mesmo justa me dava bastante liberdade nos movimentos, e uma camisa preta, caída em um dos ombros, com alguns rasgos propositais e que eu mesma customizei, escrevendo com sangue misturado com tinta permanente vermelha "Bitch please, i'm a Killer!", coturnos caso eu precisasse correr o que não é muito bom se fazer com salto, principalmente quando você tem meeeesmoo que correr, no caso vida ou morte e, é claro como não poderia faltar a maquiagem: Lápis de olho e um brilhante e sensual batom vermelho...

Quando o Mike me viu vestida daquela forma, ele ficou parado, incrédulo até que conseguiu finalmente se recuperar e dizer:

- Bitch please, i'm a Killer? Vadia, você ficou louca?

- Não é nada além da verdade, cafetão, além do mais...Eu darei o gostinho de saber por quem estão sendo assassinados ás minhas vítimas da vez....E, eu não sou uma louca qualquer, Mike....Eu sou a sua louca psicopata... - eu disse aquilo fazendo uma rápida dança sensual na frente dele e depois entrei no carro...Primeiro vem o trabalho, depois a diversão...Se bem que no ramo dos crimes, o trabalho e a diversão são sinônimos, pelo menos pra mim....

Vocês devem estar se perguntando, qual é exatamente o plano da noite? Hahaha, é o que irei revelar agora..Eu e o Mike checamos todos os policiais da cidade, e escolhemos 5 mais vulneráveis para atacar em forma de provocação para a policia, também nos certificamos que os 5 moravam sozinhos ou que ao menos estariam sozinhos em casa na hora do ataque, até mesmo porque seria um saco ter que lidar com uma mãe/esposa/filha ficando traumatizada e gritando histericamente, odeio mulheres covardes...Bom, eu começaria invadindo as casas, uma por uma e os seduzindo, até finalmente matá-los, isso se eu não perdesse a paciência e matasse-os logo a sangue frio, depois disso, eu tiraria o sangue deles, faria um X na frente de suas casas e colocaria fogo nelas, sim, em todas as 5 casas, depois disso eu levaria os corpos até a delegacia que eu queimei a algum tempo com a ajuda do Mike, aí nos os degolaríamos, queimaríamos os corpos e colocaríamos as cabeças em volta da nossa fogueira humana, e, depois disso eu deixaria mais um recado caloroso aos policiais, como uma assassina fofa e que sempre gosta de dialogar com seus "amiguinhos"....

Entrei pela janela da casa do policial que estava aberta, um idiota descuidado sem dúvidas...Ele estava no sofá, vendo televisão, eu cheguei por trás, com sensualidade...

- Bu! - eu disse com uma voz sensual, ao seu ouvido, ele não tinha me notado até essa hora, e, se assustou subitamente -

- Q-quem é você? - Ele ainda se recuperava do susto, pelo o que parecia -

- Será que você sabe ler? Leia o que está escrito na minha bela camisa personalizada com sangue... - ele fitou minha camisa, lendo-a e depois passou alguns longos segundos observando meus seios -

- Você é apenas uma adolescente.

- Jura? - minha voz continuava tão sensual como antes  - E quem disse que uma adolescente não pode ser uma assassina? Ou melhor ainda....O assassino x? -  eu tirei meu canivete do meu coturno, observando delicadamente -

- Você não pode fazer nada comigo, eu tenho uma arma... - Ah, claro uma arma que infelizmente não está nesse cômodo no momento, que triste, não? - Completei mentalmente - 

- E daí? Eu tenho duas, dois canivetes e alguns isqueiros...Você sabe que ninguém escapa da minha toca sangrenta, não é? Hahaha, vamos brincar um pouquinho antes de tudo...

- O que você quer dizer com isso? - Ele permanecia frio, mas, eu sentia que no fundo de sua alma ele tinha medo, todos tem medo de mim -

- Ah, não seja tão frio....Eu ví o modo como olhava para os meus seios...Tenho um belo corpo, não? Você não é o primeiro que erra gravemente ao se deixar seduzir por mim... - Comecei uma dança sensual, chegando mais perto dele....Que estava hipnotizado por mim, mas, como eu não sou idiota e tinha coisas a fazer não deixei o joguinho durar muito tempo, fiz logo o corte em formato de X em seu pescoço, retirando  o sangue e vendo ele agonizar de forma macabra para alguns até seu ultimo e quase inaudível suspiro –

Depois disso eu ascendi o isqueiro e prendi com fita adesiva para que não se apagasse, fui até um dos quartos da casa e joguei álcool por boa parte do cômodo, depois jogando o isqueiro lá dentro, em um tempo a casa estaria totalmente destruída....Destruição? Outra característica forte do grande e impetuoso assassino x, ou seja...Eu! Antes de finalmente levar o corpo até o meu galpão eu tirei um pouco de sangue e fiz um "X" em frente da casa para saberem quem era o culpado de tudo aquilo...Como se não suspeitassem mesmo sem isso...

Levei o corpo até a porta da casa, onde o Mike estava me esperando, deixamos o cadáver no galpão e  depois fomos para a casa de outro policial...Onde eu comecei a ficar sem paciência, odeio pessoas que tentam manter a calma, odeio pessoas que tentam dar umas de boazinha e acham que tudo pode se resolver como uma boa conversa...Deixe-me dizer uma coisa se você é uma das pessoas que pensa assim: NÃO, NÃO SE PODE RESOLVER TUDO APENAS CONVERSANDO, OK?!! O segundo policial ficou me bajulando, tentando me subornar para não o matar...Por Lúcifer, ele acha mesmo que eu mato  por dinheiro? Eu tive que explicar bem devagar, no ouvido dele, quando o homem já estava no chão, gravemente ferido, em seus últimos minutos de vida:

- Agora vamos ver se você entende, eu não mato por dinheiro...Eu mato por prazer, não há nada melhor do que ouvir pessoas gritando de dor e de agonia, clamando por suas vidas enquanto o sangue jorra de um corte....Será que terei que ser mais clara ainda? Agora, adeus, babaca... - Finalmente fiz o corte mortal...Eu nunca tinha visto ninguém tão insistente e tolo em toda a minha vida...Bons assassinos não matam por motivos, mas, simplesmente por prazer e por querer, o único assassinato que eu realmente terei algum motivo, será o do assassino misterioso, e não, ele não teria muito mais tempo....

