New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 13
Missões, Segredos e Cloth Stones


Notas iniciais do capítulo

Aqui vai mais um capitulo
Em meio à euforia pela derrota do primeiro Cavaleiro Negro, os cavaleiros de Bronze escutam Tatsumi revelar o segredo por trás da ascensão deles como novos cavaleiros. Mesmo indignados com a revelação, os cavaleiros se veem obrigados a decidir entre cumprir ou não uma primeira missão oficial, tendo ao mesmo tempo que decidir se devem seguir seu instinto de cavaleiros ou se devem dar as costas à Fundação Graad por não ter sido honesta com eles.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/13



Os cinco chegaram à presença de Tatsumi no camarote.

O diretor segurava a carta deixada pelo Cavaleiro Negro e olhava de um cavaleiro de bronze para o outro. Betinho era, evidentemente, o único sem armadura. Matt e Rina estavam suados e feridos devido à recente luta entre ambos. Thiago e Gustavo estavam praticamente ilesos.

— Tenho alguns assuntos a esclarecer com vocês – declarou Tatsumi. – Declaramos os cinco como campeões por que não tínhamos escolha. Os cinco foram os únicos que mostraram alguma solidez no cosmo, tanto que derrotaram o intruso. E agora temos esse roubo das armaduras de ouro para resolver. Os cinco terão que recuperá-las.

— Hm, claro – disse Gustavo. – É só nos dizer aonde ir.

Tatsumi e os outros cavaleiros olharam para ele.

— Não é tão simples assim, rapazinho – disse Tatsumi. – Todos vocês têm que concordar em ir nessa missão. Há algumas horas vocês eram oponentes. Estou ciente de que estou pedindo um favor muito caro a vocês.

— Bom, eu aceito, se isso conta – disse Gustavo. – Um cavaleiro tem que estar aguardando uma missão sempre, não é? Nosso treinamento foi para isso.

— Acho que todos sabem qual foi a finalidade do nosso treinamento, obrigada – disse Rina, mal-humorada. – Eu também aceito.

— Eu também – disse Matt.

— Eu também – disse Thiago.

— Certo, todos concordam em ir, mas e os outros cavaleiros, Tatsumi? – perguntou Betinho. – O que será deles?

— Eles receberão os cuidados médicos necessários. Jonathan e Cícero já receberam alta, e estão na Mansão Kido, esperando os outros três se juntarem a eles. Então, eles terão que receber um treinamento intensivo.

— O quê? – perguntou Thiago. – O Elias e os outros...

— Sim – cortou Tatsumi, apressado. – O desempenho deles na Guerra Galáctica foi muito abaixo do esperado. Eles têm que treinar mais para serem dignos de usarem suas armaduras. Enquanto isso, a Fundação Graad vai usar apenas vocês em missões oficiais. O Santuário já está sendo informado da situação... O que me lembra de outro detalhe. Quando vocês trouxerem as armaduras de ouro de volta, elas serão imediatamente despachadas para o Santuário. O Grande Mestre...

— Espera aí – interrompeu Thiago. – O campeão da Guerra Galáctica não receberia uma armadura de ouro? E nós cinco fomos declarados campeões...

— Isso foi apenas um incentivo para que vocês competissem – disse Tatsumi, como se fosse a coisa mais óbvia do mundo. – Nenhum de vocês pode ser promovido a cavaleiro de ouro, pelo menos por enquanto. Mal acabaram de se tornar cavaleiros.

— Então você enganou a gente – protestou Matt.

— Vocês não tinham nenhuma garantia oficial de que receberiam alguma armadura se vencessem, portanto, não há o que questionar – retrucou Tatsumi. – Aquelas armaduras têm donos, e eles querem vê-las de volta. Como o Santuário não pode se dar ao luxo de perder algum Cavaleiro de Ouro, vocês defenderão o Santuário contra esse novo inimigo.

— Você está começando mal – disse Betinho. – Devia ter sido sincero conosco.

— Nós nem ao menos conhecemos os Cavaleiros de Ouro! – ralhou Gustavo. – Por que nós iríamos recuperar as armaduras deles?

Tatsumi fitou o garoto com interesse.

— Ah, acho que vocês conhecem os Cavaleiros de Ouro melhor do que imaginam. E você não estava tão disposto a partir na missão agora a pouco, rapazinho?

Gustavo corou e não respondeu.

— De qualquer forma, vocês apresentaram um grande desempenho até agora. O inimigo é antigo, mas conta com uma força aliada relativamente desconhecida. Vocês estão tendo um processo de etapas como cavaleiros muito acelerado, na minha opinião, mas não temos escolha, levando em consideração todas as circunstâncias do processo pelo qual foram seleciona...

Tatsumi parou de repente e fitou o chão, como se tivesse se recordado de algo desagradável.

— O que foi, Tatsumi? – disse Rina. – O que tem o nosso processo de seleção?

— Vamos, velhote – disse Thiago. – Conte-nos tudo. Não tente esconder mais nada da gente.

O diretor da Fundação sentou-se em uma das cadeiras e limpou a testa. Isabella o contemplava, preocupada. Havia acabado de esvaziar o camarote, conduzindo Bore, os repórteres, os patrocinadores, os comentaristas e os organizadores para a sala de entrevistas do Coliseu Graad, deixando o diretor sozinho com ela e os cavaleiros.

