Opposite Attraction escrita por Giu, Bloody Mari


Capítulo 18
Capítulo 15


Notas iniciais do capítulo

Oie meninas?! Felizes por um capítulo hoje? hahaha Bom, como disse a Mari, ontem meus dedinhos ganharam vida própria e digitaram um capítulo de mais de 4000 palavras! Esse aqui é para compensar os outros que estavam ficando pequenos, e um lixo. Esperto que gostem, e nos vemos lá embaixo.
.
.
.
.
POR FAVOR, OUÇAM A MÚSICA QUE ESTÁ TEM NESSE CAPÍTULO!




Ótimo, agora eu estava ferrada.

- Desculpem à demora, eu tive que ensaiar até mais tarde. - Falei com a voz doce.

- Hum. Senta aqui, temos que conversar sério sobre esse seu comportamento. - Caminhei até a sala e sentei numa poltrona de frente a eles. Preferi não fazer contado visual, fiquei encarando minhas unhas.

- Você tem noção da besteira que você fez? - Perguntou meu pai sério. OMG, é uma pergunta retórica? Devo responder?

- Añ...sim... - Falei baixo

- Ness, você podia ser fichada na policia, isso iria acabar com o seu futuro, fora as besteiras que poderiam ter acontecido nesta festa, qualquer coisa que acontecesse você seria a culpada... e a nossa confiança, eu perdi completamente a confiança em você, Renesmee - Disse minha mãe. Putz, falou meu nome inteiro, o caso é grave.

- Eu só fiz algo que qualquer adolescente faria se os pais saíssem em viajem - Respondi dando de ombros.

- Mas você não é qualquer adolescente, é minha filha e eu não permito que faça coisas como essa. - Disse meu pai bravo.

- Ahhh pai qual é, só porque sou sua filha não posso agir como qualquer adolescente!? - Falei, ficando irritada.

- O que esta acontecendo com você? - Ele perguntou, se levantando - Dê uns tempos para cá já não reconheço mais você como minha filha, quero saber o que ocasionou isso! - Continuou falando, alto.  Minha mãe foi para o seu lado tentando controla-lo.

- Não aconteceu nada, só queria dar uma festa, qual o grande problema nisso!? - Falei irritada, levantando também.

- O problema é que você deu uma festa na casa dos seus pais sem autorização e ainda por cima foi presa por isso.

- Você parece que nunca foi jovem, nasceu velho por acaso? Vai dizer que nunca quis fazer uma festa quando seus pais viajavam? - Gritei para ele.

- Sim, eu tinha vontade de dar festas, mas eu era responsável. Você é a nossa responsabilidade e enquanto viver sobre o nosso teto vai obedecer as minhas ordens - Respondeu furioso apontando o dedo para mim, minha mãe quase chorava - Sem festas, mesadas, celular, computador e o que mais eu disser, até segunda ordem.

- Ok. Eu to saindo - Falei alterada.

- O que? Pra onde você pensa que vai? - Perguntou minha mãe.

- Vou sair de casa, assim vou poder obedecer as minhas próprias regras - Disse subindo a escada correndo, estava furiosa enquanto tirava várias roupas do meu armário e jogava na cama, peguei uma mala e comecei a socar as roupas dentro, reuni meus objetos mais úteis, peguei o dinheiro que eu guardava há muito tempo no potinho da cômoda e sai carregando a mala de roupas e a bolsa da escola.

- Renesmee pode parar! Onde você pensa que vai? Não pode fazer isso! - Disse minha mãe brava, mas chorando.

- Posso sim - Disse pegando minhas chaves e indo para a porta.

- Re... Renesmee... Edward faça alguma coisa - Pediu minha mãe desesperada

- Não, deixa ela ir viver sobre as próprias regras. Vamos ver quanto tempo isso vai durar. - Disse meu pai. Fechei a porta com força e fiquei parada na varanda.

- Edward... pelo amor de Deus, ela vai morrer de fome... onde vai ficar? Ela é só uma adolescente! - Chiava minha mãe.

- Ela volta - Disse meu pai secamente. Respirei fundo não me permitindo pensar nas questões da minha mãe. Ajeitei minhas coisas e comecei a andar sem rumo.

