Alone But Loved escrita por Filipinha Babes


Capítulo 5
Capítulo 5


Notas iniciais do capítulo

já sei, já sei... demoro muito tempo a postar. mas agora o problema não foi meu!! o meu pc estava avariado... bem até já...!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/289713/chapter/5

WOW! O apartamento era espectacular! Não era muito grande mas também não era pequeno. Tinha um quarto para mim e outro para a Catarina. Uma cozinha completamente equipada, uma sala de estar com lareira, uma sala de jantar e uma casa de banho com uma cabine e uma banheira. Podem estar a pensar: "Isso não é lá grande coisa...!". Pois mas eu não estou acostumada a este tipo de "luxo".

A Catarina corria pela casa super contente enquanto que eu tinha ficado completamente maravilhada só com a sala.

Entretanto arrumá-mos as nossas coisas e pusemo-nos a explorar a zona. O Carlos disse-me que tinha uma, e apenas uma semana para encontrar uma cresce para a Catarina, conhecer a cidade e me habituar à minha nova vida em Londres. Depois teria que começar a trabalhar no escritório da empresa, por isso vou aproveitar ao máximo estes sete dias para me habituar a esta nova etapa da minha vida em Londres. Londres... ah Londres é maravilhosa! Vivemos num bairro bem calmo em contraste com o resto da cidade. Mas, por mais agitada que seja, é uma agitação contagiante! Sentimo-nos mais vivos. Correcção, a cidade está viva por si mesma. A torre do Big Ben parece falar conosco a ter vontade própria. 

À noite, Londres não dorme. Ouvimos as pessoas a passar pelas ruas a horas tardias. Os carros aceleram num fernesim quase infernal. Muito diferente do que eu estava habituada.

No dia seguinte, encontrei logo uma cresce para a Catarina. Fui lá para a inscrever e ela se acostumar às instalações. Disse que ela só iría começar a frequentar a cresce na segunda-feira. Assim ficava a minha semana de "descanço" com a minha gatinha.

- Mamã, mamã! Eu vou fazer amiguinhos novos, não é?

- Pois é meu amor!

- E tu vais desenhar roupa bonita para as pessoas vestirem e depois tu ganhas tostões, não é?

- Aha é sim meu amor... olha - peguei-a ao colo - sabes que a mamã gosta muito de ti, não sabes?

- Eu também gosto muito de ti mamã! - abraçou-me - és a melhor mamã do mundo!

Sabem, são estes momentos assim, simples mas que no entanto, eu amo profundamente.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

então, gostaram? espero que sim. até ao próximo capitulo! LUV YA! xoxo



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Alone But Loved" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.