New Legends escrita por Matt Wagner 27


Capítulo 26
Encontrem os Cavaleiros de Aço!


Notas iniciais do capítulo

De volta à história! o que estão achando dessa parte da fanfic? contem-nos...


Os Cavaleiros de Aço percorrem diversas localidades do mundo (a saber: Estados Unidos, China, Egito, e Angola), fugindo dos Cavaleiros de Bronze e obrigando-os a perseguir os captores da armadura de Ouro ao redor do globo. A rebelião de Aço ganha contornos enormes.



Quando voltaram à Mansão Kido, Tatsumi estava perplexo, com Isabella tentando acalmá-lo.

— Os Cavaleiros de Aço FUGIRAM? – gritou ele quando os Cavaleiros de Bronze deram a notícia. – PRA ONDE ELES FORAM???

— Não sabemos Tatsumi... – disse Thiago.

— Não vimos nenhum sinal da Armadura de Libra – disse Rina.

— E encontramos cinco das Amazonas de Aço que haviam aparecido no outro dia – disse Gustavo. – E havia outros cinco cavaleiros com elas.

— E deve haver mais – lembrou Matt. – Eles disseram naquele dia que havia mais de vinte Cavaleiros de Aço trabalhando para eles.

— Quanto mais, pior... – lamentou Tatsumi. – Eles representam uma ameaça ao Santuário e devem ser detidos! Vou mandar os agentes da Fundação investigarem pelo país à procura deles!

Porém, após uma semana de busca, não havia nenhum sinal de que os Cavaleiros de Aço estavam no Japão. Então, a agência de notícias da fundação noticiou alguns roubos de shoppings e mercados nos Estados Unidos, e os ladrões eram certos garotos vestindo armaduras...

— São eles! – disse Tatsumi. – Cavaleiros de Bronze, vão até a América imediatamente e tragam a Armadura de Libra!

Um helicóptero da fundação levá-los-ia até os EUA. Após se despedirem de Tatsumi e Isabella, seguiram para o continente americano.

Nos arredores da cidade americana de Palm Beach, na Flórida, os Cavaleiros de Bronze se depararam com Ilana de Raio, Luiz do Som e uma amazona de Aço alta e de armadura verde-amarela.

— Sou Letícia, da Armadura de Aço terrestre de Minerva! – disse a garota. Letícia era alta, branca, de cabelos loiros longos e hidratados e belos olhos verdes; tinha um leve sotaque, talvez italiano. Após se apresentar, atacou os cavaleiros de bronze: - Raios de Minerva!

O golpe composto por raios luminosos, que Letícia projetou de seus disparadores, paralisou Matt, Gustavo, Betinho e Thiago, devido à energia estática do golpe, mas Rina se esquivou e lançou a Corrente de Andrômeda na adversária, derrubando-a e soltando os outros Cavaleiros de Bronze. Então surgiu outra Amazona, de armadura amarela, para ajudar Letícia, Luiz e Ilana. Era outra moça alta, branca, loira, magra, de olhos castanhos e cabelos longos; tinha o físico de uma modelo e também tinha sotaque italiano.

— Sou Chiara, da Armadura de Aço aérea do Furacão! – disse ela, lançando seu golpe em seguida: - Grande Furacão Tropical!

Chiara projetou uma enorme tempestade de ar tropical com seus disparadores. Os Cavaleiros de Bronze foram sugados pelo Furacão, mas Gustavo de Dragão desfez a técnica com seu golpe:

Cólera do Dragão!!

O golpe do Dragão absorveu o Furacão; e em seguida atacou Chiara, derrubando-a. Luiz ergueu a guitarra de sua armadura e disparou seus próprios raios contra os Cavaleiros de Bronze, mas eles se dispersaram e avançaram contra os Cavaleiros de Aço restantes.

Ilana gritou:

Tempestade de Raios Ills!!

