Infernal Love escrita por juhpiazza


Capítulo 10
Capítulo 10


Notas iniciais do capítulo

eu seeei que demorou, mas desculpem! eu tava meio ocupada e minha inspiração foi dar uma volta. enfim. ai esta (:




              Capítulo 10 – Niall Horan

Assim que ela fechou a porta eu me ajeitei na cama. Era incrível como ela podia me deixar daquele jeito em pouco tempo e mais incrível ainda como eu gostava de passar um tempo com ela.  Enquanto ela dormia, eu havia tomado uma decisão. Eu estava pouco me importando com sentimentos. Eu não precisava deles. Além do mais, era tudo um feitiço. Resolvi que eu ia simplesmente abusar do meu brinquedo. Estava claro que Alana estava receosa, mas era apenas uma questão de tempo para que aquele brinquedo passasse a fazer tudo que eu mandava. Depois quando eu me cansasse era só matá-la. Ou antes, ainda.

Eu não a amava realmente. Era tudo um feitiço. Se aquilo atingia ela ou não eu não me importava. Só sabia uma coisa. Eu ia tê-la ainda hoje. Eu precisava daquilo. Fechei os olhos. Eu não queria machucá-la ou fazer algo que ela não gostasse. Mas eu não ia conseguir resistir por muito tempo.  Por tempo nenhum na verdade. Sorri pensando na possibilidade de tê-la.

Aquilo tava começando a virar obsessivo.

Escutei um barulho na porta e a vi fechando a mesma com um pacote de salgadinho na mão. Ela pulou na cama e deitou no meu lado, já comendo os salgadinhos. Comecei a rir da fome dela.

- Se for ficar rindo, nem te dou comida tá? Comida é coisa séria demais.

- Claro que é. – eu ri dela e peguei alguns salgadinhos.

- Teu braço está melhor?

- Com o teu tratamento claro que ele está. – eu ri e ela fez uma careta.

Alana deixou o pacote na beira da cama e foi se virar para se ajeitar melhor no meu peito, assim que o fez o pacote caiu no chão. Ela começou a rir alto e eu revirei os olhos. Alana pulou da cama e começou a juntar os poucos salgadinhos que haviam se espalhado. Ela botou o pacote e os salgadinhos na cama, mas teve a infelicidade de perceber que um maldito salgado havia caído em baixo da cama. Meu sangue gelou quando ela soltou uma exclamação.

- Que foi? – eu sentei na cama no mesmo instante já sabendo o que havia acontecido.

- Tem uma coisa aqui em baixo, que não é salgadinho. – ela se abaixou e pegou a faca que eu havia tacado ali.

- Uma faca? – tentei parecer surpreso. – O que você faz com uma faca em baixo da cama? Algum ritual?

Ela me olhou e revirou os olhos. Eu tentava rir ou ao menos parecer surpreso. Não funcionou muito bem. Eu era péssimo atuando e aquilo não mudava agora. Ela me olhou desconfiada.

- Você botou isso aqui?

- Eu? Por que eu botaria uma faca em baixo da sua cama Alana? – Porque eu desisti de tentar te matar porque na verdade eu te amo.

- Não sei. Mas você foi o único que entrou no meu quarto e ontem de noite essa faca não tava aqui.

- E agora me explica porque eu... – ela sentou do meu lado e puxou um único fio de cabelo da faca.

- Isso é o meu cabelo?

Ela olhava com muita atenção um fio de cabelo meio ondulado. Qualquer um perceberia que aquele cabelo era o dela. Engoli em seco. Eu precisava mudar de assunto ou desviar a conversa. Ela não podia desconfiar que eu estivesse metido nisso. E eu sabia que ela já estava desconfiando. Ela botou a faca na cama e eu a peguei.

- Talvez alguém tenha entrado aqui. Antes de mim.

- Ah, e arrancado meu cabelo com uma faca? Faz sentido.

- E faria algum sentido se fosse eu fazendo isso? – elevei minha voz assim como ela havia feito.

Sei que não havia porque eu mentir e arrumar confusão por isso. Mas eu tinha que fingir. Não podia simplesmente chegar para ela e falar: “É verdade, eu tentei te matar sabe, mas na hora minha pontaria falhou e acertou teu cabelo, mas era para acertar teu rosto. Não se preocupa que quando passar meu amor-feitiço por você, eu tento de novo.”.Levantei-me da cama e comecei a andar em direção a porta. Eu já estava ficando vermelho.

- Niall! – ela pegou minha mão e me puxou para perto dela. Apertei forte a sua cintura. – Desculpa. Só estou preocupada, tá bom?

- Tudo bem. – eu lhe dei um leve beijo.

Ficamos assim por um tempo. Eu tentava me segurar para não soltar o que eu havia feito. Fechei os olhos e uma leve tontura me fez cambalear. Alana não havia percebido nada. Senti uma e mais outra, e mais várias pontadas no meu coração. Engasguei. Era como se alguém estivesse acertando diversas flechas com veneno nele. Cambaleei e me apoiei nela. Abri os olhos, ela me olhava preocupada.

- Niall... Está tudo bem? – concordei de leve, mas apenas o ato de mexer a cabeça para cima e para baixo me deu enjôo, senti tudo que eu não havia comido vindo para a minha garganta e tentei me apoiar em qualquer lugar para chegar à cama. – Niall?

Concordei com a cabeça. Senti que se eu falasse não ia sair boa coisa dali. Ela voltou a ficar ajoelhada no meio das minhas pernas, mas dessa vez, não consegui maliciar a situação, eu não conseguia nem sequer pensar. Curvei-me e segurei minha barriga. O problema era que não era ali que doía. Era o coração. Gemi alto de dor.

E assim como começou, passou. Simplesmente parei de sentir tudo o que eu senti. Um alivio instalou o meu corpo. Não tinha percebido como Alana estava branca na minha frente, provavelmente preocupada, e como minha mão estava segurando firmemente a faca, os nós dos meus dedos estavam brancos. Respirei fundo.

“Pronto meu querido. Você já recebeu a dor de um feitiço tirado.”

A voz de Hécate invadiu meu pensamento e eu sacudi minha cabeça com força, fazendo o enjôo voltar. Resmunguei baixo. Feitiço tirado? Claro. Ela havia tirado o maldito feitiço de mim. Por isso que senti dor no coração. Por fim eu não estava mais apaixonado por Alana e podia matá-la quando eu quisesse, podia matá-la agora. Segurei a faca com mais força e olhei o rosto dela. Os olhos preocupados me encaravam e as mãos dela estavam firmes em meus joelhos.

- Niall, está tudo bem com você? Você está mais branco que o normal... – a testa dela estava enrugada de preocupação.

Mas assim que aquela voz doce entrou nos meus ouvidos, eu tive certeza de uma coisa: eu ainda amava Alana.



Notas finais do capítulo

muito ruim? bom, agora vão rolar umas descobertas. Quero saber uma opinião de vocês: tá muito cedo para o Niall realizar seus desejos? IHNDSAKDLSDS quero saber pq dai já boto no próximo capítulo :9 enfim. espero que tenham gostado desse! ♥