Your Love Is My Drug escrita por Tatto


Capítulo 24
Capítulo 24


Notas iniciais do capítulo

Gente, esse capítulo ta muito chato, enrolei muito...mas é só pra deixar vcs curiosas u.u
Bom, não espero que vocês gostem, mas leiam...




Isso não ta mais dando certo, chega de esconder esse sentimento, o Taylor precisa saber que eu amo ele.

Mas não hoje, só quero deitar na minha cama e dormir, me desconectar desse mundo onde estou indecisa entre dois homens...

[...]

Como o sono não vinha, peguei meu iPod e coloquei as músicas no aleatorio e por incrível que pareça, começou a tocar a música Es Un Drama e vei, a tradução descreve a minha situação neste exato momento.

Depois de tantas musicas...Caí no sono.

[...]


Quando eu levantei, estava disposta a fazer daquele dia ser um dos melhores, chega de sofrer...

Eu vou falar com o Taylor, amo ele, mas também amo o Ryan... O que fazer?

Primeiramente, vou tentar recuperar a minha amizade com o Taylor, ele faz falta...

Tomei um banho bem quente, coloquei uma roupa simples, alguns colares e pulseiras e saí.

No caminho, parei no starbucks e comprei um café e fui tomando.

Assim que cheguei, falei com a Gabi, perguntei se ela tinha visto o Ryan e ela disse que não. Então, esse era o momento de falar com o Taylor. Procurei ele pelo colégio inteiro e não encontrei, bateu o sinal e eu tive qu ir pra sala.

Demorava um ano pra passar um minuto, e eu não aguentava mais aquela aula de geografia.. Então, resolvi mandar uma mensagem.

#Oi Taylor, sei que você não está querendo nada comigo, mas precisamos conversar!

Tinha esperanças dele responder... Alguns segundos depois, apareceu o aviso de que a mensagem foi entregue, agora era só esperar pra ver.

Enquanto guardava as coisas no meu armário, vi o Michael, no mesmo instante:

– Hey, Michael. - Chamei.

– Oi Lisa, como você ta? - Disse enquanto me cumprimentava com um beijo na bochecha.

– To bem e você?

– Bem.

– É, então Michael, você viu o Taylor?

– Olha, ele tava saindo. Mas acho que não é uma boa idéia você ir falar com ele.

– Sei que ele ta com raiva de mim, mas tenho que resolver isso e obrigada! - Disse rapidamente enquanto beijava seu rosto.

Corri em direção a saída, e percebi que o Taylor estava falando com aquela vaca loira.

– Taylor? Eu posso falar com você?

Ele se virou.

– O que você quer? Não ta vendo que eu to falando com a minha namorada?

Olhei pra ela de cima a baixo.

– É, caso você não percebeu, nós já estavamos conversando. - Ela se intrometeu,

– Olha aqui, to pouco me fudendo pro que vocês estavam fazendo antes de eu chegar.

– Toma cuidado com o jeito que você fala com ela! - Taylor defendeu.

– Tanto faz... Mas podemos conversar?

Ele se virou pra vadia, deu um selinho nela e disse:

– Já volto.

Esperei ela se afastar um pouco e disse:

– Olha, ta tudo muito errado.

– Sério? Pra mim ta tudo ótimo.

– Taylor, a gente brigou por um motivo idiota.

– Idiota? Eu simplesmente fiz meu papel de "melhor amigo", mas você preferiu acreditar nele.

– Sei que eu errei, mas... - Fui cortada por ele.

– Mas nada, Lisa. Se você tivesse vergonha na cara, você teria pedido um tempo pra ele, pra ver quem estava mentindo.

– Taylor, foi errado, eu sei disso, mas você sabe que eu amo o Ryan, e bem, eu ainda te considero meu melhor amigo.

– Esse é o seu problema, você ama o cara errado e não confia no seu melhor amigo.

Abaixei o rosto, sentindo muita vergonha.

– Me desculpa?

Silêncio. Ele me encarava.

– Me desculpa? - Repeti.

Por fim ele disse:

– Lisa, entenda, um pedido de desculpas não muda nada, você sabe o quanto eu gosto de você.... ou gostava...Nem sei mais, - doeu ouvir aquilo - mas enquanto você estiver com ele, nem me procura mais ok?