Ela lançou outra chuva de raios, semelhantes aos de Letícia, porém mais potentes; Matt de Fênix era quem estava mais perto dela, mas o garoto conseguiu desviar do golpe e ficou cara a cara com Ilana.

Ave Fênix!!

Matt evocou suas chamas e ergueu-as contra Ilana, acertando a garota em cheio e atirando-a para o alto. A amazona de Aço caiu com um baque no chão. Luiz percebeu a queda de sua colega e preparou-se para atacar, mas Thiago de Cisne surgiu na frente dele. O irmão de Betinho chutou a guitarra de Luiz para longe e assumiu um combate corpo a corpo com o Cavaleiro de Aço roqueiro.

Luiz era bastante forte, mas não era ágil. Thiago logo o acertou em diversos pontos do corpo, deixando-o atordoado; então o Cavaleiro de Cisne viu ali o momento perfeito para dar o golpe de misericórdia:

Pó de Diamante!!

A tempestade de gelo envolveu Luiz e o atirou contra a parede de um prédio. A armadura de Aço de Som que ele usava ficou congelada em diversos pontos. Letícia e Chiara haviam se levantado e erguido Ilana, que havia caído nos destroços de uma lata de lixo. A amazona de Raio, ao ver que Luiz também havia sido vencido, exclamou para suas subordinadas:

— Bater em retirada!! Vão para perto de Luiz!

As três correram para onde o Cavaleiro de Som havia caído e sacaram as bombinhas para conjurar a fumaça que os fazia desaparecer. Os Cavaleiros de Bronze correram em direção a eles para evitar que fugissem.

Porém, num piscar de olhos, Luiz, Ilana, Letícia e Chiara sumiram na costumeira cortina de fumaça.

Os Cavaleiros de Bronze voltaram ao Japão. Lá, após comunicarem a Tatsumi que os Cavaleiros de Aço haviam escapado novamente, receberam a notícia de que alguns deles haviam sido vistos na China. Os Cavaleiros de Bronze seguiram para lá. Em Pequim, encontraram Luiz, Jota, Ubarana e Inácia (esta estava usando uma máscara para não ser reconhecida pelos Cavaleiros de Bronze, em particular por Matt, mas a máscara só cobria a parte inferior do rosto, deixando os olhos e o nariz à mostra) com seis Cavaleiros de Aço.

Matt tinha uma vaga lembrança de que havia uma Inácia em sua família, mas presumia que ela ainda estava no Brasil, e nem imaginava que ela pudesse ter se tornado amazona também. E havia tantas Inácia no mundo, que ele não imaginaria que aquela fosse a mesma Inácia que era sua parente.

— Sou Manuela, da Armadura de Aço aérea de Relâmpago! – disse uma garota de armadura branca. Era de estatura mediana, pele muito branca, olhos esverdeados, magrinha e de cabelos negros e longos.

— Sou Bruno, da Armadura de Aço terrestre de Porco! – disse um garoto de armadura vermelha. Ele era bastante gordo, de cabelos castanhos revoltos, olhos castanhos miúdos e pele bronzeada.

— Sou Amanda, da Armadura de Aço terrestre de Electra! – disse uma garota de armadura cinza. Amanda era uma das amazonas mais sexy que os garotos de Bronze já tinham visto: tronco sinuoso, seios redondos, pele alva, cabelo loiro repicado, olhos verde-claros e rosto redondo.

— Sou Danilo, da Armadura de Aço terrestre de Magnetum! – disse um garoto de armadura azul. Danilo tinha estatura mediana, cabelo liso e castanho, olhos verdes, rosto sardento e pele branca.

— Sou Egberto, da Armadura de Aço terrestre de Titã! – disse um garoto de armadura roxa. O rapaz era alto, branco, magro, de cabelo repicado negro e olhos negros profundos.

— Sou Félix, da Armadura de Aço aérea de Mosquito! – disse um garoto de armadura amarela. Félix era alto, de cabelo ondulado castanho, olhos castanhos claros, pele branca, e um físico bem musculoso; usava óculos de aro de tartaruga.

