Opposite Attraction escrita por Giu, Bloody Mari


Capítulo 31
Capítulo 28


Notas iniciais do capítulo

Autora a jato aqui genteeeeee! Uuuul esse capítulo veio rápido!!! kk Boa leitura!!




- Tipo, eu até entendo que você não queria voltar para escola! Mas precisa andar assim? Ta parecendo um zumbi! - Alice falou estridente quando eu apareci na porta da sua casa para lhe dar carona. 

- Foda-se. Estou de luto. - Murmurei, colocando os óculos novamente, e voltando a dirigir. Alice suspirava pesadamente, mas se manteve em silêncio por alguns minutos. 

- Sinceramente, eu achei que você tinha esquecido-se dele. Sério, para mim você já tinha superado. - Ela falou depois de alguns minutos. 

- Eu esqueci. - Murmurei entre dentes mantendo meus olhos no caminho. 

- Não Nessie, você não esqueceu. - Ela respondeu suspirando. - Se você tivesse esquecido, não estaria com essa imbecilidade de "luto". Cresce menina! Você quer mostrar que superou? Então dê a volta por cima. Chegue hoje arrasando. Para de palhaçada! - Alice falou, olhando firme para mim, e dessa vez fui eu que bufei e fiquei em silencio por alguns minutos, pensando no que ela tinha dito. 

- Você tem razão. - Falei por fim, cedendo a ela. 

[...]

O dia na escola passou depressa, não teve nenhuma novidade. E o melhor não cruzei com ninguém indesejável. Estava no estacionamento esperando pela Alice quando duas garotas pararam no carro ao lado, conversando animadamente sobre as férias.

- Sério? Não acredito, ela disse isso mesmo? - Disse a loira.

- Sim e o pior parece que ele não estava nem ai, falou na cara dela "Olha eu só queria te comer, nada demais". - Disse a morena como se tivesse segurando o riso.

- Nossa! Que absurdo! Depois tem gente que fala que homem não é tudo igual. Esses homens do mundo não tem futuro, bando de galinha.

- Pois é, e tem mais ele ainda ficou com a irmã dela e a prima que veio visitar ela de outra cidade.

- OMG, ele pegou a família toda é HAHAHA.

- Olha se não fosse tão triste seria engraçado. Tipo ele é lindo, só dar um sorriso e ele tem quem quiser na cama.

- Mas espera, qual o nome de quem você ta falando?

- Jacob Black, quem mais?  - Disse a loira, meu coração acelerou sem aviso e imediatamente a conversa começou a me interessar mais.

- Jacob Black, aquele Jacob Black? - Perguntou a morena parecendo assustada.

- Ele mesmo, por acaso você conhece mais algum, se conhecer me apresenta porque to necessitada HAHAHA.

- OMG, não é possível.

- Por quê? Qual o problema?

- Eu vou sair com ele depois do meu trabalho, a gente ta conversando a um tempão e ele me diz cada coisa linda, não acredito.

- É amiga parece que ele quer te comer também. Se prepare para entrar na lista na qual metade da escola, ou seja, todas as meninas, já estão inclusive eu. Aproveita porque ele é uma delicia na cama.

- Mas ele pareceu tão sincero...

- Ele quer te comer, pra isso ele parece o que quiser.

- Aiin amiga não to acreditando nisso.

- Bom aproveita enquanto ele é seu, porque ele muda rapidinho de ideia, comigo não ficou nem um dia inteiro, e esse caso das irmãs e primas aconteceu em um final de semana, sem contar o que acontece em cada festa, com o poder daquele cara é capaz de ele pegar umas cinco em cada festa. Não adianta tentar ser a diferente com ele, aproveita enquanto ele quer se aproveitar de você. - Disse a loira entrando no carro, observei pelo canto do olho a morena entrar no carro em seguida.

- Você tem razão, vou aproveitar ao máximo. - Disse a morena e em seguida elas se foram.

 - Depois são os homens que não tem futuro, bando de vadia. - Falei alto.

- Quem? - Perguntou Alice entrando no meu carro.

- Ninguém. - Respondi mal-humorada.

- Se importa se o Jazz for com a gente? - Perguntou. Virei-me e me dei conta da presença do Jasper no banco de trás.

- Sem problemas. - Disse sorrindo. Dei partida no carro e acelerei.

- E ai, como foi NY Nessie?- Perguntou Jasper.

- Ótima, mas parece que perdi muita coisa por aqui. 

- Ah, não perdeu nada não, a mesma coisa de sempre.

- Hum, me disseram que teve muitas festas, parece que teve gente que deu o que falar nessas festas. - Disse, por trás das lentes escuras dos meus óculos percebi Alice e Jasper trocando um olha significativo. Aposto que aquela traidora já sabia de tudo o que aconteceu nas férias de Forks com o Jacob e não ia me contar nada.

Depois de deixar os dois na casa da Alice fui correndo para casa enfurecida.


Assim que cheguei em casa fui para a cozinha, tinha um bilhete do Emm na geladeira "Casa da Rose!". Desde que eu tinha voltado de viagem, percebi como o Emmett e a Rosalie estavam mais próximos, ela dormia direto aqui, ou ele que ia para lá. Era um nojo.

