The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 37
Showing The Claws


Notas iniciais do capítulo

Olá mortos-vivos! Desculpem por não postar ontem, eu tive que sair por causa de um imprevisto...
Boa Leitura!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Ah, Doces dias sem ter que ir para o inferno que é a escola...Graças a mim! É, para fazer isso eu tive que matar mais de 30  pessoas, mas, quem liga? O que importa é que as crianças e os adolescentes de Los Angeles estariam livres do inferno que é estudar até a sexta-feira, ok, todos estão totalmente apavorados com os meus lindos crimes, mas, eles deveriam me agradecer, não há coisa pior do que ir para a escola, mesmo...Pelo menos pra mim não, e, se eles se comportarem direitinho, obedecendo os idiotas dos pais que dizem para não sair de casa a noite estariam sãos e salvos, ou seja: Se eu matei algum adolescente, a culpa é dele mesmo e foda-se a lógica...

Eu e Mike estávamos vendo televisão e rindo muito, muito mesmo...Funcionários que trabalhavam no banco destruído por nós e os parentes e amigos das vítimas que eu fiz na boate chorando incontrolavelmente assim como muitos cidadãos de Los Angeles que estavam chorando sem motivo aparente, ah, quanta tristeza, agonia e caos..Opa, eu esqueci que não to nem aí! Para mim e para o Mike isso é no mínimo hilário, policiais que as pessoas consideram excelentes pensando em mil formas de achar o assassino x e não encontrando nenhuma, com certeza procurando um homem adulto que trabalha com esse ramo de crimes a anos, talvez décadas, enquanto hahaha o assassino X sou apenas eu! Alicia Montgomery, uma adolescente de 17 anos que mata pessoas a menos de 2 meses com uma ajuda de seu namorado cleptomaníaco, é, realmente é engraçado, porque, pelo amor de Deus quanto mais eles tentam descobrir algo sobre mim, mais acabam se enrolando...Pois é, eu sou boa em disfarçar crimes...

Porém, há algumas partes do mundo que nunca param....Hoje seria o dia da sessão de fotos que ajudaria a salvar  a linda escola que eu incendiou, bom, isso também seria divertido, e, talvez engraçado...Eu, Mike, Ashley e Belly nos olhando feito loucos enquanto os outros dois garotos que provavelmente apenas a miss popularidade chamada Ashley sabe o nome nos encarava com uma cara de "What the Fuck....?" totalmente confusos e, com certeza sem entender nada....

Fomos para o estúdio onde aconteceria a sessão de fotos e chegamos exatamente junto com a Ashley, assim que nos vimos caímos na gargalhada...Era estranho ver eu e a Ashley rindo da mesma coisa, mas, a risada era extremamente espontânea...Estávamos rindo da noite de ontem enquanto destruíamos o banco, especialmente da parte em que a Ashley quase "assassinou" o pé dela com o martelo, que caiu a mais ou menos um centímetro dele, quando isso aconteceu ela deu um gritinho histérico que fez todo mundo começar a rir, eu com certeza muito mais, acabei travando a minha arma sem querer, e, depois achei que ela sei, lá, tivesse pifado ou sei lá, até mesmo porque ela estava super carregada - lê-se: Fiquei xingando a arma e tentando fazê-la funcionar, até que Mike disse "Vadia...Não seria mais fácil tirar a trava de segurança da arma?" E, bom, eu comecei a rir novamente -

Depois que já estava em condições de dizer algo sem rir, eu cheguei perto da Ashley e disse, quase em um sussurro:

- Seu pé ainda tá vivo? - ela deu um leve sorriso e respondeu -

- É, acho que sim, obrigada por perguntar,  e, sua arma está funcionando direito  ou a trava de segurança ainda vai ser xingada?

- É, ela ta funcionando direitinho sim...

Nos recompomos das risadas e voltamos a expressão séria, logo o fotógrafo e o dono da marca nos chamou para começar a tão esperada sessão de fotos...