— ATAQUEM CAVALEIROS DE AÇO! – ordenou Luiz do Som.

— RELÂMPAGO ÍNDIGO! – disse Manuela.

— GRANDE PATA DO PORCO! – disse Bruno.

— CHOQUE DE TROVÃO! – disse Amanda.

— GRANDE IMÃ! – disse Danilo.

— ATAQUE EXPLOSIVO DE TITÃ!– disse Egberto.

— EXPLOSÃO GÁSTRICA NERVOSA! – disse Félix.

Ao que os Cavaleiros de Bronze revidaram:

— METEORO DE PÉGASO!

— TROVÃO AURORA, ATAQUE!

— CORRENTE DE ANDRÔMEDA!

— CÓLERA DO DRAGÃO!

— AVE FÊNIX!

O choque dos seis golpes dos Cavaleiros de Aço contra os cinco dos Cavaleiros de Bronze explodiu no ar; apesar da desvantagem numérica, os golpes dos Cavaleiros de Bronze se mostraram mais eficientes e superaram os golpes dos Cavaleiros de Aço, que foram jogados no chão. Logo em seguida, porém, eles se levantaram e partiram para o combate corpo a corpo contra os Cavaleiros de Bronze...

Inácia se lançou à frente, tomando a ofensiva enquanto seus companheiros se erguiam. Betinho e Thiago eram os únicos que a haviam visto antes, mas não entendiam o porquê de ela estar usando máscara naquele momento. Eles reconheceram a armadura, mas em seu íntimo estavam começando a se perguntar se não seria outra amazona vestindo-a.

Ela percebeu a confusão dos dois cavaleiros e avançou contra eles, que pareciam mais desatentos do que o resto. Mas Gustavo pulou na frente dela e assumiu a iniciativa.

— Eu serei seu oponente! - declarou ele.

Ela grunhiu de frustração, por que queria atacar os cavaleiros de Cisne e Pégaso primeiro por causa da luta que tinham tido no Japão, mas não hesitou em atacar.

Ondas de Jubarte!!— gritou Inácia, disparando jatos de água dos braços de sua armadura mecânica.

Cólera do Dragão!!

Gustavo evocou a água dos bueiros em volta deles, que se juntou à água lançada por Inácia, mas respondeu somente aos comandos do Cavaleiro de Dragão, lançando-se contra a amazona de Aço e atirando-a para longe.

— Levantem-se! - bradou Jota para seus subordinados ao ver Inácia sendo derrotada. Um a um eles foram se erguendo e partindo para cima dos Cavaleiros de Bronze.

Manuela de Relâmpago escolheu Rina como alvo.

Relâmpago Índigo!! — berrou ela ao lançar faíscas de raios tingidos de amarelo-índigo de seus disparados.

No entanto Rina estava preparada, e ergueu sua barreira de correntes.

Defesa Circular!!

As correntes absorveram o ataque de Manuela, e Rina preparou o contra-ataque.

Onda Relâmpago!!

A corrente ofensiva se encheu de faíscas absorvidas pelos raios disparados por Manuela, e atacou a Amazona de Aço, perfurando o tronco de sua armadura nas laterais e lançando-a para os ares.

Betinho correu em direção aos outros Cavaleiros de Aço, quando viu Manuela cair longe com o impacto do golpe das correntes, mas teve seu caminho bloqueado por Bruno de Porco, o mais gordo dos cavaleiros de Aço presentes e que, além do físico parrudo, era um tanto alto. Uma barreira humana.

— Daqui você não passa, Pégaso! - exclamou ele, erguendo as mãos para agarrar o Cavaleiro de Bronze, mas Betinho, atento, segurou as dele em resposta, e os dois tentaram forçar um ao outro para trás.