Abri a geladeira atrás de alguma coisa para comer mais acabei achando a garrafa de vodca bem escondida. Peguei e subi para o meu quarto.

- Bando de traidores! - Murmurei batendo a porta com força.

[ ... ]

Tateei atrás do meu despertador na mesinha de cabeceira, bati com força nele assim que o encontrei. Abri os olhos preguiçosamente, era só o segundo dia de aula e eu já estava considerando não ir. Levantei meio tonta e encontrei a garrafa de vodca perto da minha cama, ainda estava pela metade, escondi debaixo da cama e fui para o banho. Depois de arrumada desci para tomar café. Meus pais estavam na mesa com o Emmett.

- Hey, finalmente, pensei que tivesse encontrado Nárnia no seu quarto. - Disse Emmett, mostrei o dedo do meio para ele me servindo de um pouco de suco.

- Não está com fome? Ontem nem desceu para o jantar. - Disse minha mãe me oferecendo uma torrada. Acabei comendo mais do que o previsto e cheguei atrasada na casa da Alice, que deu crise.

- Que demora, vamos pegar um lugar péssimo no estacionamento e tudo porque você não consegue parar de comer. - Reclamou Alice no banco do carona.

- Ai Alice, não me enche que hoje eu não to boa.- Disse aumentando o volume do radio, mesmo que isso aumentasse a minha dor de cabeça. Assim que chegamos na escola pegamos um lugar péssimo no estacionamento, como Alice previu, mas isso não me importou. Fui para as aulas e dormi na maioria delas, simplesmente não tinha vontade de escutar toda a baboseira dos professores, hoje não.

[ ... ]

O sinal da ultima aula tocou e eu não tive a alegria de ir para casa porque tinha que ficar no treino das lideres de torcida. Assim que cheguei na quadra encontrei as meninas sentadas em circulo conversando, entre elas a  Alice,abri o maior sorriso forçado que consegui e me sentei com elas.

- E ai meninas. - Disse sorrindo.

- Oi Nessie. - Disseram.

- Do que estão falando? - Perguntei.

- Das férias.  - Disse Alice.

-  É, Alice estava nos contando sobre tudo o que vocês fizeram em NY.

- Foi bem legal, mas e vocês, o que fizeram? - Perguntei.

- Ahh, foi legal até, nada comparado a NY.

- Com certeza nada comparado a NY. - Disse Jéssica com certa inveja.

- O que vocês fizeram para curtir? - Perguntei.

- Festas e garotos.

- Hum, me contem, como foram as festas? Que garotos em? - Perguntei fingindo empolgação com aquela conversa típica de garotas.

- Ah você sabe as festas foram as mesmas, as mesmas pessoas, os mesmos lugares e as mesmas loucuras.

- Quem foi o mais gostoso que você pegou? - Perguntei a Jéssica.

- Hum, gente que tal treinarmos? - Perguntou Alice tentando mudar de assunto.

- A gente pode treinar depois. Conta ai Jéssica. - Pedi.

- Ok, foi o... Jacob com certeza. - Disse a vadia sorrindo para mim como se pedisse desculpas. Mas eu já esperava por isso.

- Huum, o Jake quem diria. - Disse fingindo não me importar com aquele vagabundo pegando a escola inteira enquanto eu estava fora.

- Hum você não se importa né, tipo ele é se ex e nós somos amigas...

- Claro que não. Espera, deixa eu terminar esse chiclete aqui. - Disse colocando um chiclete na boca.

- Pra que? - Perguntou Jéssica sem entender nada.

- Pra você pegar o resto também. - Disse com um sorriso maldoso, me segurei firmemente para não rir da cara que ela fez enquanto as outras meninas riam discretamente, Alice me olhava perplexa, mas aposto que ela também queria rir.

[ ... ]

- Nessie aquilo foi maldade. - Disse Alice no carro, estávamos paradas na frente da casa dela.

- Eu só estava brincando. - Disse sorrindo.

- Pois as suas brincadeiras estão começando a me assustar, o que esta acontecendo com a minha melhor amiga? Para quem disse que já superou, não está parecendo isso. - Ela falou, saindo do carro e entrando na sua casa. Fiquei mais alguns minutos ali parada respondendo mentalmente a pergunta dela. Não está acontecendo nada demais comigo, eu continuo a mesma Nessie de antes, só que menos ingênua.

Me xinguei mentalmente por ficar pensando nas besteiras que a Alice fala e voltei para a casa.

Vasculhei a cozinha inteira atrás de comida, e comi quase tudo que eu ia achando e ainda não satisfeita levei um pacote de biscoito para o meu quarto para comer enquanto tomava o resto da garrafa de vodca. Eu já estava começando a me assustar com toda essa fome, mas deveria ser o nervoso. Tranquei-me no quarto e comecei a assistir um filme que tava passando na TV. 