- Vocês com certeza são Ashley Sparks, Alicia Montgomery, Isabelly Fields, Mike Hatley , Johnatam Jackson e  Luke Collins - Olha que divertido, aprendi o nome dos outros dois garotos que eu provavelmente vou esquecer em  5, 4, 3, 2, 1 ... -  Eu sou William Clark, dono da loja de biquinis e roupas esportivas Sports in Beach, é um prazer tê-los como representantes da marca.... -  O homem aparentava ter uns 40 anos, era alto, tinha cabelos pretos - com certeza pintados - e olhos castanhos....E arh, muito formal....Um bom alvo se eu fosse matá-lo, mas, não, não vou fazer isso...

 Todos cumprimentaram o homem formalmente, é claro...Mas, algo me diz que eu não fui a única pessoa que teve vontade de dar um tiro na cabeça daquele babaca, provavelmente o Mike também ficou com nojo daquele jeito sério e formal dele....

Depois de todos os cumprimentos, perguntas e o resto do blablablá fomos nos trocar e nos maquiar...Primeiro fotografaríamos com as roupas esportivas, depois com os biquínis.... (lê-se: Primeiro ficaria tudo bem, depois o Mike ficaria quase babando de tão hipnotizado...)

Na sala de maquiagem foi divertido..A Ashley não parava de falar por um segundo com a Belly sobre maquiagem, como ela estava feliz por ter sido escolhida e sobre mais maquiagem, eu apenas observava... O ''meu'' maquiador foi o que terminou primeiro, adivinhem a cor de batom que ele passou em mim? Sim, vermelho! A Belly me olhou assustada como se eu fosse, sei lá, pirar de vez matar todo mundo dali e depois colocar fogo em mim mesma, não, é claro que eu não fiz isso, apenas continuei fingindo, eu uso batom vermelho nos assassinatos simplesmente por ser a cor do sangue, e, eu adoro ver o sangue escorrendo, é como um aviso...Batom vermelho = sangue escorrendo no canivete. Eu apenas me contive e voltei para o estúdio, para esperar as garotas...Mike quando me viu com o batom vermelho e sem estar vestida sensualmente caiu na gargalhada...Os outros dois garotos, Johnatam e Luke ficaram olhando pra ele meio confusos, eu estava me segurando para não rir também, mas, não resisti e acabei rindo, até que Mike parou, e, conseqüentemente eu também parei...Chegamos mais perto um do outro e ele sussurrou no meu ouvido:

- Ui, batom vermelho, eu corro perigo? Nova tática de morte? Com roupa esportiva...Hm, será que você faz a vítima correr sei lá quantos mil quilometros sem água nem comida e depois que elas caem no chão de cansasso quase mortas você faz o corte ? - A idéia de Mike me fez rir, seria engraçado fazer isso, mas, muito trabalhoso e estúpido, e, é claro que ele estava de brincadeira -

- Hahaha, muito engraçado...Eu sei me conter até com o meu típico batom vermelho, Mike...E, eu gostei dessa maneira de tortura antes da morte...Mas, da muito trabalho, e, eu teria que acompanhar a pessoa até ela cair de cansaço, e, isso gasta muita gasolina, prefiro a Se-du-ção... - Falei no ouvido dele pausando a ultima palavra, senti que ele notou a provocação - Belly me olhou como se eu fosse surtar e atirar em todo mundo quando viu o batom vermelho.... - Ele riu novamente, mas, pouco... -

Ficamos alí, conversando, agora com os outros dois garotos sobre assuntos totalmente chatos e também sobre as especulações dele sobre quem é o assassino x, eram idéias totalmente estúpidas, eu e o Mike sempre concordando ou dizendo outra teoria totalmente contrária a verdade...Se todos os cidadãos pensam desse jeito, eu acho que vão precisar inventar um detector de assassinos para me descobrirem...hahaha

Finalmente a Ashley e a Belly saíram da sala de maquiagem...E ninguém de batom vermelho...Achei isso meio suspeito e perguntei, fingindo ser apenas curiosidade:

- Porque só eu de batom vermelho?

- Bom, todas iriam usar a mesma cor de batom, mas, eu achei que você combinasse com vermelho...E, eu acho que combina... - O maquiador me pareceu sincero, então, eu tirei a mão do meu canivete que eu escondia.... -

Na primeira parte da sessão de fotos correu tudo bem...Tiramos fotos de vários tipos, jeitos, com várias roupas e, bom, tudo que você possa imaginar...Na hora das fotos de biquíni foi que o clima ficou mais tenso....

