Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 103
Capítulo 103





- Olá amor.

- Olá fofinho.

- Então? Passou-se alguma coisa para insistires para eu cá vir?

- Ui, é assim um tão grande sacrifício vires aqui?

- Claro que não, totinha. Não era isso que eu queria dizer. Mas já percebi que eram só saudades. – Afirma Zayn ao amarrar a namorada pela cintura para a beijar.

- Também, também. Mas por acaso tenho de falar contigo.

- Ui… Isso foi intimidador.

Ela riu-se.

- Mas e quê? Tu tens novidades? – Pergunta ela ao namorado ao se sentarem no sofá.

- Hum, nada. Acho eu. Ah! A não ser o facto de que vou ter uma hóspede lá em casa.

Gina e Lúcia nesse momento iam a entrar na sala.

- Uma hóspede? Como assim? Uma rapariga? – Pergunta logo Gina sem dar tempo sequer à reação de Sofia.

- Olá também para ti Gininha… E Lúcia.

Lúcia sorriu-lhe e respondeu-lhe.

- Ai sim, olá Zayn. E então conta lá isso de uma hóspede lá em tua casa.

- É, também me interessei por essa história… - Interfere a namorada dele.

- Hei, hei, hei! Tende calma! É tudo ciúmes?

- Digamos que depende de quem for essa hóspede. - Explica-se Sofia.

- Pois, mas nem eu sei quem ela é.

- Mas o Harry não tem nada a ver com isso pois não?

- Nop. O Louis é que nos avisou hoje oficialmente que íamos ter uma hóspede lá em casa até quarta-feira, mas não nos disse quem era nem nada mais.

Sofia e Gina olharam automaticamente para Lúcia.

- Ele já arranjou alguém, foi?

Zayn reparou que já tinha feito asneira ao contar aquilo.

- Não. Quer dizer, acho que não. Ele disse que não.

- Deve ser uma irmã dele, Lúcia. – Tenta Sofia ajudar o namorado a remediar a situação.

- Ele que faça o que ele quiser.

Ela levantou-se e foi para o quarto. Os outros três entreolharam-se.

- Eu ver como está a Lúcia. – Retirou-se Gina.

- Fiz merda, não fiz? – Preocupa-se o muçulmano.

- Oh fofinho, tu não fizeste por mal…

- Mas o Louis não anda mesmo com a tal rapariga, pois não?

- Não. Ele disse que só andava a sair.

- Melhor assim.

- E então o que tinhas tu para falar comigo.

- Do género, acho que não vais gostar muito do assunto, mas… Estive hoje com o teu pai.

- Ouh, ouh, ouh! Como assim?

- Ele está cá em Londres e veio falar comigo.

- Mas o que é que ele queria contigo?

- Falar sobre ti.

- Não te tratou mal, pois não?

- Não. Ele está preocupado contigo, Zayn.

- Então porque é que não veio falar comigo?

- Porque talvez tu não atendes os telefonemas dele…

- Mas o que é que ele te queria?

- Em primeiro, pedir-me desculpas. E depois, pedir-me para tu ires, ainda esta semana, até à tua outra casa aqui em Londres.

- Hum… Não sei.

- Deixa de ser tão orgulhoso. Ele já me pediu desculpas por aquilo que aconteceu e eu já o perdoei. Agora só faltas tu.

- Eu vou pensar nisso…

Ela aproximou-se do namorado, acariciou-lhe o rosto e beijou-o delicadamente.

- Mas pensa com carinho, fofo.

Ele sorriu.

- Assim não vale… Foste demasiado convincente agora.

-x-x-x-

Louis entrou em casa todo animado. Zayn tinha acabado de chegar da casa da namorada.

- Olá malta!

- Hey! – Responderam todos.

- Estás bastante feliz… - Repara Liam.

- Esta aqui é a Eleanor. – Apresenta Louis aos amigos.

No mesmo instante os rapazes olharam para a rapariga que surgia ao lado do amigo.

- Ela vai ficar connosco até quarta-feira.

