Opposite Attraction escrita por Giu, Bloody Mari


Capítulo 25
Capítulo 22


Notas iniciais do capítulo

Oi meninas, desculpem a demora, mas eu juro que caprichei nesse capítulo, ficou enorme ( com 9000 palavras), acabei dividindo ele em dois, talvez até em três, porque ia ficar muito cansativo para vocês, mas eu prometo que se tiver bastante comentários eu posto o próximo até sábado.
Aproveitem a história, bj!




- Ai manhê, para com isso. Não to indo embora para sempre. É só uma viajem. 7 dias! - Reclamei, tentando sair do abraço da minha mãe. Estavamos, eu, ela e meu pai na entrada da minha casa. Jacob colocava as malas no carro.

- Aaa minha bebezinha, a primeira viagem dela sozinha. - Ela choramingou. Sem me largar.

- Deixa ela. - Falou meu pai.

- Obrigaaada. - Falei ironicamente quando ela me soltou.

- Renesmee, novamente.. nada de... - Meu pai começou a falar.

- beber, voltar muito tarde, ir em lugares proibidos para menores. Se comporte e juizo. - Completei ele, imitando sua voz e revirando os olhos.

- Isso mesmo, ainda bem que você gravou. E não se esqueça de ligar pelo menos uma vez por dia. - Ele disse, com um sorriso aprovador.

- Ahh ta bom pai.- Falei, revirando os olhos novamente. Jacob buzinou, meio impaciente. Iamos nos atrasar. - Tenho que ir, não quero perder o voo. Beijos, até a próxima semana. - Disse, me despedindo dos meus pais. Corri pro carro, antes que eles enrolassem mais.

- Desculpe. - Falei para Jacob quando ele já acelerava com o carro.

- Sem problemas. Só vamos correr para não perder o voô. - Ele disse dando um sorriso para mim. Aquele sorriso que eu ficava completamente apaixonada.

Desde o baile no sábado passado, nós estavamos assim. Na verdade, tudo parecia perfeito, até demais, que me deixava com medo. Eu e Jacob pareciamos estar vivendo num mundinho só nosso, passavamos o tempo todo juntos, e eu parecia nunca enjoar nele.

Não tinha nenhum problema na minha vida, exceto por Emmett, que não falava mais comigo. Ele não dirigiu nenhuma palavra a mim depois do baile, com certeza sabendo que fui eu que fiz aquilo com Rosalie. Agora ele passava o tempo todo com ela, pareciam o casal perfeito, ele quase não dormia mais em casa. Eu tinha nojo disso. E tentava não pensar no meu irmão, pois sabia que me chatearia.

Me animava pensar nessa curta viagem que eu faria com Jacob. Eu sabia que seria interessante, passariamos sete dias sozinhos, longe de tudo e todos. Seria perfeito. Foi engraçado termos escolhido logo ir para a Flórida, mas especificamente, para Miami, eu lembro de ter ido para a Flórida quando tinha nove anos, fomos conhecer a Disney, por isso ficamos num Hotel dentro do parque mesmo, então não tive a chance de conhecer Miami.

Agora eu iria com Jacob, e mesmo que lá não tivesse muito sol, daria para pegar a praia alguns dias, segundo a previsão do tempo. O resort que ficariamos era incrivel, e tinha tudo lá dentro, nem precisariamos sair muito.

- Nessie, chegamos. - Jacob me acordou. Não tinha percebido, mas acabei dormindo na viagem inteira.

- Que rápido. - Murmurei me levantando.

- Algumas horinhas. - Jacob respondeu, me guiando para fora do avião.

- Aaaaaw sooooool! - Falei, quando saí de dentro do avião.

- Se eu fosse um vampiro estaria queimando agora. - Ele brincou.

- Nossa, quando tempo que não vejo um sol desses. Que deeeelicia! - Falei, sorrindo. Eu gostava do calor. Entramos dentro do aeroporto, comemos numa lanchonete e pegamos um tâxi para o resort.

Chegando lá, fizemos check in no saguão, e fomos guiados até nossa suite, nos ultimos andares.

- OMG, que lugar maravilhoso. - Falei, entrando no cômodo, era uma sala com um sofá grande e com cara de confortável, uma pequena mesa em um canto, e um televisão grande, fui direto para as imensas portas que davam numa varanda, com uma vista maravilhosa.

