Um Amor De Padrasto escrita por Lilithe Monster


Capítulo 17
Como eu descobri


Notas iniciais do capítulo

POV Char Leiam as notas finais
Se divirtam meninas !!!



Eu peguei a mão da minha irmã e dei uma leve apertada, demonstrando, como sempre, que eu estava ali, do lado dela. Melody pensava que eu e papai não sabíamos da verdade, mas sim nós sabíamos. Mamãe estava preocupada com Melody em relação ao parque aquático e papai não entendi o porque daquilo, então pegou ela um dia e a fez contar e eu ouvi atrás da porta, mas foi sem querer, eu estava passando pra ir para o quarto, quando ouvi a mamãe falando algo sobre a vadia mor e a Melody em um parque aquático, então eu tive que parar para ouvir.

Flashback

“(...) Leah e a Melody no parque aquático Edward! – ouvi mamãe dizer.

Leah e Melody? Parque aquático? Opa, o que aconteceu? – Parei em frente à porta do quarto fechada, ponderando se escutava, ou não. Mamãe e papai sempre me disseram que é muito feio ouvir atrás das portas, mas eu queria saber o que havia acontecido com as duas.  Por fim minha curiosidade venceu e eu cheguei mais perto da porta do quarto, cuidando pra não fazer barulho e poder ouvir o que eles diziam.

- Bella, amor, me conta. Eu preciso saber pra poder ajudar! Não gosto de ver você assim. Você anda nervosa desde que a Char sugeriu que fossemos no parque e eu não vejo animação na Mel com o passeio, logo em um parque aquático que é a alegria da maioria das crianças! – Papai falou. Ouve um breve silêncio

- Edward, quando a Melody era mais nova, a Leah...ela...ela afogou a Melody quando fomos no parque aquático. – Ouvi mamãe dizer e ela parecia nervosa. Mas como assim aquela vadia mor tinha afogado minha irmã? Era possível que ela fosse tão sem noção assim?Não é à toa que meu santo nunca bateu com o daquela mulher! Nunca gostei dela!

- O QUE? – Papai falou mais alto, mas em seguida diminuiu a voz, provavelmente pra nós não ouvirmos nada. – Como assim, Bella? O que você está dizendo é muito grave! Não foi só um mal-entendido? Um acidente? E como eu não fiquei sabendo disso se você e eu estamos juntos desde que você e Jacob se separaram?

- Bom, você lembra aquele fim de semana em que você teve que ir para Sydney por causa de um caso e eu não fui porque estava grávida de Char e decidimos que seria melhor que eu não fosse? – Silêncio. – Bom, na sexta-feira, depois que você saiu, a Mel veio aqui em casa e me disse que o Jacob iria levar ela em um parque aquático. Ela estava feliz que faria um programa com o pai, finalmente, mas estava nervosa porque Leah iria e me pediu pra ir também, pois ela não queria ficar sozinha com os dois. Tentei argumentar, dizendo que seria uma oportunidade de ela e Leah se conhecerem melhor, mas ela implorou que eu fosse e quase chorou, então não tive como recusar.  Então no sábado eu fui com eles. O dia estava relativamente bom. Jacob dava atenção para Mel, nadou com ela nas piscinas e ela estava se divertindo, mas sempre que podia, Leah fazia uma manha e dizia que o Jacob só dava atenção pra filha, mas sem saber que eu estava prestando atenção. Não me importei com aquilo, pois ela é assim, mas Jacob começou a esfriar com a Mel e ficar bajulando a Leah.

Mais silêncio e quando mamãe voltou a falar, ouvi a voz dela diferente, mais grossa. Estava estranha.

- Mel não se importou já que logo teve a atenção do pai de novo e eles continuaram a brincar nas piscinas. Eu vi que Leah não estava gostando, mas nunca imaginei que ela seria capaz disso, Edward!

Mais um silêncio prolongado e ouvi papai perguntar.

- O que aconteceu?