Betinho, porém, se recordou de sua luta contra Cícero dias antes, e esmagou os braços da armadura, inutilizando os disparadores de Bruno. O grandão recuou, assustado com a força das mãos do Pégaso, mas logo reassumiu uma postura de combate. Ele correu em direção ao irmão de Thiago com os punhos estendidos, como se fosse socá-lo, mas Betinho foi mais rápido.

Meteoros de Pégaso!!!

Betinho disparou seus socos na velocidade da luz e impulsionou Bruno para trás, fazendo-o bater na parede de um prédio ao fim da rua onde se encontravam.

Em seguida, Amanda de Electra avançou contra os Cavaleiros de Bronze. Gustavo foi de encontro a ela. Os dois se chocaram ao bater contra os punhos um do outro, e o impacto do choque fez ambos recuarem. Amanda não desanimou e avançou mais uma vez.

Choque do Trovão!!

O golpe tinha o mesmo nome do ataque do Pikachu de Pokémon. Contudo, era um ataque mais lento. A garota disparou raios do mecanismo de sua armadura, a exemplo de Manuela, mas eram raios maiores e sem cor.

Gustavo ergueu o escudo e repeliu o golpe.

— Perdeu, gostosinha! - gritou ele em tom de provocação; Amanda era realmente bastante sinuosa, com um perfil de fazer inveja a muitas rainhas de escola de samba dos carnavais do Rio de Janeiro. - Minha vez... Dragão Voador!!

Aproveitando a água que havia permanecido no chão depois do ataque contra Inácia, Gustavo se lançou num jato de água contra a garota com a perna estendida, e desferiu um chute potente contra ela, fortalecido pela torrente aquática que ele controlava; Amanda foi lançada para longe, caindo perto de onde estavam Bruno e Manuela.

Félix de Mosquito partiu para o combate também. Saltou para o alto para surpreender os Cavaleiros de Bronze, mas Matt de Fênix anteviu seu movimento.

Ave Fênix!!

Matt lançou sua massa de chamas contra Félix em pleno ar, e o garoto da patente adversária foi atingido em cheio, recebendo queimaduras de primeiro grau e sendo arremessado numa lata de lixo. Os três Líderes de Aço presentes se alarmaram vendo as sucessivas quedas de seus asseclas e resolveram partir para o combate também.

Ubarana de Água tentou atacar os cinco de Bronze ao mesmo tempo.

Tempestade de Água!! — bradou ela, usando seus disparadores para jogar uma torrente de água contra os Cavaleiros de Bronze.

Gustavo e Thiago se defenderam com seus escudos, Matt e Betinho pularam para desviar do golpe, e Rina, usando a Defesa Circular, repeliu as águas da amazona.

Corrente de Andrômeda!! — gritou Rina, lançando as hastes pontudas de sua corrente em peso contra Ubarana, arremessando-a contra a parede de um hotel.

Danilo e Egberto avançaram ao mesmo tempo contra os Cavaleiros de Bronze, tentando surpreendê-los, mas Matt se lançou contra ambos; deu um soco na cabeça de Danilo, lançando-o contra o solo, e desferiu um potente chute no ventre de Egberto, fazendo-o recuar vários passos.

Jota de Radar também entrou na briga, para tentar ajudar seus companheiros, mas teve seu caminho bloqueado por Thiago de Cisne.

— Sai da frente! - exclamou Jota.

— Derrube-me, se quer mesmo passar - desafiou Thiago.

— Argh! - fez Jota. - Tome isso! Ondas de Raios Gama!!

Jota disparou longas ondas de choque de seus punhos mecânicos.

Círculo de Gelo!!

Com sua barreira de ar congelado, Thiago bloqueou o ataque de Jota.

Pó de Diamante!!

Thiago aproveitou o ar gelado convocado pelo Círculo de Gelo e lançou-o no novo ataque contra Jota. Os cristais de gelo avançaram contra o Líder de Aço e cobriram grande parte de sua armadura, impulsionando-o também para longe; Jota bateu com força contra um muro.

