The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 32
Factory Girl


Notas iniciais do capítulo

Olá mortos-vivos, aí vai o capítulo de hoje, é bem louco...Os próximos é que prometem bastante surpresas! muahahaha
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




I am a factory girl won't you pardon me

I can make my whole world in the back seat

Hunts Point what a joint show me how to treat a John

Can someone save me, save me from what I'm on

- Factory Girl, The Pretty Reckless

   ***

Assim que cheguei em casa fui me arrumar para a festa na casa da Jess, que, com certeza iria até altas horas...

A Jess e a irmã dela vivem em uma constante briga, a Jess disse para mim que nessa festa a irmã dela iria provar, ou ao menos tentar provar que poderia ser mais louca do que ela...O que para mim, para a Jess e para todos os outros da festa teria que ser mais engraçado, já que a irmã dela era uma total certinha...

Tomei um longo e demorado banho...Já tinha separado o meu figurino da noite...Não seria uma festa com sangue, mas, mesmo assim eu gosto de um look bem ousado e sensual: um short colado e super curto de couro preto, uma camisa larga sem mangas também preta do nirvana com os lados quase totalmente abertos que cobria completamente o short, meia 5/8 de renda, e um salto enorme cheio de spikes...Na maquiagem eu apenas substitui o meu típico batom vermelho por um vinho...

Quando o Mike me viu...Bom, o que posso dizer? Ele ficou boquiaberto...É o efeito que a minha sensualidade tem sobre o meu lindo namoradinho cleptomaníaco...E, eu apenas disse, sensualmente ao ouvido dele...

– Fecha a boca pra não entrar moscas, Mike...Espere, eu ainda serei todinha sua...

Ele entendeu o meu recado e dirigiu até a festa, chegando lá, encontramos a Jess e a Belly, eu como sempre xingando todo mundo disse:

– Suas vadias, que roupa é essa? Casaram com um padre e/ou viraram freiras? - elas estavam ousadas, mas, nenhum dos looks delas podem vencer os meus, mesmo eu achando estar vestida de mais para uma festa -

– Pelo menos não seremos confundidas com uma puta, Ali Crazy Bitch... - a Jess disse, me olhando, ela estava brincando pelo tom de voz, e, belo rosto dela, até mesmo porque a Jess também é como eu... -

– E quem disse que eu não sou uma? - eu fiz as garotas e o Mike rirem -

– Então, cabelo de algodão doce, essa festa da sua irmã...É tipo assim, uma missa? Porque, ela tentando te superar tá conseguindo deixar a festa menos louca do que um aniversário de uma garotinha de 3 anos com o tema Barbie... - Mike e os apelidinhos dele para a Jess, realmente, gato e rato... -

– É, Mike, eu odeio concordar com você, mas, realmente isso aqui tá um tédio, e, os amigos da minha irmã, pelo amor de Deus, mal toca na bebida, babacas...O namorado dela não para de olhar pra mim, acho que ele gostou daquela noite e está querendo trocar de namorada... - Jess disse a ultima parte cantarolando, e depois jogou um beijo para o homem encostado na parede, que aparentava ter vinte e alguns anos, cabelos castanhos bagunçados, olhos pretos...E, segurando um copo, provavelmente um dos poucos seres que estava bebendo naquele projeto fracassado de festa... -

– Não tema, cabelo cor-de-rosa, com a super Alicia na área não há problema! - disse isso com a voz mais louca que eu consegui, o que, foi bem louco mesmo - Quer uma ajudinha para essa festa ficar animada?

– Ali...O que você quer dizer com isso? Você não vai... - Jess parecia realmente preocupada -

– Relaaxa, Jess...Eu prometi que não iria machucar ninguém, não foi? E, olha pro meu batom: vinho, não vermelho...

– Ok, você não vai fazer nada de mais, mas, diz logo: qual é o plano? - Belly fala com mais curiosidade do que Jess aparentava estar -

– Bom, a irmã da Jess quer ser mais "louca" do que ela, o que, com certeza não vai conseguir...Mas, pra animar a festa...A irmã dela tem que tentar ser mais louca do que eu...Sem a parte assassina, é claro...Vamos animar isso aqui, rock n' roll...cigarros, drogas...Deixando bem claro que eu não uso drogas, minha mente tem que estar bem sã para conseguir planejar e não ser pega em um assassinato, o que não significa que não podemos viciar algum amigo da santa irmã da cabelo rosa para que a coisa fique louca e que a irmã da Jess se ferre, correto? Topa, Jess?

– ALICIA MONTGOMERY, ME DA UM ABRAÇO, UM AUTÓGRAFO, UM BEIJO....Opa, beijo é com a Belly não comigo... Você é um gênio! Vamos, eu vou te apresentar a minha irmã! - Agora a Jess parecia muito mais contente, e, eu entendo, ferrar a irmã é uma oportunidade única e imperdível na vida de uma pessoa -

– Ok...Mike, meu cleptomaníaco favorito, você pode arrumar as drogas e os cigarros, por favor? - Falei com uma voz fofa, mas, não fingida que nem quando eu falo com algum adulto (lê-se: babaca idiota).

– Em um segundo, minha vadia...

Eu, Belly e Jess entramos na festa, os amigos da irmã da Jess, a Zoey pareciam zumbis vestidos como santos....A música era chata, as pessoas eram chatas...Alguns até dançavam e bebiam, mas, poucos...Não era nem digno de ser chamado de "festa" perto das verdadeiras baladas da noite que eu freqüento...