Harry olhou para o amigo com uma cara de incompreensão. Era o único que sabia do passado do amigo com Eleanor e vê-lo ali com ela, todo feliz como não andava desde a separação com Lúcia, preocupou-o. Zayn e Niall olharam-se com um sorriso malandro como comunicando um com o outro sobre a beleza da rapariga

- Olá! – Cumprimentou ela timidamente. – Espero não vir incomodar.

- De forma alguma. – Expôs Zayn simpático.

Ela sorriu:

- Ainda bem. Também só fico dois dias aqui.

- Mas Louis, onde vai dormir a Eleanor? – Questiona Harry um pouco contra aquela situação.

- O sofá, que eu saiba é sofá cama. Penso que a Eleanor não se vai importar. E assim fica com pessoas que ela conhece. Melhor do que ficar sozinha num hotel duma cidade que não conhece. – Respondeu o rapaz sem demoras. – E Eleanor, vou-te apresenta-los. Ali o loirinho com cara de santinho é o irlandês pervertido Niall; ao lado dele, o bad boy de Bardford, Zayn; depois temos o mais certinho de nós os cinco, Liam e por fim o tarado do Harry.

- Eu lembro-me de falares do Harry.

Depois de apresentações, Eleanor acomodou-se e passou o resto da noite a conversar com os rapazes. Divertiram-se bastante com as piadas do Louis. Já não se lembravam de o ver assim há muito.

- Bem, é já muito tarde. É melhor irmos indo para a cama. A Eleanor também deve querer dormir. – Preocupa-se Liam.

- Por mim estão à vontade.

- Eu também estou cansado. Vou ajudar-te a abrir o sofá e depois vou para a cama. – Dispõe-se Louis.

- Eu vou buscar lençóis e cobertores. – Propõe Niall ajudar.

- Bem, acho que não precisam mais de mim. Vou indo. Boa noite Eleanor. – Despede-se Harry.

- Eu vou fazer um copo de leite para mim. Alguém quer? – Pergunta Zayn.

- Eu! Com bolachas! – Pede o irlandês.

- Eu não, obrigado. – Agradece Louis.

- E tu Eleanor? – Sê simpático, mais uma vez, o namorado de Sofia.

- Eu aceito.

- Boa. Vou tratar disso então.

Louis e Liam arranjaram a cama da rapariga, não a deixando pôr mão em nada. Já ela, no seu interior guardava um receio. Não tinha trazido consigo pijamas que pudesse agora usar ali. Eram demasiado curtinhos e tinha vergonha. Por isso, decidiu que só se vestiria depois de todos se deitarem.

- Podes ir para a cozinha tomar o teu leite. Nós os dois tratamos disto. – Diz-lhe o rapaz de Wolverhampton.

Depois da insistência deles, ela assim fez.

- Precisas de ajuda Zayn?

- Não. Senta-te que está quase pronto. Tens aí bolachas.

- Obrigada, mas não me apetece. É só mesmo o leite.

Quando Niall regressou, os três comeram e falaram sobre o casting em que Eleanor iria participar. Os dois diziam-lhe achar que ela tinha grandes hipóteses de passar. Depois os dois foram para o quarto e ela, depois de ir à casa de banho, encostou a porta da sala, vestiu o pijama e dormiu.

-x-x-x-

Depois de Zayn ir embora, Sofia permaneceu na sala, onde veio a aparecer Gina.

- E a Lúcia?

- Faz-se de desinteressada mas está roidinha de ciúmes e com medo de perder Louis de vez. Não para de falar nele.

- Imagino… O Zayn não tinha nada a ver com o assunto, eu confio nele e ainda assim custa-me saber que tem um rapariga a dormir debaixo do mesmo teto que ele. Conheço a peça…

- Ai do Harry também!

- Sabes, amanhã vamos lá jantar as duas. Temos de marcar posição. Conhecer a rapariga que está a dormir na casa dos nossos namorados.

- Mas assim sem os avisar?

- Surpresa. Nós amamo-los muito… - Ironiza Sofia.

Gina ri-se.

- É… Pode ser. Mas e a Lúcia?

- Pois… Não sei. Mas acho que também ela é capaz de ficar mais sossegada se nós formos averiguar o que se passa entre ela e o Louis.

- Hum… Talvez.

- Ela até pode ir jantar à casa da Danielle. Tenho a certeza de que ela não se importa.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.