Nova Vida escrita por Hayley Cullen


Capítulo 4
Karaokê do mal




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/262634/chapter/4

No dia seguinte parecia que toda aquela coragem evaporou. Não desisti! Mas como posso fazer ele me notar e quebrar essa barreira invisível que há entre nós? Ontem ele parecia tão zangado comigo. O que é ridículo! Não sou o tipo de rasteja por alguém. Eu irei conquista-lo sim só que de maneira inteligente e não me jogando em cima dele.  

Isso definitivamente não combina comigo. Sinceramente não sei o que fazer ou como agir. Estou com a sensação de que será mais difícil do eu pensava. Resumindo isso não vai prestar. A quem eu quero enganar isso tem tudo pra dar errado nem sei por onde começar.

Também não sou lá muito sedutora. Envolver outra pessoa nessa historia esta fora de cogitação. Seria vergonhoso demais. Pelo menos se eu falhasse ninguém saberia. Imagine só o que minhas duas amigas loucas dando uma de cupido me cobrindo de conselhos desastrosos. Vou me virar sozinha mesmo, é a decisão mais sabia. Acredite! Afinal você tem aquilo que cativas.

-Terra chamando Bella - disse Seth parado na minha frente estalando os dedos me tirando do meu momento de reflexão. Será que ele tava aí parado a muito tempo?

- Nossa! Seth nem percebi que você tava aí.

- Também você tava viajando, e esta com uma carinha de desanimo. Então vim alegrar seu dia.

Me lembrei de algo perfeito pra fazer que levanta até defunto.

-Só tem uma coisa no momento capaz me relaxar e vou precisar de você caro amigo.

-E isso o que os melhores amigos fazem animam o outro. Então o que você propor eu topo.

-Seth vamos cantar? - lhe disse minha ideia brilhante, ele pareceu estar confuso com a proposta.

-Como?

- Eu tenho um Karaokê incrível, com todo tipo de musicas, de estilos variados e é mais divertido quando é mais de um cantando.

- Parece que será uma experiência e tanto, mas devo acrescentar desde já que não canto bem.

-Não se preocupe é só me acompanhar e cantar pertinho do microfone seguindo a letra na tela. E fácil!

- Tenho certeza que você canta bem- disse seth sorrindo. Definitivamente ele estava tentando me animar. Eu já mencionei que eu amo esse garoto.

-Não exagera! Respondi sem graça- Obrigada!

-Eu faço qualquer coisa para ver minha melhor amiga feliz. Ate mesmo pagar esse mico.

Realmente essa amizade é a única coisa boa em meio a toda essa bagunça, sua vontade de me agradar é tocante. Nunca fui uma pessoa muito sentimental, mas esse garotinho vem conseguindo me abalar. É o antídoto perfeito para minha tristeza e desanimo sempre sorrindo e dizendo algo inesperado e ainda concordaria com qualquer maluquice que eu propusesse. Ele é incrível!

-Ei vai ficar aí parada quanto tempo? É melhor a gente ir logo antes que eu desista.

-Ok!- peguei sua mão e o conduzi até a sala onde esta meu amado Karaokê, companheiro de muitas horas. E nele que eu descontava os mais variados sentimentos como raiva, alegria, tristeza, felicidade. É meu refugio descarregava meus temores, inseguranças, onde podia ser quem eu quisesse. Desce de uma roqueira rebelde a uma “Bitch” descontrolada. Portanto nada melhor do que doses saudáveis de musica pra ocasiões como esta.

-Então qual estilo você prefere?

- Sei lá. O mais fácil, pra mim não passar tanta vergonha- sorriu

-Relaxa! Eu também não canto bem, lembra é só diversão. Vamos começar com algo bem fácil então pra você entrar no clima. - Quando ele viu a musica escolhida, foi impossível não rir da sua cara de indignação.

-Você tá de brincadeira que a gente vai cantar isso.

-É algo fácil de aprender e acompanhar como me pediu e pelo visto você já conhece o que é bom.

-Realmente eu devo gostar muito de você para me submeter a isso- Resolvi me divertir com seu drama.

-Pensa pelo lado positivo meu pequeno amigo. Ninguém está vendo. Então pode soltar a franga a vontade. Prometo não contar a ninguém. Será um segredinho só nosso.

- Começa logo com isso- disse fingindo irritação.

- Esse é espírito! Disse entusiasmada.

-Você definitivamente é louca. Odeio ter que admitir isso, mas meu irmão tem razão.

-O que ele andou falando de mim?- De repente me vi interessada demais em sua resposta.

-Nada demais, só que você é instável e muda frequentemente de humor o que a torna imprevisível na maioria das vezes.

-Então é essa a imagem que Edward Masen tem de mim. Nossa não sei se rio ou se choro essa  analise mudou minha vida- disse sarcasticamente, mas com uma pontinha de irritação o que não lhe passou despercebido.

-Não liga não. Ele disse isso porque ainda está chateado com a nossa aproximação. Contudo não dá pra negar que ele não estava completamente errado em sua observação. Pois quando entrei no seu quarto hoje você estava tão desanimada e triste com algo e alguns minutos depois já esta aqui tirando uma com a minha cara como se nada tivesse acontecido como acabou de fazer a pouco.

-Claro! Não iria perder a oportunidade de te zuar jamais. Contudo tenho que concordar com você sou bastante instável. Mas agora chega de papo é hora do show.

- Certo, vamos lá então. Seja o que Deus quiser.

Apertei o botão e a musica começou a tocar. Peguei meu microfone e lhe entreguei o outro. Ele parecia nervoso.