Quando a Jess avistou a irmã, logo a chamou, muito educadamente para não dizer o contrário...

– Zoey sua lesada filha de uma merda que se acha digna de fazer uma festa vem logo aqui antes que eu arraste você com uma faca enfiada no seu lindo pescoçinho.... - Ok, quanto afeto entre irmãs, a Jess parecia até eu falando, mas, realmente, ela tinha aprendido essa linguagem mais sangrenta comigo...É, eu sou uma ótima influência, pra quem quer ser mal influenciado... -

– Para de encher, Jess, você é mais nova que eu, e, o que você quer? - A garota não parecia em nada com a Jess, tinha cabelos loiro escuros, vestia uma saia preta não tão curta e uma blusa de seda verde....Aquela maluca acha que isso é uma festa ou um leilão de um diamante raro? Se bem que, festa, festa essa porra não é mesmo... - Quem são elas?

– Amigas minhas, a ruiva é a Belly e a outra é a louca da Alicia.. - realmente, a Jess parecia eu falando... -

– Oi, você chama isso de festa? Pra mim é mais recatado do que uma missa...E, a santinha ainda acha que consegue ser mais louca do que a Jess, fala sério, nem cigarros tem nessa porra... - eu disse, sorrindo maliciosamente, a Jess aprovou o jeito que eu tratei a irmã dela, me olhando e sorrindo também... - Eu particularmente já fui em aniversários infantis mais agitados do que isso...

– É, a Ali ta certa, projeto cor-de-rosa, você não vai chegar a lugar algum assim...Só em uma instituição de freiras... - a Belly deu continuação ao meu discurso de insultos -

– Realmente, ruivinha...Acho que se isso continuar assim eu vou preferir ir ao parquinho, crianças sabem se divertir melhor do que você... - a garota realmente parecia meio insultada... -

De repente Mike chegou de fininho e agarrou minha cintura, eu juro que por pouco eu não grito ou tiro o canivete do bolso e acerto ele, mas, eu me contive e nem me mostrei ter ficado assustada, apenas me virei para encará-lo e disse, sensualmente...

– Hm, não é que o meu cafetão veio...Pobre de nós, vamos nos entediar muito hoje...

– Vocês querem que eu seja louca?! Eu serei louca! - a Zoey, irmã da Jess disse, me fazendo me virar para encará-la... - Alicia, quer apostar quem bebe mais? - Eu comecei a rir freneticamente, a Jess tinha me dito que a irmã dela mal agüentava um copo de vinho, quanto mais apostar quem bebia mais comigo...Conseqüentemente, o Mike, a Jess e a Belly começaram a rir também, mas, era realmente engraçado...Se o Mike tinha quase desmaiado enquanto eu continuava quase totalmente sã, imagina essa santinha aí...

– Tem certeza que agüenta? Acho meio díficil você conseguir beber mais do que eu, isso se não for impossível....Ah, é, é impossível.. - eu disse, ainda rindo um pouco, a pobre garota ficou mais ofendida ainda -

– É claro que eu agüento, vou mostrar pra vocês que eu posso ser muito mais louca do que a Jess... - Em qual mundo, Zoey? No em que a Jess é uma dama do século XVIII? É, só se for.... -

– Ok, já que você acha que agüenta...

Eu fiz um mix de bebidas em um copo só...É claro que pra mim, já que provavelmente mataria a Zoey no primeiro gole...Coloquei Vodka, cerveja, tequila, whisky, e conhaque no mesmo copo, a Zoey ficou me olhando como seu eu estivesse louca, mas, pra mim aquilo era totalmente normal, eu bebo desde os 10 anos...Pra ela, simplesmente um copo de Vodka...Começamos a beber, no primeiro copo a Zoey já estava totalmente fora de sí, aí sim a festa começou...Demos um jeito de embebedar todos os convidados, eles ficaram bom, loucos...Beijos, cigarros, sexo...Uma verdadeira festa...

A Zoey fez um streptese em cima de uma mesa para todos na festa, ficando completamente nua...É, ela estava completamente fora de sí...

A Jess simplesmente não se contentou com aquilo...Fez a irmã fumar 3 cigarros de maconha, aquilo realmente não era necessário, mas, eu entendo a sede de vingança da Jess, a irmã dela sempre foi a primeira opção dos pais da Jess, sempre a queridinha...Agora, quando os pais dela chegassem iriam dar a bronca do século na Zoey.

Todos os convidados já tinham desmaiado, menos, é claro, Eu, a Jess, a Belly e o meu lindo Mike, aquela situação tinha sido toda armada...Deixamos os cigarros de maconha bem perto da Zoey, agora a Jess seria muito mais feliz...

Depois que a festa perdeu a graça, nós saímos, mas, a minha noite e a do Mike estaria só começando..

Nem esperamos chegarmos em casa...Ele simplesmente foi tirando a minha roupa no banco de trás do carro, assim como eu fui tirando a dele...Sem demorar ele penetrou em mim me fazendo gemer, eu estava arranhando suas costas com as minhas unhas totalmente afiadas, ele sussurrava palavras loucas e amorosas em meu ouvido, aquele momento era totalmente perfeito...

Depois da brilhante noite que eu tive, eu tinha que descansar...Fui para a casa tomei banho e fui direto para a cama...Amanhã eu teria outro dia totalmente brilhante, e com assassinatos...Amanhã matarei o Lucas e o Jhon.



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu e meus amiguinhos criaremos uma situação em que você sairá como culpado(a) e ficará de castigo, tipo...Pra sempre?
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.