Algumas lágrimas caiam enquanto eu ia andando na chuva, já estava escuro, e a rua estava vazia, não passava carros nem nada. Fui caminhando para o centro da cidade, talvez lá eu encontrasse um hotel, ou algum lugar para ficar.

Tentei cortar caminho por uma rua escura, a rua era longa, para eu cortaria um grande caminho. Sentia que estava sentindo, mas deixei a sensação para lá e continuei andando.

- Ei mocinha, fazendo o que aqui? - Uma voz gritou, estava vindo de trás de mim. Não parecia muito amigável.

Aprecei o passo, tentando chegar logo no final da rua, ai era só virar e já teria mais movimento.

- Espera ai. A onde você ta indo? - Gritou outra voz, parecia estar se divertindo. Tentei apressar ainda mais o passo, mas sem mostrar que estava correndo.

Consegui chegar à esquina da rua, e virei para olhar, vinha dois caras andando atrás de mim, com medo comecei a correr e entrei no primeiro lugar que eu vi. Era um restaurantezinho. Os homens entraram no restaurante alguns minutos depois. Fui para o banheiro. Tranquei a porta do banheiro, e entrei numa cabine.

OMG, OMG, OMG, O que eu faço?! Estava desesperada, meu rosto entre meus joelhos. As lágrimas caiam. Eu me sentia totalmente sem rumo.

Peguei meu celular e liguei para a única pessoa que me veio na cabeça.

- Ness? Aconteceu alguma coisa? - Jake perguntou.

- Ja...Ja..Jake...  p-p-por favor, me aju-d-d-da. - Falei entre soluços.

- O QUE HOUVE?! ONDE VOCÊ ESTÁ?! - Ele começou a falar desesperado.

Expliquei mais ou menos para ele onde estava e ele disse que estava vindo atrás de mim.

Saí de dentro da cabine e me olhei no espelho, minha maquiagem estava toda borrada, joguei água no meu rosto para não parecer que estava chorando e saí de lá, sentei numa mesa no fundo, os caras não estavam mais lá.

- A senhora gostaria de fazer seu pedido? - Falou uma garçonete de mau humor.

- To esperando alguém. - Falei, e ela saiu de lá.

Fiquei sentada com as mãos enterradas na minha cabeça, pensando no que faria. A porta do estabelecimento abriu, fazendo um barulho, me virei para ver se era o Jacob, era ele, e entrava esbaforido, olhando para todos os cantos me procurando. Ele veio na minha direção, e sentou de frente para mim.

- Ei, meu amor, o que aconteceu? Me explique. - Falou.

- Briguei com meus pais e sai de casa, só que não sei para onde vou, e uns caras começaram a me seguir, fiquei desesperada.

- Nessie.. Você é louca? Como você sai assim de casa, sem ter para onde ir? - Ele falou.

- Eu não tava aguentando, meu pai começou a gritar comigo, tudo por causa da festa. Não foi nada demais... - Sussurrei.

- Pode deixar, vou te ajudar a encontrar um lugar para ficar por enquanto, mas você tem que me prometer que logo vai voltar para casa, ok?

Bufei e respondi: - Está bem.

- Está com fome? Vou pedir algo para você comer. - Falou já chamando a garçonete.

-Sim? - Perguntou a garçonete, sendo simpática com o Jacob. Ele nem olhou direito para ela, e pediu um hambúrguer com fritas e refrigerante para mim.

- Eu conheço um lugar... em La Push. - Ele falou. - Na verdade é da minha tia, Sue, ela tem um pequeno hotel lá, tipo uma pensão, podemos ir lá, ver se tem um quarto para você.

- Ah Jake? Você faria isso por mim?

- Claro, assim que você acabar de comer nós vamos lá, eu converso com ela e ela arranja um quarto lá para você, barato.

- Ta bem.  - Ficamos em silêncio, meu prato chegou e comi rapidamente, estava sem comer nada desde a hora do almoço.

Quando acabei nós saímos de lá, e entramos no seu carro. Logo chegamos a La Push. Ele parou em frente a uma casa relativamente grande em relação às outras da região, e saiu do carro, sai também e segui ele para a entrada.

Tinha uma moça num balcão lá, e sorriu quando ele entrou.

- Jacob!!!! Quanto tempo que você não vem aqui! - Falou a moça, pensei que deveria ser a tia dele, Sue.

