A New Life 2.0 escrita por L Angels


Capítulo 10
Capítulo 10 - O ensaio.


Notas iniciais do capítulo

A arte de tretar com uma pessoa e depois fingir que nada aconteceu...




** PDV Sophi

 

 

 

No caminho até a minha casa, eu fui esfriando a cabeça para o meu irmão não perceber nada. Ele é daquelas pessoas que sempre sacam quando tem algo de errado com alguém.

Até que a caminhada não foi tão longa, mas um carro ajudaria bastante.

 

— Cheguei!! Tem alguém em casa? – Perguntei assim que abri a porta.

— Você demorou em, já estava ficando preocupado! – Meu irmão disse voltando da cozinha.

— Desculpa Papai, eu estava dando uma volta, conhecendo as redondezas. – Brinquei.

— Ta desculpada! – Ele riu. – Então... Está com fome?

— Ainda não... Depois eu como alguma coisa. – Dei de ombros.

— O que aconteceu? – Ele me encarou preocupado.

— Não aconteceu nada, só não estou com fome. – Menti.

— Eu sei que tem alguma coisa errada, mas se você não quer contar tudo bem... – Ele se jogou no sofá.

— Você vai quebrar o sofá desse jeito!! – Reclamei.

— O sofá é meu! Se eu quebrar eu compro outro. – Ele revidou.

— Nossa... Que ignorância! – Peguei uma almofada do sofá e taquei na cara dele, depois subi para o meu quarto.

 

 

[...]

 

 

Estava deitada no sofá sem absolutamente NADA para fazer, então peguei meu celular e resolvi ligar para o Zach.

 

 

*Telefone on*

 

 

Z: Oi Sophi.

S: Oi Zach tudo bom?

Z: Tudo sim, aconteceu alguma coisa?

S: Na verdade eu queria saber que horas vai ser o ensaio da sua banda... 

Z: Acho melhor você não...

S: Eu não estou entendendo, não é para eu ir?

Z: É que bem...

S: O que foi Zach?

Z: É que o Cameron é da banda. Pronto falei.

S: Você só pode estar brincando... O Cameron é da banda? Sério?

Z: É, e eu não quero que você se irrite, já passou por coisas de mais por um dia.

S: Quer saber... Está tudo bem! Eu juro que vou ficar quietinha no meu canto! Não aguento mais ficar aqui em casa. Por favor, Zach!!

Z: Tá bom então... Você pode vir! Os meninos vão chegar em  meia hora. 

S: Ok, obrigada Zach. Você é de mais. Até já.

Z: Até... Beijos.

S: Beijos!!

*Telefone off*

 

 

Não vou deixar de ir em um lugar só porque o Quiseng vai estar lá, ele que me ature, já disse tudo o que eu tinha para falar mesmo! Mas se ele vir falar alguma merda ele vai ter que ouvir!

Fui até o meu quarto, tomei um banho rápido e me arrumei.


Look:

http://www.polyvore.com/sem_t%C3%ADtulo_43/set?id=45176928&.locale=pt-br

 

— BER TO SAINDO. - Gritei descendo as escadas. 

— Vai para onde? – Ele disse aparecendo do nada lá na sala.

— Na casa de um amigo... – Dei de ombros.

— Que amigo? – Ele perguntou sério.

— Zach Porter, conhece? – Devolvi a pergunta.

— O Zach? Mas é claro que eu conheço! – Ele riu.

— Tem alguém nessa cidade que você não conheça? – Revirei os olhos.

— Acho pouco difícil! – Ele brincou.

— Ok senhor popular, estou indo... – Abri a porta.

— Espera aí, você vai na casa do Zach com essa roupa? Não esta faltando pano aí não? – Ele fechou a cara.

— Me poupe Bernardo!! – Saí antes que ele falasse mais alguma coisa.

 

 

** PDV Cameron

 

 

Depois daquela "visitinha" inesperada acho que nem preciso falar que eu fiquei bem perturbado não é?

