Opposite Attraction escrita por Giu, Bloody Mari


Capítulo 22
Capítulo 19





- Jacob?! - Falei, minha voz saiu entrecortada e eu apenas olhava de olhos arregalados. - Ãnh... érrr... desculpe... - Falei rapidamente, super sem graça, com as bochechas queimando e com um sorriso amarelo. O garoto, que se me lembro direito se chama Embry, um moreno alto, bem tipico garoto de La Push estava com a Charlotte, que olhava para mim com um olhar assassino, do tipo: você está atrapalhando.

Me apressei em me retirar dali, que mico eu havia pago. E que susto eu levei, sinceramente, por um momento pensei ser o meu Jacob. Tava andando de volta a onde o povo tava tão distraida, que só senti o baque do meu corpo com o de alguém.

- Ness? Onde você tava? - Perguntou Jacob.

- Ah oi amor, tava te procurando. Onde você tava? - Falei, e ele ainda mantinha os braços com qual havia me segurado envolta de mim.

- Fui dar uma volta, e quando voltei você não estava lá. - Ele disse, e começou a andar de voltar para a praia, me mantendo em seus braços quentes.

- Nossa, você não sabe o que aconteceu. Levei um susto tão grande agora. - Falei, agora rindo um pouco da situação. - Tava te procurando e achei que você fosse um menino que estava ali, acho que é Embry o nome dele, e ele tava lá com uma garota. Por um momento eu pensei que fosse você. - Tremi imaginando se fosse ele.

- Nossa Ness, você não confia em mim? - Ele falou, tentando parecer ofendido.

- Bobo, claro que confio. Mas sei lá né... - Falei.

- Nessie. - Ele disse, parando de andar e segurando meu rosto entre suas mãos, olhando fundo nos meus olhos. - Eu nunca te trai, e nunca vou te trair. Entenda, eu te amo. Você é o que tenho de mais importante em minha vida, e se depender de mim nada irá nos separar, ficaremos juntos para todo o sempre.

Ouvir aquelas palavras foi maravilhoso para mim, até saiu algumas lágrimas. E sem aguentar mais eu o puxei para um beijo ardente e apaixonado.

Nos separamos sem fôlego, e eu continuei abraçada a ele.

- Nossa... se for assim eu vou sempre te fazer declarações. - Brincou.

- HAHAHA engraçadinho. - Falei dando um tapa de leve nele, e segurando em suas mãos enquanto voltavamos para a praia.

Chegamos lá e rimos com a cena, Mary e Leah estavam deitadas em algo que haviam estendido no chão, uma dormindo por cima da outra. Em pé estava Maggie, Renata e Katy, elas conversavam com alguns amigos nossos, todos com cara de que estavam bêbados. Alice estava encostada num tronco namorando Jasper. E lá na frente estava alguns garotos e Jane e Chelsea, pulando das pedras para a água, os garotos mergulhavam e voltavam para a superficie correndo, talvez pelo frio.Correndo o risco de terem uma hiportemia no frio que estava fazendo, mas eles pareciam nem ligar.

Olhei para o céu e percebi que o sol já estava nascendo, e logo teriamos que ir embora pois o povo daqui acorda cedo.

Enchi dois copos de bebida e fui me recostar no Jake que olhava para o mar. Como Alice fazia, nós ficamos trocando beijos, palavrinhas carinhosa, algumas com certas malicia, e quando eu fui ver, o sol já aparecia, clareando o mar, e trazendo mais um pouco de calor.

- É.. acho que está na hora de irmos, não acha? - Comentei com o Jacob, dando um suspiro. Estava tudo muito bom, se dependesse de mim não acabaria nunca. Estar num lugar calmo, com o meu namorado e amigos que gosto é a melhor coisa que tem.

- Sim, vamos sim. O dia deve ter sido bem cansativo para você, né? - Ele disse, e começamos a nos levantar. Parecia que todos ali pensaram a mesma coisa e começamos a ajeitar as coisas para irmos embora.

- O que vocês acham de fazermos um luau de verdade, na próxima sexta? - Sugeriu Alice.Estavamos parado no estacionamento da praia, discutindo quem iria no carro de quem.

- Ótima ideia, ai sim vai ser uma festa na praia. - Comentei, todos se animaram com a ideia.

Tive que deixar Maggie e Katy em casa, e Jacob veio comigo, deixando o carro dele com um amigo. Chamei Jacob para ficar lá em casa, meus pais com certeza iriam para o clube e Emmett não veio para casa. Só de pensar que talvez ele estivesse com Rosalie, dava vontade de matar um.

Estacionei o carro na garagem e sai com Jake no meu encalço, o dia já estava claro, e não duvidava que minha mãe acordasse a qualquer momento. Pedi para ele não fazer barulho e subimos as escadas até o meu quarto em silêncio. Fechei as cortinas do quarto, para ficar bem escuro, pois a luz do sol já inudava ali. Fui tirando o sapato e o vestido, minha vontade era tomar um banho e dormir abraçadinha com o Jacob.

- Ta querendo me matar? - Jacob falou, me olhando de longe, eu tinha acabado de tirar o vestido, ficando apenas de lingerie.

- Não tem nada aqui que você nunca tenha visto. - Falei, e cheguei mais perto dele.

- Verdade.. mas é sempre um colirio para os olhos. - Ele disse dando um sorriso malicioso. Em um segundo eu estava perto dele, agarrando ele e quase caindo na cama. Eu ria enquanto ele me beijava, descendo alguns beijos pelo meu rosto e pescoço.