Abri as portas duplas que davam num quarto, com uma cama de casal imensa, e outra porta, com certeza para um banheiro. Fui até lá e abri a porta, babei com o banheiro branco, com uma banheira de hidro muito convidativa, já fiquei imaginando tomar banho ali com Jake.

- Vamos aproveitar que tá esse solzão, e dar uma volta? - Perguntei ao Jacob.

- Claro, principalmente se for para te ver de biquini. - Ele disse, dando uma piscadela, e eu ri.

Jacob colocou as malas no chão do quarto, e eu fui procurar uma roupa para colocar, decidimos ir para a piscina e almoçar lá mesmo.

Botei uma roupa fresca, rasteirinha, e prendi meu cabelo num coque alto. Fomos andando por lá, paramos num restaurantezinho e almoçamos uma comida tipica. Depois fomos até a piscina, tirei a roupa, e fiquei sentada tomando sol, com Jacob ao meu lado.

- To com calor. Vamos dar um mergulho? - Perguntei à ele quando comecei a sentir calor, tirando meu óculos de sol.

- Vamos. - Respondeu. Levantei, e ele veio junto comigo.

Entramos na agua morna e eu dei um mergulho, como ele. Depois me pendurei na borda, e Jacob me abraçou.

- Já te falei como tá gostosa nesse micro biquini? - Ele murmurou no meu ouvido. Começou a dar mordidinhas na minha orelha, me fazendo suspirar.

- Para com isso Jake, estamos em um lugar público. - Falei.

- Hmm.. - Ele disse. Continuando com as provocações.

Virei, ficando de frente para ele, e ele me beijou.

- Jake... estamos em lugar publico... - Repeti

- Quer ir pro quarto? - Propôs sedutoramente.

- Uhuuum - Disse, afinal como resistir a uma proposta dessa feita por um homem desses. Jake sorriu e me ajudou a sair da piscina, fazendo o mesmo em seguida. Recolhi minhas coisas e me enrolei em uma toalha. Assim que entramos no elevador Jake me agarrou domindando minha boca.

- Tecnicamente, não estamos em publico. - Se defendeu Jake sobre meu olhar reprovador.

- Você pode esperar até chegarmos no..... - Fui interrompida pelo barulho do elevador se abrindo, Jake sorriu safadamente e me pegou pela mão me arrastando pelo corredor. Assim que entramos no nosso quarto no hotel, Jacob me agarrou pela cintura me tirando do chão, enrolei minhas pernas na sua cintura e deixei minhas coisas cairem no chão. Minhas costas encontraram a dura parede e Jake encontrou minha boca invadindo-a com a sua lingua. Agarrei mais minhas pernas na sua cintura sentindo sua ereção crescer contra minha intimidade. Jacob caminhou comigo enroscada nele até estarmos no sofá, ele apertou uma das minhas coxas que estava do lado do seu quadril e me fez gemer. Comecei a rebolar sobre seu membro pulsante, enquanto ele massageava meus seios sobre o biquini. Suas mão escorregou até o meu clítoris e ele começou a me estimular. Mordi o ombro dele com força segurando um gemido.

- Que tal um banho ? - Perguntou sorrindo malicioso, mordi o labio fingindo pensar mas logo sorri dando um púlo para sair do colo dele, Jake riu e me pegou no colo. Quando chegamos no banheiro Jacob me soltou e eu comecei a tirar meu biquini sobre seu olhar faminto, meus olhos encontrram a enorme banheira e eu comecei a fantasiar. Estava distraida quando Jake me agarrou pela cintura, me virei e nossos labios se tocaram, sorri.

- Te amo, Renesmee, de verdade. - Disse Jake me olhando nos olhos.

-Eu também te amo. - Disse beijando-o. Jacob sorriu quando nos separamos e logo depois me pegou com força e prensou o meu corpo contra a parede do banheiro, eu gemi com a batida na mesma, ele ficou encarando os meus olhos e devorou os meus lábios em um beijo urgente. Eu coloquei as pernas em sua cintura, já sentindo a sua ereção sobre o meu sexo. Comecei a rebolar em seu membro, e ele gemeu com força sobre a minha boca. Ainda comigo em seu colo ele foi até a pia, abru uma gaveta e pegou um preservativo, me soltou minimamente e colocou a camisinha , me agarrou de novo e prensou o meu corpo contra a parede, me puxou bem para cima, e de uma vez só ele introduziu o seu membro na minha intmidade me fazendo gritar e cravar as unhas em suas costas. Devorei sua boca em uma beijo avassalador, mas ele se separou de mim, cedo de mas, e abocanhou meio seio esquerdo, ele teceu uma mordida no meu mamilo que me deixou louca, depois passava a língua em volta dele, fez a mesma coisa no seio direito, Jake ainda me estocava com força enquanto "brincava" em meu seio. Ele parou de chupar o meu seio e colocou as duas mãos em meu rosto, segurando o meu corpo somente com o seu corpo, ele era realmente incrível. Jacob ficou me encarando e eu sustentei o seu olhar, ele me estocou com mais força mais algumas vezes e eu já estava sentindo que ia gozar, e ele pelo visto ele também.