Qual é o problema daquela garota? Chegar aqui em casa do nada falando aquelas coisas, me fazendo falar aquelas coisas. Faz tempo que alguém não me tira do sério desse jeito.

Eu estou me odiando por ter pensado por um minuto em levantar a mão para ela, tudo bem que ela veio aqui só pra me provocar, mas não se bate em uma mulher nem com uma flor.

Tenho que me controlar mais da próxima vez, porque pelo que deu pra perceber vai ter uma próxima vez sem dúvida. Não entendo porque aquela garota me odeia tanto, acho que ela precisa de algum tipo de ajuda profissional, vou falar com o Bernardo sobre isso. Ou será que ela vai ficar mais furiosa ainda comigo?

Resolvi ir me distrair um pouco jogando vídeo game, estava no meio de uma partida quando meu celular começou a tocar então tentei atender e continuar jogando ao mesmo tempo.

 

 

*Telefone on*

 

 

C: Fala Mike!

M: Iae Cam! Não deu sinal de vida, vai dizer que se esqueceu do ensaio hoje?

C: Put’s... Eu esqueci totalmente!

M: Tinha que ser né Cameron...

C: Foi mal cara, aconteceu umas coisas aí.

M: Se o problema for sua gata eu prefiro nem saber. Estou passando aí em 10 minutos, acho bom você ser rápido.

C: Eu sou...

M: Veremos, já liguei o carro.

 

 

*Telefone off*

 

 

Fui para o meu quarto correndo e tomei um banho rápido. Depois coloquei uma bermuda preta, uma regata branca e um tênis, pronto! Ser homem tem lá suas vantagens.

Dei uma bagunçada no cabelo ainda molhado, passei um perfume e assim que eu estava descendo a campainha tocou. 

 

— EU ATENDO! – Gritei indo até a porta.

— Fala cara! Firmeza? – O Mike falou assim que eu abri a porta.

— Opa! Claro! – O cumprimentei com nosso aperto de mão.

— Está pronto? Vamos? – O Mike perguntou sem entrar.

— Claro que estou. Não se desafia um Quiseng. – Eu ri.

— Ok senhor maravilha. Vamos nessa. – Ele falou voltando para o carro.

— VÓ ESTOU INDO NA CASA DO ZACH! - Gritei em quanto fechava a porta. 

 

Entramos no carro do Mike e como a casa do Zach não era tão longe nós chegamos em poucos minutos.

 

— Fala magrelo! Chegamos! – Falei entrando pela garagem que estava aberta.

— Chegaram cedo em... - O Zach disse sendo sarcástico. 

— Não olha pra mim. O bonitão aqui que se esqueceu do ensaio... - O Mike apontou para mim. 

— Foi mal, eu estava meio distraído. Aconteceu uma coisa hoje... Mas deixa pra lá... - Desisti de falar.

— Ok... Mas então... A amiga de vocês vem? - O Mike disse fazendo uma cara de safado. 

— Amiga do Zach! – Disse me sentando no sofá que tinha ali, a garagem estava mais para um mini estúdio.

— Tanto faz... – O Mike deu de ombros e olhou para o Zach esperando respostas.

— Ela já deve estar chegando - O Zach disse me encarando.

 

Não gosto quando ele faz esse olhar, tem alguma coisa errada, ele sabe de alguma coisa. Será que o Zach sabe sobre a briga? Será que pelo menos ele sabe me dizer o motivo dessa briga? Porque eu não entendi até agora! Depois vou falar com ele sobre isso.

Ficamos conversando até que a Sophia apareceu na porta da garagem acabando totalmente com o assunto. Óbvio que ela ia desviar a atenção de três marmanjos com aquelas pernas de fora. Ela é maluca, mas tenho que admitir... É uma maluca com um corpão.

Olhei para os caras e já estava quase me levantando para pegar um pote antes que a baba deles começassem a cair. Qual é galera, parece que nunca viram uma mulher na vida.

 

— Parece que eu interrompi algum assunto importante. – Ela disse rindo.

— Éh... Oi Sophi... En... Entra. - O Zach finalmente disse alguma coisa.