- Vem, vamos tomar um banho. To cheia de areia da praia. - Falei, parando nossa pegação e puxando ele para o banheiro.

- Só banho? - Ele disse já meio desanimado.

[...]

Acho que já havia passado das duas da tarde quando acordei no domingo. Eu acordei e Jacob acordou logo em seguida, só lembro de ter saído do banho e me jogado na cama, com um sono de matar. E ainda me sentia cansada e com preguiça.

Me levantei para fazer as higienes matinais, tomei um banho rápido e troquei de roupa. Desci para a cozinha com Jacob, peguei uma lasanha congelada e coloquei no microondas, peguei dois copos e pratos e coloquei na bancada. Quando a lasanha ficou pronta nós devoramos em minutos.

Depois do nosso almoço tardio, nos recostamos da sala de TV e ficamos assistindo um filme. Era seis horas quando Jake disse que precisava ir para casa, e se despediu de mim com a promessa de me encontrar na escola amanhã.

Resumindo, meu domingo foi monótono. Eu estava com muita preguiça, e depois que levei Jacob até lá fora me sentei de novo no sofá e fiquei vendo um filme. Meus pais que tinham chegado em casa por volta de quatro horas da tarde, se despediram de mim, dizendo que iriam jantar fora em Seattle.

Ouvi a porta abrir, deveria ser Emmett chegando. Eu ainda não estava preparada para falar com ele, e me encolhi nos sofá, ele passou sem reparar que eu estava ali e subiu para seu quarto.

Depois de algum tempo ele não tinha descido e fui para a cozinha comer alguma coisa. Sentei na bancada e comecei a comer lentamente, com um silêncio chato.

- Hey Nessie não te vejo desde ontem. Tudo bem? - Droga. Se controle. Se controle. Ele abriu o armário, pegou algum biscoito e se sentou do meu lado.

- Tudo bem sim, e com você? Passou a noite com Rosalie?  - Falei ironicamente, mas como se fosse muito normal. Só deu tempo de ver ele engasgando, tossindo sem parar, com olhos esbugalhados e quase roxo.

Fiquei em silêncio, esperando ele parar e falar alguma coisa.

- O-o-oque? Rosaliee? Q-q-ue Ros- rosalie? - Ele embolou as palavras sem saber o que falar. Estava cansada de ficar quieta. Bati meu garfo com força na bancada, fazendo ele me olhar espantado.

- Chega! Você é meu irmão, não consigo acreditar que fez isso comigo. Você sabe Emmett.. Você sabe tudo que essa garota fez para mim! - Gritei, sem me importar com mais nada. 

Ele parecia não saber o que falar.

- Eu gosto dela Renesmee. De verdade, e ela também gosta de mim. Por favor, esqueça isso tudo, é passado, podemos viver bem.

- Você é um babaca mesmo!!! Eu nunca vou conseguir ser amiga dela, e ela não gosta de você. - Eu falei, e para conseguir o que queria teria que mentir um pouco. - Se toca Emmett, você não gosta dela, isso já acabou a muitos anos. E ela só ta te fazendo de palhaço. Ontem eu briguei com essa vadia por causa de você, ela fez questão de falar que ia te usar para acabar comigo.

- C-c-como assim? Ela nunca faria isso... Você está mentindo. - Ele disse, eu conseguia ouvir a dor e o desespero em sua voz. Ele queria acreditar que era mentira.

- Emm, você é meu irmão, não tenho motivos para mentir para você. Por favor acredite em mim, e esqueça essa garota. Ela não gosta de você, por favor, não quero você sendo feito como bobo e nem sofrendo. - Falei, agora com a voz mais doce, olhando fundo nos olhos dele e deixando lágrimas dramaticas cairem.

Ele ficou em silêncio por alguns minutos, acho que dijerindo tudo, e depois veio me abraçar.

- E-e-eu acredito em você, sei que você nunca mentiria. Mas não vou deixar Rosalie para lá, eu vou me vingar do que ela está fazendo comigo, e de tudo o que ela fez com você. - Ele disse, e eu dei um sorriso fraco para que ele não percebesse, ainda o abraçando.

Agora sim, Rosalie Hale estava ferrada. Agora ela iria descobrir quem é Renesmee Cullen.

- Você tem alguma coisa em mente? - Emmett disse, estavamos sentados no sofá, até esse momento em silêncio.

- Alguma coisa o que? - Perguntei.

- Rosalie. - Ele disse amargamente.

- Na verdade eu tenho.. - Falei, tentando não demostrar a minha raiva. - Você quer mesmo saber??

- Fale logo Renesmee. - Ele disse.

- Você poderia continuar a namorar com ela. - Falei, ele pareceu pensar e entender tudo, nós conversamos mais um pouco, ele entendeu todo o plano, que começaria amanhã mesmo, ele parecia estar motivado a acabar com ela, assim como eu.

Fui dormir mais alegre, rindo atoa na verdade, Rosalie iria se ver comigo, ah se ia...



Notas finais do capítulo

Desculpem pela demora e pelo capítulo bosta. Mas eu to sem tempo para a fic, juro que vou tentar escrever um capítulo bem grande ok?
.
.
E ai?? Viu gente, não precisa me matar, o Jacob não é tão babaca assim..
.
.
.
Heey, vocês tem tumblrs? Follow me http://i-am-missnothing.tumblr.com/
.
Me mandem uma ask e eu sigo vcs de volta hahah *-*
.
.
.
Beeeeijos, e até o prox.