Jacob aumentou as investidas em meu sexo e atingimos o ápice juntos, eu não desviei o olhar e ele também não, aquilo fez meu coração bater mais forte, pois seus olhos tinham um brilho diferente. Ele gozou rosnando entre os dentes e eu só consegui abrir a boca, pois não saiu nem um som, ele segurou as minhas pernas e colocou a cabeça no meu ombro, totalmente ofegante. Eu fiz a mesma coisa em seu ombro.

- Você é perfeito - Disse, ele sorriu me ajudou a descer e me puxou pela mão, ligou a agua da banheira, e entrou me fazendo sentar de costa para ele. Ficamos ali na banheira, nos acariciando e curtindo o momento. Depois voltamos para o quarto, e fizemos amor como nunca antes.

Acordei na manhã com uma luz forte que entrava pelas janelas. Foi estranho, já estava acustumada com o tempo escuro em Forks. O dia anterior eu havia passado quase todo no quarto, depois que saimos da piscinca, ficamos trancandos, nos amando diversas vezes, num mundinho só nosso. De noite pedimos a janta no quarto, mas não nos desgrudamos um minuto se quer.

Não sei se era possível, mas eu me sentia cada vez mais apaixonada por Jacob.

- Bom dia - Ele falou, levantei o rosto e vi ele olhando para mim, fiquei abraçada com ele, toda descabelada e com um sorriso imenso no rosto.

- Bom dia.. - Murmurei com a voz grogue.

- Animada pro dia de hoje? Vamos andar.. - Falou, tentando colocar animação em mim.

- Huurg.. - Reclamei, fechando os olhos de novo. Já tinha falado que sou muito preguiçosa?

- Qual é Ness.. nem te cansei tanto na noite passada.. - Brincou.

- Não.. imagina. - Falei ironicamente. Dei um bocejo longo e me espreguicei. Levantei lentamente e fui pro banheiro fazer minhas higienes, aproveitei para tomar um banho.

Sai de lá, enrolada na toalha e fui procurar uma roupa, ouvi Jacob na porta, falando com alguém, deve ter pedido o café da manhã.

Mesmo com um pouco de preguiça, eu estava doida para andar pelas ruas de Miami, fazer bastante compras, e conhecer os melhores lugares daqui. Vesti um short de cintura alta, um top, calcei uma rasteirinha e  peguei uma bolsa de tricô vermelha que eu tinha comprado a pouco tempo.

Fui para a saleta e Jacob estava sentado na mesa, com uma mesa de café da manha bonita. Sentei ao lado dele, e tomei meu café da manhã. Ele quando acabou foi se trocar para sairmos. Peguei meu óculos de sol e fiquei esperando por ele.

Algum tempo depois estavamos descendo do taxi na rua mais movimentada de Miami. Era tudo lindo, as vitrines das lojas eram tentadoras, eu tinha certeza que faria boas compras, até para o inverno em Forks.  Poderia adiantar algumas compras para o Natal daqui a dois meses...

Andamos por toda a extensão daquela rua, parando sempre em alguma loja que eu me interessava, e comprando coisas. Almoçamos no restaurante anexado em um hotel, e fomos convidados para um boate que tinha ali perto. Então tinhamos plano para a noite. Voltamos ao resort quando já estava escurecendo, eu feliz por ter feito compras que nao era possivel nem em Seattle.

Deitei um pouco com Jake para podermos descansar, e quando já era umas oito horas pedimos a janta, jantamos e fomos nos arrumar para sair. Conhecer a noite de Miami.

[...]

Fiquei pronta algum tempo depois, e saimos novamente. Fomos pro lugar escrito no folheto, e era muito bonito, uma boate da alta sociedade, com certeza.

Pegamos um pequena fila, e entramos, o lugar era animado, dava para se divertir. Fomos até uma mesa vazia e sentamos lá e pedimos um drink.

