Daisuki escrita por AC3


Capítulo 9
Terceiro Encontro?!





Novamente, eu estava no shopping. Dessa vez, no terceiro andar, numa pequena lanchonete, de nome “Megpoid's Delicious!”.

Em duas mesas de quatro lugares, nós nos sentávamos. Sim, eu não estava sozinho. Na verdade, o grupinho inteiro estava lá: Kaito, Gakupo, Luka, Rin e eu.

À minha esquerda se encontrava Shion-kun. Minha irmã estava na minha frente, ao lado de Miku. E os outros dois se sentaram um na frente do outro, na mesa ao lado.

A conversa estava animada, com o assunto rolando solto. O garçom nem havia chegado ainda. Ninguém estava com fome mesmo...

— ...aí ela entrou, gritando como sempre. Logo depois, eu me ajoelhei, mostrando o anel. – Gakupo tirou o anel do dedo e mostrou como o estava segurando. – Ela aceitou na hora.

— Não foi assim! – exclamou Luka.

— Claro que foi.

— Como pode saber isso, Shion-kun?

— Eu só tinha ido pra cozinha. Dava para escutar seus berros.

Megurine-san mostrou a língua para Shion-kun: todos acabaram rindo.

— Quando foi isso mesmo? – minha irmã olhava traiçoeira para o casal.

— Há uma semana e pouco. – ela admirava o anel enquanto falava.

— Então tá oficializado?

— Acho que tá...

Essa era a grande notícia da semana: depois de sete meses de namoro, Gakupo e Luka finalmente usavam anéis.

— E a sua “ficante”, Shion-kun? – a pergunta veio de Miku, ávida por novas informações.

— Tá normal.

Ele já estava se acostumando a falar de nosso relacionamento desse jeito, claro que um leve rubor lhe restava nas bochechas.

— Normal?!

A indignação veio de minha irmã. – traidora...

— Como assim... “normal”?! Nos dê mais detalhes.

Eu imaginava em que tipos de “detalhes” ela estava interessada.

— Nada de interessante, Kagamine-san. Só saímos três vezes até agora.

É. Eu saí novamente com ele. Foi tão bom! Como conversávamos todos os dias, estávamos bem mais próximos e menos envergonhados do que nas outras vezes.

— Três?! Como você saiu três vezes sem eu saber?

— Mas eu te contei Hatsune-san. – respondeu Luka.

— Não tô sabendo desse terceiro encontro.

— Foi mal. – ela colocou uma das mãos na nuca. – Acabei me esquecendo...

— Você sabia, Kagamine-san?

— Eu?! – a atuação dela beirava à teatral. Eu sempre contava para Rin assim que chegava. – Não sei de nada.

Miku virou o olhar para mim.

— E você, Kagamine-kun?

Gakupo fitou-me, confuso.

— Como Kagamine-kun saberia?

— Ninguém te contou Kamui-kun?

— Contar o que? – uma leve preocupação pairava pelo rosto dele, era perceptível.

— Que o Kagamine-kun e o Shion-kun estão conversando pra caramba de uns tempos para cá. – quem respondia era a Hatsune. – Pelo que eu entendi, eles gostam do mesmo jogo.

— Mesmo... jogo?

Pela cara dele, alguma coisa estava errada...

— O Len me disse que era um jogo que Shion-kun jogava quando criança. – Rin estava tão preocupada quanto eu. Essa fala desesperada era prova disso.

— Ah... – ele não pareceu muito convencido.

— Voltando, – muito obrigado Miku! – você sabe?

— Não. – tinha medo de falar o que não devia.

— Então só sobra para você Shion-kun. Conta como foi esse terceiro encontro.

— Bem...

Virei meu olhar para Gakupo. Se o olhar dele matasse, eu já estaria enterrado.

— Nós só ficamos andando pelo shopping.

— Sei, Shion-kun, sei...

Na hora eu não entendia o porquê dessa atuação de Rin para descobrir sobre os encontros. Depois, ela me contou que precisava se mostrar curiosa como sempre, para ninguém suspeitar.

— Já volto. – disse Gakupo se levantando.

Ele estava bravo.

— O que é que deu no Kamui-kun, Megurine-san? – Rin aproveitara a chance que teve para mudar de assunto.

— Ás vezes ele fica meio assim mesmo.

— Será que é por minha culpa? – falei, com a cabeça baixa, sabendo que a resposta seria afirmativa.

— Não se preocupe, Shion-kun vai lá ver o que aconteceu.

— O quê?! – pelo que pareceu, Kaito não foi muito a favor da ideia.

— Vai lá Shion-kun! Vai deixar que Megurine-san fique aqui sozinha, esperando o namorado? – não soube dizer se essa fala era verdade ou atuação por parte de minha irmã.

— Mas ela tem nós aqui.

— Nós não somos o namorado dela.

Shion-kun olhou para mim. Eu permanecia de cabeça baixa. Gakupo pareceu meio irritado quando saiu...

E se eu tivesse estragado alguma amizade dele? E se ele me deixasse por causa disso? Afinal, ele só me conhecia a um mês... um único mês, apenas...

— Relaxa, Kagamine-kun! – disse ele, acariciando minha cabeça. – Deve ser só pirraça dele.

Ele se levantou, deixando-me sozinho com as garotas.

— Como é a vida de comprometida, Megurine-san? – perguntou Hatsune, assim que Kaito saiu.

— Normal. – respondeu ela, mudando-se para o lugar de Shion-kun. – Na verdade, fora o anel, não mudou em nada.

— Já que o Shion-kun saiu, – começou Rin. – conta como foi esse terceiro encontro, Megurine-san?

Por que voltar a falar disso?

— Claro. – o que minha irmã pretendia? – Gakupo me contou que...

— Você já chama ele pelo nome?

— Hatsune-san, nós já usamos anéis!

— Mesmo assim... – Miku-san corou com a possibilidade. – isso é tão íntimo!

— Volta a falar logo do encontro, senão essa aí vai ficar sonhando acordada... – disse minha irmã.

— Enfim, ele me disse que Shion-kun ficou andando pelo shopping com ela, conversando muito. Além de estarem de mãos dadas.

Um minuto de silêncio se seguiu após o curto relato.

— Só isso?! – exclamou Rin, fingindo indignação. – Que tipo de fofoqueira é você?

— Primeiro, eu não sou fofoqueira. – ela fez o número “um” com a mão. – Segundo, – ela faz o número “dois”. – o que você esperava? Um épico? Foi apenas um encontro e o terceiro ainda. Nem teve beijo...

Quando vi um risinho surgir na face de minha irmã, percebi que ela pensava o mesmo que eu: “nem teve beijo... ainda”.

É nessas horas que eu me pergunto quem é o pervertido da família: eu ou Rin?



Notas finais do capítulo

Então como ficou?
Muito obrigado por lerem ^^



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Daisuki" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.