The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 42
What The Fuck?


Notas iniciais do capítulo

Olá, mortos-vivos, sentiram saudades de mim?! Aí vai mais um capítulo...Boa Leitura!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Doce dia pós um grande assassinato, uma sensação tão satisfatória...Rostos espantados, pessoas chorando e com medo...O motivo? Eu, o assassino x, mais uma noite gloriosa se passou, provando que nem o assassino misterioso nem ninguém pode me parar...O assassino x é uma bomba sangrenta incontrolável, mortes, mortes e mais mortes...Infelizmente o assassino x é uma adolescente, que para o bem do seu segredinho tem que ir para escola, muito, muito infelizmente...Mas, todos nós fazemos sacrifícios por aquilo que gostamos, não é mesmo? Comigo não é diferente, eu gosto de matar....Para isso tenho que fingir viver de um jeito certo, inocente e totalmente ridículo, mas, o que eu não faço para poder ver sangue de madrugada?! Exatamente, nada, eu sou capaz de tudo, tudo mesmo...

Mais um dia escolar entediante, que, com certeza fica muito mais animado quando você estuda com seu namorado, correto? Com certeza...No caminho da escola ficamos cantando Highway to Hell do AC/DC e rindo que nem uns bêbados drogados loucos...Não que não fossemos bêbados drogados loucos, mas, vocês entenderam...

O dia tinha realmente tudo para ser ótimo, a, menos por uma coisa...Assim que eu entrei na escola e a Belly me viu ela veio em minha direção, eu ví que ela estava chorando, e, com certeza com muita raiva...

- COMO VOCÊ PODE FAZER AQUILO, ALICIA? COMO VOCÊ PODE? - Eu realmente fiquei extremamente confusa, sem entender nada, até o Mike ficou, e, acho que qualquer um no meu lugar ficaria, estou certa? -

- Éh...Aquilo...O que você quer dizer exatamente com a palavra ''aquilo?" eu faço muitas coisas, Belly, e, realmente eu não tô entendendo nada... - Jess estava ao lado de Belly e também me olhava de uma forma meio estranha, que eu realmente não entendia...Aquilo era algum tipo de pegadinha? Com certeza não... - Vocês vão me explicar ou vão somente ficar me olhando e me acusando de algo que eu nem sei que porra é?

- NÃO SE FINJA DE DESENTENDIDA, ALICIA! COMO QUE VOCÊ PODE MA.... - a Jess colocou as mãos na boca da Belly, que diria a palavra ''matar'' se não fosse impedida, eu fiquei extremamente agradecida a Jess, porque pelo fogo do inferno de Lúcifer... - eu não sou a pessoa mais qualificada para falar ''pelo amor de Deus'' - estavam todos focados na gente, porque a Belly tinha começado a gritar do nada, se, a Belly continuasse eu seria obrigada a matar todos da escola, e, meu humor estava bom de mais para matar todos rapidamente a sangue frio, eu prefiro torturar quando estou feliz...É mais prazeroso...

Fomos para o nosso ''esconderijo'' para eu finalmente saber de que diabos a Belly estava falando...

- Vai, ruiva, desembucha, de que merda é essa que você está me acusando?

- VOCÊ SABE, ALICIA! VOCÊ MATOU ELA! VOCÊ MATOU UMA CRIANÇA...PORQUE VOCÊ FEZ ISSO?

- Criança? De que porra você tá falando, Belly? Você sabe muito bem que eu só mato adolescentes ou adultos, que estão em baladas e prá lá de bêbados e drogados...

- NÃO TENTE ME CONVENCER PORQUE VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR! QUEM MAIS NESSA CIDADE MATA COM UM X NO PESCOÇO? NINGUÉM!

- EU JÁ DISSE QUE NÃO FUI EU! Porque você acha que eu mataria uma criança inocente?!!

- VOCÊ MESMA JÁ DISE QUE É CAPAZ DE TUDO, ALICIA...E, TODOS QUE VOCÊ MATAM SÃO INOCENTES...TODOS!

-INOCENTES, BELLY?! DROGADOS, PROSTITUTAS, ESTRUPADORES DENTRE OUTROS FILHOS DA PUTA SÃO INOCENTES?

- NÃO TOTALMENTE, MAS, ME RESPONDA: O QUE ELES FIZERAM CONTRA VOCÊ PRA FAZER ISSO? - aquilo era o cúmulo...Uma hora toda empolgada por causa dos meus assassinatos agora assim...E, porque merda ela ligaria se eu realmente tivesse matado aquela garota, o que não é o caso? Por favor.... -

- Quer saber, Belly..Fica aí, me acusando...Eu não fiz nada, mais cedo ou mais tarde você vai ter que concordar e aceitar isso...Como pode provar que fui eu?