- Oi tia Sue, como vai? - Ele falou, meio sem graça com a moça o abraçando.

- Estou bem meu querido, e você? Seus pais como estão? - Ela falava animada. Parecia ser bem simpática.

- Tá todo mundo bem... - Ele falou sem jeito.

- O que você faz aqui? E quem é essa menina? - Ela perguntou e olhou para mim curiosa.

- Essa é Nessie, uma amiga minha. - Ele falou. Tentei não ficar incomodada com o "amiga".

- Oh, oi Ness! - Ela falou, sorrindo para mim.

- Oi... - Respondi meio sem jeito. E sorri de volta.

- O que te traz aqui? - Ela perguntou olhando para mim.

- Ela tá precisando e um lugar para ficar, e sei que um dos seus hospedes foi embora, então... -  Jacob se intrometeu.

- Oooh! Claro que ela pode ficar aqui Jake, mas o que houve, menina? - Ela falou, e se virou pra mim.

- Nada não.. eu só sai de casa, e preciso de um lugar para ficar, provisoriamente. - Falei baixo.

- Por mim você pode ficar, mas não vai ter problemas para mim? Você deve ser menor de idade, e seus pais não devem estar muito satisfeitos. - Ela falou, franzindo a testa.

- Não, não vai ter arranjar nenhuma problema em relação a você, pode deixar que com eles eu me entendo. - Falei e dei um sorriso para ela. Ela sorriu de volta.

- Bom, então eu vou dar uma limpezinha no quarto, trocar as roupas de cama para você, ok? - Ela falou, já saindo dali.

Eu e Jake sentamos num sofá que tinha ali, e esperamos ela fazer o que tinha que fazer. Quando ela acabou, voltou para onde a gente estava e disse que ia me mostrar a casa para mim. Jake me seguiu enquanto ela me mostrava.

Era um lugar grande, mas lá para dentro tinha uma sala, uma cozinha grande com uma mesa de jantar, e para completar o primeiro andar um banheiro. No segundo andar tinha várias portas, que ela disse ser quartos. Ela abriu uma porta e falou que era ali que eu ficaria, entrei no quarto e era médio, tinha uma cama de solteiro, uma cômoda no canto e uma televisão pequena ali. Tinha uma mesinha perto da janela com uma cadeira. Os móveis eram escuros, meio rústicos, e o quarto marrom claro era bonito, não era grande coisa, mas para ficar por um tempo eu iria conseguir me acostumar. Também tinha uma porta lá dentro, que dava em um pequenino banheiro.

- Vou te deixar aqui arrumando suas coisas, ok? - Falou a moça, maternamente.

- Tudo bem. - Disse, lhe dando um sorriso e me sentei na cama.

- Vou lá embaixo pegar algo para você comer, ta Ness? - Disse Jacob.

- Tá..

Fiquei olhando o quarto, não era muito ruim. Daria para passar por um tempo. Não estava acostumado com essas coisas...

Depois de um tempo Jacob voltou trazendo comida em suas mãos, comi enquanto ele me olhava.

- Você vai ficar aqui comigo hoje? - Perguntei.

- Se você quiser. - Falou dando um sorriso.

- Claro que quero. - Falei, e sorri de volta para ele.

- Ah Ness, eu já deixei pago com a minha tia, pelo menos por três dias você fica aqui na boa, tá?

- Jake, não precisava, eu tenho dinheiro aqui. - Falei.

- Sem problemas. Eu sei que seu pai deve ter cortado cartão, e tudo, então é melhor você economizar enquanto não voltar para casa.

- Huhum...

Levantei da cama, e procurei uma roupa para dormir dentro da minha mala, depois fui para o banheiro tomar um banho relaxante. O Box era pequeno e o chuveiro não esquentava muito, acabou não sendo tão relaxante quanto eu queria. Depois tirei minha maquiagem, prendi o cabelo, coloquei meu pijama e voltei pro quarto. Jacob estava olhando pela janela, fui até onde ele estava, e o abracei por trás, beijei seu ombro, e olhei na mesma direção que ele.

Ele olhava a praia, que ficava na frente. As ondas batiam forte, e as únicas luzes que tinham eram de alguns postes perto do estacionamento.

- Lindo.. - Sussurrei, olhando para a bela paisagem.

