Perdendo o medo escrita por Dri Viana


Capítulo 2
O jantar e a conversa !


Notas iniciais do capítulo

Desculpem a demora pra postar mais tive alguns problemas e pra completar peguei uma virose que acabou comigo. Espero que gostem e ignorem os erros se tiverem.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/210833/chapter/2

As nove em ponto lá estava Grissom batendo na porta do apartamento de Sara estava um tanto nervoso, mas certo do que pretendia fazer, ficar com ela de novo era tudo o que mais queria em sua vida. Levou um tempo e bota tempo nisso pra ele entender e enfim enxergar que sem ela sua vida não é tem sentido. Foi com dor no coração que ele a via sofrer com seus diversos nãos, com sua falta de jeito em relação a eles e principalmente quando via que ela tentava fazer o que ele lhe aconselhava tanto “ter uma vida”, mas com outro alguém que não era ele, aquilo lhe devastava a alma e o coração e foi exatamente isso que lhe fez abrir os olhos e enxergar que ninguém a faria mais feliz do que ele. Tudo isso somado ao medo de talvez perdê-la pra sempre o fez tomar coragem e está onde está agora e decidido a fazer o que ia fazer naquela noite. Quando Sara abriu a porta Grissom ficou maravilhado com a visão que teve, ela estava simplesmente linda! Usava um vestido cor de vinho que tinha alças delicadas, o comprimento dele ia ate o meio de suas coxas e era bem justo ao corpo dela realçando ainda mais as curvas perfeitas da morena, os cabelos estavam soltos e impecavelmente escovados, usava uma maquiagem simples e sem exageros, mas que a deixava perfeita, tanto que Grissom não conseguia tirar os olhos dela era como se ele estivesse hipnotizado ou qualquer coisa assim. Sara não pode deixar de sorrir ao ver a reação dele ao vê-la, depois de alguns segundos em transe em que só ficou olhando pra ela Grissom enfim disse algo.

GG: Meu Deus! ... Você está linda! (exclamou ele sem vergonha alguma)

SS: Obrigada! (diz corada pelo elogio feito por ele) Você também esta lindo!( ele vestia uma calça e um blazer escuro assim como seus sapatos, uma camisa azul igualmente a seus olhos, os cabelos perfeitamente penteados, a barba bem feita e usava um perfume extremamente delicioso, ele estava a tentação em pessoa)

GG: Gentileza sua... Tenho certeza que vou ser o homem mais invejado de todo o restaurante. (ele tinha um sorriso maroto nos lábios)

SS: Acho que você tá exagerando um pouco.

GG: Não estou pode ter certeza! Bom... Já podemos ir, é que o restaurante fica um pouco distante e podemos perder as reservas.

SS: Claro, eu vou só pegar minha bolsa e ai vamos, me espera que não demoro.

GG: Não se preocupe que não vou sair daqui. (ela sorri pela resposta dele e depois sai em direção a um cômodo da casa  para buscar sua bolsa)

Assim que ela voltou eles desceram e foram em direção ao carro dele, no começo do trajeto rumo ao restaurante eles conversaram um pouco sobre amenidades e outras coisas, mas depois ficaram sem assunto e o resto do percurso seguiu silencioso onde cada qual ia com seus pensamentos a mil. Depois de uns vinte minutos dirigindo e de ter deixado pra trás a agitada noite de Vegas eles chegaram ao lugar onde Grissom havia feito as reservas. Um restaurante muito lindo que serve o melhor  da culinária francesa e que possui uma das melhores e mais diversificadas cartas de vinho de toda a região. Assim que entraram foram recebidos pelo Maitê que lhes encaminhou a uma mesa, Sara ficou encantada com o lugar que era fino e de ótimo bom gosto olhou ao redor e notou como as mesas era impecavelmente bem arrumadas e bem dispostas pelo o salão  e havia em cima de cada uma delas um delicado vasinho com uma orquídea para enfeita-las, mais a frente havia uma pista de dança para os casais apaixonados se divertirem. Os dois se acomodaram em sua mesa e o Maitê lhes entregou o cardápio e disse que em instantes o garçom viria para atendê-los, dito isso ele sai e deixou os dois sozinhos. Estando ali com ela Grissom se lembrou da ultima vez que saíram juntos quando ele ainda era o palestrante dela e ela sua melhor aluna, resolveu compartilhar com ela sua lembrança.

