Your Love Is My Drug escrita por Tatto


Capítulo 4
Capítulo 4


Notas iniciais do capítulo

Ajuda da Maria e da Larissa




Cara, enfim chegou sexta.

Não tava com nenhuma vontade de aparecer lá na escola, não tinha nada de interessante por lá, exceto: Lisa.

Levantei com toda preguiça do mundo, praticamente eu fui me arrastando até o banheiro. Me olhei no espelho, eu tava horrível, joguei uma água no rosto, escovei os dentes e desci para tomar café, ainda com a roupa que eu uso pra dormir, todos ja estavam na mesa, me sentei, peguei uma torrada e tomei um pouco de leite.

- Bom dia filhão!

- Bom dia pai.

- E aí, vai tentar falar com aquela garota que tu ta afim?

- Paiiê, para. - reclamei.

- Como é? O Taylor ta gostando de uma menina?

- De um menino que não ía ser - Minha mãe "tentou" me defender.

- Ah sei não, ele é muito viado, não duvido.

- Eu vou te mostrar quem é viado sua pirralha, vem aqui agora. - Comecei a correr atrás dela pela casa, mas nossa mãe mandou a gente ficar quieto.

Depois de tomar café, meu pai saiu pra trabalhar, minha mãe ficou limpando a casa, Makena foi na casa de um "amigo" dela, fala sério, quem é que acredita nessa?

Eu subi, e me arrumei, eu estava bem básico, mas charmoso, cara, eu sou demais....Tá, parei.

[...]Na sala de aula, nem preciso comentar, foi muito chato, nem sei como não dormi. Na aula de artes, joguei muita tinta no Michael, dos meus melhores amigos, ele foi único que apareceu. Estava um tédio danado, olhava o relógio na aula de história, parecia que tinha passado 10 anos, mas na verdade tinha passado apenas 2 minutos.

Aquilo tava muito chato, a Lisa não tinha aparecido, já estava desistindo, quando a encontrei, fui levar o livro.

- Oi Lisa.

- Oi Taylor, tá melhor?

- To sim, nem tá mais doendo.

- Ah que bom - respondeu com um sorriso no rosto - Então, conseguiu achar o livro?

- Pra falar a verdade não... - ela fez uma cara bem triste - Mentira, trouxe sim.

- Me enganou dessa vez.

- Tá aqui - falei entregando-lhe.

- Ah muito obrigada.

- Dena...

- O que você tá fazendo com a minha namorada? - é, ele deixou bem claro que ela é dele.

- Eu não to fazendo nada, aliás, to sim, você não percebeu que a gente ta conversando?

- Ryan, a gente não tá fazendo nada, sério. - Ela se intrometeu.

- Ah verdade? Se sabia que foi ele que me bateu? - disse ele querendo partir pra cima.

- Você que provocou - falei com raiva.

- Ryan, o que você fez? - ela tava ficando irritada.

- Você vai acreditar nesse cara? Ele ta mentindo.

- Ah claro, afinal, quem foi que me xingou de filha da puta? E quem é que não sabe brigar? Quem é que precisa da ajuda dos amigos? Ah foi mal, mas não sou eu. - Eu tenho esse dom pra provocar as pessoas.

- Olha aqui se...

- Taylor, vai embora, por favor...  - ela estava pedindo, não ia atrapalhar o namoro dela.

- Tá, eu vou indo. 

[...]

Aquele idiota, ainda acabo com a raça dele, não dá valor a uma menina tão especial, não sabe o que é amor.

Quando eu cheguei em casa, larguei a bolsa em cima do sofá, brinquei um pouco com Roxy, minha cachorrinha, troquei de roupa, peguei meu skate, comi um lanchinho e lá vou eu...

Chegando no Parque, encontrei os meninos, Cameron e Zach....Eles deviam estar doente, tipo, eles estavam parados, com os skates na mão, resolvi perguntar o que tinha acontecido:

- E aí gente, tudo de boa?

- Melhor impossível. - respondeu Zach

- E por que vocês não tão andando?

- Tem coisa melhor pra fazer - Cam.

- Tipo?

- Ver aquelas gracinhas ali. - Zach apontou e eu olhei na direção.

Vou confessar que era duas gracinhas aquelas meninas, uma um pouco mais morena, elas pareciam ter uns 15,16 anos e estavam admirando os meninos. Me senti muito forever alone ali. 

- Quer saber? Vou falar com ela.

*P.O.V. CAMERON* 

Aquela moreninha era demais, gostei tanto dela que quando me dei conta, ja estava no meio do caminho, ela estava sem skate, cheguei com toda moral e perguntei:

- E aí gata, curte um skatista? - Ela me olhou de um jeito...

- Não muito...Mas você é excessão.

- Quer dar uma volta comigo?

- Só se você me falar seu nome. - Gostava de garota assim.

- Cameron e o seu princesa?

- Larissa, mas não me chama assim, não curto conto de fadas.

Véi, essa menina é foda. Cheia de atitude, eu eu ela fomos andar um pouco...Nos conhecer melhor....

* P.O.V Zach * 

- Taylor, o que aconteceu contigo cara?

- Me envolvi em uma briga.

- De novo?

- Sim.

[...]

Ta, ele falou pra caramba, mas eu não tava nem aí, tava de olho naquela princesinha.

- Taylor, foi mal, mas tenho uma coisa pra fazer!

- O que?

Deixei ele no vácuo e fui.

Ela foi ficando vermelha conforme eu me aproximava, percebi a timidez assim que me sentei ao seu lado.

- Oi, tudo bem?

- Ér...Oi, sim e você?

- Ah eu to bem também. - Sempre fui timído, mas hoje eu tava de boa. - Então, eu tava te observando e te achei muito linda...

- Ah que isso, você que é um Gato.

- Opa, eu sou um gato? Isso é um bom sinal né? - começamos a rir. Ela estava se soltando com o tempo.

- E o nome do Gato, como é?

- Bom, o do Gato eu não sei, mas o meu é Zach e o seu?

- Sou a Thassy.

- Que nome lindo hein?

- Ah para.

- Ta bom parei, tchau.

- Mentira, pode ficar.

[...]



Notas finais do capítulo

Comentem? Me deixem feliz =D