The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 33
Goodbye, Idiots ...


Notas iniciais do capítulo

Olá mortos-vivos! Mais um lindo capítulo para vocês!
Boa Leitura!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Acordei já com um grande sorriso no rosto...Hoje seria um dia maravilhoso...O dia em que eu me livraria de tudo que me atrapalha para ser ainda mais indestrutível, ainda mais mortífera...

O Jhon não poderia suspeitar de nada, então, eu coloquei a minha “máscara” de Alicia boazinha, desci as escadas e fui tomar café da manhã...O Lucas estava brincando, como sempre, e o Jhon preparando o café, eu dei um lindo sorriso para o Lucas, e cumprimentei o Jhon..

- Oi, bom dia!  -  Como eu consigo atuar bem...Ah, pobre Jhon, nem sabe o que o destino guarda para ele e o lindo filinho dele...Ah, opa, não é o destino, sou eu...E, mais uma vez, meus assassinatos iriam parar como notícia de primeira página em todo o mundo....Ah, como eu sou famosa..  –

- Bom dia, Alicia...Dormiu bem? – No começo eu pensei que essa simpatia toda dele era fingida, mas, não, ele gosta realmente de mim, que idiota! Só consegue cavar ainda mais rápido a própria cova...Ele acredita mais e mais em mim, eu minto mais e mais...Fico mais e mais perigosa e ele mais e mais perto da morte, ah, Jhon, se você soubesse o quão besta você é...É, acho que se descobrisse fosse se suicidaria, então, estou apenas fazendo um favor ao mundo e a você mesmo... –

- Sim, Jhon, dormi como um anjo... – Um anjo demoníaco assassino que adora ver o sangue escorrendo no seu canivete, e, que tem um grande prazer em matar babacas como você –

- Que bom...Vejo que está se recuperando... – Com certeza ele estava falando do ataque que eu fingi ter no psicólogo dias atrás, mas, qual é, foi bonitinho...Eu parecia mesmo uma louca falando...Com certeza o Jhon não pensaria que eu estou me “recuperando” hoje mais tarde quando eu iria matá-lo, háhaha –

- É, sim, agora eu entendo que foi apenas uma ilusão, eu estava e, ainda estou realmente muito nervosa e com muito medo dessas coisas que estão acontecendo aqui em L.A.... – Com certeza, com muito medo de que eu mate todos e fique sem vítimas, seria trágico  -

  - É, todos estamos...Mas, hoje é sábado..Esqueça esse assunto, vamos tomar café... – Ah, que feliz...Esquecer os meus assassinatos? Nunca! E em breve você também não vai esquecer nunca mais, Jhon...Porque você será uma das vítimas... –

Jhon ficou conversando comigo e com o Lucas até ele ir para o trabalho...Assuntos horrivelmente chatos, como: Escola, vida, futuro...e blablabá...Ele também me parabenizou por causa da redação sobre a paz, e, bom, eu fiz o mesmo discurso chato "É o que precisamos ultimamente, mas, a população não sabe muito bem o que é a paz, eu escrevi tentando fazer..." Blablablá...Eu sou realmente convincente até com coisas que eu odeio....É apenas um dom como assassina...

Agora, me digam vocês, futuro? Pra que diabos eu iria querer conversar sobre isso? O meu futuro é o meu presente..Assassinatos, festas, sangue, bebidas, cigarro, prazer... Ser presa? É um risco, mas, digamos que eu não me preocupo com isso, ninguém, se depender de mim saberá que eu sou o Assassino X, até mesmo porque eu tomo todos os devidos cuidados, nunca deixo nenhuma pista...

Desde anos atrás eu pensava sinceramente em me tornar que eu sou hoje...Uma maquina mortífera do caos...Eu sempre fui mais observadora, sempre preferi observar como as coisas funcionam e ser misteriosas...É assim que assassinos trabalham, primeiro eles observam o local de trabalho...Observam como as coisas funcionam, e, quando já sabem perfeitamente o que fazer para não serem descobertos eles atacam... Como uma cobra observa sua presa antes de dar o bote, um assassino observa sua vítima e o local onde ele pretende induzi-la até a sua toca sangrenta e levá-la a morte.

Passei o resto de manhã e a tarde inteira verificando o meu plano nos mínimos detalhes....Eu não mataria de madrugada...Seria ao anoitecer, o que é muito mais arriscado, por isso, eu não poderia cometer nem uma falha se quer...

