The Girl Of Cutting escrita por Fafa Moraes


Capítulo 18
My frames


Notas iniciais do capítulo

Olá mortos-vivos!
Boa Leitura!
Link do blog oficial: http://thegirlofcutting.blogspot.com




Mais um dia, infelizmente com aula, pelo menos hoje é sexta-feira...

Me arrumei quase como uma sonâmbula, porque que eu tenho que ir para a aula mesmo? Ah é, por causa do idiota do Jhon...

- Bom dia, Ali! Como foi a escola ontem?Fez muitos amigos....

- Bom dia? É, mais ou menos...Você não está alegre de mais não, Jhon?

- Alicia...agente tem que ter esperança de que sua mãe foi apenas seqüestrada... - Jura? Quanta esperança, vai no rio que passa dentro da floresta que fica praticamente atrás dessa droga de casa e vê a esperança... -

- É, Jhon, você tem razão, mas, eu tenho que ir para a escola, não quero me atrasar... - disse, com um meio sorriso  -

Peguei o carro, já tinha escondido algumas garrafas de vodka e maços de cigarro lá dentro...Preciso fazer um teste, até onde Mike, Belly e Jess conseguem ir nesse mundo louco? Eles parecem bons confidentes...ou não.

Quando cheguei na escola já encontrei o idiota do Mike, acho que aquele garoto não tem noção mesmo...

- E aí, Ali, quem vai ser o garoto sortudo do dia? Eu, é claro, né?

- Mike, faz um favor pra mim? - disse, fazendo a minha expressão mais fofa -

- Claro, vadia, fala aê...

- Se joga dentro de um vulcão em erupção?

- Por você eu faço tudo, Alicia... - o filho da mãe saiu correndo em direção ao portão da escola como se fosse mesmo fazer isso, eu mereço... -

- Que pena que você vai se suicidar...Não vai poder aproveitar umas coisinhas que eu trouxe... - gritei, não me importando com que todos ouvissem, todos já falam muita coisa sobre mim mesmo... -

- O que você trouxe, Ali? - ele voltou correndo como um cachorrinho pegando  a bola e devolvendo ao seu dono, que...desprezível, mas, interessante...Isso significa que ele tem interesse em algumas coisas..-

- Surpresa...Tem algum lugar escondido por aqui? A Jess e a Belly já chegaram?

- Sim e sim, quer que eu chame elas?

- Sim, elas vão gostar da minha surpresinha...

Achamos a Jess e a Belly e fomos para um lugar escondido no colégio, cheio de carteiras quebradas e esses tipos de coisa, provavelmente ninguém vai lá a meses...

- Diz logo, vai, Ali sua vadia, diz diz, diz, diz! O que que você trouxe? - a Belly parecia uma criança, só que totalmente gótica -

- Vejam por vocês mesmos... - abri a mochila e mostrei a eles as 3 garrafas de vodka e os maços de cigarro -

- Oh, Meu Deus! E o inferno torturante vira o paraíso... - a Jess disse dramaticamente ajoelhando-se e esticando as mãos para o céu - Ó Alicia, defensora dos adolescentes alcoólatras!

- Ok, Jess, você vai ficar parada aí me agradecendo ou vai beber e fumar?

- Fico com a segunda opção. - pegamos as garrafas de Vodka e os cigarros -

- Gente, é proibido cigarro e bebida na escola, vai dar merda... - disse o Mike, sem parar de beber -

- Ui, o garoto metido a bad boy valentão tá amarelando? - provou a Belly, me fazendo rir -

- Claro que não, idiota, mas, a Alicia salvadora de almas alcoólatras aqui pode ser expulsa por isso...

- Mike, e desde quando eu ligo? Que me expulsem, melhor assim! Hahaha - disse, quase engasgando por causa da vodka -

- Já que você diz vadia número um.

- Ei! Eu não era a vadia número um? - perguntou a Jess, já meio bebada -

- Era! Ninguém mandou não trazer bebida e cigarro pra escola, Jess! - Mike deu um tapa no ombro da Jess que quase fez a garota cair no chão, é, ela estava começando a ficar bêbada-

- Ótimo, vou beber para afogar as mágoas e me jogar de um precipício, adeeusss mundo cruel...

