Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 98
Capítulo 98


Notas iniciais do capítulo

Loira *o*




Era finalmente segunda. Gina estava a despedir-se de Harry no final das aulas: ela ia para casa e ele ainda teria de ficar a ter aulas.

- Não te vou deixar ir sozinha.

- Qual é o problema? Eu sei defender-me.

- Eu vou levar-te a casa, quer queiras ou não. Não vou correr o risco de seres apanhada por aquele homem que ainda anda por aí!

- Assim vais faltar às aulas. E para além do mais, depois vens tu sozinho para aqui e ele apanha-te a ti.

- Comigo é diferente, eu sou homem!

Gina riu-se sem que ele se apercebesse.

- Ele pode ser bi. Pode ter desejos de sentir outra pilinha...

- Pilinha? Só para que saibas isto - Diz ele apontando para o seu órgão genital. - é bastante grande!

- Como queiras...

Sofia, nesse momento, estava a aproximar-se do casal e começou a ouvir a conversa.

- E para é que ele ia querer outra se tem a dele?  - Questiona ainda ele.

- Sei lá. Talvez a dele não seja suficiente... Ou então quer experimentar enrabar um homem...

- Ok. Vocês são definitivamente o casal mais perverso que eu já conheci! - Comenta a rapariga dos caracóis.

-x-x-x-

 Nessa noite estreava a novela de Débora. Por isso, Zayn, Harry e Niall, juntamente com Sofia, Lúcia e Gina, foram para a casa da loira. Ela não iria estar presente, mas nem por nada iam perder a oportunidade de assistir à conquista da amiga em festa. Mónica preparara tudo a rigor com a ajuda de Raquel para receberem os amigos. Liam, Louis e Danielle juntaram-se na casa deles. Louis queria evitar ver Lúcia e Liam preferia ficar longe de Raquel por uns tempos. A inglesa claro que não ia deixar o melhor amigo.

- Tens mais moelas ó Mónica? – Questiona Niall.

- Eu acho que tinha mais um bocadinho lá na cozinha.

- Deixa que eu vou buscar. – Disponibilizou-se Raquel.

- Ai! Nunca mais começa! – Reclama Sofia impaciente.

- Deve estar quase. – Acalma-a o namorado abraçado a ela no sofá.

- Como se chama mesmo a novela? – Questiona Harry.

- “Let Me Love You”. – Respondeu a portuguesa dos olhos dele.

- Claro que deixo, linda. – Respondeu Harry no gozo.

Todos se riram.

- Harry, “Let Me Love You” é o nome da novela!

- Eu percebi. Estava a pegar contigo. – Explica-se, beijando-a de seguida.

- Uuuh! Ai o amor! – Brinca ainda a melhor amiga de Harry que andava felicíssima pelo amigo ter conquistado o seu grande amor.

A campainha tocou. Quem foi abrir foi Raquel que estava de pé a entregar as moelas ao loiro pretendente de Débora.

- A novela já começou? – Perguntou Dylan preocupado, mal Raquel abriu a porta.

- Não Dylan. Entra.

- Ufa! Ainda bem, senão a Mónica nunca mais me perdoaria.

Entrou e dirigiu-se à sala.

- Boa noite pessoal! Desculpem o atraso.

Chegou-se à namorada e beijou-a, ficando depois à beira dela.

Mónica continuava descontente com os atrasos nada normais do namorado, no entanto não ia dizer nada naquele momento.

- Bem, parece que só temos aqui dois solteirões. O resto do pessoal está todo a pingar amor por todos os lados. – Constata Niall enquanto comia com um palito as moelas.

- Mesmo Niall! Até vou para a tua beira para não me sentir tão sozinha! – Acrescenta Raquel.

- Dois? Eu também estou solteira. Infelizmente. – Lamenta-se Lúcia.

- Pois é! Mas… Oh! Tu e o Louis vão-se acertar. Vocês amam-se! Se visses como ele tem andado… Dá-lhe tempo. – Conforta-a o loiro.

- Olhem, olhem! Está a começar! – Exclama Zayn.

Todos voltaram a atenção para a televisão, onde já passava o genérico da telenovela. Gerou-se a loucura quando apareceram imagens Débora e o nome dela. Depois de os ânimos acalmarem, todos se colaram à televisão à espera de a ver aparecer. O mais eufórico era Niall. Nem conseguia parar quieto. Notava-se nos olhos dele o orgulho que tinha nela.

