A Herdeira Do Clã Hyuuga escrita por Anabelle Uchiha


Capítulo 6
Capítulo 6 O Pedido


Notas iniciais do capítulo

Desculpem pela demora, vou recompensa com dois capítulos...



Ri como não ria á muito tempo, pela primeira vez eu me sentia tranquila e leve. O barulho da campainha ecoou por toda a mansão:

- Acho que seu principe chegou!

Me levantei sentindo meu coração acelera, minhas pernas ficaram bambas e me senti uma criança no seu primeiro encontro e eu gostei dessa sensação. Pois bem, não existe mais Hyuuga, apenas Hinata e foi com esses pensamentos que desci.

Desci os degraus o encontrando lá embaixo, perfeito como sempre. Usava uma acamisa social azul de mangas longas e botões, uma calça preta e um sapato preto. A bandana jogava os cabelos rebeldes e loiros para a direita e ele segurava um buquê de rosas. Meu pai o fuzilou com o olhar, não me importei, passei por ele e Naruto estendeu a mão que aceitei prontamente com as bochechas rubras, talvez não fosse tão dificil assim ser mais gentil com ele por perto. Saimos sem falar com meu pai que fechou as mãos em punho, eu já estava acostumada a ignora-lo, era assim desde que mudei, eu ignorava para não perde o controle e usa meu Byakugan. O que eu menos queria era confusão e quanto menos pessoas soubessem do Byakugan nível 2 melhor.. Ele parou e se virou sorrindo para mim, me entregando as flores, dei um sorriso timido, maravilhada com seu cavalherismo.

- Pra onde vamos? – perguntei animada.

- Coloque isso – pediu tampando meus olhos com uma venda.

Eu não sabia para onde íamos apenas o deichava me guiar, podia ouvi o barulho de galhos balançando, estavamos na floresta? O cheiro de Sakuras me invadiu e sorri sabendo onde estava, foi aqui que conheci Naoko. Ele me fez senta em cima de um pano e ouvi a risada quee u tanto amava:

-Vamos fazer um jogo? Eu vou colocar algumas coisas na sua frente e pelo cheiro você me diz o que é, se consegui acerta você pode comer, que tal?

- Por que não? Vai ser interessante, eu aceito!

Vi o vulto de algo na minha frente e fechei os olhos me concentrando no cheiro, doce, inspirei, e abri os olhos:

- Chantilly – gritei animada.

- Tá quase lá, continua...

Pensei, o cheiro era de Chantilly, mas tava óbvio de que tinha algo mais, minha boca aguou, ri me lembrando de um filme e sabendo o que era:

- Morango com Chantilly – eu estendi a mão com fome.

Senti algo encostar em meus lábios e comi os morangos com vontade:

- Espera um pouco que vou te dar algo...

Um vento forte bateu de encontro ao meu rosto, fazendo meu cabelo voar, ouvi o barulho dele se sentando:

- Toma, agora tente adivinha o que é pelo tato...

Peguei a caixinha e tateei-a, uma caixinha de veludo, em cima percebi uma abertura e abri estendendo a mão, um anel? Mas para que? Senti sua respiração próxima de mim e ele tirou a venda. Então pudi ver um lindo anel de prata grosso com o nome “ NaruHina “, meu coração disparou e o olhei:

- Hinata Hyuuga você aceita namora comigo? – havia um brilho em seus olhos, certamente os meus também brilhavam.

Busquei o indicio de que fosse alguma brincadeira, mas ele estava sério, uma felicidade me preencheu e eu me joguei em seus braços:

- Sim, claro que eu aceito! – respondi enquanto as lágrimas caíam.

Então nós nos beijamos e eu senti a felicidade invadi cada fibra do meu ser, um imã me puchava para ele e nada podia impedi isso, eu sabia que não seria fácil, haveria guerras, mortes, mas eu superaria tudo se ele estivesse por perto.

-Naoko-

Eu observei a felicidade deles de longe e fiquei feliz por ele encontra alguém boa como Hinata para ele, eu lutei minha vida toda para que pudesse compartilha com ele os momentos importantes de sua vida, mas eu não podia me aproxima. A Akatsuki estava próxima demais e eu precisava ter cautela com eles, Orochimaru também era um perigo para nós, eu esperava que na hora da guerra Tsunade e Jiraya fossem fortes para enfrenta o velho companheiro. Eu não ia deichar Itachi nem Kisame fazer mal á Naruto, mas eu também não podia matar o Uchiha, ele era um perigo para mim, ele sabia meus segredos, mas agora depois de anos, eu finalmente descobri o segredo dele, e talvez eu possa muda essa guerra. Jiraya-Sama estava fazendo um ótimo trabalho com Naruto, espero que ele consiga desperta o Rinnegan á tempo, Mellody está errado sobre o nível dois do Byakugan, ele pode copiar muitos doujutsus, mas o Rinnegan é impossível de ser copiado, é um doujutsu único que só o Clã Uzumaki tem.

A verdade é que o Rinnegan podia ser uma benção para aqueles que o controlavam, mas uma desgraça para aqueles que não conseguia o controle sobre ele, meu maior medo era Naruto não consegui controlá-lo, porém eu precisava ter fé nele, eu precisava de ajuda e por mais que não quizesse eu teria que pedi ajuda á Elas, á Liga das Nukennins mais perigosas que existia, a diferença delas para a Akastuki é que elas procuravam á paz não pelo poder, mas matando assassinos, elas me procuravam á anos para fazer parte da Organização e agora havia chegado á hora, como Saky havia dito eu não podia fujir do meu Destino.