Draco Malfoy Tem Medo Do Escuro

O autor desta história a marcou como imprópria para menores de 18 anos. Se não atingiu a idade de maioridade legal em seu país ou se ofende com este tipo de material, não leia. Para acessar histórias com esta classificação, você deve alterar suas preferências em http://controleparental.fanfiction.com.br/

O Troco escrita por Mayane Souza

O Troco
One-shot

Pansy/Neville

Claro que não seria um "troco" a altura, pois o que iria a acontecer ali, ficaria ali. Não seria na frente de todos, mas mesmo assim Pansy queria provar aquele gosto.
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Romance

3 favoritaram   2 acompanhando  

 

To all the boys I've loved before escrita por RoseLopez

To all the boys I
Para todos os garotos que eu amei antes, obrigada por fazer quem eu sou hoje. (One-shot)
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Romance

1 favoritou   7 acompanhando  

 


Enlunescer escrita por Giulia Correia

Enlunescer
[...] era como se a lua cheia fosse seu amor mais doce quando era, ao mesmo tempo, sua mais terrível maldição.
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Drama

4 favoritaram   8 acompanhando  

 

O Discurso escrita por Lily Lupin

O Discurso
Harry foi incumbido de uma das tarefas mais difíceis de sua vida, que se iguala, talvez, ao Torneio Tribuxo ou a destruição das Horcruxes. Talvez ele só esteja nervoso demais, no entanto, isso não diminui a responsabilidade sobre os ombros dele: Discursar na festa de casamento dos seus melhores amigos, Rony e Hermione Weasley.

(One-shot, casal Romione e Hinny).
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Amizade, Romance

3 favoritaram   7 acompanhando  

 

Entre Neve e Fugas escrita por Cecilia Black Malfoy

Entre Neve e Fugas
Aquele, com certeza, não era um natal comum para a família Malfoy. Malfoy's geralmente não passam os natais no jardim da Toca, cercados por Weasley's. E, com certeza, não fora planejado por Draco. Entretanto, não havia mais como fugir do relacionamento de Rose Weasley e Scorpius Malfoy. Era enfrentar a neve e aquilo.
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Romance

22 favoritaram   36 acompanhando  

 


Harry Potter em outro ponto de vista escrita por Ruby

Harry Potter em outro ponto de vista
A mesma história do tão famoso bruxo Harry Potter...mas com uma personagem nova que vai fazer muita diferença em tudo!
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Amizade, Aventura, Comédia

3 recomendações   63 favoritaram   185 acompanhando  

 

Poison Was The Cure escrita por Cecilia Black Malfoy

Poison Was The Cure
Draco, você foi o mais doce veneno que eu já provei em toda a minha vida. - Granger, Hermione.
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Romance

15 favoritaram   27 acompanhando  

 

A filha da Marca Negra escrita por Just a Witch

O fato de ser filha de Lord Voldemort não a incomodava, na verdade lhe dava orgulho. Mas lhe agradava estar no trem como uma aluna normal, nem que fosse por pouco tempo, pois essa situação tendia a mudar drasticamente quando se dirigisse para o Chapéu Seletor.
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Ação

11 favoritaram   29 acompanhando  

 

Heartbreak Girl escrita por Sra Potter

Heartbreak Girl
James estava cansado de ouvir sua prima e melhor amiga , Rose , chorar e reclamar de Scorpius Malfoy que nunca a amaria como ele a amava , ele só não sabia como dizer isso a Rose ...
Rose e James
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Songfic

8 favoritaram   17 acompanhando  

 

A Filha Do Velho Morcego escrita por Guyn, Any Cristine

A Filha Do Velho Morcego
E se você descobrisse que o professor que você mais odeia, é seu pai?

É que ele não quer saber de você?

Mas que vive buscando motivos para lhe tirar pontos!

E se a pessoa que seu pai mais odeia, se apaixonasse por você?

..........

Mas então qual o seu nome?
— Lohane Kendys.
— Bonito nome! - Harry falou timidamente.
— Obrigada! - agradeci sentindo minhas bochechas queimarem.

...........

Pov Snape

— Ela cresceu rápido em? - Dumbledore falou.
— Quem cresceu? - ele nunca falava coisa com coisa.
— Lohane é claro! - ele respondeu com aquele enorme sorriso dele. Mas quem é Lohane?
Isso foi o que eu me perguntei até olhar para onde o velho estava olhando e admirando.
"Não, não pode ser ela?"

.......

Pov Lohane

— Menos 5 pontos da grifinória por chegar atrasada senhorita. - ele falou ainda caminhando para sua mesa.
— Mas eu cheguei depois do senhor e a aula ainda nem começou.
— Se chegou depois de mim, é porque se atrasou. - "Que filha da P... A aula ainda nem começou." Decidi não revidar e fiquei na minha. Não iria arma briga com ele tão cedo assim.

.......

— Snape! Você por aqui! o cara apertou a mão dele e depois se virou para mim. E essa jovem garota, sua filha?
Que? Filha? Que Merlin me livre disso!
— Claro que não apenas minha aluna. ele respondeu muito sério.
.....
— Snape sua filha? - a loira metida perguntou.
"De novo? Merlin só pode está de brincadeira. Eu filha desse morcego? Nem morta!"
.......

"Isso já está ficando chato!"
— Ele. Não. É. Meu. Pai. falei pausadamente. E se eu ver alguma notícia relacionada a mim em revistas de fofoca, você vai ser arrepender. Ouviu?! apertei minha mão mais um pouco até ver que ela já estava quase perdendo a consciência. Então resolvi abri-la. Assim que fiz isso, a mulher caiu no chão levando as mãos ao peito em busca de ar. Quando ela consegui se levantar, me olhou com medo e saiu de perto da mesa. Snape me olhava surpreso.

.......

— Ela é sua filha! o diretor falava com intensidade.
Que? Severus Snape tem uma filha? Por essa eu não esperava
Fiz um O perfeito com a boca, Snape tem uma filha.

— E daí! ele falava com desprezo.

Fiquei chocada duas vezes, Snape tem uma filha, mas a rejeitava. Que filho da P ..., coitada da garota que é filha desse Idiota.

.......

Não pode ser! Ele não! Não... Não... Não... Isso é mentira!

......

— Não importa se você é ou não filha daquele morcego velho, o que seu sinto por você é bem maior. ele colocou sua mão em meu rosto e alisou. Você roubou meu coração no dia daquela pequena encenação dentro do trem...

.......

— VOCÊ NÃO MANDA EM MIM!
— Você não sabe...
— QUE VOCÊ É MEU PAI? - ele paralisou. - VOCÊ NÃO É MEU PAI, NUNCA FOI! - minha raiva nesse momento era enorme. - SUA FILHA MORREU A 15 ANOS ATRÁS QUANDO VOCÊ A ABANDONOU NAQUELE ORFANATO. - todos assistiam perplexo.

..........

— Porque você fez isso? as lagrimas começaram a descer. Seu idiota eu te odeio, mais queria você vivo!
— Me... Perdoa? sua voz não passava de um sussurro. Que só me fez chorar mais.
— CALA A BOCA! VOCÊ NÃO PODE MORRER! chorava descontrolada. Seus olhos começaram a se fechar.
— Me... Perdoa. foi a última coisa que ele disse.
— NÃÃÃOOOOOOO!
..................

Se gostaram, não deixem de ler, muitas brigas e emoções!
Categorias: Harry Potter
Gêneros: Ação, Amizade, Romance, Universo Alternativo, Comédia

18 recomendações   108 favoritaram   274 acompanhando