New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 34
O gato capturado pela corrente!


Notas iniciais do capítulo

Olá pessoal, venho dizer que juntei algumas estatísticas da fanfic até agora, e ela possui 673 acessos, 11 acompanhantes , dentre eles 3 usuários do nyah acompanhando e outros 8 não-logados, 3 pessoas favoritando a história e 48 reviews. É um número respeitável, estou adorando esse retorno de parte dos leitores, mas desses 48 reviews 33 foram do usuário Archer Shiro a quem sou imensamente grato pelo apoio prestado até aqui. Ou seja, sem ele, teríamos somente 15 comentários em 34 capítulos, então , temos um número até alarmante de leitores fantasmas, por isso, venho encarecidamente pedir que tentem colocar um review nos capítulos que lerem, por menor que seja, que possam por favor tentar reservar uns 2 ou 3 minutos para comentar o que acharam de cada capítulo... Inclusive sugiro que, já que são muitos capítulos, que tentem ler apenas um capítulo por dia (embora não os desmotive a ler mais de um por dia, se quiserem, mesmo que a leitura possa ser longa). É isso, pessoal, só queria mesmo fazer esse pedido a vocês, Abraços e obrigado pela atenção.

Mais confrontos intensos esperam pelos cavaleiros de Bronze. Matt retorna de seu embate contra Fernanda e logo tem que encarar Letícia de Minerva, que está disposta a vingar a derrota da companheira de batalhas. Enquanto isso, Júlia de Gato e Rina de Andrômeda dão início a mais uma rivalidade de peso no cenário da rebelião, atracando-se em mais um duelo feroz.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/34

Um pouco à frente, os outros Cavaleiros de Bronze encontraram outro jarro. Porém, Júlia de Gato apareceu para defendê-lo.

— Fim da linha, Cavaleiros de Bronze! – disse ela, mas Rina disse:

— CORRENTE DE ANDRÔMEDA! - a amazona de Bronze atirou suas correntes contra a Líder de Aço, envolvendo-a.

Júlia ficou presa, e os outros Cavaleiros de Bronze passaram; a amazona de Aço se soltou e encarou Rina.

— Vai se arrepender! – disse Júlia. – UNHAS DE GATO!

Júlia usou suas garras extensíveis para arranhar a oponente. Rina usou a Corrente Circular e se protegeu; Júlia saltou para o lado e Rina disse:

— ONDA RELÂMPAGO!

A Corrente atingiu e segurou Júlia; porém, ela disse:

— Você pediu! Aqui vão dez mil volts para você! UNHAS DE GATO!

Júlia ergueu novamente suas garras, não para atacar, mas lançar suas ondas de choque com seus disparadores. Rina levou a descarga, mas não caiu; a Corrente de Andrômeda absorveu a carga e, como Júlia ainda estava presa à corrente, Rina ordenou:

— Receba sua descarga de volta!

Júlia recebeu a descarga de volta e caiu no chão; porém, logo estava de pé outra vez, ofegante e com raiva.

— Se atacar de novo, vai se arrepender! – avisou Rina, mas Júlia atacou:

— UNHAS DE GATO!

— ARMADILHA DE ANDRÔMEDA!

Júlia ficou presa na corrente e levou outro choque; porém, ela se soltou e desapareceu com sua cortina de fumaça. Rina abriu o jarro e tirou um dos escudos.

Rina encontrou os outros Cavaleiros de Bronze mais à frente e entregou à Isabella o escudo. Logo depois, Matt chegou com a segunda espada.

— Temos cinco armas – disse Thiago. – Faltam sete, e a máscara.

Os Cavaleiros de Bronze seguiram em frente. Logo, avistaram outro jarro, mas Letícia de Minerva estava aguardando por eles.

— Eu cuido dela – disse Matt. – Estou precisando de uma briga.

— Vou me vingar do que você fez à Fernanda, Fênix – disse Letícia, ameaçadora.

— Ah, então você viu meu desempenho esplêndido lá atrás? – perguntou Matt.

— Vi, ora! Que baboseira de "desempenho esplêndido" é essa?? Você quase a matou! – disse Letícia.

— E por piedade, eu a salvei – disse ele. – Ela devia me agradecer.

— Já chega! – disse Letícia. – RAIOS DE MINERVA!

Ela lançou ondas de choque com seus disparadores. O golpe paralisou Matt por um instante, mas ele logo se soltou dos raios de Minerva e disse:

— Já vi esse seu golpe lá na América do Norte! Engraçado, Minerva é o nome de Atena na mitologia romana... Devia ser um golpe mais potente!! Não pode me derrotar só com isso! Basta um bater de asas para acabar com você! AVE FÊNIX!

Ele ergueu o punho e disparou suas chamas contra a Amazona de Aço. Letícia foi derrubada, mas se levantou em seguida; Matt atacou de novo:

— PUNHO DA FÊNIX!

Letícia foi jogada longe de novo com o impacto do punho de chamas do garoto; em seguida desapareceu, fugindo, como os outros Cavaleiros de Aço haviam feito, com a ajuda de sua cortina de fumaça.

Matt abriu o jarro e tirou o segundo escudo.

— Seis armas – disse Gustavo. – Faltam outras seis.

— E a máscara – disse Betinho. – Vamos em frente!

Os Cavaleiros de Bronze estavam indo embora. Rina, porém, ficou pra trás. Observava algo do céu. Quando os outros Cavaleiros olharam, era o raio de luz prateado que Matt avistara antes e que parecia uma estrela cadente em plena luz do sol.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Próximo capítulo: A máscara da armadura de Libra

Sorry pelo desabafo nas notas iniciais kkkk
Naquela época eu tava realmente desesperado por mais acompanhamentos.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.