GG: Sabe o que eu acabei de lembrar agora, olhando pra esse lugar e vendo a gente junto assim?

SS: Não faço ideia, o que? (o olhou curiosa)

GG: Da ultima vez que saímos juntos. Esse restaurante parece um pouco com aquele que fomos na minha ultima noite em São Francisco, você lembra?

Como ele pergunta uma coisa dessas? É claro que ela lembra aquela noite nunca lhe saiu da cabeça ela foi simplesmente a melhor noite de sua vida, foi a noite em que se entregou por completo a ele e sentiu ele se entregar da mesma forma a ela, mas ela pensava que fosse ele quem nem se lembrasse mais daquela noite devido ao seu comportamento com ela e o fato de que durante ela esta ali ele sequer ter falado ou mencionado nada sobre aquela noite deles, mas ficou feliz ao constatar que isso não era verdade e que ele ainda se lembrava da única noite que tiveram juntos.

SS: Uma noite como aquela não se esquece Grissom passe o tempo que for ela continua fresca na memoria, mas eu achava que era você quem nem se lembrasse mais dela.

GG: Não ela esta mais viva na minha cabeça do que você pensa. (ela o ouvia atentamente) Sabe, lembro que naquela noite você estava igualmente linda como agora e eu igualmente nervoso como nesse momento. Sara pode não parecer mais todos os momentos maravilhosos que tivemos no passado estão constantemente em meus pensamentos. (ele lhe dá um sorriso de lado a fazendo sorri levemente)

Ela mal estava o reconhecendo ali sentado em sua frente aquele não era o mesmo Grissom fechado e calado que ela havia se acostumado durante esse tempo que trabalha com ele, não ! Aquele era o Grissom de anos atrás o seu Griss como ela costumava chama-lo, aquele que falava seguro e que sempre que a olhava sorria daquela forma que estava sorrindo e tinha aquele brilho que emanava de seus olhos, aquele que sempre a paquerava quando estavam juntos e vivia a seduzindo com o seus belos olhos azuis. O garçom chega e eles fazem seus pedidos, Grissom aproveita e pedido um bom vinho para beberem enquanto esperam a comida vir, passado uns minutos o garçom retorna com a garrafa de vinho os serve e depois sai.

SS: Como descobriu esse lugar? (ela muda resolve mudar o rumo da conversa e ele percebe, mas não diz nada talvez não fosse hora de tocar nesse assunto ainda)

GG: Há um mês eu vim resolver um caso aqui perto e quando estava voltando pra Vegas passei aqui em frente e esse lugar me chamou atenção, então alguns dias depois quando foi na minha folga vim aqui pra conhecê-lo melhor e acabei gostando daqui, tanto que essa é terceira vez que venho aqui.

SS: Hum... (ela toma um gole de seu vinho)

Sara quando o ouviu dizer isso sentiu certa curiosidade de perguntar se quando ele veio das outras vezes ele também havia trazido alguém consigo como agora, porem achou melhor não fazer isso afinal eles não tinham nada e nem eram nada pra ele lhe dar satisfação alguma do que fazia e com quem fazia, mas que ela ficou curiosa pra saber isso ela ficou e só de pensar nessa possibilidade seu coração falhava uma batida. Por uns instantes ela viajou longe pensando em possíveis nomes como companhia pra ele e os nomes que lhe vinham à cabeça não eram nada bons, presa em seus pensamentos ela ficou calada e ele só a observava querendo descobri no que ela estava pensando naquele momento que a fez ficar assim tão calada assim, achou melhor perguntar a ela.

GG: Sara algum problema?

SS: (ela desperta de seus pensamentos) Não por quê?

GG: Porque de repente você ficou tão calada que eu pensei que tivesse acontecido alguma coisa.

SS: Não foi nada, eu só estava pensando em algumas coisas.

GG: Hum ... E não quer compartilhar comigo essas coisas?

SS: Acho melhor não, me desculpe!

GG: Tudo bem, sem problemas.

Os pedidos chegaram e eles comeram no mais absoluto silencio, de vez enquando trocavam olhares, mas falar que é bom nada. Quando acabaram Grissom achou que já era hora de enfim falar o que realmente se propôs a falar, respirou fundo e começou.

