New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 31
Pégaso, Dragão, e Cisne: os Cosmos Flamejantes


Notas iniciais do capítulo

Segue a busca dos Cavaleiros de Bronze pelas peças da armadura de Libra e pelos rivais Cavaleiros de Aço. Ao ver que seus subordinados sucumbiram perante a força dos guerreiros de Bronze, os próprios Líderes de Aço se colocam na linha de frente, encabeçados por Kevynne, Leonardo e Ilana. Outros novos cavaleiros rebeldes também dão as caras, para tentar conter o avanço dos Cavaleiros de Bronze. Nessa nova leva de lutas, é perceptível o crescimento do poder e da determinação em Gustavo, Betinho, e Thiago ao enfrentarem seus adversários.

Betinho em particular sentia que precisava evoluir para chegar a um nível mais próximo de seus companheiros. Thiago e Gustavo, que por pouco não se enfrentaram na Guerra Galáctica, também se esforçam para não ficar atrás de Rina e de Matt em termos de poder, após a dupla Fênix-Andrômeda ter impressionado tanto com sua performance na Guerra Galáctica, e nas batalhas contra os Black Saints e no começo das batalhas contra os Cavaleiros de Aço.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/31

— Muito bem, Cavaleiros de Bronze – disse Kevynne. – Daqui não irão passar.

— É o que veremos – disse Matt, posicionando-se para lutar, mas Thiago disse:

— Eu cuido dele – disse o Cisne, e encarou Kevynne.

— TROVOADA DE RAIOS! – disse Kevynne.

— PÓ DE DIAMANTE! – disse Thiago; o gelo do Pó de Diamante congelou os raios de Kevynne, que teve parte de sua armadura congelada. Então o Cavaleiro de Aço desapareceu, em mais uma nuvem de fumaça.

Thiago abriu o jarro e tirou o corpo da armadura. E eles seguiram em frente.

Alguns minutos andando e avistaram outro jarro; mas Leonardo do Vento surgiu de repente e desafiou os Cavaleiros de Bronze.

— FURACÃO CÓSMICO! - e ele atirou novamente sua massa de ar tempestuoso por meio de seu mecanismo da armadura.

— CÓLERA DO DRAGÃO! – revidou Gustavo; o Cólera do Dragão absorveu o Furacão Cósmico e derrubou Leonardo com suas torrentes de água, e o garoto desapareceu numa cortina de fumaça após ser arremessado, a exemplo de seus colegas. Gustavo abriu o jarro e tirou a cintura de Libra. Isabella tinha agora seis partes da armadura na urna dourada.

Mais adiante, um novo jarro, e a guardiã era uma Amazona de armadura cinza-esverdeada. Tinha um aspecto maduro, como se fosse mais velha do que os demais cavaleiros de Aço; possuía muitas sardas no rosto, e sua pele era morena. Seu cabelo era negro e longo, e tinha olhos cinzentos. Era alta, magra e levemente sinuosa.

— Sou Jéssica, da Armadura de Aço terrestre de Pó! – disse ela, e atacou: - POEIRA CÓSMICA!

Ela evocou uma enorme massa de poeira estelar com seus disparados, lançado-a contra os Cavaleiros de Bronze para envolvê-los na nuvem de poeira. Seu golpe era similar à Tempestade de Areia de Susana, e Betinho penetrou na densa poeira, atacando:

— COMETA DE PÉGASO!

Betinho penetrou na poeira do golpe de Jéssica, girando em forma de tornado com o punho estendido e envolvido em luz, dissipando a neblina e acertando Jéssica com o Cometa de Pégaso. Ela também fugiu, e Betinho abriu o jarro. Dentro dele, estava o peitoral de Libra.

Seguiram em frente e acharam outro jarro, guardado por Ilana de Raio. Tão logo os avistou, atacou:

— TEMPESTADE DE RAIOS ILLS! - gritou ela, usando os disparadores para lançar suas ondas de choque purpurinadas.

— CÍRCULO DE GELO! – disse Thiago; a amazona ficou paralisada pelo ar congelado, e o Cisne atacou de novo: - PÓ DE DIAMANTE!

Ilana foi jogada longe, atirada pelo impacto da tempestade gelada, e desapareceu na habitual cortina de fumaça para fugir. Thiago abriu o jarro e tirou dele o ombro direito de Libra. Isabella tinha agora oito partes na urna dourada.

— Só faltam agora as armas de Libra e a máscara – disse Rina. – Vamos em frente! Já estamos com a Armadura de Libra quase completa!

Os seis seguiram em frente. Encontraram outro jarro; sua guardiã era Karol de Tempestade, que Gustavo enfrentou.

— GRANDE TEMPESTADE GELADA! – disse ela, atirando sua rajada de neve, mas Gustavo revidou, a exemplo de como fizera contra Leonardo:

— CÓLERA DO DRAGÃO!

O golpe do Dragão absorveu a potência da Grande Tempestade Gelada e derrubou Karol com jatos de água; a amazona também fugiu. Gustavo abriu o jarro e tirou o ombro esquerdo.

— Mais um – disse Matt. – Faltam as armas e a máscara.

E os Cavaleiros de Bronze seguiram em frente. Nenhum deles, porém, notou o raio de luz prateado que cruzou o céu acima deles naquele momento, apesar de ainda ser de manhã.

Confiantes, eles encontraram outro jarro.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Obrigado pela leitura.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.