Alguns copos depois me levantei para dançar, sem o Jacob, que preferia ficar sentado. Fui para a pista e fiquei dançando por algum tempo, até cansar e voltei para a mesa. Pedi uma bebida e sentei um pouco. As horas foram passando e nós dois alternavamos o tempo, sentados ou dançando. Até eu estar cansada o suficiente para querer ir embora. Nos levantamos para ir embora, e o lugar parecia estar incrivelmente mais cheio, ainda tinha pessoas entrando, e ja era altas horas da madrugada. Fomos passando espremidos pelos corpos, e uma mulher esbarrou em mim, me fazendo tropeçar e quase cair.

- Ah me desculpe! Eu nao tinha te visto - A mulher falou com um sorriso de desculpas. Ela era loira, cabelos compridos e usava um vestido curtinho. Muito bonita. Jacob ficou encarando ela.

- Sem problemas, acontece - Falei sorrindo para ela.

- Se eu puder me redimir, pagando uma bebida para vocês. A propósito, meu nome é Amber. - Percebi como a mulher era animada e simpática. Jacob olhava sem parar para ela.

- Amber? Amber Willians? - Jacob falou, com uma estranha curiosidade.

- Sim, sou eu mesma... eu conheço você? - Perguntou curiosa.

- Jacob Black, irmão de Rachel. - Ele se apressou em dizer, passando para a minha frente, e cumprimentando-a.

- Oh sim! Jacob! Nossa quanto tempo! - Ela falou, abraçando ele. Me remexi desconfortável. Ele pareceu supreso com o abraço.

- Sim, sim.. muito tempo. - Respondeu pensativo, dando um sorriso para ela. Ela retribui o sorriso. Eu ja estava me sentindo meio deslocada ali.

- Bom, que tal tomarmos um drink? Eu pago, como falei para sua... érr.. amiga? - A loira, Amber, disse, olhando para mim menos simpaticamente, e senti uma pontada de ironia do final da sua pergunta.

- Eu adoraria. Mas já estavamos indo embora. - Jacob falou. O sorriso da loira murchou rapidamente.

- Ah que pena. Mas vamos marcar para sair algum dia. Pegue meu número, e me dá o seu...

- Nessie, porque você está tão calada? - Jacob perguntou quando já estavamos dentro do taxi. Eu estava de bico, virada para a janela. Não tinha gostado da tal da Amber.

- Nada. - Respondi secamente.

- Ness.. amor.. o que houve? - Jake perguntou de novo. - Pode falar.

- Não gostei daquela sua amiguinha. - Falei. Ele começou a rir, me fazendo bater o pé irritada.

- Ciúmes?

- Não.

- É sim... hahahahah ta com ciúmes da amiga da minha irmã?

- Não pareceu ser só amiga.

- Claro que é Ness. Que ciúmes bobo.. - Falou ainda rindo. Olhei seriamente para ele.

- Não quero voce falando com essa garota, ok?

- Tudo bem.. mas ela é legal. - Ele falou dando de ombros. - Voces poderiam ser amigas, ela até podia nos levar em alguns lugares aqui de Miami..

Não respondi, virei de novo para a janela. Não, não era ciúmes.

Chegamos ao hotel e fomos para o quarto, nao troquei muitas palavras com ele, entrei no banheiro e tomei um banho, e para provocar coloquei uma camisolinha bem pequena e meio transparente, e deixei o cabelo solto, como ele adorava. Deitei na cama e esperei ele sair do banheiro, a reação dele quando me viu deitada de bruços, com as pernas para cima, atenta no filme foi hilária.

Espiei ele, que estava só enrolado na toalha, colocando um short para dormir, depois pegou o controle do ar condicionado, e abaixou mais a temperatura.

- Tá calor aqui né.. - Comentou, eu ri e respondi.

- Sim, sim.. to morrendo de calor. - Falei, sacudindo a camisola. - Até isso aqui ta me esquentando.. - Completei maliciosamente. Ele me deu um sorriso sujetivo, e apagou a luzes, deixando apenas o abajur e a tv ligada.

- Você ta querendo me provocar.. - Falou indo deitar, indiscretamente me virei para ele, deixando ele ter uma cena do que eu usava por baixo.

