Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 38
Capítulo 38





- Vá, calem-se um bocadinho pessoal. – Pede Mónica com o copo de champanhe na mão. – Eu não tenho muito jeito para estas coisas, mas eu tenho de fazer isto: quero dedicar um brinde àquela que é a minha melhor amiga, à minha priminha, àquela loira tão complicada mas de que eu tanto gosto! Mereces isto, Débora! Espero que tenhas muita sorte nesta tua nova fase da vida. Que tenhas muito sucesso com este papel na telenovela. Que atrás deste venha outro e outro e outro… Sê feliz!

Débora emocionou-se com aquilo. As lágrimas vieram-lhe aos olhos e, depois do brinde, ela correu para abraçar a prima. Todos os outros aplaudiram Mónica que também tinha uma tímida lágrima no canto do olho.

- Besta! Vês o que me fazes? – Reclama Débora com um sorriso na cara, limpando as lágrimas.

E a festa continuou. Muita comida, muita bebida, muita diversão…

Mónica e Dylan foram embora. Débora também quis ir. Era até um alívio para ela, visto que naquela noite a única coisa de jeito tinha sido o discurso de Mónica, mas Raquel quis ficar mais tempo. Além do mais, Sofia e Zayn também insistiram muito para que a loira festejasse com eles durante mais tempo e Mónica, chegando-se à beira da loira, explicou-lhe que também gostava de estar um pouco a sós com Dylan. Assim sendo, Débora não queria estragar a noite à prima. E mais uma vez aceitou contrariada.

- Será que a tortura não acaba hoje? – Pensava ela furiosíssima.

- Vá lá Dé, eu depois levo-te a casa. – Acalmava-a o seu grande amigo.

Lúcia já estava completamente bêbeda. Andava a balançar-se por toda a sala à procura de Louis. Ria-se do nada como uma tolinha. E abraçava todos por quem tropeçava.

- Alguém... viu... o Louis? - Perguntava ela entre risinhos malandros.

- Acho que foi à cozinha. - Responde-lhe Harry, rindo-se do estado dela.

E assim, Lúcia dirige-se à cozinha.

- Olá fofinho...

Ele beija-a.

- O que é que tu bebeste? Meia garrafa da vodka preta?

- Sim... - Diz ela rindo-se baixinho abraçando-se a ele. - Tenho fome!

Louis solta-se dela e começa a ver o que tem nos armários.

- Gostas de salsichas?

Ela aprova a escolha de Louis e aproxima-se pegando numa das salsichas.

- Uhh, mangalhão! - Comenta ela olhando para a salsicha com um olhar devorador, e, vendo que o fogão estava aceso, leva a salsicha até ele e grita rindo-se:

- Mangalhão on fire!

O seu namorado não se aguenta de riso e senta-se perdido de riso. É impressionante como a personalidade de uma pessoa se revela quando se está bêbeda.

- Óh Lúcia, Lúcia! Tira isso daí, ainda te vais queimar. - Alerta-lhe ele.

- Tu também tens mangalhão?! - Pergunta ela olhando para o local onde se situa o pénis, comendo a salsicha com uma cara que parecia de uma criança inocente.

- Se te fores deitar na minha cama eu respondo-te a essa pergunta.

- O que é que me vais fazer na tua cama? - Questiona ela num tom de brincadeira.

Ele, conduzindo-a até ao quarto, abre-lhe a porta e fá-la deitar-se.

- Mas eu não quero dormir!

Louis ignora a birra de Lúcia e deita-se ao lado dela, acabando por adormecerem os dois.

- Toma Harry, aqui está a tua bebida. - Diz o loiro do grupo entregando-lhe um copo de sumo de maçã [as cervejas já tinham acabado].

Era naquela noite que Niall se iria vingar de Harry. No sumo de maçã diluiu um calmante para ele adormecer. Niall ia esticar o cabelo encaracolado de Harry enquanto este dormia. O seu cabelo era muito importante para ele, uma vingança perfeita. Mas Niall não iria ficar só por ali. Durante o jogo tinha ido até ao carro de Harry colar um autocolante nas traseiras do BMW série 1: Amo gay's, porque eu também sou um (I love gay's, 'cuz i am one).

O plano de Niall resultara na perfeição. O rapaz dos cabelos encaracolados adormecera no sofá.

- Espero é que ele não ressone ou comece a falar. - Comenta Niall. - Ele faz isso muitas vezes...

- Onde é que tens a prancha para esticar o cabelo? - Pergunta Gina que se tinha oferecido para ajudar Niall.

- Está debaixo da minha cama.

- Debaixo da tua cama?

- O que é que eu ia dizer se algum deles encontrasse isso?

- Ok!

Gina chegou e assim ela, Niall e Sofia começaram a esticar o cabelo de Harry.

- Tens noção que ele vai matar-te, ou melhor, matar-nos, não tens? - Avisa Sofia.

- Cá se fazem, cá se pagam! – Responde Niall convicto enquanto se ria do resultado do penteado do amigo.

- Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti...

- O meu cabelo não dá para esticar, Sofiazinha.

- Niall estás a queimar-lhe o cabelo! - Grita silenciosamente Gina.

- Oops!

Aquilo estava a ser um pouco difícil, apesar de ser pouco cabelo, Harry nunca parava quieto, e tal como Niall prevera, Harry começara a ressonar o que provocara risadas da malta.

- Este gajo parece uma buzina! - Comenta Gina rindo-se daquela situação.

- Mesmo! - Concorda Sofia.

- E tu não ouves todas as noites...

Por fim o cabelo de Harry estava esticado. Ele ao mesmo tempo estava horrível e engraçado. Zayn filmara a cena toda. Era um bom video para mais tarde recordar.

Débora assistia a tudo a um canto. Ai como lhe apetecia chagar-se à beira daquele camelo loiro e dizer-lhe umas verdades! Mas sabia eu não lhe poderia demonstrar tanta importância e por isso teve de se conter.

- Então Débora? Anda divertir-te um pouco, junta-te ao pessoal! – Insistia Zayn enquanto tirava fotos ao Harry para mais tarde enviar aos amigos que já tinham ido embora.

- Deixa-me estar. Estou um pouco mal disposta.

- Queres que te arranje algo para tomares? Eu acho que tenho uns comprimidos na minha bolsa. – Sugere Gina.

- Não, obrigada. Isto passa.

- Ó loirinha minha, chega aqui. – Abraça-a Sofia, sentando-se no seu colo.

Débora sorriu-lhe e as duas ficaram algum tempo a conversar enquanto os outros três, Gina, Zayn e Niall continuavam a divertir-se às custas de Harry.

Liam e Raquel não estavam na sala. Ninguém dera pela falta deles.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.