— Isso aqui é bem legal! – Ela começou a olhar em volta.

— Sophi esse aqui é o Michael... E Mike essa é a Sophia. – O Zach fez as devidas apresentações.

— Não acredito! – Ela começou a rir.

— Então você que é a famosa Sophia? – O Mike riu também.

— Bom, sinto em te decepcionar, mas não trouxe nada para você derrubar dessa vez. – Ela disse o cumprimentando.

— Eu não ficaria tão feliz, eu ainda posso TE derrubar. – O Mike brincou.

— Tenta a sorte. – Ela devolveu. 

— Ok... Eu não estou entendendo nada... – Eu disse para o Zach.

— Que papo maluco é esse? Desde quando se conhecem? – O Zach perguntou tão confuso quanto eu.

— Não nos conhecemos. É que eu sem querer esbarrei com ela esses dias lá na escola de vocês. – O Mike explicou.

— Na verdade ele estava correndo feito um doido e derrubou minhas coisas no chão, eu queria matar ele! – Ela completou.

— Que bom que não sou o único nessa lista... – Falei comigo mesmo.

 

 

 

[...]

 

 

 

** PDV Sophi

 

 

 

O ensaio estava rolando e eles tocam muito, não tem como negar. Fiquei o tempo todo pensando na Rafa e em como ela adoraria estar aqui comigo.

O Zach é uma comédia, ele vai se empolgando durante a música e quando você menos espera, ele já está quase abraçado no pedestal. O Mike é um ótimo baterista, não sei como ele consegue, mas durante a música ele joga a baqueta para o alto e depois continua tocando a musica no ritmo, eu nunca conseguiria fazer aquilo.

E não vou ser hipócrita, tenho que confessar que como baixista o Quiseng até que manda muito bem! Eu até tentei tocar baixo algumas vezes, mas ele é muito pesado e eu não consigo ficar segurando por muito tempo.

Eles começaram a cantar uma musica que a Rafa cantava todo dia pra mim, All The Way, essa musica já tinha grudado na minha cabeça e eu comecei a pensar na Rafa de novo. Quando dei por mim já estava cantando a musica baixinho junto com o Zach.

Ele logo percebei e tentou me entregar o microfone, mas eu neguei.

 

— Eu não sei cantar. – Falei baixinho, mas não deu muito certo.

 

O Zach me lançou aquele olhar tipo “Não pode ser tão ruim” e eu bufei. Querido, estou tentando evitar uma desgraça aqui, será que você não entendeu?

Ele continuou com aquele olhar e eu acabei dividindo o microfone com o Zach, nunca que eu vou cantar sozinha. Óbvio que eu não era nem de longe boa como o Zach, mas até eu me surpreendi, não foi tão ruim como eu imaginava.

 

— Você canta bem! – O Zach disse assim que a musica acabou.

— Não precisa mentir! Eu sei que cantar não é a minha área! – Me afastei do microfone.

— Então qual é a sua área? – O Mike perguntou.

— Aposto que ela sabe tocar pelo menos um violão! Talvez até uma guitarra, ou um baixo... - O Cameron disse em um tom desafiador.

— Será?? – O Mike me olhou desconfiado.

— Na verdade eu arranho sim um pouco no violão e no baixo – Dei de ombros.

— Ah essa eu quero ver!! – O Zach falou tirando um violão de algum canto.

— Violão é muito fácil, quero ver você tocando baixo! – O Cameron falou entregando o dele.

 

Lancei um olhar mortal para ele, tem que ser muito sínico mesmo para me entregar o próprio instrumento e me desafiar desse jeito.

 

— Tem certeza? Eu não sou tão boa, posso arrebentar alguma corda sem querer! – Provoquei.

— Eu não ficaria surpreso. – Ele deu de ombros.

 

Ah não... Eu não aguento ser provocada desse jeito. Resolvi tocar só de raiva, e modéstia a parte o pouco que eu toquei, eu toquei muito bem, todos ficaram surpresos inclusive o Cameron. TOMA TROUXA. É ASSIM QUE SE FAZ!





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A New Life 2.0" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.