Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 137
Capítulo 137





Entretanto Louis também chega a casa. Harry e Niall estavam por lá. Também o rapaz de Doncaster estava confuso com tudo o que se ouvia pela universidade. E pelo que tinha falado ao telemóvel com a namorada, também ela ouvira esses rumores. Sabia que o amigo estava em casa dela e que, ao que parecia, ia lá jantar. Então preferiu esperar para tirar a história a limpo.

-x-x-x-

Na casa das raparigas entretanto chegou a hora de jantar. As raparigas não aguentaram mais a curiosidade. Alguma coisa eles teriam de lhes contar.

- Por falar em bebés... – Começou Gina.

- Mas ninguém falou em bebés... – Interrompe Zayn.

- Não importa, falei agora eu. Hoje ouvi uns rumores de que o Zayn vai ser pai... Sofia, tu estás grávida?!

O casal olhou-se entre si.

- Não, não estou grávida.

- Então é uma mentira que anda por lá pela universidade? – Insiste Lúcia.

- Não. Quer dizer, pode ser. Mas acho que não. – Esclarece ele.

- Uma antiga “amiga” do Zayn apareceu a dizer que está grávida dele. – Explica ainda a namorada.

- Óie! – Surpreendem-se as outras duas.

O silêncio dominou por um bocado. As duas amigas não sabiam o que dizer.

- E… agora? – Questionou Lúcia.

- Agora ele vai ser pai. Mas eu já a avisei que ele vai ficar comigo e que é melhor tirar o cavalinho da chuva se está à espera que ele fique com ela.

- É isso mesmo! Defender o teu homem! – Apoia Gina.

- Mas tens mesmo a certeza que o filho é teu? – Pergunta ainda Lúcia em choque.

- Não sei. É possível.

- Ele vai fazer o teste de paternidade quando a criança nascer. E já não deve faltar muito. Ela já está de oito meses.

- E só agora é que aparece? – Surpreende-se a rapariga de ascendência peruana.

- Lá está! Eu também estranhei isso. Eu já disse ao Zayn que o que eu penso sobre isso é que ela só quer dinheiro. A intenção dela foi chegar à beira dele e ele não ter outra solução a não ser aceitar a criança. De outra forma ele poder-lhe-ia sugerir o aborto. Ela deve ter pensado que o Zayn continuava livre e mulherengo e que ao aparecer o ia prender, que ele iria casar com ela. Enganou-se.

Sofia parecia realmete irritada e as raparigas logo deram por isso.

- Tem calma! Ela não está aqui!

- Eu estou calma. Apenas me enerva isto tudo. Acho que isto está tudo muito mal explicado. Não é depois de tanto tempo que se aparece para dar uma notícia destas…

- Há-de tudo arranjar-se. Se o filho for meu eu vou assumir a responsabilidade e pronto. Agora tenho é de continuar a minha vida. Ainda bem que tenho uma namorada fantástica que está ao meu lado para me apoiar. Acredito que outra no lugar dela não teria a mesma reação. – Diz Zayn orgulhoso, olhando para a namorada.

- Own… Que lindinhos! – Aprecia Lúcia.

-x-x-x-

- Derek! Precisamos de pôr um novo plano em prática. Já tenho tudo preparado.

- Quem fala?

- Sou eu, estúpido! Não tens o meu número?

- Eu sei que és tu. Era só para ver se entravas em pânico por teres dito "novo plano" a outra pessoa. Isto soou melhor na minha cabeça.

- Que infantil!

- Isso foi uma tentativa de insulto?

- Olha, tu queres parar de me irritar e ouvir-me?!

- Diz lá...

- Durante os últimos meses eu andei à procura de um "gémeo" do Harry e, felizmente, encontrei.

- Ah! Como não podes ter o Harry Styles foste à procura de um "gémeo". Boa! Ninguém diria que bates mal da cabeça.

- Argh, Derek!