- Jess. - eu disse, com vontade de rir loucamente -

- Que ffffoi?

- Você tá tentando fumar a garrafa de vodka, só vê se não bebe o cigarro...  - É, a Jess estava totalmente bêbada -

- É, acho que já tá na hora de parar, antes que a Jess espalhe pra todo mundo o que nós fizemos... - disse a Belly, arrancando a garrafa das mãos da Jess -

Depois disso fomos para a aula, a Jess estava tentando conversar com o lápis, ninguém prestava atenção na aula por isso, a melhor parte foi que o professor babaca nem percebeu, a Jess foi a atração de antes do intervalo..

No intervalo me chamaram para a diretoria, eu estava quase matando a Jess, pensando que ela tinha contado sobre a bebida e o cigarro, mas, no final, foi outra coisa que me disseram...

- Alicia, eu odeio te dar essa noticia, mas, nos informaram então, teremos que dizer á você.. - disse o diretor, sério -

- Mas, o que aconteceu ? - perguntei, confusa, mesmo já sabendo que tinham achado o corpo da minha mãe, com certeza era isso -

- Acharam o corpo de sua mãe perto da sua casa... - rir, porque nessas horas da uma enorme vontade de rir? É impressionante...mas, por causa do meu talento na atuação eu comecei a chorar, ficando boquiaberta... - Sinto muito, Alicia...Você está bem? - Bem? hahaha Se eu estou bem? Estou prestes a começar a rir e estragar tudo, mas, estou perfeitamente bem - 

- S-sim... - disse, chorando e saindo correndo daquela sala, fui direto para o refeitório, voltando a minha frieza natural -

- E aê, o diretor ferrou contigo? - perguntou o Mike -

- Não.

- Então o que ele queria? - Belly estava confusa, a Jess já tinha ido pra casa, ela fingiu estar doente, não agüentaria nem o intervalo bêbada daquele jeito -

- Que acharam o corpo da minha mãe... - eu não mudei de expressão, não estava triste, precisava ver até que ponto perto do perigo e da morte eles iriam -

- Sem querer ser intrometido, mas, você não deveria estar triste por isso? - Mike parecia confuso e ao mesmo tempo espantado com a minha reação -

- Não, eu nem gostava dela mesmo...Mas, se vocês falarem algo eu mato os dois, ok? Agora, vamos tirar proveito da situação...

- Como? - os dois perguntaram juntos, parecia até que haviam combinado -

- Eu finjo estar totalmente triste, depressiva e tenho uma falsa queda de pressão, vocês me levam até a enfermaria, eu digo que não consigo assistir mais aulas que estou super abalada...e ja que, eu não estou em condições de dirigir vocês me levam pra casa e agente se livra do resto das aulas, que tal?

- Alicia, agora você honrou o titulo de Vadia número 1 mais do que ninguém!

- Hahaha, vamos botar o plano em prática.

Fizemos o combinado, deu tudo certo, como planejado, é por isso que eu gosto de ser assim.

Assassinos podem ser quem eles quiserem e quando eles quiserem, podem fingir, mentir e fazer tudo sem ter medo, assassinos são misteriosos e invencíveis, assassinos podem ser todos e qualquer um.

Fomos para a minha casa, ou como eu a chamaria: Cadeia de um mundo a qual só eu sei que não pertenço, ficamos ouvindo música e fazendo coisas típicas de adolescentes meio perturbados...

- E aê, Ali, vai ter uma festa hoje a noite, sabe como é, bebida, cigarro, drogas, talvez sexo, topa ir?

- Claro, festas com coisas ilegais são tudo que eu quero em uma noite de sexta-feira.

Como o Jhon estaria resolvendo coisas com a policia e o Lucas dormindo na casa de um dos pirralhos idiotas que são amigos dele, eu poderia ir a festa tranquilamente.

O que um assassino faz em festas de madrugada? Enlouquece, bebe, se joga...Finge ser como todos, finge não esconder um segredo sombrio, assassinos são loucos como todos, mas, totalmente mais psicopatas.



Notas finais do capítulo

Reviews ou drogas em suas adoráveis coisinhas que os levarão até a cadeia?
♥ Lady Suicide ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Girl Of Cutting" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.