[2 semanas depois] 

Ódio. Eu estava morrendo de ódio da vida, da escola, de tudo. Estava tudo uma bosta, tudo dando errado. Essas duas últimas semanas foram totalmente iguais. Eu ia para escola, e tinha que ficar ouvindo as histórias que espalhavam pelos corredores sobre Jacob. "Jacob ficou com uma professora" "Jacob fez um ménage com duas lideres de torcida" "Ai, porque o Jacob não me chama para sair com ele?" "Jacob foi suspenso da escola" "Jacob está dando festas muito boas em sua casa" 

Os assuntos eram basicamente esses. E eu era obrigada a aturar isso, e ficar mostrando que não me importava nem um pouco. Mas quando chegava em casa, não conseguia deixar de chorar, pensando em como ele está cada vez pior.

Parei de pensar nessa coisas, e levantei. Hoje era sábado, meus pais estavam fazendo uma viagem, e só Emmett esta em casa, pelo que eu saiba. Com a roupa que eu tinha dormido, desci e fui para a cozinha preparar o meu café. 

Encontrei Rosalie lá, fazendo café. 

- Bom dia. - Murmurou. 

- Só se for o seu. - Retruquei, com toda a antipatia possível. Não conseguia me acostumar com o fato dela morar mais aqui no que na casa dela.

- Estou preparando ovos com bacon, você aceita? - Ela disse toda simpática.

- Pode ser. - Cedi. Estava com um cansaço além do normal, mal conseguia levantar da cadeira que eu tinha acabado de sentar. Peguei um pacote de biscoitos que estavam do meu lado e comecei a comer enquanto ela preparava o café. O silencio tomou conta da cozinha. 

- Está pronto. - Ela avisou, trazendo um prato cheio até mim. 

- Obrigada. - Agradeci, ela retribui com um sorriso, e sentou-se à mesa para comer o dela. 

- Então... cadê o Emmett? - Perguntei, constrangida com o silêncio. 

- Meu ursinho ta dormindo ainda - Ela falou com os olhos brilhando, e talvez fosse bobeira minha, mas ela parecia gostar muito dele. Tirei esse pensamento da cabeça. Ultimamente eu estava sentimental demais. Mas isso não era motivo para achar que Rosalie Hale tinha mudado. 

- Estava bom? - Ela perguntou quando eu acabei.

Eu assenti, mas no momento que fiz isso, uma ânsia de vomito imensa tomou conta de mim, e sai correndo da cozinha até o banheiro que tinha ali no corredor. Corri até lá, e botei para fora tudo o que eu tinha acabado de comer. 

- Droga! - Resmunguei, ainda abaixada sobre a privada. 

- Está tudo bem? Quer alguma ajuda? - Rosalie perguntou, parada na porta, ela se demonstrava aflita. 

-Não obrigada. - Respondi enquanto lavava minha boca. Limpei o banheiro e depois subi para o meu quarto, tomei um banho e fiquei recostada na cama assistindo tv. Alguns minutos depois alguém bateu na porta.

- Entra - Falei. 

- Toma, eu trouxe para você. - Rosalie falou, trazendo uma xícara com um chá até mim. - Esse chá é bom para enjoos.

- Obrigada. - Falei, enquanto bebericava o chá quente que ela havia trazido. 

- Será que foi alguma coisa que eu fiz para você que te enjoou? -Ela falou, aflita.

- Acho que não.- Respondi com sinceridade. - Ando tendo esses enjoos a alguns dias, sempre na parte da manha. Vou procurar um médico... 

- Ata... que estranho. - Ela falou. Bocejei alto, e me espreguicei na cama.

- Estou tão cansada.. Acho que vou dormir mais. - Comentei com ela, como um aviso para ela sair do meu quarto. Mas ela tava sentada na beirada da cama, e parecia imersa em pensamentos.

- Enjôos matinais, fome excessiva... Sua menstruação está atrasada Renesmee? - Rosalie perguntou pensativa.

- Está umas duas semanas, mas isso é normal. - Falei, sem entender o porque dessa pergunta do nada. E principalmente, que intimidade nós tínhamos para ela ficar perguntando essas coisas. - Mas porque você pergunta isso?

- Eu acho que você está grávida.



Notas finais do capítulo

BOOOOOOOOOOOOOOOOM! BOMBA EM O.A. OMG, NESSIE GRAVIDA? QUEM AI ACHA QUE SIM? Eu nao sei de nada.... :XXXX
kkkkkkkkk e teve leitoras que falaram que isso poderia acontecer... Mas será que ela tá mesmo? Ah, isso só saberemos no próximo capítulo, que eu prometo que nao vai demorar. E Jacob? Ta cada vez me decepcionando mais ;////
.
.
.
AAAAAA feriado *ooooo* quem ai ta animada? A Mari já disse que está de férias até segunda, e eu to pensando em fazer o mesmo. Falando na Mari, já leram Three Things? Fic FODASTICA dela. Eu to betando também, então posso dizer, podem olhar que vocês não vão se arrepender.
.
.
.
Gente, preciso de incentivo para acabar de vez todos os capítulos de O.A., minhas provas começam lá pro dia 20, então não vou poder escrever nada por umas duas semanas..
.
.
.
Espero que tenham gostado do capítulo, bom feriado, e que esse mês de setembro seja ótimo para todas nós! hahahah bjss