New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 25
As amazonas do mar!


Notas iniciais do capítulo

Mais um capítulo da batalha entre cavaleiros de Bronze e cavaleiro de Aço!


Os cavaleiros de Bronze Betinho e Thiago agora encaram as amazonas de Aço dominadoras do elemento água.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/25

Não longe dali, na beira das falésias onde o mar batia forte nas rochas, Thiago e Betinho também buscavam algum sinal dos Cavaleiros de Aço e da Armadura de Libra. Os dois se separaram momentaneamente, para procurar por lados opostos, combinando de se encontrar novamente naquele mesmo ponto depois de alguns minutos. Estavam a poucos quilômetros da praia onde Matt e Fernanda estavam se enfrentando.

Passado o tempo combinado, os dois irmãos voltaram ao ponto inicial, ambos indicando que não haviam encontrada nada de suspeito.

Então de repente, duas rochas foram arremessadas contra eles; ambos se esquivaram a tempo e se depararam com Júlia de Gato e Ubarana de Água, duas das Amazonas de Aço que haviam aparecido em Tóquio no dia anterior.

Júlia era baixinha e muito bonita, de pele clara, com seios volumosos e um tronco sinuoso, e um rosto de traços belos, levemente semelhantes aos de um felino, como sua armadura. Com certeza, sua beleza era capaz de distrair muitos cavaleiros homens em batalha. Tinha olhos castanhos, quase da cor de âmbar, bastante encantadores e possivelmente hipnóticos, e seu cabelo castanho era extremamente bem cuidado e descia sobre suas costas. Junto com Fernanda, era a mais bela das Amazonas de Aço, e também a mais forte dentre as Líderes garotas do grupo. Os meninos Líderes sempre disputavam para ver quem seria o próximo a ter coragem para chamar Júlia para sair, pois ela e Fernanda eram as garotas mais disputadas da equipe.

Ubarana também era muito atraente, um tanto magra, semelhante a uma top model. Tinha olhos verde-água, cabelos castanhos-claros e longos que desciam como cascata por seus ombros, e uma pele muito branca.

— Prontos para a luta, rapazes? – disse Ubarana.

— Podem vir! – disse Betinho.

— Oh, não vamos sujar as mãos com vocês – disse Júlia. – Apareçam, meninas!

Duas garotas trajando Armaduras de Aço surgiram, saltando de dentro do mar, e foram até onde Betinho, Thiago, Júlia e Ubarana estavam.

— Sou Tatiane, da Armadura de Aço marinha de Orca! – disse a garota de armadura preto-e-branco. Tatiane era gorda e alta; talvez fosse capaz de esmagar um dos garotos de Bronze caso caísse sobre um deles. Tinha cabelos negros e oleosos e olhos negros profundos, e sua pele era negra.

— Sou Inácia, da Armadura de Aço marinha de Jubarte! – disse a garota de armadura verde-água. Inácia também era alta, um pouco maior do que Tatiane; tinha uma bela pele bronzeada, seios volumosos como os de Júlia, mas seu tronco era muito mais sensual do que o de sua chefa, e sua bunda, levemente redonda, também era atraente. Tinha olhos amendoados, parcialmente escondidos por seus óculos de grau, e cabelos castanhos longos e sedosos.

— Amazonas de Aço da água, ataquem o Pégaso e o Cisne! – ordenou Júlia.

Tatiane e Inácia juntaram as mãos e usaram seus golpes ao mesmo tempo:

— PODER EXPLOSIVO DA ORCA!

— ONDAS DE JUBARTE!

Ambas evocaram a água do mar em torno delas e direcionaram-na para os garotos. Thiago e Betinho foram envolvidos pela combinação dos golpes; foram engolidos por um furacão de água e desapareceram dentro d’água.

— Hahaha, foi muito fácil – disse Tatiane.

— Muito bem, meninas – disse Ubarana.

— Os líderes dos Cavaleiros de Aço vão ficar satisfeitos com vocês por eliminarem de uma vez dois Cavaleiros de Bronze – disse Júlia.

Porém, assim que Júlia disse isso, um turbilhão imenso de água saiu do oceano, e Thiago e Betinho voltaram à superfície.

— Pégaso? Cisne? Como conseguiram voltar?! – disse Júlia surpresa.