- Quem? Eu o a praia? - Ele falou, brincalhão.

- Os dois. - Falei e ele se virou para mim, me beijando com paixão.

- Tinha esquecido de falar que senti saudades hoje. - Falou, quando nos separamos um pouco.

- É.. também.. - Falei, sorrindo. - Vamos dormir? To com sono...

Fomos para cama, me deitei aconchegando nos braços dele, e me cobri com o grosso edredom que tinha ali.

[...]

Acordei com uma claridade no meu rosto. A cortina deixava o sol passar. Suspirei pesadamente e me levantei. Jacob ainda dormia.

- Jake.. acorda.. - Falei, cutucando ele.

- Hughhh - Ele falou se espreguiçando, e abriu um olho. - Bom dia. - Disse com a voz rouca. 

- Bom dia - Falei e dei um sorriso caloroso para ele.

Ele se levantou da cama, se espreguiçando novamente.

- Hm, vou ver se arranjo uma roupa com meus primos, ai nem preciso passar em casa. - Ele disse, e foi no banheiro lavar seu rosto rapidamente. Depois saiu do quarto. Eu ainda remexia na minha mala, procurando uma roupa para colocar. Estava fazendo sol em Forks.

Tomei meu banho, a água não tão quente me incomodou menos, já que o tempo estava mais quente, penteei meus cabelos e deixei secarem naturalmente, fiz minha maquiagem com o pouco que tinha trazido, e me arrumei.

Quando estava pronta, Jacob chegou já todo arrumado, com outra roupa. A blusa um pouco apertada nele.

- Vem, vamos tomar café. - Ele falou, me chamando.

Descemos e fomos para a cozinha de lá, tinha várias pessoas sentadas por lá, ele me apresentou seus primos, Seth e Leah, e tinha algumas outras pessoas ali, algumas mais velhas, acho que todos inquilinos de Sue. A mesa era farta, e ela estava no fogão, junto com uma menina chama Emily.

Comi alguns brownies deliciosos, tomei um copo de suco e lavei minha louça. O clima lá era alegre e contagioso, tentei esquecer os problemas enquanto estava ali com aquelas pessoas.

Quando Jacob acabou seu café hiper-reforçado fomos pro colégio.

Jacob me deixou antes do colégio para ir andando, tinha esquecido que não podia dar mole, ninguém ainda poderia nos ver juntos. Ele entrou no estacionamento com seu carro, e eu fui andando. O sinal havia acabado de bater e fui direto para sala.

O dia passou rápido, contei para Alice o que tinha acontecido, e ela me ofereceu para ficar em sua casa, recusei, meus pais eram amigos dos Brandons e com certeza eles iriam lá me buscar na base da força se soubessem que estava lá.

Sentei na arquibancada junto com Alice, Ângela, Jane e Renata. Estávamos assistindo o jogo dos meninos. Eles estavam tensos, e jogavam muito, pois daqui a três dias era o primeiro jogo do campeonato estadual.

Também estávamos ansiosas, e quando o jogo deles acabou nós fomos ensaiar. Já estava tudo pronto, a música seria Hey Mickey, das Spice Girls, claro que não foi escolha minha, mas música já tinha sido escolhida antes de eu entrar. Eu não curti muito, sempre tinha essa música nos campeonatos, preferia colocar algo mais diferente, mas como já tinha todos os passos feitos resolvi não protestar.

- Vamos lá meninas! Esse é um dos últimos ensaios! - Gritei, e estávamos todas em formação, no gramado. Nas arquibancadas estavam alguns meninos que já tinham saído do vestiário.

Eu, Ângela, Alice e Renata estávamos na fila da frente, éramos as melhores, e mais atrás estavam as outras.

A assistente ligou o som, e começamos a dançar, fazendo os movimentos conforme a música, terminando com três pirâmides humanas.

- Uuuuuuuul! É isso ai! Vamos lá, mais uma! - Gritei e as meninas se posicionaram, para mais um ensaio.

[...]

Nossa, nem dava para perceber que já era sexta feira. Passou depressa. Eu estava meio cansada, estávamos ensaiando direto. Perdendo até algumas aulas, seria nossa primeira apresentação. Ainda bem que tudo já estava preparado.