Enquanto isso, Egberto havia se levantado e estava mirando novamente em Matt.

Ataque Explosivo de Titã!!

De seus disparadores, irromperam chamas que avançaram contra o Cavaleiro de Fênix, mas este as segurou tranquilamente.

— Patético... Vôo da Fênix!! - exclamou Matt, evocando suas próprias chamas e atirando-as contra Egberto, que foi arremessado e caiu em meio a alguns arbustos. Danilo viu a queda do companheiro e tentou atacar Matt por trás.

Grande Imã!!

Ele ergueu o braço e começou a atrair a armadura de Matt com seus punhos equipados com electromagnetismo, fazendo o cavaleiro de Fênix ser arrastado aos poucos em direção a ele, mas Matt saltou para o alto e aterrissou atrás de Danilo, se desvencilhando do magnetismo do Cavaleiro de Magnetum.

Danilo se virou, horrorizado, ao perceber com que velocidade Matt havia conseguido se livrar de sua técnica.

— Nada mau - disse Matt. - Pena que não havia força alguma nesses seus brinquedos para conseguir me puxar. Ave Fênix!!

Matt ergueu o punho contra Danilo e lançou-o no ar, impulsionado pelas chamas de seu cosmo. O oponente caiu próximo de onde estavam Félix e Jota.

Luiz de Som ficou lívido de raiva ao ver seus companheiros derrotados, e começou a disparar raios de energia de sua guitarra contra os Cavaleiros de Bronze; mas Betinho correu de encontro a ele, desviando dos raios ao se mover na velocidade da luz.

Cometa de Pégaso!!

Com o punho erguido e envolto numa esfera de luz, Betinho girou e voou em direção a Luiz, atingindo-o com força no ventre e lançando-o longe.

Jota se levantou ao ver Luiz ser golpeado e correu para junto de Ubarana. A amazona de Água gritou para os companheiros:

— Cavaleiros de Aço!! Retirada estratégica! Reúnam-se!

Mesmo cansados e feridos, os Cavaleiros de Aço conseguiram se concentrar num mesmo ponto, indo até Luiz que havia caído por último, e sacaram suas bombinhas que conjuravam a fumaça que os fazia sumir. Os Cavaleiros de Bronze avançaram contra eles, tentando evitar que fugissem mais uma vez.

Porém, no instante seguinte, os dez Cavaleiros de Aço presentes sumiram com outra cortina de fumaça.

Novamente os Cavaleiros de Bronze voltaram ao Japão de mão vazias. Tatsumi, então, rastreou novamente os Cavaleiros de Aço. Desta vez, eles estavam no continente africano. Aterrissando lá, os Cavaleiros de Bronze viram os dez Líderes de Aço escapar deles no deserto do Egito. Eles escalaram uma pirâmide para tentar enxergar o horizonte e encontrar os inimigos, mas por acaso os Líderes estavam escondidos ali no topo do monumento. Ao verem os Cavaleiros de Bronze chegando, os Líderes começaram a descer a estrutura para fugir.

Fernanda de Fogo ficou para trás para atrasar os Cavaleiros de Bronze. Ela ainda não havia contado a seus colegas que já havia despertado o cosmo.

Punho de Fogo!— bradou ela, evocando suas chamas contra os Cavaleiros de Bronze, derretendo parte da estrutura da pirâmide no processo.

Cólera do Dragão!! - exclamou Gustavo, evocando um jato de água tênue para tentar afastar o fogo, mas, como estavam no meio do deserto, não havia muita água para que ele pudesse manipular o golpe de maneira apropriada.

Trovão Aurora Ataque!!— disse Thiago, evocando seu próprio ar congelado e compensando a falha de Gustavo; mesmo estando numa região quente, Thiago era capaz de produzir seu gelo com muita eficácia. Ele conseguiu reduzir as chamas de Fernanda e ainda lançou a amazona para trás, fazendo-a cair da pirâmide, mas ela conseguiu aterrissar sem problemas no solo.