— Eu treinei na Sibéria e na Noruega – disse Thiago. – Aprendi a superar correntes marítimas muito mais fortes, mais intensas e mais geladas do que esta, produzida pelos seus golpes. Agora, é a nossa vez!

— COMETA DE PÉGASO! – disse Betinho, e seu golpe atingiu Inácia em cheio, derrubando-a.

— PÓ DE DIAMANTE! – disse Thiago, e seu golpe congelou grande parte da armadura de Tatiane, que caiu desequilibrada pelo peso do gelo.

— Líderes dos Cavaleiros de Aço, suas subordinadas já foram derrubadas – disse Thiago. – Querem ser as próximas?

— Isso não acaba aqui, Cavaleiros de Bronze! – disse Ubarana, e depois falou para Júlia: - Vamos embora!

— Inácia, Tatiane, vamos! – disse Júlia, e as quatro sumiram numa cortina de fumaça.

Betinho e Thiago ficaram contemplando o lugar onde elas tinham desaparecido, até que ouviram passos próximos. Achando que era outro inimigo, preparam-se para lutar de novo, mas eram Matt, Gustavo e Rina.

— Rapazes! – disse Matt. – Vocês estão bem?

— Sim, Matt, estamos bem. – Respondeu Thiago, sorrindo.

O cavaleiro de Fênix retribuiu o sorriso, e Thiago ficou feliz em constatar que a parceria entre os cavaleiros de Bronze estava, aos poucos, ficando mais intensa.

Os cavaleiros rumaram de volta para a sede da Fundação, visto que seus adversários haviam batido em retirada por enquanto. No caminho, foram trocando informações sobre os adversários, comentando principalmente sobre os outros cavaleiros de Aço que haviam aparecido e como os tinham enfrentado.

Ao longe, sob uma colina, fora do campo de visão dos Cavaleiros de Bronze, as amazonas Líderes de Aço se reuniam junto com seus subordinados enquanto observavam os cavaleiros de Bronze se afastando. Fernanda estava enraivecida pelo confronto que tivera com Matt de Fênix – ela se recusara a levar subordinados com ela, devido a seu orgulho e por julgar que conseguiria lidar sozinha com qualquer Cavaleiro de Bronze, e o desfecho da luta parecia perturbá-la de alguma maneira, embora ela não quisesse dar muitos detalhes a seus colegas sobre o que havia acontecido após Matt lançá-la na água com seu golpe.

Mas uma das amazonas não prestava muita atenção às reclamações da amazona de Fogo. Inácia observava atenciosamente os Cavaleiros de Bronze, após ter se oferecido às Líderes para assumir o posto de vigia enquanto os demais recebiam as instruções das amazonas principais sobre os próximos passos que o grupo teria que tomar. Enquanto observava os outros cavaleiros irem em direção à cidade mais próxima, ela colocou sua principal atenção em Matt. Sabendo que ele havia deixado Fernanda, que era talvez a mais habilidosa dentre os novos Cavaleiros de Aço, desacordada após um confronto direto, Inácia ficou ponderando sobre o quão difícil seria enfrentar aquele guerreiro... Ainda mais sabendo, pensou ela com o coração apertado, que se tratava de seu irmão, que há tempos ela julgava perdido. Tendo Matt do outro lado daquele conflito, a posição de Inácia junto aos Cavaleiros de Aço e sua lealdade em relação a eles ficava em cheque, já que ela ansiava por abandonar a rebelião e se unir ao irmão, mas ela guardou aquela preocupação para si. Talvez pudesse levar aquele pensamento a alguns de seus amigos que também estavam descontentes com os desmandos dos Líderes de Aço. Felizmente, um desses amigos estava ali, com ela naquela missão. Ela olhou de esguelha para o grupo reunido, na direção de Marcolino, que ela sabia também estar descontente com aquela situação. Ele percebeu o olhar dela, e a garota balançou de leve a cabeça, como se tentasse dizer: "Não dá mais. Precisamos fazer alguma coisa, e rápido".

Felizmente, Marcolino pareceu entender a mensagem. Ele fingiu voltar a prestar atenção nas palavras das cinco Líderes, enquanto Inácia voltou a fazer papel de vigia. Teriam que fingir concordar com os desmandos dos Líderes só por mais algum tempo.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

e ai, o que acharam!!??

abraços!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.