The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 41
Fire and Blood


Notas iniciais do capítulo

Mais um capítulo de The Girl of Cutting para os mortos-vivos!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Assim que eu sai da minha pequena reflexão sobre o bilhete do assassino misterioso eu levantei da cama e recolhi minhas coisas...Não poderia ficar ali, a Ashley não tinha nada a ver com isso, quer dizer, um pouco..O assassino misterioso tinha matado o pai dela, mas, mesmo assim, eu não iria colocar em uma coisa a qual somente eu deveria fazer parte....

– Ei, Ali, a onde você tá indo? - a Ashley agora falava realmente assustada, e, com certeza ela tinha motivos -

– Eu vou embora, Ashley...Eu não vou te meter nisso tudo, o assassino misterioso ME quer morta por algum motivo...Você não tem nada a ver com isso, ok?

– Mas, Ali! Você vai me deixar aqui sozinha?! Aquele psicopata sabe onde eu moro!

– É, Ashley, e, ele sabe onde eu moro também...Fica calma, ele só veio até aqui porque eu estou aqui...Eu vou embora, e, vai ficar tudo bem...E, se não ficar...- peguei a arma que estava comigo e joguei pra ela, que ficou meio confusa..

– Uma arma? Eu não sei usar esse treco, Alicia...

– No básico é só não apontar pra nada que você não queira matar...Ou machucar..

– Ok, mas, e, você?

– Eu tenho outras armas em casa, Ashley..E, eu consigo me defender muito bem só com o meu canivete..De qualquer forma, mantenha essa arma muito bem escondida, se sua mãe achar, de forma alguma diga que é minha, entendeu? Somos amigas agora, Ashley...Mas, eu nunca disse que não seria capaz de ferir ou matar um amigo...Entendeu?

– Sim... - Ela sabia que isso não era uma ameaça, apenas um aviso, por isso não ficou com medo...-

Fui direto para casa, eu precisava urgentemente bolar um plano, não apenas para assassinatos extraordinários, mas, também contra o assassino misterioso, ele poderia me atacar a qualquer hora, em qualquer dia...E, também poderia ser qualquer pessoa, que convive diariamente comigo, ou não...Mas, eu nunca tive medo de nada, e, não é agora que eu vou começar a ter...

Fui até o meu "escritório" para chegar os armamentos e escolher uma nova arma de "estimação" olhei bem detalhadamente e escolhi uma pistola SIG P250 Compact de 9 milímetros, coloquei as balas e coloquei a arma dentro da bolsa...Menos de 5 segundos depois - e, não eu não estava contando os segundos - meu celular tocou...Número desconhecido, que legal...Pelo menos eu sei que o assassino misterioso não seria idiota o suficiente para me ligar, não se ele é uma pessoa conhecida por mim...

– Alô...

– Alicia Montgomery?

– Sim...Quem é? – Com o meu lindo humor naquele dia, me dava vontade de responder "Não, eu sou o coelhinho da páscoa, como vai querer os seus chocolates ano que vem?!'' mas, eu consegui me controlar..."

– Eu sou Lyan Goulart, empresário e chefe editorial da revista ELLE americana...Eu ví as suas fotos para a marca Sports in Beach, eu gostaria que você fizesse algumas fotos para a próxima edição da revista...Isso de você quiser é claro... – Por um momento eu pensei em não aceitar, mas, depois eu mudei de idéia, sim, aquilo de modelo tinha sido só para ficar bem vista por todos da cidade, mas, eu realmente precisava de mais fama de boa garota, principalmente agora...Com o assassino misterioso sempre me ameaçando, mandando bilhetinhos e etc., eu poderia ter que fazer de dia coisas que normalmente eu só faria de noite: Matar, torturar...Apertar o gatilho, fazer cortes...e, de dia significa: correr risco de que alguém me veja, e, por causa disso é sempre bom ter um alto número de pessoas achando que eu sou um verdadeiro anjo... -

– Uau! É claro que eu aceito...Isso é, é perfeito! Muito obrigada pelo convite...

– Você realmente tem talento para isso, Alicia...Então, estamos combinados? Segunda-feira, as, 16:30, ok?

– Claro..Até lá...

– Até.

Ah, que bonitinho, eu agora virei uma modelo fotográfica da super famosa revista ELLE, qualquer garota no meu lugar teria um surto de felicidade assim que atendeu o telefone, mas, eu não, os meus negócios são outros...Eu poderia ficar me gabando na escola por isso, mas, tenho realmente mais o que fazer do que ficar provocando inveja em garotas fúteis e extremamente mimadas...