Continuava na hospedada na Sue, e tinha feito amizade com seus filhos. Sentia saudades da minha casa, da minha cama, meu banheiro... Era melhor. Mais eu não voltaria enquanto meu pai não pedisse desculpa, ou me chamasse de volta.

Emmett trouxe algumas coisas lá de casa para mim, e agora ele vinha me buscar para levar a escola, não dava para ficar indo com o Jacob.

O lado bom de ficar aqui era que era mais fácil me encontrar com o Jake. Nós podíamos sair também, íamos à praia, a sorveteria... E ele tinha ótimas desculpas para Rosalie: vinha ver o avô e os primos.

Acabei de me vestir, peguei a minha mala das cheerleaders, iria me arrumar com a Alice, e desci para tomar café. A cozinha da Sue já estava animada como sempre, fui recebida com um Bom dia coletivo, e vários sorrisos. Me dava muito bem com todos ali, Sue dizia que eu era como uma filha para ela. Tomei meu café, e ouvi a buzina de Emmett quando estava acabando de secar o meu copo. Despedi-me de todos e fui para o carro. Como todo dia Emmett me deu bom dia e disse que sentia saudades, falou que a mamãe estava triste, sentindo muita falta de mim, e até o papai estava chateado. Eu dei de ombros, e coloquei o fone no ouvido.

Estava ouvindo a música que teria escolhido para a apresentação, cheguei a mostrar para Alice na quarta-feira, e ela tinha gostado, fizemos uma coreografia na sua casa e deixamos filmado, íamos mostrar para as meninas, mas como já estava tudo pronto deixamos para lá. Talvez na próxima apresentação pudéssemos fazer essa coreografia.

A escola estava toda animada, todos em clima de união para o jogo. Nós não assistimos nenhuma aula, ficamos o dia inteiro ensaiando. Os alunos foram todos liberados mais cedo. Nós resolvemos passar em casa rapidamente para tomar um banho, comer alguma coisa, ajeitar as ultimas coisas e depois voltaríamos para o ensaio final.

Como eu agora me considerava sem casa, fui para casa da Alice com ela, e lá tomei um banho, alisei meu cabelo e prendi num rabo de cavalo. Vesti meu uniforme de treino, como ela, e voltamos para a escola. As meninas já estavam no ginásio se preparando para ensaiar.

- Oh Ness! Alice! Ainda bem que vocês chegaram! - Gritou Ângela desesperada quando abrimos a porta do ginásio.

- O que houve Angie, se acalme. - Falei.

- Alguém sabotou nossa música, o grupo de Port Angeles vai usar essa música! Alguém deve ter contado, não sei, mas agora não podemos mas usar, pois eles fizeram cadastro antes. - Ela falou em desespero.

Olhei para Alice e ela olhou para mim. Deveria ter pensado na mesma coisa.

- Ée...rrr talvez eu tenha a solução. - Falei, meio baixo, não sabia se elas concordariam.

- O que????? Me diz que você tem uma música?!! - Ela berrou, se descabelando.

- Temos uma música e uma coreografia. - Falei, esperando que elas achassem a ideia absurda.

- Cadê???? Mostra para a gente. - Falou Jane, que também estava meio desesperada.

Alice rápida como sempre já estava pegando seu laptop na bolsa, e abrindo no arquivo que tinha a gente fazendo a coreografia, elas viram, e vi um sorriso brincando em seus lábios.

- E ai, o que acharam? - Perguntei, mordendo os lábios.

- É ainda melhor do que Hey Mickey! Andem vamos ensaiar, você e Alice que já sabem na frente, mostrando para gente, precisamos aprender, temos uma hora e meia. - Falou Ângela. - Vamos meninas, todas em formação! - Ela gritou.

As meninas se formaram como na outra música, e mandamos a assistente soltar o som.

[...]

- TODAS PREPARADAS?! - Gritei. n/a: look das cheerleaders

- Siiiiiiiim!

- ENTÃO VAMOS LÁ, VAMOS ENTRAR, E ARRASAR! - Gritei, e elas gritaram comigo. Saímos do vestiário no momento que chamavam a gente. As arquibancadas estavam lotadas, todo aquele tumulto característico de jogo.

Damaged - Danity Kane

n/a: POR FAVOR, OUÇAM A MÚSICA OU PERDE A GRAÇA. E SE PUDEREM VEJAM O VÍDEO, POIS A COREOGRAFIA É ESSA.

