New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 53
Zero Absoluto: a Aurora Reluzente em Aquário!!


Notas iniciais do capítulo

Nossa gente, esse foi um dos últimos capítulos que sobraram da versão original da história, que não sofreu muitas edições, fiquei espantado com o tamanho pequeno dele comparado com os outros, os que sofreram edições recentes, caraca kkkk espero que isso seja um bom sinal. Só revisei e editei a maioria dos capítulos em relação ao texto original da história pensando em voces, para poder entrete-los e diverti-los mais ainda com esta fanfic. vamos ao capítulo!!

Aqui é a vez da Casa de Aquario entrar na história. E é também a vez de Thiago encarar mais um teste de fogo. Ou melhor, de gelo. E contra um personagem bem conhecido por ele e por nós fãs de Saint Seiya.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/53

A próxima casa era a de Aquário. O vento estava um pouco frio, típico de certa forma para uma noite grega, mas quando os cavaleiros de Bronze puseram os pés na casa, o clima caiu de vez, como se tivesse ficado polar.

A temperatura, que estava amena do lado de fora, tinha abaixado para aproximadamente 10 graus abaixo de zero na casa. Cristais de gelo dançavam pelo ar, e o chão parecia gelado. Todos reclamavam do frio, menos...

— Até que está bem agradável – disse Thiago.

— AGRADÁVEL? – esbravejou Gustavo. – Eu acabo de enfrentar um cavaleiro descontrolado e megalomaníaco, estou suando muito, aí entramos aqui e recebemos esse frio, e você diz que é AGRADÁVEL?

— Cara, eu treinei nas regiões mais frias do globo – retrucou Thiago. – Não sou tão afetado pelo frio quanto vocês.

Matt também tentava se aquecer. Não havia contado a seus amigos ainda sobre a luta com Fernanda em que usaram poderes do gelo, portanto eles não sabiam ainda de seu controle sobre um segundo elemento. Mas ele podia perceber que, ao contrário de Thiago, não contava com a mesma resistência ao frio, mesmo conseguindo controlar aquele elemento em combate.

— Eu digo o mesmo – disse uma voz, fazendo todos se sobressaltarem.

Um homem loiro saiu das sombras e encarou os recém-chegados. Ele usava a armadura de ouro de Aquário, que eles haviam recuperado dos Cavaleiros Negros.

— Olá, Thiago, faz tempo que não nos vemos – disse Hyoga.

— Olá, mestre Hyoga – respondeu Thiago no mesmo tom. – Então o senhor é o cavaleiro de Ouro de Aquário, tal quais os mestres dos meus amigos. Eu já esperava.

— Perfeitamente. A Fundação solicitou minha armadura para testar vocês com seu torneio, e depois, vocês conseguiram recuperá-la dos interceptores de forma esplêndida. Contudo, não é minha tarefa felicitá-los...

Hyoga o avaliou por uns instantes e então sorriu.

— Bem, parece que já sabe, não é? – indagou ele. – Para passar...

— Precisamos vencê-lo – completou Thiago. – Pois bem, é o que farei agora!

— Entendo. E como espera superar aquele que lhe ensinou tudo? – perguntou Hyoga. – Meu ar frio supera até as correntes marinhas da Antártida e do Círculo Polar Ártico.

Thiago não se intimidou. Hyoga preparou-se para a luta, e o aprendiz imitou-o.

— Está pronto? – disse Hyoga, e sem esperar resposta: - PÓ DE DIAMANTE!!

PAFT! Thiago foi arrancado do chão; bateu com força na parede da casa e caiu no chão. Porém, logo estava de pé novamente.

— Muito bem! Agora é minha vez! – disse Thiago imprudentemente. – PÓ DE DIAMANTE!!

Porém, o golpe não abalou Hyoga: o vento frio passou por ele quase sem que ele sentisse. Então ele abriu um sorriso irônico.

— Que ridículo – disse ele. – Eu lhe ensinei esse golpe e parece que você não sabe usá-lo. Meu próximo golpe irá acabar com você. EXECUÇÃO AURORA!!!

CABUM!!! O chão da casa rachou quando Thiago caiu; os outros quatro cavaleiros também saltaram com o impacto do golpe. Uma rajada de ar frio atingira o cavaleiro de Cisne, mas Thiago não parecia ter cedido.

— Teimoso – disse Hyoga. – Vou aplicar novamente a Execução Aurora, e você morrerá.

Hyoga refez a pose da virgem com o jarro; mas, ao mesmo tempo, sem que Hyoga percebesse, Thiago fizera o mesmo gesto. O grito de ambos saiu ao mesmo tempo, não demonstrando a surpresa de Hyoga:

— EXECUÇÃO AURORA!!!

— EXECUÇÃO AURORA!!!

BUM. O impacto dos dois golpes fez a casa tremer de vez. Hyoga e Thiago continuavam parados, na mesma posição. Os quatro Cavaleiros de Bronze observavam, com medo de fazer algo. Então Hyoga se mexeu e falou, com sua voz demonstrando satisfação e admiração:

— Parabéns por ter dominado meu golpe supremo, Thiago. Já não tenho mais nada a te ensinar. Agora, você e seus amigos precisam por esta casa logo, e cumprir sua missão.

— Sim, mestre – respondeu Thiago. – Obrigado.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

obrigado pela leitura!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.