Eu matarei Jhon no emprego dele, por causa dos dias que ele ficou sem trabalhar por causa da morte da minha mãe, que, antes para ele era apenas um seqüestro ele irá trabalhar - ou iria, porque, acho que ninguém trabalha morto - três sábados seguidos, isso até á noite, hoje é o primeiro sábado....

Como ele sabe que eu gosto de ficar sozinha e sair com os meus amigos (lê-se: Como ele é um babaca total e acha que eu sou santa) levou o Lucas com ele, o que é a oportunidade perfeita para que eu mate os dois, de uma vez só..E, ainda o resto do povo que estiver no escritório onde ele faz sei lá que merda...

Perto das 19:30 eu saí de casa, com tudo que precisaria para o assassinato, luvas, meu canivete, uma arma, porque é bom sempre estar prevenida, álcool e um isqueiro...Para que os dois últimos itens? Ah, uma surpresa, se eu contar estraga...

Estacionei  o carro a mais ou menos duas quadras do emprego do Jhon e coloquei as coisas dentro da minha bolsa, o que chama mais atenção, um carro ou uma adolescente? Essa pergunta é meio besta, eu concordo...

Entrei pela porta dos fundos, não tinha segurança, nem ao menos na porta da frente, o que eu achei uma extrema burrice, todos reforçando a segurança e o pão duro do chefe do Jhon nem um segurança de meia tigela contratar, mas, obrigado, chefe idiota do Jhon, você facilitou muito o meu trabalho...Mas, porque eu entrei pela porta dos fundos? Chama menos atenção, e, eu não quero que ninguém, absolutamente ninguém do lado de fora me veja...Matei a sangue frio os outros 5 funcionários que estavam trabalhando, com o canivete, a arma faria barulho de mais, era apenas para emergências...Antes de matar o ultimo eu perguntei onde ficava a sala de monitoramento das câmeras, ele me disse e eu fui até lá...Como eu sou boazinha! Não danifiquei nada...Apenas tirei as fitas de gravação, exclui todo o histórico, pisei em cima das fitas e guardei na bolsa, logo logo elas seriam queimadas, e, não, não é só por isso que eu trouxe o ácool e o isqueiro, ainda tem mais...

Fui até a sala do Jhon silenciosamente, que fica no ultimo andar, tirei o sobretudo e guardei na bolsa...Eu estava apenas de lingerie, eu tenho que provocar, não é? É assim que funciona, e, também quero ver até onde a ingenuidade dele chega...

Abri a porta, entrei na sala e depois tranquei, bati as botas de salto com tudo no chão até o Jhon  me notar, o Lucas continuou brincando no chão, ah, tão inocente...Pena que iria ser morto, mas, quem tem pena mesmo, em?

- A-alicia? - Ele não parava de olhar pra mim, pois é...É o efeito que as minhas curvas tem sobre os homens.. - O-o que você está fazendo aqui? E porque está vestida desse jeito?  O-O Lucas só tem oito anos...

- Ah, Jhon... - Falei, docemente me movimentando sensualmente até mais perto da mesa dele - Eu apenas vim fazer uma visitinha e uma surpresinha ao meu padrasto, o que há de errado nisso? - agora eu estava ao lado dele, falando isso alto, porém no seu ouvido e fazendo uma dança sensual, sim, ele ficou atraído por mim - E, quanto ao Lucas...Ele não vai durar muito para contar história, relaxe, ele não vai ficar traumatizado.... - andei até onde o Lucas estava, sensualmente é claro, provocação é tudo...Saquei a arma e apontei para a cabeça dele, que começou a chorar e ficou assustado - Calma, Lucas...Se gritar eu aperto o gatilho...

- A-ALICIA LARGA ESSA ARMA AGORA!  - Jhon gritava -

- Não grite, Jhon, não queremos que ninguém ousa, para o bem do Lucas, não é mesmo? - Jhon não parava de olhar para mim, eu estava com o batom vermelho de sempre, é claro, pelo olhar dele ele realmente sentia desejo...Estava olhando para os meus seios, para as minhas curvas, em fim, para tudo que eu tenho de melhor - Você se e sente atraído, Jhon? É claro que sim... - deslizei a  uma das alsas do sutiã, fazendo-a cair pelo ombro -

- O-o q-que você quer para tirar essa arma de perto do lucas? - Jhon estava realmente com medo, pobrezinho.. -

- Que você assine essa carta de emancipação... - tirei um papel de dentro da minha bolsa -

-Emancipação?

