The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 28
Nothing Better Than a Little Chaos


Notas iniciais do capítulo

Oi, mortos-vivos, antes de eu entrar no personagem de assassina, queria sinceramente desejar um Feliz Ano Novo a todos vocês, meus queridos leitores, e, bom, Boa Leitura...Eu já disse que não sou boa com menssagens cheia de sentimentos bons? Pois é, não sou...
Link do blog oficial : http://thegirlofcutting.blogspot.com




Fomos para a escola, Mike dirigiu, como sempre, eu gosto de admirá-lo no volante...No meio do caminho é claro, fumamos e bebemos, mas, a parte da bebida foi pouca, o risco de xingar um professor através da prova quando se está bêbado é verdadeiro, e, eu tenho que manter minha imagem de boa garota para a maioria das pessoas...Ah, mais uma coisa, Mike disse uma coisa um tanto...inesperada:

- Ali...Ontem a noite, você disse na boate que...Eu era seu namorado...

- Eu sei, e...porque não dizer? Somos um casal certo?

- Sim, um casal de criminosos bem competentes, eu diria...

-Exato!

- Então, eu posso dizer que somos um casal, tipo, pra todos, Ali?

- É claro que pode, seu cleptomaníaco gostoso! Eu não sou tipo a Jess...

- É claro que não, é muito melhor e mais gostosa do que ela...

- Ui, ele me acha gostosa....

- Ali, quem não te acha gostosa?

Chegamos na escola, de mãos dadas e quase bêbados provavelmente...Todos estavam assustados, a noite anterior era o comentário de todos os lugares de Los Angeles, talvez até de todos os lugares do mundo...Mas, quando eu e o Mike entramos na escola juntos, foi como se o mundo tivesse parado de girar, todos olhando pra gente, eu como sempre irreverente disse:

- Perderam alguma coisa e disseram pra vocês que eu o Mike achamos? Não se pode namorar agora? Vocês olham pra nós como se tivéssemos cometido algum crime...É melhor não continuarem olhando..Eu posso não morder, mas, sei arrancar pedaço... - Como fazíamos parte da "turma barra pesada" do colégio eles pararam de olhar e voltaram aos comentários sobre...nós! Só que, falando sobre o crime de ontem a noite...Sobre a parte da "turma barra pesada" É apenas o apelidinho dos idiotas para mim, o Mike, a Jess e a Belly, apenas porque não somos riquinhos que se acham e vestem roupas de marcas caras que a maioria do mundo nem conhece...Digamos que todos os alunos do colégio tem medo de nós...Mas, para os professores somos um anjinhos inteligentes, é assim que funciona...Para os adultos a opinião dos adolescentes não é válida, ou seja, podemos tocar o terror com os alunos, desde que sejamos santos com os professores...

Encontramos Jess e Belly no mesmo lugar de sempre, elas já foram disparando frases para nós:

- Vocês são demais! Meu Deus, eu nunca ví nada igual...O mundo todo está assustado! - Belly estava ate contente, deveria ser legal ser amiga de uma assassina tão bem sucedida -

- Não é, Belly? E tipo, vocês não deixam nenhum rastro! Aquilo..Aquilo que tava escrito, era mesmo com sangue? E, na frente da boate...era mesmo sangue espalhado lá na frente?

- Obrigada, obrigada...E sim, era sangue...eu escohi pessoalmente as vítimas que teriam o sangue "premiado" com a honra de servir de tinta para dar o meu recadinho as autoridades...

- Ah, e, a gente conseguiu mais de 500 mil dólares assaltando o cofre, a caixa registradora e as pessoas que estavam lá..E, relógios, brincos, pulseiras, anéis super maneiros, alguém quer alguma coisa? - Mike tirou da mochila uma caixa cheia de jóias e bijuterias que ele havia roubado na noite anterior, Jess e Belly foram pegando algumas coisas para elas...Eu já havia escolhido as coisas que agora pertenceriam a mim antes... - Ahh, também conseguimos bastante bebida de todos os tipos e cigarros...Sem falar nas chaves dos carros e das motos que nós já levamos para uma garagem especial..E, Ali, tem uma coisa que eu não te contei...

- O que foi, Mike?

- Eu achei essa chave... - Mike tira uma chave prateada no bolso, que estava enrolada em um papel.. - Acho que é a chave da casa do endereço que está escrito no papel...Só temos que descobrir onde e o que é...

- Uhu! Vamos ganhar um novo lar excusivo? Que chique nós somos... - Nossa, bebida, cigarros, jóias, grana, automóveis e agora uma casa? Ser assassina compensa mais do que eu pensava.. -

- Oh Meu Deus! Vocês são de mais! Os melhores amigos que eu já tive! - Jess estava super animada, acho que no lugar dela eu também estaria... -

- Awn, cabelo rosa...Nós também te amamos! Que tal balada hoje a noite?

- Com vocês? Acho que com vocês estamos seguras até de um apocalipse zumbi, é claro! Vai rolar assassinato? - o cabelo ruivo de Belly dava um ar mais adolescente a garota que parecia séria -

- E quando não rola? Mas, hoje terão mais seguranças, então, teremos que apagá-los...

- Pode deixar que eu cuido disso, Ali.. - Mike realmente era um perito quando se tratava de dopar pessoas -

- Ótimo, agora vamos para a aula...Prova..Quem foi o idiota que inventou isso?  Se ele estiver vivo, eu o mato!