E assim, ele se virou e foi embora, senti uma lágrima escorrendo em minha face.

[...]

Sabe, já era dificil perder um amigo, e o pior é quando ele não é só o seu amigo.

Fui pra biblioteca, cumprir meu serviço e lá fiquei lendo, lembrando de mim me escondendo do Taylor...

Ai que porra, tudo me lembra ele!

Bom, não posso fazer mais nada, ele não quer mais nada comigo, ele que aproveite com aquela vaca.

Enquanto não aparecia ninguém por lá, fiquei trocando mensagem com a Lu.

[...]


Antes de ir direto pra casa, passei em uma sorveteria e lá, encontrei a Lary:

- Oi Lary!

- Lisa...Quanto tempo!

- Verdade né? Posso me sentar aqui com você?

- Claro nega, senta ai. - Ela me olhou por um tempo e perguntou: Você ta bem?

- To sim e você?

- Eu to bem, mas Lisa, o que você tem? Sério.

- Nada ué.

- Quem nada é peixe...Desembucha.

Quando vi, já estava contando todos os meus problemas.

- Você quer que eu fale com ele? - Lary.

- Não, deixa quieto, já tem muita gente envolvida nisso.

- Lisa, mas você já parou pra pensar no que ele disse? 

-Como assim? 

- Sabe, acho que você deveria tomar cuidado com o Ryan... Porque pelo o que eu conheço do Taylor, ele não iria falar isso se fosse mentira.

Todos me dizendo isso!

- Sabe, pode até ser, mas eu amo ele.

- E ama o Taylor também.

- Isso que complica tudo.

- Não, não é isso que complica, pensa: Você ama o Taylor, ele te ama... - cortei ela.

-Não, ele não ama mais.

- .. Ele te ama e ainda é o cara que você confia, que esteve com você sempre que você precisou... Ta entendendo o que eu to falando? - Ignorando totalmente o que eu disse.

- To.

- Lisa, tem mais alguma coisa pra me contar?

É, ela percebeu.

Contei do incidente da noite anterior.

- Como é que é? Você tava quase transando com o Ryan mas estava pensando no Taylor?

- Fala baixo por favor?

- Okay, desculpe.

- E então, o que você tem a dizer?

- O mesmo de antes, larga logo o idiota do Rayn e pega o Taylor.

- Mas ele ta com essa vadia..

- E daí? Ele gosta de você desde sempre e tá com essa vaca desde...

- 1 mês?

- Lisa, para de ser idiota, 1 mês atrás ele tava quase beijando seus pés, deve ta com essa garota há uma semana...no maximo.

Abaixei a cabeça, pensando no que dizer.

- Olha, vai por mim!

- Ta.

- To falando sério.

- Eu sei, Lary. Hoje eu resolvo tudo isso.

- Okay! Bom meu amor, tenho que ir agora! Cameron já ta me ligando!

- Okay, vai lá e manda um beijão pra ele!

- Pode deixar! Ainda vamos sair todos juntos...Você e Taylor, Thassy e Zach, Michael e Mônica e Eu e o Cameron.

- Mas já fizemos isso.

- Sim, e foi a melhor viagem da minha vida e na próxima vai ser ainda melhor...Vamos sair em casais!

- Quem dera! - Desanimei um pouco.

- Para com isso menina! Se Anima! - O celular dela apitou mais uma vez. - Bom, agora eu vou...Beijos e se cuida...Pensa direitinho!

- Pode deixar.

Olhei no meu celular e era exatamente 17:00, terminei meu milk shake e fui pra casa do Ryan, não tinha visto ele o dia inteiro e eu precisava conversar com ele sobre muita coisa. 

[...]

Quando cheguei, vi o carro dele lá na frente, então, quando ia tocar a campainha, lembrei que ela tava quebrada, ia bater na porta mas vi que esta estava só encostada.

Então entrei, fui na cozinha e nada, na sala, nada...

Bom, só poderia estar no quarto.

Subi as escadas e quando abri a porta, mal pude acreditar no que eu estava vendo! 


Continua...




Notas finais do capítulo

Eu disse que tava chato u.u
Quero reviews com as opiniões...Okay?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Your Love Is My Drug" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.