— Provavelmente não é do conhecimento de vocês, mas, há alguns anos atrás – começou Tatsumi – quando a Srta. Saori já vivia como Atena, e eu já era o diretor da Fundação... Vivíamos em um período de paz depois de algumas guerras entre o Santuário e outros deuses. Então, apareceu Marte e provocou outra guerra... O Santuário não estava inteiramente pronto. Tínhamos muitos cavaleiros jovens e poucos Cavaleiros de Ouro moravam no Santuário. Marte acabou afugentado, seu exército ficou dizimado, mas as perdas para o lado do Santuário foram imensas. Vários Cavaleiros de Bronze com futuros promissores... Mortos. Kouga de Pégaso. Ryuho de Dragão. Haruto de Lobo. Eden de Órion. Yuna de Águia. Souma de Lionet. Subaru de Cavalo Menor... Todos nos deixaram. Atena olhou a situação e disse a mim: “Tatsumi, isso só aconteceu porque nós fomos negligentes com os cavaleiros. Não nos preocupamos o suficiente com a formação deles para deixá-los preparados para uma guerra como essa que passou. Temos que começar a recrutar novos cavaleiros para substituí-los, imediatamente.” E assim foi feito. Quando eles morreram, vocês eram muito pequenos, recém-nascidos. Passaram-se anos, vocês concluíram seu treinamento e voltaram com suas armaduras, e meu trabalho estava pronto, por enquanto.

Tatsumi fungou o nariz e enxugou o suor da testa.

— Tantas vezes fui rígido demais com aqueles garotos, e agora... Não posso cometer o mesmo erro com vocês. O que quero dizer é que vocês só são cavaleiros hoje porque os cavaleiros anteriores foram brutalmente mortos. Vocês foram uma emergência de que o Santuário necessitava.

Os cinco cavaleiros fitaram Tatsumi em silêncio, incrédulos.

— Então é isso – falou Betinho, por fim. – Nós fomos treinados apenas para “preencher cotas”.

— Outra coisa que você não nos contou, velho! – disse Matt, lívido. – O que mais será que você se esqueceu de nos contar de tão importante?

— Primeiro, não íamos receber as armaduras de ouro. Segundo, descobrimos que só usamos nossas armaduras hoje porque o Santuário foi incompetente com outros cavaleiros e precisou de nós para ocupar o lugar deles! – bradou Thiago.

— E você ainda espera que nós concordemos em partir nessa missão, após sabermos de tudo isso? – indagou Rina.

— Eu não fui honesto com vocês. Cometi outro erro grave já com a geração de vocês, que acaba de chegar. Não sou digno da confiança de nenhum de vocês. Não vou mais obrigá-los a ir nessa missão. No entanto, ainda tenho uma última coisa a dizer para vocês.

Ele fez um sinal para Isabella, e ela trouxe uma pequena caixa de couro e entregou ao diretor.

— Atena pediu para entregar isso a vocês. – Ele abriu a caixa e mostrou cinco cristais em formato de losango, um vermelho, um azul, um róseo, um verde e um prateado. Cada um deles tinha um cordão na ponta, como pingentes. – Este é o de Betinho. – Ele entregou o vermelho. – Thiago. – Ele entregou o prateado. – Matt. – Entregou o azul. – Rina. – Entregou o róseo. – Gustavo. – Entregou o verde.

— O que é isso? – perguntou Matt, segurando o cristal em frente ao rosto.

— São os Cloth Stones – informou Tatsumi. – São os novos recipientes das armaduras, se é que me entendem.

— Nem vem – fez Gustavo. – Como você espera que eu vá colocar minha armadura nesse troço pequenininho?

— É simples. Basta você chamar a armadura pelo nome, que ela sairá do seu corpo para o cristal, ou deixará o cristal para cobrir o seu corpo. Todas as armaduras de Prata e de Bronze agora possuem um Cloth Stone. As de Ouro são as únicas que permanecem armazenadas nas Caixas de Pandora. Vocês vieram até aqui com suas urnas pelo simples fato de que seus mestres ainda as guardavam consigo. Mas Atena mandou-as como um presente para vocês.

Os cavaleiros contemplaram os cristais, sem ideia do que dizer ou fazer.

— Se tiverem dúvidas, tentem chamar a armadura pelo nome, e ela virá ao seu corpo, ou se soltará dele.

— Armadura de Pégaso! – disse Betinho, erguendo o cristal no alto.

Imediatamente, a pedra começou a brilhar, e num instante Betinho usava suas roupas normais, e no outro, estava com a armadura de bronze cobrindo-lhe o corpo.

— Uau – fez ele.

Os outros quatro o imitaram. Como já estavam de armadura, quando os cristais brilharam, as armaduras deixaram seus corpos. Agora, em cada um dos cristais, apareciam as constelações em versão reduzida das armaduras que guardavam.

Betinho fez o mesmo com sua armadura e se voltou para Tatsumi.

— Não pense que vai fazer a gente mudar de ideia só com esse presente.

— De maneira alguma – disse Tatsumi, erguendo os braços em sinal de desistência. – Deixo-os livres para escolher se querem ou não participar da missão. Se não quiserem-na, não precisam me dar uma resposta.

Os cavaleiros se encaminharam para a saída, mas Betinho pigarreou e disse:

— Hm, eu queria poder conversar com todos vocês, em particular.

Ele se dirigia aos quatro cavaleiros. Seu irmão, Thiago, assentiu, e tomou a frente do grupo. Os outros três acabaram seguindo-nos.

Tatsumi ficou a sós no camarote com Isabella.

— Patrão, os cavaleiros pelo visto não irão caçar os Cavaleiros Negros – disse ela.

— Eu não teria tanta certeza – retrucou o diretor. – Algo me diz que esses jovens têm um desejo forte de se provarem, e essa é a oportunidade que eles tanto querem. Além disso, eles se encantaram com a recepção dos fãs e com os cristais. Atena não teria planejado tudo isso sem saber que eles acabariam aceitando.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

obrigado por ler!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.