GG: Sara! (a chamou fazendo ela olha-lo) Sei que desde que você chegou aqui eu não tenho sido o mesmo que você conheceu a anos atrás, que muitas vezes tenho sido frio e distante com você e que todo esse tempo eu só te fiz sofrer com essas minhas atitudes, mas quero que saiba que se agi assim foi por medo...

SS: (ela o interrompeu) Medo ?

GG: É... Medo de me envolver e me entregar de novo a você e de que depois que isso acontecesse você acabasse  percebendo que eu não era mais tão interessante como antes e assim acabasse me deixando ou pior me trocando por outro e isso eu não aguentaria Sara.

SS: Eu não faria isso, como você pode pensar uma besteira dessas?

GG: Sei que é uma besteira, mas tente me entender, os anos passaram muito mais rápido pra mim do que pra você, eu não sou mais tão jovem quanto há uns anos atrás quando nos conhecemos, a idade pesou mais em mim, ela me fez ver que a nossa diferença de idade agora é mais evidente do que antes.

SS: Grissom (ela respirou fundo) Essa diferença de idade já existia quando no conhcemos e na época não te incomodou e nem nos impediu de ficarmos juntos, não foi?

GG: Foi, mas aqui ela incomodava e não só ela como também o fato de eu ser seu chefe Sara, o lab tem regras quanto a relacionamentos entre funcionários.

SS: Regras foram feitas

GG: Pra serem quebradas (concluiu ele) Eu sei, mas eu não pensava nisso e com tendo essas duas coisas na cabeça eu achei melhor manter distancia de você e recusava seus convites, porque eu não achava certo isso, um relacionamento entre a gente podia levar os outros a pensarem coisas que não deviam, como por exemplo, que você só estava na equipe porque saia ou dormia comigo e eu não queria manchar sua carreira.

SS: Grissom você me conhece bem e sabe que não dou a mínima para o que os outros pensam.

GG: Sei, mas eu dava e, além disso, eu achava que você merecia alguém melhor, mais jovem e da sua idade, e não um cara tão mais velho como eu e que ainda por cima é seu chefe.

SS: Isso sou eu quem decido Grissom!

GG: Mas eu achei que estava agindo certo em decidir isso por você, pensei que me manter longe de você fosse o melhor pra nos dois que não sofreríamos tanto, só que me enganei feio nisso, porque percebi que é estando longe um do outro que sofremos mais e que essa situação que eu criei só nos machucou. Por isso quero te dizer um coisa e te pedir duas e espero aceite e que não seja tarde demais pra fazê-las.

SS: O que quer me pedir? (tinha uma expressão de surpresa pelas palavras dele)

GG: Primeiro de tudo quero te dizer que sou apaixonado por você acho ate que mais do que como era antes se é possível e que todo esse tempo eu quis ignorar esse fato, mas foi impossível porque o que sinto por você só fez aumentar com o passar do tempo. A primeira coisa que quero te pedir é que me perdoe por tudo que fiz você passar, por todos os nãos que lhe dei, por todo o sofrimento que lhe causei e por ter sido um completo idiota com você (Sara ouvia tudo aquilo com toda a sua atenção e o olhava pra ele sem ao menos pisca com medo de perder algo ou de que aquilo fosse um sonho maluco e que ela fosse acordar a qualquer instante) E a segunda coisa que quero te pedir é que ... me dê uma outra chance, pois quero ficar com você, te amar e te fazer feliz pelo resto da minha vida, quero fazer parte da sua vida assim como quero que você faça parte da minha (ele pega a mão dela)  Prometo que vou fazer as coisas darem certo entre a gente assim como deram no passado. Sara eu resolvi deixar os medos de lado porque vi que minha vida sem você não tem sentido algum, que você é a alegria da minha vida, a luz do meu dia e pessoa mais importante pra mim. Sei que ainda tenho que melhora em algumas coisas, mas quero que me ajude que fique do meu lado, não quero mais ficar sem você  Sara... Acha que pode fazer isso querida? Acha que pode me dá, ou melhor, nos da uma segunda chance pra sermos felizes de novo juntos e continuar assim a nossa historia?

Continua....


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Sei q nao devia parar ai mais nao resisto a fazer isso!KKK
Espero os comentarios de vcs!
Bjs e ate o proximo capitulo!!!!