- Você não sabe como eu queria que você arrancasse essa camisola que to usando, e depois rasgasse a minha calcinha, e se entarrasse beem forte em mim... - Sussurrei no ouvido dele, fazendo ele se arrepiar. Antes que eu piscasse ele me puxou pro seu colo, me colocando sentada em cima dele, com as pernas em volta, e com um rosnado começou a me beijar.

- Safada.. - Falava enquanto me mordia e chupava meu pescoço.

Ele começou a subir a minha roupa com uma mão, e com a outra já acariciava meu seio. Fiquei rebolando, e comecei a sentir o volume do seu membro contra mim.Ele voltou a me beijar, e eu continuava rebolando nele, fazendo o gemer.

Antes que ele tirasse minha roupa, eu sai de cima dele rapidamente, e fui pro meu lado da cama, me cobrindo toda.

- O que foi Nessie? - Ele perguntou confuso, com a voz afobada.

- Vou dormir. - Respondi secamente, mas querendo rir por dentro.

- E vai me deixar assim? - Perguntou cético, sem entender o por que.

- Pede a Amber. - Murmurei, fechando meus olhos. Ele deu um suspiro longo, e veio para perto de mim.

- Ness, amor.... - Chamou todo manhoso subindo e descendo a mão pelas minhas costas me deixando arrepiada.

- Sai Jacob, me deixa dormir - Resmunguei puxando mais o cobertor, Jake continuou me acariciando.

- Amor, quanta maldade... você sabe que eu jamais chamaria a Amber! Sabe o porque? - Perguntou acariciando meu rosto, forcei meus olhos a ficarem fechados.

- Por que?.

- Porque ninguem se compara a você, Ness, eu te amo, você é única para mim, e a Amber jamais me deixaria neste estado que to agora, porque só você consegue me deixar louco. É só você que eu quero.

- Só eu? - Perguntei abrindo os olhos, apaixonada pela declaração dele.

- Sim, só você - Disse me enchendo de selinhos. Sorri, me agarrei a nuca dele e aprofundei o beijo, logo ele veio para cima de mim, e mais rapido que antes já começamos a arrancar as roupas.

Ele desceu beijos por todo o meu colo, até chegar ao meu sexo, começou a massagear meu clitoris enquando lambia toda a extensão, chupava e dava leve mordidinhas. Eu gemia, de olhos fechados. Ele colocou dois dedos em mim, e continuoua me lamber me fazendo gemer alto, começou a massagear com rapidamente meu clitóris e eu dei um gritinho quando gozei.

Jacob chupou tudo e depois se virou para mim.

- A Amber nunca teria um gosto tão bom quanto o seu.

Eu apenas sorri, e me joguei para cima dele, fazendo deitar na cama, abaixei as calças dele, e seu membro já estava ereto. Olhei maliciosamente para ela, e fui até seu membro, comecei a massageá-lo e dei uma lambida na ponta, Jake deu um gemido baixo, e perebendo que ele estava gostando, continuei a lamber toda sua estensão, até coloca-lo na boca e chupar. Fiz isso por um tempo, até sentir que logo ele gozaria. Parei o que estava fazendo, recebendo um gemido de protesto, Jacob virou, me colocando deitada e vindo para cima de mim, se encaixou entre minhas pernas, e senti ele entrar todo de uma vez. Fechei os olhos para absorver o momento.

- Abre os olhos, olhe para mim. - Pediu, seu rosto a centímetros do meu.

Beijei ele, olhando fixamente em seus olhos. Seus movimentos aumetaram, e ele se sentou, me puxando para ficar em cima dele, comecei a cavalgar nele, e nossos olhos não se desconectavam em nenhum momento. Os movimentos ficaram mais rápidos, e eu sentia que logo viria meu orgasmo. Ele dava beijos pelo meu pescoço, enquanto massageava meus seios. Gemi alto quando veio, e ele veio logo em seguida. Desabamos na cama, eu estava completamente mole, e dormi logo, abraçado com o meu amor.



Notas finais do capítulo

É essa viagem deles tá apenas começando, tem muuuita emoção pela frente. Eu tava doida para chegar a essa parte. Bom, não vou falar muito, mais agora vocês vão ver a fic dar uma reviravolta. então comentem bastante, ai eu posto o próximo rapidinho.
.
.
.
Beijos, e até sábado, talvez. Ah, outra coisa, quem ai ta quase morrendo por causa do trailer de amanhecer parte 2? É, to desde ontem aqui, num colapso esperando que novembro nao demore. hahaahahah vou me indo, tchaaaaaaau