Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 143
Capítulo 143





A sensação de acordar e, ao olhar para o lado, ver-se a pessoa que se ama é sem dúvida aconchegante… Então depois de uma discução… Por isso é que Gina, ao abrir os olhos naquela manhã, viu Harry a olhar para ela com um grande sorriso.

- Já estás acordado?

- Hum-hum.

- Que horas são?

- Quase oito.

- Ai… Tenho de me levantar! – Aflige-se ela. - Às nove tenho aulas.

- Eu sei. Eu também…

- Já me podias ter acordado… - Reclama ela, levantando-se.

- Espera! – Puxou-a ele de volta para a cama, envolvendo-a nos braços dele e beijando-a de uma forma apaixonante, difícil de resistir.

- Harry… Não… Assim não vou conseguir ir… E tenho mesmo de ir.

- E é isso que eu quero: ficar aqui contigo. Não quero sair mais daqui.

Ela sorriu-lhe.

- Anda tu também… Temos aulas os dois. – Puxa-o ela para fora da cama.

- Hum… Isso é um convite para tomarmos banho juntos?

- Não sejas estúpido! Vai comer qualquer coisa enquanto eu me vou vestir. Depois vais tu.

- Oh… - Desilude-se ele enquanto ela já pegava na roupa para ir para a casa de banho.

- Vai lá. A Sofia também já deve estar na cozinha.

Ele começou a caminhar atrás dela…

- Ah, sim… Mas antes veste qualquer coisa, né? Convém…

- Ai, desculpa. É do hábito…

-x-x-x-

Débora ia a sair toda apressada quando Niall a alcançou e a segurou pelo braço.

- Hey! Então? Que se passa? – Perguntou ele, dando-lhe um beijinho.

- Ai, desculpa… Não te tinha visto…

- Mas para onde vais com tanta pressa?

- Para onde seria? Para as gravações, não é? Felizmente arranjei um tempinho para vir às aulas…

- Tu não achas que devias ter um bocadinho mais de calma? Andas sempre setressada de um lado para o outro… Ainda arranjas um esgotamento e depois quero ver…

- Bem… Vieste falar comigo para me desejares males?

- Não totinha. Vim falar contigo porque queria dar-te um beijinho.

- Então toma lá um beijinho. – Diz ela, beijando-o rapidamente nos lábios. – Agora tenho mesmo de ir. Logo falamos.

-x-x-x-

Mónica andava cada vez mais confusa sobre Josh. Ele estava sempre a tentar aproximar-se dela, mas ela desde o beijo que não conseguia ser tão recetiva. Foi disso mesmo que naquela tarde esteve a falar com o seu melhor amigo. Há muito tempo que não tinham um momento só para os dois. Ela desabafou tudo sobre o que lhe ia na cabeça sobre Josh. O rapaz dos caracóis aconselhou-a a ir falar com ele. Até porque Mónica não lhe era totalmente indiferente. A rapariga concordou e sugeriu irem até à casa dele naquele momento.

- Eu também tenho de ir lá. Quero estar com a Gina. Depois da nossa reconciliação que só penso nela.

- Ai ai a paixão… - Brinca ela. Então tu vais ter com a Gina enquanto eu falo com ele. Pode ser?

- Okey, chefe.

Quando lá chegaram, tocaram à campainha das casas, ela à de Josh e ele à de Gina. Danielle foi quem abriu a porta do lado esquerdo.

- Olá. Tudo bem? - Cumprimenta-os a namorada de Liam.

- Está sempre tudo bem connosco, já sabes Dani. - Respondeu-lhe Harry, ainda à espera que lhe abrissem a porta.

- E com quem desejam falar?

- Eu vim falar com o Josh... Ele está?

- Sim. Está lá dentro com a Gina.

- Com a Gina?! - Interrompe o rapaz.

- Sim... Entrem, eles estão no quarto dele.

Harry entrou a alta velocidade. Não sabia o que a namorada estava lá a fazer…

- Mas o que é que se passa aqui? - Pergunta o inglês assim que abre a porta do quarto do baterista.

Josh estava a ensinar Gina a tocar bateria. Ela tinha-lhe pedido. E naquele momento ele estava ligeiramente em cima dela.

Mónica entrou logo atrás do amigo e também não gostou muito do que viu.

- Mónica? O que fazes aqui?

- Eu vim falar contigo... Se puderes, é claro.

- Claro!

- Ahm, eu e o Harry vamos lá para fora. Depois marcamos outra aula, pode ser, Josh?

- Sim. Eu depois digo-te alguma coisa.

- Tu agora tens aulas com o Josh? - Questionou Harry à namorada enquanto iam para a saida.

- Vou andando, Danielle. Até logo!

- Xau! - Despede-se a rapariga dos caracóis.

- Vais-me responder?

- Mas o que é que foi?

- Não achas que eu devia saber que estás a ter aulas de bateria?

- Agora já sabes.

- Porque é que não me contaste antes?

- Porque não achei que era necessário. Também tenho novos trabalhos para fazer e não te digo que tenho.

- É diferente. As aulas de bateria não são obrigatórias, tens porque queres.

- São só aulas de bateria! Estás a fazer uma tempestade num copo de água. 

- Eu acho que é uma coisa importante e tu não me contaste.

- Se fosse importante eu tinha-te contado.

- Olha, está bem!

- Vais ficar chateado, é?

- Vou!

- Ok!

- Gina…

- Vai pela sombra.

- Ok… Eu não quero ficar chateado. Lembras-te que ontem prometeste-me que não nos íamos chatear mais…

- Tu é que começaste.

- Pronto, ok, desculpa. Só que fiquei com ciúmes… Vê se entendes.

Ela mostrou-se indiferente.

- Desculpas? – Insiste ele aproximando-se a ela daquela forma que a deixava louquinha.

- Larga-me. - Pede ela a custo.

- Queres mesmo que te largue? – Pergunta ele aproximando-se cada vez mais acabando por beijá-la.



Notas finais do capítulo

Próximo capítulo no domingo :)
E posso contar-vos que no próximo capítulo duas personagens vão desaparecer... Deixem-nos as vossas opiniões sobre quem pensam que são ;)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.