- Depois do Almoço, eu me deitei em uma espreguiçadeira e deixei a Mel brincando do meu lado, antes de poder ir pra água de novo e a Leah fez o mesmo, se deitou em uma espreguiçadeira. Um tempo depois a Mel começou a pedir pro Jacob pra ir pra piscina com ela de novo e então a Leah resolveu que queria uma boia que ela pudesse se deitar, pra ficar em uma das piscinas para adultos e quando o Jacob saiu, ela pediu pra mim pra deixar a Mel ir com ela na piscina de um dos toboáguas, daquelas que não são tão fundas, mas que a Mel, por ser pequena ainda, não dava pé, mas a Leah me garantiu que cuidaria dela. Ela estava tão empolgada que nem sequer ligou de ser a Leah e então eu permiti, até por que, era na frente de onde estávamos e eu poderia ficar de olho também. Estava indo tudo bem, Leah segurava ela pelas mãozinhas e ela batia os pés e era toda sorrisos, até que eu vi...a Leah segurou ela pelos ombros e abaixou ela, até que ela ficasse submersa e segurou ela assim por minutos. Mel estava apavorada e se debatendo e eu estava tão estupefata que fiquei sem reação e quando tive alguma, gritei por ela, corri até a piscina e pulei. Leah se afastou, mas a Mel já estava desmaiada. Peguei ela nos braços e saí da piscina, Depositei seu corpinho inerte na grama, me ajoelhando ao seu lado. Não tive tempo de fazer nada, pois logo os salva-vidas chegaram e me afastaram pra fazer seu trabalho. Jacob chegou em seguida, gritando e perguntando o que tinha acontecido. Leah começou a dizer que  estava com ela na água e que ela se soltou e se afogou, que ela não teve tempo de fazer nada porque ficou muito assustada e logo eu apareci. Eu gritei, dizendo que era mentira e que ela tinha feito de propósito, que ela tinha afogado a Mel, mas ela fez uma cara de horrorizada e começou a chorar, dizendo que não era verdade, que nunca faria aquilo com uma criança e claro, Jacob acreditou. Foi quando ouvimos as tosses da Mel, então nem me importei mais com os dois. Sabia que não adiantaria nada discutir. Fui para o lado da Mel e a segurei em meus braços. Ela começou a chorar e eu fiquei confortando ela por uns minutos, enquanto os salva-vidas davam as orientações necessárias ao Jacob.

Mamãe fez uma pausa no que dizia, não sei por que, mas logo continuou.

- Eles pediram pra que seguíssemos para a enfermaria do parque, para que fizessem alguns exames mais detalhados. Jacob veio até mim para pegar a Mel no colo, mas eu não quis deixar e ela não queria me largar. Não me importava que fosse filha dele, a mulher dele quase tirou minha filha de mim e ele ainda acreditava nela, mas ele me convenceu a deixar que ele a levasse no colo, por causa da minha gravidez. Não sei como não dei a luz à Char naquele diz, para falar a verdade. – Coloquei as mãos na boca, dando umas risadinhas com as palavras de minha mãe.

- Jacob levou ela até a enfermaria, mas fiquei o tempo todo do lado dela, segurando a sua mão, até quando eles faziam os exames. Depois de fazerem todos os exames que acharam necessários, nada que fosse muito satisfatório, na minha opinião, eles no liberaram. Ordenei ao Jacob que nos levasse para o hospital. Leah quis dar o ar da graça, dizendo que isso era um absurdo e desnecessário e fazendo manha para Jacob, pedindo para ir para casa porque a menininha deles estava cansadinha e queria dormir. Juro que se pudesse teria pulado no  pescoço dela, mas me contive e apenas mandei ela calar a boca, por que se não fosse por ela, nada disso teria acontecido e mandei que Jacob levasse à mim e minha filha para o hospital. Os dois se calaram, mas ele nos levou até lá e ficou esperando, com Leah tagarelando em seus ouvidos que estava cansada, mas nem me importei. Depois que os médicos me garantiram que ela estava bem mesmo e que só precisaria de um bom descanso, nós fomos para casa. Jacob nem sequer protestou quando trouxe Mel para nossa casa e pelo menos teve a decência de vir ver a filha no outro dia.



Notas finais do capítulo

Bom gente to postando hj pq???
Vcs merecem eu estava desanimada e uma leitora me animou muito obrigada querida!!!!
Gente amanha faço dois anos com a minha Beta Rafa
PARABENS PARA A NOSSA AMIZADEEEEEEEEEEE
Te amo Rafa Obrigada por tudo