Os garotos estavam olhando para nós por estarmos de biquini, Mike estava somente olhando para mim, e, bom, com a mesma expressão de desejo de sempre, eu também estava provocando isso.... Os outros dois garotos, Johnatam e Luke estavam olhando para todas as garotas, mas, especialmente para mim, Mike notou isso, e, com certeza não ficou nada feliz...Senti a raiva e o ciúme em seus olhos, mas, antes que ele fizesse a besteira de sacar a arma e atirar eu o impedi, olhei bem nos olhos e disse, sussurrando:

- Ei, você sabe que eu só tenho olhos pra você, não sabe?  Sabe muito bem que eu seduzo apenas fingindo, sem ciúmes, ok? Depois a gente se vinga desses babacas na escola, apenas não atire, porque, se não eu teria que acabar com todo mundo daqui, e, talvez com você...

Ele entendeu o meu recado e se acalmou...Logo  fotógrafo voltou para o estúdio, ele tinha ido pegar outra câmera, o que foi bom, já que, não seria nada legal ele vendo aquela ceninha de ciúmes do Mike, nem um pouco...

Depois de algumas fotos, o fotógrafo, parecendo satisfeito disse:

- Bom, estamos quase acabando...Eu só gostaria de uma coisa...Um garoto e uma garota, quem se oferece para tirarmos a foto de vocês, juntos....? - Eu e o Mike nos olhamos  e respondemos juntos...

- Nós...

- Ótimo...São namorados, não? - Mike ficou intrigado com a rapidez com que o fotógrafo disse isso, já eu sabia que não era nada de mais.... -

- É, somos....Seria estranho de mais uma garota aceitar isso tão rápido sem ninguém forçar a barra se o cara não fosse o seu namorado, não é?

- Sim, exatamente...E, acredito que Mike ficaria com ciumes se você fotografasse com outro garoto....

- É, com certeza... - Mike respondeu, colocando a mão em volta da minha cintura-

As fotos ficaram até que legais...Bom, pela reação dos outros eu acho que sim, porque, sinceramente eu não estava e nem estou nem aí pra isso...O único motivo por eu ter me candidatado essa babaquice é para ficar mais inocente ainda...Se bem que, do jeito que as investigações sobre o assassino x andam nem precisava...Mas, cuidado nunca  é pouco, e, eu tenho que manter a tradição do segredo...

A noite finalmente chegou, não, essa noite eu não iria cometer nenhum crime, mas, o Mike daria uma festa na casa dele...Ele convidou toda a escola, normalmente eu duvidaria que eles viessem por causa dos assassinatos que estão acontecendo e por causa da proibição dos pais, bom, isso é fato, mas, adolescentes são adolescentes, e, é claro que a maioria dele foram a festa...

Dessa vez, é claro, eu não me vesti como para um grande assassinato, mas, também fui com um look ousado.... Uma calça de couro skinny, minhas típicas botas de salto agulha e uma camisa do Guns n' Roses caída no ombro, o que deixava aparecendo o meu sutiã vermelho de renda...Vocês não esperavam que eu usasse apenas lingerie em uma festa com os babacas/idiotas/filhos da puta do inferno que é a escola, não é?

A festa estava até que divertida, nem tanto, mas, também não era aquela chatice de primeira classe que a irmã da Jess chamaria de festa...Algumas das pessoas nem se atreveram a colocar a mão na bebida, uns mauricinhos filhos da mãe, com certeza...Já outros estavam bebendo, e, outros poucos fumando...Eu, Jess, Belly e Mike éramos os únicos que realmente estávamos aproveitando...Fumávamos, bebíamos vodka e alguns drinks e dançávamos loucamente, era uma verdadeira festa por curtição, sem segundas intenções vindas da minha parte, o que é raro... Algumas pessoas se desafiavam para ver quem bebia mais...Resultado? Vômitos, desmaios, e alguns streap teses loucos...Era engraçado ver aquele bando de panacas que sempre agiam como santos fazer algo considerado meio louco...É claro que por efeito da bebida, se não, ninguém teria feito isso...Por isso que beber é legal, te leva a um ponto da sua insanidade mental que você nem conhecia, te leva a fazer coisas que você nunca teria coragem de fazer...Mas, não comigo, é raro eu ficar realmente bêbada, sou bem forte quanto ao álcool, e, eu não ter coragem de fazer algo, é, com certeza também impossível... As únicas coisas que eu não faria seriam coisas totalmente delicadinhas, fofas e bondosas, mas, não por falta de coragem, por nojo ou por realmente achar idiota, mas, se alguém me desafiasse talvez eu fizesse...