- Como você pode provar que não foi você que matou ela?

- O Mike estava comigo, eu não matei nenhuma criança, não é, Mike?

- Belly, eu sei que você tá muito abalada ruivinha, mas, a Ali não fez nada, eu tava com ela o tempo todo....

- Eu não acredito em você, Mike, essa vaca fez sua cabeça, como posso saber que você não tá mentindo só pra proteger a sua querida namoradinha?

- QUER SABER? PRA MIM JÁ CHEGA, FIQUEM AÍ, ME ACUSANDO SEM MOTIVOS... - Simplesmente saí correndo para esfriar a cabeça, toda aquela raiva me dava vontade de matar...Mas, eu tinha que me controlar... " Calma, Alicia...É dia, você não vai matar ninguém...Calma, a noite você desconta isso tudo em algum idiota..." eu repetia esse pensamento várias e várias vezes em minha mente, mas, o que eu sentia não passava...Precisava ver sangue, precisava fazer cortes...Mas, na luz do dia seria muito arriscado matar alguém, por isso peguei meu canivete e fiz um leve corte em meus pulsos, não em forma de X, isso seria suspeito, apenas um leve e comum corte...Era o bastante para poder respirar calmamente de novo...O que eu posso fazer? Sou mesmo masoquista e não nego isso...

Fui até o estacionamento pensar um pouco...Eu não tinha feito nada...Mas, alguém tinha feito, e, esse alguém com certeza era o assassino misterioso...Quem mais gostaria de me ferrar assim?! Isso é mudança estratégica...Ele não conseguiu me matar de uma vez por todas, iria me torturar pouco a pouco,  fazendo meus amigos ficarem contra mim, mas, adivinhe querido assassino misterioso? Eu nunca fico por muito tempo no chão, e, se caio é sempre um passo a frente...Ninguém meche comigo e sai vivo...Muito menos você, e isso é uma promessa...  Depois de uns minutos sozinha pensando quem seria o filho da puta que eu deveria torturar, envenenar, matar, esquartejar, queimar e fazer muitas outras coisas mais o Mike chegou e sentou do meu lado...

- Então, Vadia, quem você acha que fez isso?

- Assassino misterioso, não é obvio?

- É, eu já sabia que você ia dizer isso...Precisamos descobrir logo quem é esse idiota...

- É, e, eu não vou pegar leve com ele não...Não mesmo...

- Ui, ali vingativa...

- Sempre, cafetão, sempre...Eu só não entendo uma coisa, porque droga de motivo a Belly ficou daquele jeito? É só uma garotinha...

- É uma ótima pergunta, Ali, pergunta pra Jess, acho que ela deve saber, ela é mais próxima da Belly do que eu, aliás, sempre foi...

- Ok, mas, acho que as duas devem estar juntas e eu acho que se a Belly me ver hoje ela arranca um tijolo da parede só pra tacar na minha cabeça...Pode chamar a Jess aqui pra mim, cafetão? Mas, fica com a Belly, pelo jeito ela tá bem abalada...

-  Ok, vou chamar ela, vadia...

O Mike se levantou e foi chamar a Jess, enquanto isso eu fiquei alí, pensando...O assassino misterioso queria acabar comigo, ok, isso qualquer idiota entende, mas, porque? Para saber isso antes eu precisava descobrir quem ele é...Porque ele queria tanto se livrar de mim? Vingança, inveja, ciúmes, ego...Todos esses e mais alguns motivos eram possíveis, e, descobrir qual deles e porque era meu objetivo..Mas, eu estava presa em um ciclo vicioso: Para descobrir quem é o assassino misterioso eu teria que descobrir porque ele queria fazer isso comigo, e, para descobrir quem ele é eu precisava saber porque ele queria falar comigo....Presa? Como eu já disse...Eu nunca vou ficar presa em nada por muito tempo...Incontrolável e invencível, essa sou eu..

- Oi, o Mike disse que você queria falar comigo... - Jess não me olhava mais com a mesma expressão, mesmo assim estava sendo bem mais fria comigo do que de costume  -

-  É...Ok, você e a Belly acham que eu matei aquela garotinha, não vou discutir porque já sei que não vai adiantar porra nenhuma mas, puta que pariu, porque a Belly se importa tanto com o que aconteceu?