- Ó meu Deus! É ela!

- Shiu Niall! – Reclamaram todos.

Débora finalmente entrava em cena. Fazia um papel de loira arrasadora. Algo que nem tinha muito a ver com ela. Notava-se que aquela personagem era uma rapariga que ia usar muitos vestidos, saias e calções, ou seja, tudo aquilo que Débora detestava vestir. Ali, ela fazia todos olharem para ela. Estava a usar um vestido preto lindo, uma maquilhagem perfeita e uns saltos altos que Sofia e Lúcia logo invejaram. Ficava-lhe a matar! O contraste do preto com a pele branca e os cabelos loiros soltos chamavam a atenção.

- Esta loira devia andar vestida assim mais vezes. – Comentou o namorado de Gina fazendo-a olhar para ele com o típico olhar de ciumenta. Ele sorriu-lhe e abraçou-a mais fortemente.

Niall nem conseguia proferir palavra. Achava o mesmo que Harry mas estava ciumento com os cometários dos gajos que contracenavam com a “sua” loira. Naquele momento um dos que a tinham comentado foi meter-se com ela ao balcão do bar. O coração de Niall bateu mais forte temendo que já ali, no primeiro episódio acontecesse algo que ele não gostasse de ver. Felizmente, mesmo na novela, Débora era difícil… Era uma espécie de femme fatale. Provocava, mas dava-lhes para trás.

O episódio acabou e todos comentavam a prestação da amiga na novela. Tinham amado!

-x-x-x-

Mais tarde, Mónica e Harry tiveram a oportunidade de falar a sós na varanda. Ela confessou-lhe a preocupação que andava a ter com Dylan. Sentia que algo de errado estava a acontecer. O amigo tentou sossegá-la dizendo-lhe que talvez fosse impressão dela, mas a portuguesa não ficou convencida.

- É verdade, e as tuas aulas de português, como vão? Nunca mais disseste nada…

- Pff… ‘Tás a gozar? Aquilo não me entra! Desisti. E já há algum tempo. Não te disse?

- Não.

- Mas é verdade. Não entendia nada daquilo! Que linguazinha que vocês têm lá para Portugal…

- É, é… Mas tu só gostas de portuguesas. É namorada, amigas… melhor amiga.

- Por acaso! – Admite ele.

- Tu és mas é um fraco! Não é assim nada do outro mundo.

- Oh! Prefiro o inglês.

-x-x-x-

No dia seguinte na universidade, Débora era venerada por todos. Também comentários vindos das bocas de gajos mais porcos, que mais nada têm para fazer na vida, chegaram aos ouvidos dela, mas sabia bem como lidar com eles. Com certeza nunca mais se meteriam com ela. Os professores também elogiaram e davam-na como exemplo à turma. Ela agradecia envergonhada.

- Hey! Débora! – Chama-a Niall ao avistá-la.

- Ah, és tu. – Constatou ela demostrando indiferença quando na verdade se sentia feliz por ele estar a falar com ela. Tinha chegado muito tarde a casa na noite anterior, quando já lá não estava ninguém e as outras duas já dormiam, mas naquela manhã Mónica contara-lhe como Niall tinha reagido ao longo das aparições dela na novela. Como sempre, mostrava pouco interesse, mas lá no fundo adorava saber esses pormenores.

- Parabéns. Estiveste perfeita ontem na novela.

- Oh! Obrigada. Não foi nada de mais.

- De nada. Ainda vais ter muito sucesso, tenho a certeza!

Ela sorriu e ia dizer-lhe qualquer coisa mas ele interrompeu-a.

- Desculpa. O que ias mesmo dizer? – Perguntou ele.

- Ah… Nada, nada.

- Pois, então, como ia eu dizendo, vou andando. Vou comer qualquer coisa porque ainda tenho aulas daqui a bocado.

- Vai lá.

Trocaram um sorriso e ele caminhou para o bar. Ele estava mesmo fofinho naquele dia e ela talvez estivesse um pouco mais sensível. Sentiu que o tratou bem de mais naquele dia, mas saiu-lhe. Ainda bem que ele a tinha interrompido, porque ela ia exatamente convidá-lo para ir ao bar.

Que se passa comigo hoje? – Pensou ela. – Esta não é a Débora. Devo ter bebido demais ontem! Só pode!





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.