Já se passavam de duas da manhã e a festa continuava a rolar super animada...Eu ví a Jess saindo da festa e, realmente achei estranho, já que é muito raro, se, não inédito a Jess sair de uma festa antes dela terminar, então, fui atrás dela e a parei:

- Ei, cabelo de algodão doce, aonde vai?

- Eu tenho que ir, Ali Crazy Bitch...Tenho que dar uma de boazinha para os meus pais, depois que pegaram a Zoey naquela nossa armação naquele dia da festa lá em casa, eu sou o lindo exemplo, e, eu tenho que provocar mais ainda, não acha?

- É...Você tá certa, manter as aparências é sempre o melhor a se fazer, mas, me diz aê, o que seus pais disseram para a Zoey quando a viram, bom, naquele estado?

- Digamos assim: 6 meses sem ir a lugar nenhum além da faculdade, 3 meses sem internet e celular e  2 sem televisão + limpar toda a casa durante o castigo e jurar nunca mais colocar um gole de bebida alcoólica na boca....Ali, nunca fiquei tão feliz de ser sua amiga na vida mais do que nesse dia!

- Uou, eles pegaram pesado, mas, se bem que a gente também...Ela mereceu, é mais uma filha de satã sem querer ofender, se bem que eu acho que quem xinga sua irmã ganha imediatamente o status de BFF, não é? E, de nada, Jess, é sempre ótimo acabar com a vida de alguém, seja literalmente, ou não....

- É, xingar a minha irmã é realmente uma boa forma de ganhar alguns pontos comigo, mas, agora eu tenho que ir, eu tenho que chegar em casa cedo para continuar sendo a protegidinha dos meus pais, que minha irmã odeia, ah, como a vida é doce, sua irmã se ferrando e você apenas começando a torturá-la...

- OK...Mas, desde quando chegar as três horas da manhã em casa é cedo para pais? - eu estava apenas testando a Jess, dependendo da resposta ela seria tão corajosa e independente quanto eu pensei que fosse, e isso é bom... -

- Eu nunca fui certinha, meu horário é três horas da manhã, já o da minha irmã, depois de hoje não deve passar das seis... - Eu dei uma pequena risada com o que ela disse -

- Ok, até mais...Só toma cuidado, o assassino x pode de pegaaaaaarr.... - eu disse, sarcasticamente... - Ou, uma criança esfomeada pode comer seu cabelo pensando que é algodão doce... - ela riu da ultima parte e seguiu o seu curso –

Eu continuei lá fora por um tempo, observando o céu....Eu adoro observar a lua, principalmente quando está cheia, com certeza a noite é melhor do que o dia...É mais misteriosa, encantadora, e, até mesmo sedutora...Quando fui entrar de volta na festa, começou a ventar, e, um papel dobrado parou ao lado dos meus pés, estava escrito nele "Para Alicia"... Eu peguei ele do chão e abri..O que estava escrito não era nada amigável...

"Cansei de bancar o bonzinho, você não é a única que sabe matar por aqui, Alicia...Mas, em breve, eu serei o único, prepare-se para a destruição da sua vida, eu cansei de brincar, agora, prepare-se para enfrentar o inferno, ele irá começar em breve...

E, não ouse mostrar esse bilhete para ninguém, a não ser que queira que as coisas piorem..

Assassino Misterioso"



Notas finais do capítulo

~ As risadas repentinas foram inspiradas na minha vida, eu começo a rir do nada sem motivo, problem?~
Reviews ou eu terei que torturá-los até achar que é o suficiente para depois, finalmente fazer o corte mortal?
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.