O resto do meu fim de semana foi única e exclusivamente para o Mike...Não, não pensem que a gente ficou transando o tempo inteiro, só a noite...Fizemos outras coisas como jogar vídeo game, assistir a shows super fodas de bandas de Heavy Metal, e, é claro, infelizmente discutimos sobre quem é o assassino misterioso...Não, o Mike mesmo sendo meu namorado não estava fora da lista de suspeitos, e, bom, eu até fiz uma pergunta nada discreta pra ele:

– Mike, você não é o assassino misterioso, é?

– Hã? Vadia, você ficou louca?! Porque eu faria isso com você, e, eu já mais tentaria te dar um tiro...E, olha, o meu braço não está machucado, está?

– Não, mas, eu sei lá...O assassino misterioso pode ser também mais de uma pessoa...Tipo, um clube de pessoas que me odeiam e que querem me matar...Uhu, que divertido...Deveria ganhar o premio de melhor clube do ano...

– Ali, vamos parar de falar nisso? E, sendo uma pessoa ou mais, ninguém vai fazer nada com você...Não é simplesmente porque se alguém tentasse acabaria morto em menos de 30 segundos por você, ok, é um pouco mas...Eu não deixaria..Eu não deixaria que nada de ruim acontecesse com você, vadia...

– Awn, meu cafetão...Se você fosse o assassino misterioso seria muito mais fácil realizar o trabalho...Você é o único que pode me matar...Eu deixaria...Pelo menos, eu acho que deixaria...E, ok, eu iria esperar ansiosamente pela sua chegada ao inferno...Porque, sem sexo o mundo seria uma droga..E, se você me matasse e não morresse logo eu talvez fosse obrigada a suprir minhas necessidades sexuais com sei lá...Lúcifer... - Mike riu freneticamente da ultima parte, mas, eu não posso dizer que era totalmente uma brincadeira...-

– Olha, que garota exótica...Sexo com Lúcifer, uau...- O Mike me puxou para mais perto, segurando minha cintura com força...Eu percebi que ele olhava pra mim...Para o meu corpo, minhas curvas, meus seios...

– Ei, Mike...vai ficar me olhando como se eu fosse uma obra de arte ou vai me beijar? - Ele não pensou duas vezes, chegou mais perto de mim e começamos a nos beijar, nossas línguas se encostavam, um fogo diferente de tudo que eu já senti crescia dentro de mim...É claro, isso tudo só poderia acabar em sexo...

XXX

Finalmente para alguns e infelizmente para outros a segunda-feira chegou...Dia de escola, mas, também o dia em que eu faria o meu lindo ensaio para a ELLE...Como eu deveria estar se eu fosse uma garota normal? Assim: Oh. MEU. DEUS! É Hoje! Eu nem acredito!! Eu tenho que contar pra todas as minhas amigas! AAAAH, ELAS VÃO MORRER DE INVEJA! Fútil, ridículo e paranóico, não acham? Com certeza...Eu não estava nem um pouco animada ou ansiosa, mas,

mesmo assim seria divertido...Um pouco de fama a custo da falsidade quando se sabe toda a verdade pode ser divertido...

Quando eu cheguei na escola a primeira coisa que eu fiz foi falar com a Ashley...

– Oi, senhorita cor-de-rosa, ainda está viva?! Pensei que um exercito de zumbis mutantes tinham invadido a sua casa a mando do assassino misterioso...

– Hahaha, engraçado, Ali...Mas, eu fiquei mesmo com medo...E, fica tranqüila, eu escondi a arma direitinho...

– Hmm, aprendendo mais a cada dia...Ótimo Ashley...Agora uma coisinha...Eu entendo de assassinatos, armas, cortes, bebidas, drogas e algumas outras coisas...E, só tenho boa memória para o que me convém, então...Qual é a nossa primeira aula de hoje mesmo?!

– Educação Física....Vai querer jogar ou não?

– Prefiro guardar a minha energia para...Você sabe, cortes....

– Ok...

Ótimo, eu tinha dois longos e entediantes tempos de educação-física pela frente...Que saco! Pelo menos eu poderia relaxar tranquilamente sentada nas arquibancadas com meu fone de ouvido e pesando em coisas sangrentas e macabras...Correto? Não...O chato, inútil filho da puta do Brian, que já me perturbou o suficiente por 9 anos não estava satisfeito e foi sentar justo perto de minha pessoa...