- Bom...Ali, eu acho que ela não queria que eu te contasse, mas, me promete que você não vai contar pra ninguém?

- Ok, ok, eu prometo, Jess...Prometo que não conto pra ninguém...Ou melhor... - levantei a mão direita e sorri sinicamente - Eu prometo pelo sigilo de minha identidade secreta que eu não vou contar pra ninguém o que você, Jess vai me dizer em 5, 4, 3, 2, 1...

- É..que, a Belly não conheceu os pais dela, ela morou em um orfanato boa parte da vida dela, e, a uns dois anos atrás ou mais ou menos isso ela foi adotada...Bom, aquela garota que foi assassinada - a Jess me lançou um olhar acusativo - era como a irmãzinha da Belly, ela morava no orfanato...E, a Belly sempre ia visitar ela, eu até fui um dia com e, realmente, aquela garotinha era um doce...O nome dela era Viollet, se eu me lembro bem...E, eu sei pode parecer estranho eu ir com a Belly fazer isso, mas, eu tenho sentimentos, Alicia, e, ela também...Ao contrario de... - Jess parou de falar, pensando que a merda que ela iria dizer poderia causar uma morte bem rápida, mas, eu não liguei, estava pensativa de mais e tinha coisas mais importantes com o que me preocupar do que com um insulto não terminado -

- Isso explica muito as coisas...Mas, como ela pode ter tanta certeza que fui eu?

- Assim... - Jess pegou seu celular do bolso, demorou alguns minutos entrando na internet e me mostrou - Essas fotos estão em todos os lugares...A garota foi morta com um X no pescoço, sua marca registrada, Ali... -  Peguei o celular e fiquei encarando aquela foto...O assassino misterioso estava começando a mostrar que as garras dele também poderiam ser afiadas, mas, hahaha, nunca, em hipótese alguma nem que o big bang ocorra de novo ninguém vai ter garras mais afiadas do que as minhas.... -

- E o que isso prova? Por Deus e por Lúcifer, Jess...Olha esse X...Você já me viu trabalhando e sabe que o meu X é totalmente impecável e com corte reto, a pessoa que matou essa garota quase teve que acabar com o pescoço inteiro dela para conseguir fazer um X, e, ainda muito, muito, muito mal feito...Você sabe que eu já mais faria algo de forma tão ridícula e mal feita...

- É, Ali, você faz as coisas com perfeição...Mas, me diz se não é o plano perfeito: Você quer se vingar da Belly porque desde o começo ela ficou um pouco insegura sobre essa história de assassino x, você descobre coisas sobre o passado dela, incluindo a parte sobre  a Viollet, e, como quer se vingar mata ela...Mata algo muito importante para a Belly, mas, faz tudo aquilo de forma extremamente imperfeita para que ninguém desconfie de você, que faz as coisas com perfeição e precisão.... - É, a teoria da Jess fazia até que bastante sentido..O assassino misterioso estava começando a aprender a agir de forma que conseguisse criar uma situação perfeita para incriminar outra pessoa...Mas, para o azar dele, eu já fazia isso a muito, muito mais tempo... -

- Pois é, Jess, a teoria faz realmente sentido, eu não fiz nada, mas, sei que você não vai acreditar sem provas, muito menos a Belly, mas, eu vou provar....Mais cedo ou mais tarde a máscara do babaca que fez isso vai cair, e, você sabe, eu sou vingativa.... - Jess deu um meio sorriso e me olhou fixamente:

- Olha, Ali, eu sei que você mata porque gosta, por prazer, não tenho nada contra, mas, matar uma criança? Eu não estou pessoalmente magoada com você, mas, a Belly é minha amiga, e, a mais tempo que você... - Jess saiu, me deixando sozinha... -

Pois é, o assassino misterioso começou a agir mostrando, ou ao menos tentando mostrar porque merece ser chamado de "assassino", mas, não, ele não merece, não mais do que eu...Ele poderia ter feito com que pessoas ficassem contra mim, mas, a Belly não contaria nada para a policia, porque, ela sabe que se contar estará morta...O assassino misterioso pode ter começado a me prejudicar um pouco, mas, eu nunca perco...Já mais, eu não vou descansar até vê-lo morto, é guerra que ele quer? É guerra que ele terá, mas, sem duvidas, ele será o perdedor...



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu terei que bolar uma situação para vocês parecerem culpados de um assassinato e depois denunciá-los para apodrescerem na cadeia até que eu diga chega e finalmente os mate de uma forma bem sangrenta com belos X em seus corpos?
♥ Lady Suicide ♥