Entramos e a ficamos em formação. A música começou, formamos dois grupos de cinco, fazíamos em sincronia o movimento com os ombros e as mãos, algumas cantavam as músicas. Eu comandava as outras quatro,  e Alice fazia o mesmo no outro grupo.

Do, do you - got a first aid kit handy?
Do, do you - know how to patch up a wound, Tell me!
A-a-a-are you - are you patient, understanding?
Cause I might need some time, to clear the hole in my heart and I

I've tried every remedy, and nothing seems to work for me

Baby (baby)
This situation is driving me crazy (crazy)
And I really wanna be your lady (lady)
But the one before you left me so...

Damaged (Damaged) Damaged (Damaged)
I thought that I should let you know...
That my heart is Damaged (Damaged)
So Damaged (So damaged)
And you can blame the one before!

A parte mais dançante começou e fizemos o movimento em sincronia, como era a coreografia.

So how you gonna fix it, fix it, fix it? (Baby, I gotta know)
How you gonna fix it, fix it, fix it? (What are you gonna do, baby)
Baby I gotta know, what are you gonna do?

Do, do you - got a first aid kit handy?
Do, do you - know how to patch up a wound, Tell me!
A-a-a-are you - are you patient, understanding?
Cause I might need some time, to clear the hole in my heart and I

You try to gain my trust (trust)
Talking is not enough
Actions speak louder than words
You gotta show me something
My heart is missing some pieces
I need this puzzle put together again!

Damaged (Damaged) Damaged (Damaged)
I thought that I should let you know...
That my heart is Damaged (Damaged)
So Damaged (So damaged)
And you can blame the one before!

A música foi acalmando, chegando ao seu final, e encerramos com movimentos sensuais, em total clima com a música.

My heart is damaged, damaged, damaged... (Where's gonna be I one day?)
My heart is damaged, damaged, damaged...
My heart is damaged, damaged, damaged... (Just trust your past)
My heart is damaged, damaged, damaged...
My heart is damaged

Sometimes you gonna go through the pain
To experiencie of the joy
This trust your past

Danity Kane!
Sterotypes!

Just trust your past!

A plateia vibrou. Sorrimos vitoriosas, e saímos de lá, o locutor começou a falar do jogo, que já iria começar. Entramos no vestiário acabadas.

- Conseguimos! - Ângela gritou. Todas começaram a comentar, a gritar, a comemorar e falar o que tinham acertado e se tinham errado algum passo.

- YEEEEEEES! - Gritei também, rindo feito boba.

- Não acredito! Oh meu deus, nós arrasamos! - Gritou Alice.

- Ness, Alice! Obrigada! Se não fossem vocês nós não conseguiríamos. - Elas falaram.

- Claro que não, fomos todas nós juntas - Disse dando um sorriso para elas. Acabei de me ajeitar e fomos lá para fora, onde o jogo começaria daqui a um minuto, os jogadores se cumprimentavam, agora nós abanaríamos nossos pompons. Tinha vontade de gritar pro Jacob toda hora, mas me contive.

O jogo acabou e saímos vencedores, começamos a pular feito loucas, e corremos pro vestiário, depois do jogo teria festa na casa de algum jogador.

As meninas começaram a tomar banho para irem para casa se arrumar, nos encontraríamos na festa,  algumas nem tomaram banho e foram direto para casa. Recebi uma mensagem do Jacob, pedindo ir até o vestiário masculino. Falei para Alice que Jacob ia me deixar lá na Sue, e pedi para ela me buscar lá depois, para irmos à festa.

Caminhei até o vestiário e não vi nenhum movimento por lá, estava tudo escuro, então resolvi entrar. Não tinha ninguém, e o vestiário estava completamente vazio e com duas luzes acesas, deixando ele bem escuro. Será que o Jacob tava querendo me pregar uma peça?

- Demorou - Disse uma voz rouca conhecida, me virei e dei de cara com o Jacob, todo suado, mas não daquele jeito nojento, mas sexy, sem camisa e com o short do time, não pensei duas vezes corri e me joguei em cima dele enroscando minhas pernas na cintura dele.

- Parabéns campeão! - Disse dando vários selinhos nele.

- Hummm, você viu? Fiz um ponto pra você - Falou mordendo meu queixo.