Repeti o mesmo processo de incêndio e do X em sangue, eu e o Mike levamos novamente o corpo para o galpão, onde tiraríamos todo o sangue, para depois levá-los até a delegacia e fazer o grande final...Depois do insistente filho da puta eu perdi totalmente a paciência, sem sedução, sem sarcasmo sem ironia, simplesmente cortes a sangue frio sem tempo para dialogar, prazeroso do mesmo jeito, isso não muda nada o fato de que eu amo matar. É um ótimo hobby, caso alguém queira experimentar...

Após a ultima vítima, retiramos todo o sangue delas para o meu recadinho, todo o sangue que sobrou, ao menos já que eu tinha feito um X com uma parte do sangue na frente de cada casa...Uma forma macabra e sanguinária de dizer "Ei, eu estive aqui" a forma perfeita para um assassino, com certeza....

Depois de todas as vítimas devidamente degoladas e sem quase nenhuma gota de sangue no corpo nós fomos até a delegacia a qual eu também tinha colocado fogo, deixamos um corpo em cima do outro, bem na frente do prédio destruído, jogamos álcool e depois um isqueiro...E para ficar mais brutal e sanguinário do que nunca...Cercamos a fogueira humana com as cabeças das vítimas, com as quais eu tinha brincado um pouquinho...Cortado a língua de uns, arrancado um olho de outro...deformado um pouquinho aqui...É divertido, é como um quebra cabeça, só que ao invés de montar você tem que desfazer...Fofo, não?

Vocês devem estar se perguntando..O que eu fiz com as partes dos rostos das pessoas que eu cortei? Ah, a mesma coisa que as cabeças, coloquei em volta do fogo...Eu sou realmente uma pessoa fofa e boazinha...Montei uma "carinha" Olhos que eu arranquei, com uma parte de um nariz cortado e uma língua em baixo...Para ficar mais bonitinho ainda, um pouco de cabelo que eu arranquei de alguém que agora eu não saberia identificar...

- Brincando no meio do trabalho, Ali?- O Mike perguntou sorridente, quando viu o meu rostinho montado do chão -

- Ah, cafetão, você sabe que eu sou muito fofa...Meu rostinho não ficou lindo?

- Pra nós sim, vadia...Mas, ai dos policiais, fotógrafos e câmeras que tiverem estômago fraco...- Eu me levantei e dei uma olhada por completo na cena...Bem macabro :  Corpos pegando fogo, cabeças degoladas e sangrentas, deformadas e com partes faltando, e uma linda carinha montada com partes sangrentas arrancadas das faces das pessoas...Acho que qualquer um ficaria meio abalado com isso...Correção: Qualquer um, menos eu! -

- Eles suportam, cafetão...Ninguém nunca disse que eu não deveria matar ou assustar alguém deformando partes de cadáveres, certo? Na escola eles só dizem "não prejudique o meio ambiente" "seja sustentável" "Não cole na prova" "Não bata no seu colega de turma" Mas, você já ouviu algum professor ou outro tipo de autoridade dizer realmente "Não mate pessoas?" "Não roube?" "Não estripe cadáveres?" "Não deforme cabeças degoladas?"

- Não... - Mike respondeu de imediato, sorrindo tão malicioso quanto eu -

- Exato, pode estar em papéis, mas, se as pessoas não passam a informação á diante, como nós, pobres adolescentes injustiçados por falta de informação poderemos saber que isso é realmente proibido?! Onde aprendemos as coisas? Na escola, ninguém nunca disse isso pra a gente lá, não temos culpa nenhuma, correto, cafetão? - Mike riu..

- Você está mais do que certa, vadia...

- Eu sempre estou, cafetão..Sempre estou... - disse em seu ouvido, depois dando leves mordidinhas na ponta de sua orelha...Fomos para o carro, estacionamos em uma rua deserta e alí mesmo começamos nossa sessão de prazer...

Adolescentes bons estudam e ficam em casa, saindo somente no final de semana, não bebem, não fumam e ainda são virgens...

Adolescentes normais não estudam tanto, mas, ainda se comportam e saem um pouco mais, alguns bebem...

Adolescentes maus saem todos os dias, bebem, fumam, se drogam e perderem a virgindade a tempo....

Psicopatas adolescentes? São bons de dia e totalmente perversos a noite, causando terror por todo o mundo...Psicopatas em geral são fascinados por mortes, sangue, gritos de terror e torturas, adolescentes psicopatas aproveitam a vida de um jeito mais louco ainda....Festas, bebidas, drogas, sexo, mortes, sangue, tortura....Talvez eu goste de ser uma psicopata...A vida é só uma, porque eu á desperdiçaria sendo totalmente boa e inútil quando eu posso ser perversa e ficar na história? O inferno pode não ser tão ruim assim...



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu os matarei, degolarei suas lindas cabecinhas e ficarei brincando com as partes de sua face? Vai ser divertido cortar linguas e vários pedacinhos...E que tal se eu fizer essa ultima parte com vocÊs ainda vivos?
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.