Musica: http://www.youtube.com/watch?v=C-u5WLJ9Yk4

-Cante o refrão junto comigo tá- você deve pensar que eu escolhi essa musica de propósito. Contudo apesar de realmente amar a Britney Spears essa musica é muito boa e fácil de cantar então não foi por mal. Só uni o útil ao agradável.

Confesso soltei tudo que havia dentro de mim com essa musica parecia um desabafo perfeito. Ali não era mais eu era alguém infinitamente melhor. Fizemos caras e bocas até arriscamos alguns passinhos no decorrer da canção. Extravazamos, afinal é um classico do pop é praticamente impossivel não se deixar levar.Quando acabou a musica foi impossível não sorrir. Seth cantou bem até, ele é simplesmente surpreendente.

-Nossa baixou a Britney Spears aqui é isso mesmo. – sabia que ele não ia perder a oportunidade de me zuar, mas nesse jogo eu sou perita. Afinal a melhor defesa é o ataque.

-Não me olha com essa cara, você também se empolgou que eu notei.

-É impossível não se contaminar. É engraçado você só seduzindo.- ele queria me provocar mais não ia dar esse gostinho pra ele.

-Realmente ela representa a mulher poderosa, sensual. Torna-me segura e sexy por alguns minutos.

-Realmente é uma terapia interessante incorporar um determinado sentimento e personagem. Podemos fazer isso mais vezes.

-Com certeza, agora vamos cantar mais uma?

-Ok! É melhor eu escolher agora. O que você acha de um rock?

-Perfeito! Amo essa musica.

Musica: http://www.youtube.com/watch?v=jmSIGT31_-c

Dessa vez cantamos um olhando pro outro.

-Mandou bem Seth. Adorei o rap.

-Que isso você que arrebentou no refrão chegou a me arrepiar.

-Ele tem razão você canta muito bem- me assustei, tomara que esteja imaginando essa voz horrivelmente familiar. Será que ele não ia perder essa mania de surgir do nada, a qualquer momento vou ter um treco com essas aparições relâmpagos. Ele me fitava intensamente me deixando corada.

-Você está ai muito tempo maninho? –Deus queira que não. Ele não pode ter visto nossa performance vergonhosa. Porque esse tipo de coisa só acontece comigo parece carma.

-Claro com essa cantoria quem consegue dormir- alfinetou. –Mas confesso que gostei do show- disse sorrindo lindamente pra mim.

- A propósito Bella adorei sua performance de Britney Spears.- fiquei sem graça

Fiquei completamente constrangida e automaticamente corada. Esse garoto tem problema, pois não disse mais nada e saiu porta a fora. Droga é ridiculo ele me afetar desse jeito  não é saudavel. Isso tudo é muito perturbador.

-Porque você não me disse que ele tava em casa?

-Você não perguntou. -Nessas horas eu tinha vontade de enforcar esse garotinho como ele se esquece de me informar que Edward está em casa uma coisa de importância crucial. Isso evitaria incidentes como esse, às vezes me pergunto se ele faz isso de propósito.

-Ei não fica brava comigo ele só disse isso pra te afetar. E pelo jeito conseguiu, nunca vi você tão envergonhada antes como agora. Foi apenas o mesmo comentário que eu fiz a poucos minutos atrás e sua reação não foi essa.

- Sei lá o que me aconteceu ele me deixa sem graça quase sempre. Eu devia já ter me acostumado afinal esse é seu esporte preferido me provocar.

- Saquei você gosta dele também. E acredite o sentimento é completamente recíproco pelo que eu notei. - Ainda me pergunto como esse garoto consegue perceber esse tipo de coisa tão facilmente, será que tá tão na cara assim.

-O que você presenciou aqui foi apenas o mega king Cong do século - tentei mudar o rumo da conversa.

- Não seja dramática! Acredite! Nós adoramos conhecer sua outra faceta através da musica, você definitivamente se transforma, é incrível.

- Por isso a musica é minha eterna paixão.

- Tenho minhas duvidas se é somente a musica sua eterna paixão, porque você insiste em negar o obvio. Como você não percebe, ele só falta lamber o chão que você pisa e sempre se refere a você com admiração quase adoração. Às vezes me pergunto se você não consegue perceber ou finge que não vê.

- Não é tão simples assim! Nunca presenciei nenhum momento que ele agisse dessa forma que você mencionou.

- Você é a pessoa mais corajosa que eu conheço lute por ele e conte comigo eu vou amar ter você como cunhadinha. Não é tão difícil como você está pensando.

- Então porque ele nunca disse o que sente diretamente para mim?

-Ele tem tanto medo ou até mais que você de ser rejeitado. E você sabe o porquê. Alguém precisa dar o primeiro passo. Se você esperar por ele isso pode nunca acontecer. Use todo seu poder de persuasão o faça se declarar primeiro o fazendo pensar que ele lhe conquistou quando na verdade ele que está completamente em suas mãos. - Esse garoto as vezes me assusta. Ele é diabólico, porém genial.

- Só espero que essa historia de passo não nos leve diretamente  a um precipício. Mas vou pensar no que me disse.

- Ótimo! Sinto-me como um cupido - disse feliz. Às vezes simplesmente me esqueço de que ele é apenas uma criança com muita imaginação.

- Ok! Senhor cupido vamos cantar mais uma musica para acabar com esse clima de romance. Agora lhe apresento minha banda preferida que em cada canção traduz um sentimento ou momento por mim vivido ou presenciado.

Musica: http://www.youtube.com/watch?v=1YgjBFd6ZMM


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!




Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Nova Vida" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.