- E eu ajudo...E aposto que elas duas ali também, não é, queridas fãs? - Mike parecia um galã de Hollywood chamando a Jess e a Belly de fãs, ninguém manda ele ser tão gostoso a ponto de ser confundido com um.. -

- Eu tô dentro! - Disse Jess, bem animadinha, como sempre!

- Eu também.. - Belly agora parecia preocupada, provavelmente por causa da prova -

- Entramos na sala segundos antes do sinal tocar, pouquíssimo tempo depois a professora de redação entrou..adivinhe o tema dessa droga de prova?  " Paz, porque a necessitamos?" Depois de um discurso de meia-hora ou mais sobre o porque do tema...Os assassinatos e blablablá ela entregou a prova...uma redação de no mínimo 30  linhas sobre paz...Eu fiz uma redação muito bonitinha, normal e totalmente sentimental, mas, gostaria de compartilhar com vocês o meu verdadeiro pensamento sobre a paz: Algo desnecessário, inútil...Pra que paz se pode haver guerra? Sangue? Ação, luta, suspense, armas, mortes...A paz a desnecessária e algo  que a humanidade nunca vai alcançar por completo, sempre haverá uma mente maléfica no meio de toda a paz plantando o mal..Sempre haverá destruição e ódio, o ser humano é algo repulsivo, nojento...Enquanto houver mais de um ser humano no mundo haverá discórdia, ódio, e, nunca a total paz...A paz é algo inalcansavel, uma coisa inútil que ilude o ser humano...Ninguém realmente precisa de paz, porque é impossível...Policiais dizem que querem resolver casos, querem chegar a um consenso de paz, mas, não querem...Se houvesse paz por completo, aonde eles estariam? Ninguém sabe... Paz é algo inútil desejado somente pelos fracos que não conseguem enfrentar a guerra e verdadeiro desafios, a paz é um objetivo de pessoas inuteis, sem força o suficiente para vencer a destruição sem ser mortos...Paz é o que a humanidade nunca terá...Porque, todo ser humano tem um pouco de caos dentro de sí...E, olha...Eu sou Alicia Montgomery, ou o assassino x, eu posso ser o verdadeiro caos...

Antes do intervalo teríamos uma aula vaga porque todos já haviam terminado a prova, qualquer um sabe o que os professores querem quando se fala de Paz, um texto idiota que nenhum adolescente escreveria se não fosse para agradar um adulto...Aula vaga, tempo perfeito para negociar com a Ashley o que ela queria, mas, antes de tudo, falei com a Jess a Belly e o Mike, eles concordaram em me ajudar a ajudar a Ashley, seria divertido..Mais uma garota da noite para ajudar a destruir a meta de paz do ser humano...Não, a Ashley não será uma assassina, mas, que tipo de ser humano que quer paz vai à festas noturnas onde as pessoas se drogam, bebem, fumam e transam na frente de todos? Nenhuma, é claro...

Fomos falar com a Ashley que por sorte estava sozinha, os pais das seguidoras dela tinham deixado as filhas faltarem aulas por um tempo por causa dos assassinatos, elas deveriam me agradecer...

- Oi, Ashley.. - Disse, maliciosamente -

- Oi...e, então, vai me ajudar?

- Sim, e eles vão me ajudar... - disse, olhando para Jess, Mike e Belly -

- Obrigada, Alicia...

- De nada, eu posso começar explicando agora se você quizer...Vai poder sair a noite com a gente? Você sabe que não vai ser assassinada...Não pelo menos se eu não estiver totalmente bêbada...

- Ok, tudo bem, eu vou...

- Então, começando com uma pergunta...Você é virgem?

- Não...Mas, o que isso tem a ver?

- Você gostaria de perder a virgindade com um estranho em uma festa se bebesse de mais?  Não, é claro... Você já bebeu?

- Sim, mas, não gosto muito...

- Vai ter que aprender a gostar, não precisa fumar se não quiser, embora eu adore, e, acho que os meus amigos também...

- Ok...Eu posso tentar...Ah, o que eu devo vestir?

- Ashley...Você já se veste como uma puta, mas, pode abusar mais um pouquinho se quiser...

- O que quer dizer com isso?

- Mais decotes, roupas mais curtas...Se quiser pode ir até só de lingerie como foi o meu caso ontem...

- Você foi pra balada ontem só de lingerie? Ah, aliás, eu achei legal o que você fez...Não na parte de matar e do sangue, mas, tirou os policiais de cima de mim e da minha mãe por causa do assassinato do meu pai...Falando nisso, já descobriu quem é o assassino?

- Sim, eu fui para a balada só de lingerie, e, não à de que...Não, ainda estamos tentando descobrir quem é o assassino misterioso, aí eu vou matá-lo..

-Legal...

- Então, Ashley...Você gosta de usar batom vermelho?

- Não...prefiro usar rosa, acho vermelho muito escuro , sei lá, não combina comigo...

- Ótimo...Ninguém pode usar batom vermelho, só eu...É a regra da balada, se eu ver alguém de batom vermelho, estará morta antes de piscar o olho novamente, a Belly e a Jess também não gostam dessa cor, o que é bom..

- Ah, entendi, mas, porque?

- Vermelho é a minha marca registrada...Lápis de olho e batom vermelho-sangue, é por causa da minha identidade de assassino x...Sangue, batom vermelho na balada, é como uma relação, e, eu amo batom vermelho, é, provocante...Bom, a gente pega você na sua casa, as 22:30, ok?

- Tá, tudo bem...



Notas finais do capítulo

Reviews ou eu mostrarei todo o meu caos da forma mais horrenda possivel á vocês?
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.