Os colegas dela se voltaram então contra os Cavaleiros de Bronze para atrasá-los por conta própria. Luiz de Som disparou seus raios de energia com sua guitarra, mas Rina de Andrômeda ergueu sua corrente defensiva.

Defesa Circular!! Onda Relâmpago!!

Logo após se defender, ela lançou as correntes contra Luiz e o atirou para baixo, fazendo-o cair também. Então Lírcia de Pedra se adiantou.

Avalanche Cósmica!!

Lírcia usou seus disparadores para jogar microchips nas rochas que compunham a pirâmide; assim que os microchips se instalavam nas rochas, estas se soltavam da estrutura e voavam em direção ao alvo indicado pelo usuário por meio de seu computador de bordo da armadura. As pedras voaram em direção aos Cavaleiros de Bronze, mas Betinho de Pégaso tomou a frente delas.

Meteoro de Pégaso!!

Betinho destruiu todas as pedras com seu golpe de luz e ainda acertou Lírcia, fazendo-a cair também. Leonardo de Vento assumiu a ofensiva.

Furacão Cósmico!— e ele projetou uma intensa massa de ar com seus disparadores contra os Cavaleiros de Bronze, mas Thiago tomou a dianteira.

Pó de Diamante!!— O cavaleiro de Cisne congelou a massa de ar lançado por Leonardo e lançou-a contra o Cavaleiro de Aço, fazendo-o cair assim como seus companheiros antes dele.

Fidelis de Rocha tomou a ofensiva e usou a mesma tática de Lírcia, espalhando seus microchips pelas pedras da pirâmide.

Formação Rochosa!!

Dessa vez, porém, as pedras que Fidelis ergueu eram maiores e mais numerosas do que as que Lírcia tinha erguido; as rochas caíram em direção aos Cavaleiros de Bronze, mas Matt de Fênix ergueu a mão e lançou suas chamas contra as rochas.

Ave Fênix!!— com aquele rápido movimento, Matt fez as rochas derreterem e ainda atirou Fidelis pirâmide abaixo.

Mas os outros Líderes de Aço desceram correndo a pirâmide e acudiram seus colegas, que haviam aguentado a queda, e desapareceram em sua costumeira cortina de fumaça logo em seguida.

Em seguida detectaram a presença deles mais ao sul do continente, e os encontraram no antigo local de treinamento de Matt: o deserto meridional de Angola, próximo à fronteira com a Namíbia. Mas lá, Lírcia e Fidelis os atacaram com a mesma tática usada na pirâmide.

Avalanche Cósmica! – disse Lírcia, e gigantescas pedras caíram lentamente entre eles e impossibilitaram a passagem dos Cavaleiros de Bronze. O golpe Cólera do Dragão de Gustavo removeu as pedras, e as pegadas de Fidelis e Lírcia seguiam em direção ao litoral. Porém, ao chegarem ao litoral, os Cavaleiros de Bronze viram que Fidelis e Lírcia já haviam desaparecido.

Matt e seus amigos voltaram novamente ao Japão. De cabeça baixa, informaram a Tatsumi que os Cavaleiros de Aço haviam escapado outra vez. Tatsumi abaixou a cabeça, quando foi chamado à sala da agência de notícias da Fundação Graad.

— Esperem aqui, Cavaleiros – disse Tatsumi, e saiu em direção à sala. Isabella veio consolar Matt e os Cavaleiros, e encorajá-los.

— Força, pessoal! – dizia ela.

Cinco minutos depois, Tatsumi voltou com um mapa-múndi na mão. Riscou com a caneta um lugar no mapa, e se virou para os Cavaleiros de Bronze, muito ansiosos.

— Os Cavaleiros de Aço estão no Brasil – informou Tatsumi.



Notas finais do capítulo

Próximo passo: os cavaleiros desembarcam no Brasil!!



Obrigado por ler!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.