– A estranha gótica é tão descoordenada a ponto de nem saber correr para tentar pegar a bola pra fazer uma sexta? Não esperava coisa diferente de você, Dumblicia... - respire fundo e se concentre em não fazer cortes no pescoço desse babaca, Alicia...Só isso, mantenha a calma...Ah, também não atire nele... - Essas eram as palavras que se passavam por minha mente, mesmo a vontade de matá-lo sendo tentadora eu consegui manter o autocontrole... -

– Você também não deveria estar jogando, Brian? - Fui fria e objetiva -

– Negativo, dumb-licia, você não tá vendo que eu estou com um braço engessado? - Realmente, eu nem tinha percebido, mas, eu tenho coisas mais importantes pra fazer do que reparar no braço quebrado de um idiota.. -

– Ah, isso é um gesso? Bem que eu tinha reparado que o seu braço estava bem mais bonito do que de costume...Agora eu acho que eu vou montar um fã clube para o gesso...Ele ajuda muito os meus olhos, porque não aproveita e quebra logo o corpo todo pra não assustar as criancinhas? Tadinhas.... - Ok, eu insultei um braço...Pela primeira vez eu quase achei que a metanfetamina estava fazendo um efeito diferente e me deixando meio louca, mas, eu acho que eu seria capaz de insultar até uma pedra... -

– Pelo menos eu não me visto pra ir em um enterro e nem teria a capacidade de deixar um lobisomem com medo....

– Brian, Brian, Brian...Quem de nós dois está namorando mesmo? Ah, é, sou eu...Agora vê se vai pro inferno, ok?! Ah, é, eu esqueci..Nem Lúcifer gosta de você... - recoloquei meus fones de ouvido me voltando totalmente de novo ao meu mundo sangrento e totalmente louco.. -

Na hora do intervalo eu contei para a Jess, Belly, Ashley e pro Mike sobre a ligação do cara da ELLE, a Ashley quase teve um surto...Já a Jess e a Belly apenas ficaram um tanto felizes...O Mike, o meu aproveitador barato como sempre tirou proveito da situação para me beijar, e, quase tirou a minha blusa no meio do refeitório...O que resultou em um enorme ataque de riso de minha parte...

Como eu poderia descrever a sessão de fotos para a ELLE? Chata e tediosa...Sorrisos e palavras falsas de minha parte, porém todos ficaram deslumbrados com a minha simpatia...Foram muitas fotos e muito papo falso...Acabei assinando um contrato com a revista...Agora eu poderia aparecer em quase todas das edições ELLE...Realmente eu sou uma garota muito poderosa...Hahaha, todos caindo nas minhas armações...Todos acreditando na minha atuação...Eu quero só ver a cara desses idiotas quando descobrirem que a adolescente a qual contrataram para ser modelo de uma revista super prestigiada é um famoso e super procurado assassino...Isso se um dia eu ser descoberta...Eu só dei que descoberta ou não isso seria bem divertido..Se um dia eu for presa, isso resultara em muitas risadas de minha parte....

Depois dessa linda prova de como eu sou paciente e uma boa atriz eu teria diversão, muita diversão....3 dias sem ver sangue, não sei mesmo como eu consegui....Mas, essa noite toda essa minha abstinência sumiria...Eu faria mais um crime histórico...E nem o assassino misterioso nem nenhum outro idiota conseguiria me impedir...

O Mike como sempre iria me ajudar...Que namorado prestativo eu tenho, não?

Dessa vez eu não teria tempo para me divertir um pouquinho, porque, dessa vez o meu show seria triunfal..Fantástico e totalmente brutal e totalmente sangrento....Começamos logo com o show...Trancamos as portas e as janelas, dopamos todos até ficarem quase em coma...Depois? Mortos com o meu famoso X no pescoço....Tirei todo o sangue de várias pessoas para o recadinho e degolei a quase todos, menos 2...Que seriam premiados com uma coisinha...Deixei os corpos largados dentro da boate, peguei as latas de spray com sangue e escrevi nas paredes "Acho que esse crime é o mais fofinho que eu já fiz...Espero que gostem..." Não, eu não escrevi Assassino X ali...Essa seria a surpresa...Eu escrevi Assassino em sangue de um tamanho enorme na rua em frente a boate...O X? O ponto mais triunfal...Coloquei os dois corpos não degolados um em cima do outro...De forma que formassem um X ...Joguei álcool e coloquei fogo neles... O Grande Final....O Crime perfeito para a noite perfeita...Sempre feito por mim...Alicia Montgomery, ou, melhor dizendo...Assassino X!



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu terei que usar seus lindos corpos como meus 'objetos' inflamáveis para fazer um lindo X sangrento e flamejante como recadinho aos policiais?
♥ Lady Suicide ♥
P.S: Se alguém ficou curioso pra saber que arma é uma SIG P250 Compact aí vai o link...
http://www.imfdb.org/images/2/26/SIG_P250c_right.JPG