- Desculpa, desculpa... Continua.

- É assim, tu vais tirar-nos fotos a nós dois.

- Para quê?

- Para mandarmos à Gina.

- Ahn?!

- Lento como tudo... Tu vais tirar fotos de mim e do rapaz aos beijos, e como ele é quase igual ao Harry ela vai pensar que ele a traiu comigo. Percebeste?

- Caroline, desculpa mas eu acho que já estamos a ir longe de mais. Em que filme é que viste isso?

- Porque é que achas que tirei esta ideia de um filme?

- Porque isso é uma cena de filme! E se não os conseguimos separar até agora é porque eles gostam realmente um do outro. E depois o infantil sou eu...

- Ouve! Este plano vai separá-los, eu tenho a certeza!

- Então vais ter que arranjar outro fotógrafo, eu não alinho nisso.

- Nem se eu te pagasse? Eu sei que tu andas a precisar de dinheiro para voltar à Califórnia... Dava-te jeito, não dava?

- Há outras maneiras de eu arranjar dinheiro.

- Mas não tão simples e fáceis como esta! A única coisa que tens de fazer é tirar as fotos e revelá-las. Eu trato do resto, não precisas de te envolver mais.

- Não sei...

- Derek, eu não pago pouco, só para que saibas.

- Ok... Eu tiro as fotos. Mas não me envolvas em mais merda nenhuma.

-x-x-x-

Ao chegar a casa, outra onda de perguntas inundou Zayn. Foi Louis que começou.

- Então pá? Vais ser pai e não avisas ninguém?

- Eish! Até vocês já sabem?

- Então é verdade? – Pergunta Harry ainda incrédulo.

- É para veres o que dá andar na vidinha de antes… E a Sofia? – Preocupa-se Niall.

- Ela está bem. Pelo menos é o que ela me demonstra. Claro que não é uma situação fácil. É algo que vai afetar as nossas vidas para sempre. E naturalmente ela é que queria ter sido a mãe do meu primeiro filho… Enfim. Puta de vida!

- Tens de ter calma. O mal está feito. A Sofia vai estar contigo de certeza. Ela gosta muito de ti. – Repara Liam.

- E a mãe? Quem é? – Interessa-se Louis.

- É uma rapariga que eu conheci numa festa de aniversário da Karen da minha turma, o ano passado. É prima dela.

- E tu, sempre tão cuidadoso, deixaste-te levar assim sem responsabilidade nenhuma? – Ralha Liam.

- Aconteceu pá! Sabes como é, discoteca, álcool… Devia ter ficado em casa!

- Pois é meu amigo! ‘Tás fodido. – Conclui Harry muito amigável com umas palmadinhas no ombro do amigo.

-x-x-x-

Raquel e o professor eram grandes amigos. Era uma daquelas relações sem compromissos. Gostavam imenso de estar um com o outro. Naquele dia, antes das primeiras aulas do dia, o professor de História encontrou-se com Raquel numa Starbucks para tomarem o pequeno-almoço juntos. A conversa desenrola-se como sempre com muitos risos à mistura. Ele era hilariante! Se já como professor era fantástico, mais era ainda fora da escola.

- Gostava de ter viajado tanto como tu. – Lamentava-se ela.

- Quem sabe um dia realizas esse sonho.

- O meu maior sonho é ir à Australia.

- Sabes que eu tenho raízes australianas?

- A sério?

- Sim… E tenho alguém na minha família que é famoso.

- A sério?

- Sabes quem é o Cody Simpson?

- A sério? O Cody? Eu sou fã dele!

- Pois é… E sendo fã dele deves então saber que ele no próximo mês vem cá visitar o tio.

- Ele vem cá? Fantástico! E tu és tio dele… Uouh!

Michael riu-se da cara surpresa de Raquel.

- Sim, sou.

- Vais ter que mo apresentar!

- Hum, não sei. Pareces gostar mais dele do que de mim. – Brinca ele.

