Your Love Is My Drug escrita por Tatto


Capítulo 5
Capítulo 5





* P.O.V Larissa *

Gostei desse cara, ele era solto, um pouco atrevido, falamos sobre muitas coisas....

- Ah mas então quer dizer que você também anda de skate?

- Sim, só que ele tá quebrado.

- E o que você veio fazer aqui no parque hoje?

- Ah, não tinha nada pra fazer em casa, então resolvi ficar aqui, vendo as manobras e tal.

- Nossa que legal e deixa eu perguntar só uma coisa?

- Vai fundo.

- Você tem namorado? Ficante? Algum rolinho?

Dei uma risadinha baixa, ele enrolou tanto pra pergutnar isso?

- Não, to solteirinha da silva.

- E isso quer dizer que eu tenho uma chance?

- Claro.

- Agora eu gostei.

Ele deu um sorriso maravilhoso. Eu queria ficar a tarde inteira com ele, mas ja tava dando a hora de voltar para  a casa.

- Bom, Cameron, eu já vou indo.

- Hum, não pode ficar mais?

- Não, hoje nem rola.

- Ah, - ele fez cara de decepcionado - mas então me passa seu número?

- Ahan, anota aí 6536 - 9557.

- Bom, então a gente se fala.

Ele me deu um beijo no rosto, eu fui em frente, tinha que procurar a Thassy, afinal, ela tava de olho no outro garoto, não duvido nada que os dois tenham dado uma "fugidinha" .

 Comecei a procurar, e vi aquele moreno que tava com o Cameron.

- Ér...Oi, você viu aquela minha amiga?

Ele estava sentado, com o skate ao lado, e estava bem distraído.

- Hellooo, você viu a minha amiga?

Parece que do nada ele acordou e voltou pra vida real.

- An? Desculpa, o que você disse?

Suspirei e tentei manter a calma...

- Você viu a minha amiga?

- Ah vi sim, ela foi pra aquele lado junto com o Zach.

- Ah brigada.

Ele só balançou a cabeça.

Depois de algumas voltas na praça, a encontrei.

* P.O.V Thassy *

- Então quer dizer que você não mora aqui? - Ele perguntou.

- Não, quer dizer, eu moro agora, mas não morava antes... Dá pra entender?

- Pera, você não mora aqui?

- Ai meu Deus... - Disse aquilo rindo.

- Brincadeira, entendi sim. Então a Larissa, aquela que o Cameron gostou, é sua vizinha? 

- Exatamente...Podemos dizer que foi a primeira amiga que fiz aqui.

- Bom, não sei, mas acho que ja fez um amigo também.

- Ah é? Tipo quem? - Falei brincando.

- Ah, sei lá, eu.

- Gostei muito desse amigo, ele é muito engraçado, fofo, carismático....Muito Legal.

Dei um sorriso e ele retribuiu.

- Ah, ja que você não tem namorado.... - Ele foi se aproximando - Eu poderia ter esse papel em sua vida não acha?

A testa dele estava encostada na minha, o perfume dele dominava o ar, quando virei um pouco meu rosto...

* P.O.V. Larissa *

Não queria fazer aquilo, mas a gente tinha que ir embora, e eles estavam rindo, ela tentava explicar alguma coisa pra ele.

Quando abri a boca para gritar, chegou uma mensagem, quando abri estava escrito:

" Oi Linda *-*                             Beijos: Cameron"

Fiquei encantada com a mensagem e mesmo distraída gritei:

- THASSY, VAMO EMBORA.

Quando olhei, percebi que fiz besteira. Eles estavam quase se beijando, ela só virou o rosto e me olhou com uma cara, que não foi muito legal...

* P.O.V Taylor *

 Logo depois que aquela menina saiu, chegou o Cameron e alguns minutos depois o Zach.

Eles ficaram falando das garotas, eu não estava afim de ouvir aquele papo, peguei meu skate e comecei a fazer algumas manobras, precisava me distrair....Os meninos me chamaram, para ir até uma lanchonete, não recusei né? Afinal, a fome me matava.

A gente zuou e muito, e quando eu digo zuar, é no sentido de: Ketchup na camisa do Cam, mostarda no cabelo do Zach, Refrigerante nas minhas pernas, o dono falando pra gente fazer menos bagunça e tal.

Foi muito divertido aquele dia, todos se deram bem no amor, o Cam ficou trocando mensagem com a Larissa, o Zach revoltado da vida porque não conseguiu beijar a Thassy, e eu, tava na mesma situação de sempre. Pois é.

Depois daquele longo dia, fui para casa descansar, nem demorou muito e eu caí no sono.

[...]

Quando chegou segunda, eu inventei uma dor de cabeça e fiquei em casa, fiquei deitado até 12:00, que era mais ou menos o horário em que eu saía do Colégio. Recebi uma ligação, quando fui ver era do Michael.

- Alô.

- Oi Michael, por que você me ligou?

- Seu viado desgraçado, eu vou te matar.

- Epa, vai com calma. O que foi que eu fiz?

- Eu não sei se o "senhor não da pra ir pra escola hoje" se lembra, mas a gente tinha que apresentar o trabalho de história.

Puta merda, eu tinha esquecido totalmente.

- Ai Michael, velho, me desculpa mesmo, eu tinha esquecido, mas como eu sei que você é uma pessoa muito inteligente, conseguiu se virar sozinho né? - dei ênfase no "Muito".

- Ah claro, a gente tirou zero, porque eu não decorei a sua parte.

- Ah é só um trabalho.

- Um trabalho que fez a gente ficar de recuperação.

- Michael vou ter que desligar, depois a gente se fala.

Tipo, muito legal isso né? Mal acordei e ja recebo a noticia que eu to de recuperação. E agora quem iria me ajudar?

[...]

Passei na casa da Lisa, uma mulher de uns 30 e poucos anos atendeu a porta, não me parecia sua mãe, deveria ser empregada.

- Posso ajudar?

- Eu posso falar com a Lisa?

- Só um momento.

Ela encostou a porta, e em menos de 2 minutos estava de volta.

- Ela já vai descer.

Sentei-me no sofá, observei os porta- retratos, Lisa sempre foi bonita, tinha fotos dela bebê, dos seus pais, da sua irmã que morava no Brasil, enfim, muitas fotos.

- Oi Taylor.

Levantei e dei um beijo no rosto dela.

- Pra começar, seu namorado tá aqui?

Ela deu uma risadinha e respondeu:

- Ta não, mas o que te traz aqui?

- Então, eu to de recuperação em história e queria saber se... - fui cortada por ela.

- Queria saber se eu posso te ajudar? 

- Isso mesmo! Pode ser?

- Claro. Quando começamos a estudar?

- An, amanhã?

- Ok, pode ser.

Continua....



Notas finais do capítulo

Mandem Reviews.... Me deixem Feliz ;D