- Éé eu vi, e até pensei em uma maneira de te recompensar por isso. - Disse mordendo o lábio.

- Me mostra então, que maneira é essa? - Perguntou. Senti a parede contra as minhas costas e ataquei seus lábios ferozmente, mordendo e chupando sua boca. Jake passou as mãos pelas minhas pernas expostas pela roupa de líder, apertando lugares estratégicos me fazendo gemer. Quando o ar nos faltou joguei a cabeça para trás sentindo os beijos e lambidas dele pelo meu pescoço, gemi puxando seus cabelos aumentando seu contato com a minha pele nua.

Gemi alto quando sua mão entrou por debaixo da minha blusinha e acariciou meus seios sobre o sutiã, arranhei suas costas e ele pressionou mais o quadril no meu, senti toda sua ereção e sorri maliciosa, enquanto ele "brincava" com meus seios sobre o sutiã eu desci minha mão até sua ereção e apertei, Jake gemeu alto no meu ouvido, puxei sua boca para a minha, mas ele resistiu e tirou minha blusinha em seguida meu sutiã e então sua boca tomou o lugar onde antes suas mãos estavam. Arqueei as costas e fechei os olhos só sentindo suas caricias, movi minha mão apertando seu membro por cima do short.

- Neesss.... - Gemeu rouco, aaai como eu adoro a voz dele, soa tão sexy. Acariciei seu membro e ele colou seu corpo no meu me empurrando ainda mais contra a parede, gemi alto e passeis minhas mãos para o cós da bermuda dele abaixando em seguida, Jake se separou de mim só o tempo de terminar de tirar o short, subiu minha saia de líder e rasgou minha calcinha me penetrando com dois dedos, gritei seu nome enquanto ele me estimulava.

- Jaaake...quero você - Gemi no seu ouvido, e ele atendeu meu pedido prontamente, não sem antes vestir uma camisinha, captei seus lábios gemendo contra eles a cada estocada forte que ele me dava, minhas costas batiam com violência contra a parede e eu só sentia prazer, prazer em te-lo ali só para mim. Gemi alto cravando minhas unhas nas suas costas, estava quase lá, e pelos gemidos e ritmo o Jake também.

- Jaaake... - Gemi explodindo em um delicioso orgasmo.

- Ohhhhh Ness.....  - Gemeu vindo em seguida.

- Eu te amo Jacob. - Disparei.

- Eu te amo Renesmee. - Ele falou logo em seguida. Ficamos agarrados assim por mais algum tempo até nossas respirações se regularizarem. Jacob saiu de mim e enquanto ele se livrava da camisinha eu arrumei minha roupa.

Depois que me recuperei me despedi dele, falando que a gente se encontrava no na frente da escola. Quando saí do seu vestiário vi um alguém passar por ali correndo, mas achei que fosse coisa da minha cabeça e fui pro meu vestiário pegar minhas coisas. Fui andando pelo estacionamento, e não tinha quase nenhum carro, só o preto de Jacob, uma BMW vermelha parada perto e mais dois carros lá longe. Dei de ombros e fui para o portão esperá-lo.

Ele veio logo em seguida, e fomos para La Push. Ele me deixou lá, falando que daríamos um jeito de nos encontrarmos na festa, dei um beijo nele e subi para me arrumar, logo Alice estaria chegando.



Notas finais do capítulo

Agora me digam? Gostam pouquinho ou amaram? Sinceramente eu tava muuuito animada para escrever esse capítulo que teve um pouquinho de tudo. Espero que vocês gostem e me supreendam com ótimos comentários.
.
.
Eu acho até que mereço recomendações.
.
.
Agora já vou falando, o próximo capítulo já esta prontinho aqui, mas vou me proibir de colocar se não tiver comentários.
.
.
Sério gente, acho que esse foi um dos capítulos que mas tive vontade de mostrar para vocês. Eu ia esperar até sábado, mas a ansiosidade foi tanta que postei agora.
.
.
Vou adiantar: Proximo cápitulo tem POV de * thãn thãn thãn * ROSALIE!!! É isso mesmo, agora vocês vão saber algumas coisinhas HAHAHAAH Mas o capítulo só vai vir se vocês merecerem u.u
.
.
.
Vou me indo, beijos :*