- É, eu acho que foi o que eu disse, vocé é surdo por acaso? Assina logo essa porra antes que eu mate o pirralho - tirei a trava de segurança da arma... - Depois de ouvir o clic da arma sendo destravada o Jhon pegou a caneta e assinou a folha - Ótimo, apenas mais uma coisa....Pegue qualquer folha de papel e escreva " Alicia, não chore, você vai conseguir superar, você é forte, siga em frente... Seu padrasto, Jhon"

- Pra que você quer que eu escreva isso?

- CALA A BOCA E ESCREVE! - tirei o canivete da meia 5/8 que eu estava usando e coloquei na garganta do Lucas, o Jhon pegou a caneta novamente -

- Pronto, era isso que você queria? - Disse ele, chorando e mostrando os papéis - Porque você está fazendo isso Alicia?

- Por um simples motivo, Jhon....Eu sou o Assassino X... - cansei de brincar, coloquei a arma dentro da bolsa, e matei o Lucas, com um X feito com o canivete, e, é claro que eu estava usando luvas... O Jhon ficou desesperado ao ver o corpo do filho sangrando e largado no chão, ah, que cena deliciosa para mim -

- ALICIA, VOCÊ FICOU LOUCA?! VOCÊ É MESMO O ASSASSINO X? PORQUE VOCÊ FEZ ISSO?! PORQUE VOCÊ MATOU O LUCAS?   - Eu não queria que ele gritasse, então, coloquei o canivete no pescoço dele também... -

- Ah, Jhon, por um simples motivo...Que é o mesmo pelo qual eu vou matar você...Você e o Lucas são, ou melhor eram pedras no meu caminho...Agora, eu estou livre para ficar ainda pior....A emancipação é por causa da policia, o bilhete é uma forma de justificar a emancipação, eu preciso dela, se não o conselho tutelar vai ficar no meu pé...

- M-mas, e aquele dia no psicólogo, e, o jeito que você fala com todo mundo...V-você é sempre tão doce...

- Já ouviu falar em atuação? Pois é, pura atuação, Jhon...Pra que que você acha que eu saio a noite? Para tomar chá com os meus amiguinhos e estudar? Você é mesmo um babaca....Somos todos psicopatas por natureza, mas, alguns de nós passam dos limites, eu sou uma dos que passam... A noite eu vou para boates fazer as minhas vítimas, eu bebo, eu fumo...Eu mato, eu roubo...Eu sou o Assassino X... Lembra do Mike? Pois é, ele me ajuda...Bonitinho, não?   É, com certeza, principalmente na cama...Agora eu cansei de brincar, adeus, Jhon, bom inferno pra você... - forcei o canivete contra o pescoço dele, e fiz o X...ele estava morto, finalmente, e eu livre... -

- Ah, Jhon...Obrigada por ser tão babaca... - Disse, deixando o cadáver dele no chão...Subi em cima da mesa e tirei a ultima fita da ultima câmera que faltava, agora era a última parte do meu plano... -

Perfurei o pescoço do Lucas com um furo profundo, coloquei uma lata de tinta spray vazia em cima do corte e deixei o sangue jorrar, quando a lata estava cheia eu coloquei a tampa...Mais um recadinho...

Fiquei lá, numa boa, comendo coisas que achei na cozinha, assistindo televisão, é claro que eu sentei em cima do meu sobreduto, não poderia deixar nenhuma impressão digital se quer...Após dar meia-noite eu saí...Peguei a lata cheia de sangue e escrevi nas paredes "Um crime antes da meia-noite?! Nossa, estou quebrando as minhas próprias regras, que rebelde...E, nem assim vocês babacas conseguem me pegar...Assassino X"...

Na fachada da frente do prédio há um jardim bem bonito, todo cheio de grama...Peguei a garrafa de álcool e fiz um X enorme com líquido em todo o jardim...Acendi o isqueiro, prendi o botão com fita adesiva para que ele não apagasse e joguei bem no centro do X onde as duas linhas de cruzavam, logo o X todo se acendeu, pegando fogo...Um ótimo jeito de deixar a minha marca, eu diria...É claro que ainda estava com luvas..

Voltei para casa, agora seria apenas esperar pela repercussão e colocar a minha máscara de vítima, teria que atuar muito nos últimos dias, mas, pois é, eu sou especialista nisso...



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu também prepararei uma surpresinha sangrenta para vocês? Seria lindo deixar a minha marca em fogo depois de deixá-la em seus lindos pescoçinhos...
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.