- Oh! Sou fã, não sou obcecada!

- Pronto. Então vais conhecer o Cody no próximo mês.

-x-x-x-

Débora já sabia da história sobre o Zayn ser pai. Primeiro ficou assustada, depois ficou feliz por pensar que o Zayn e a Sofia iam ser pais, e que assim seria “tia”, mas ao saber que a mãe não era Sofia, passou-se por completo! Depois de Niall lhe ter explicado tudo, já lá na universidade, Débora ficou à espera de Zayn no bar. Sabia que ele estaria para chegar, e, como de costume, iria passar por lá. Por fim, o rapaz apareceu. Ela deixou os livros e o lápis e acenou-lhe para que ele se aproximasse. Cumprimentaram-se com dois beijinhos e ela logo começou no seu tom de autoridade.

- Que história é essa de seres pai?

- Já sabes tu também?

- Eu acho que toda a universidade sabe…

- Nem me digas nada… Desde ontem que não consigo pensar noutra coisa.

- Vês o que dá ser mulherengo? Coitada da Sofia… Se fosse comigo…

- Ela está a ser espetacular comigo…

- Mas isso aconteceu antes de vocês namorarem, não foi?

- Claro!

- Ao menos isso… E os teus pais? Quando lhes vais contar?

- Eish… Nem sei. Eu já estive a falar disso com a Sofia. Ela acha melhor só lhes contar depois de ter a certeza que é mesmo meu filho.

- Pois… Não sei. E depois contas-lhes assim do nada? Tipo, “olha este é o meu filho, vocês são avós, muitos parabéns”?

- Oh pá… Não sei. Mas também não lhes vou pôr com bichinhos na cabeça para depois não dar em nada.

- Mas e tu, o que achas? Achas que é teu filho?

- É possível… Tipo, acho que é sim, que é meu filho. A Sofia é que tem uma fé enorme de que não seja.

- Pois… Coitadinha da minha pequenina. Só fazes merda, Zayn!

- Acredita que nada do que digas me vai fazer sentir pior do que já estou por estar a fazer-lhe isto. Ela não merece.

- E a rapariga, a mãe?

- O que tem?

- Quem é?

- Sei lá! É uma Sylvia que conheci uma noite…

- Aish… A sério, que nervos, Zayn! Nem sabes quem ela é?

- Não sei nem quero saber. Só sei que veio estragar a felicidade em que eu estava a viver.

- Não fizesses merda…

- Ok… Tu gostas mesmo de reforçar a minha culpa.

- É o que mereces! Nem inteligência tens para usar um puto de um preservativo? Ou então para estar quietinho em casa em vez de te andares a fazer a todas. Que não apareçam mais mãezinhas, mas é!

- Foda-se! Tu ajudas mesmo…

- Estou a brincar contigo. Mas no fundo estou a tentar mostrar-te que erraste para não repetires nunca mais isso.

- Alguma vez? Eu só tenho olhos para uma agora.

- E já falaste com a tal Sylvia, ou o caralho como ela se chama, para saber se ela anda a tratar bem da criança e assim?

- Fiquei de lhe ligar. Hoje de tarde ou amanhã trato disso.

- Fazes bem. A criança não tem culpa. Por mais que te custe é sangue do teu sangue. E de quantos meses ela está?

- Oito.

- Ah? Oito? E só agora é que ela aparece?

- Pois… Toda a gente acha estranho…

- Desculpa lá, mas isso não é nada normal…

- Pois…

- Mas tens de falar com ela e tentar perceber o que a fez aparecer tão tardiamente.

- Exato… Mas agora tenho de ir. Tenho aula, loira.

- Vai lá então. Se precisares de alguma coisa, liga.



Notas finais do capítulo

E o que acham sobre esta história do Zayn ser pai? Deixem-nos as vossas opiniões :)
Próximo capítulo quinta feira.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.