Roller Coaster escrita por jgw22


Capítulo 14
Capítulo 14


Notas iniciais do capítulo

Não tinha percebido até agora, mas esse POV é só do Zayn sisauhsauygsauysagh. Boa leitura. // P.S: Esse é outro capítulo que eu gostei muito de escrever, espero que gostem dele tanto quanto eu (:




ZAYN’S POV

Eu e os garotos chegamos a Londres era mais ou menos 4:30 am.  Eu passei a maior parte da viagem dormindo, acordei com Liam balançando meu ombro quando chegamos em frente a nossa casa. Harry foi na frente com as chaves na mão, todos o seguimos para a casa totalmente escura. Assim que Harry abriu a porta, todos nos colocamos pra dentro enquanto Niall ligava a luz. E ali no meio da sala tinha colchões para todos os lados, e três garotas nos esperando com um sorriso maior que o outro.

No momento em que nos viram, elas se jogaram em cima de todos nós, fazendo os 8 caírem no chão. Todos começaram a rir descontroladamente, exceto eu. Eu estava caído no chão e acima de mim, encontrava-se o rosto de Alice, a centímetros do meu. Ela me dirigia uma gargalhada gostosa de ser ouvida, que ecoava suavemente em meus ouvidos. Eu estava em estado de choque, eu queria segurar-lhe contra meu corpo e beijar seus lábios como sempre imaginava, eu queria tê-la, queria que ela fosse minha. Mas eu não era correspondido, isso eu tinha certeza. Alice rolou seu corpo, caindo no chão ao lado do meu. Droga! Eu não queria que ela se afastasse nunca de mim, queria tê-la em contato com meu corpo daquele jeito para sempre.

Eu via todos se levantarem à minha volta, mas eu estava tão atordoado pelo que tinha acabado de acontecer que eu nem sequer respondia por minhas pernas. Alice levantou e estendeu a mão pra mim, agindo totalmente normal comigo e com todos. Essa era mais uma prova que ela não me correspondia, nem sequer tinha percebido o quão importante e mágico tinha sido pra mim aqueles 30 segundos em que nossos corpos estavam em contato.

As garotas tinham comprado guloseimas, cujas Niall se entupiu de tanto comer. Ficamos conversando até umas 6 da manhã, quando finalmente cansamos e nos atiramos por cima dos colchões. Liam e Bru se abraçaram e dormiram num canto. Jaz foi deitar e Niall aproximou-se encostando a cabeça em seu peito, e num minuto os dois já se beijavam silenciosamente e pegavam no sono. Ficamos eu, Alice, Harry e Louis ali.

- Bem, já que estamos no time dos avulsos, nós quatro vamos dormir abraçadinhos também. – Louis disse rindo e passando a língua pelos lábios. Rimos o mais baixo que pudemos para não acordar os outros.

- O que é isso Lulu, tá me traindo amor? – disse Harry com cara de ciúmes, nos fazendo rir mais.

Depois, fomos deitar num colchão de ar de casal que estava mais no canto. Louis e Harry dormiram para um lado, obrigando a mim e a Alice dormimos nos pés da cama, o que não vou negar que gostei, e muito. Nós quatro estávamos totalmente esmagados em cima do colchão, que tinha se tornado pequeno para todos, e eu estava vendo a hora que o colchão não aguentaria todo o peso e furaria. Depois de um tempo, peguei no sono.

Acordei na manhã seguinte com uma movimentação, alguém já tinha acordado. Abri os olhos e percebi que meu braço estava na cintura de Alice, sorri e corei ao perceber isso. Quando levantei o olhar, percebi que ela me observava com um sorriso indecifrável no rosto.

- Bom dia dorminhoco. – ela falou tão baixo quanto um sussurro, me lançando um sorriso mais lindo do que o anterior.

- Bom dia. – disse sorrindo ao lembrar que tinha dormido a seu lado a noite toda. – porque estava me olhado? – não pude conter a curiosidade.

- Porque acordei a pouco tempo e estava com preguiça de levantar. E eu também seu braço pesado tava em cima de mim e eu não queria te acordar, seu gordo. – disse ela rindo e me contagiando. – E, além disso, você é muito fofo enquanto dorme. – ela piscou pra mim, me fazendo esquecer como se respirava.

- Nossa, devo ser mesmo. – eu disse irônico enquanto ria. – E só pra constar, eu não sou gordo.

- Ah, você é sim! Já olhou pro nosso colchão? - ela disse numa careta. Só então eu percebi que o colchão estava totalmente vazio, eu até conseguia sentir minhas costas em contato com o chão. Comecei a rir descontroladamente daquela cena, fazendo Alice rir comigo. Eu adorava saber que eu era o motivo daquela risada.

- Tá, vamos levantar, gordo? – ela perguntou numa carinha de criança, enquanto eu enfiava o rosto no travesseiro e emitia gemidos de negação. – Ah, não! Vem Zayn, levanta. – olhei pra ela de novo e vi que ela estava de pé a minha frente, com a mão estendida para ajudar-me a levantar. Eu segurei em sua mão e a puxei de novo para o colchão vazio, e ela acabou caindo por cima de mim. Ah, de novo não, como se respira mesmo?

Ela riu e me deu um leve tapa no peito, eu estreitei o espaço que havia entre nossos corpos, abraçando-a contra mim. Ela retribuiu carinhosamente o abraço e eu sentia suas mãos fazerem cócegas atrás de minhas costas. Eu afrouxei um pouco o abraço e ela levantou a cabeça, olhando em meu rosto. Deu-me mais um tapa leve, dessa vez numa de minhas têmporas, e depois veio em direção a minha bochecha para me dar um beijo, pelo menos eu pensei que fosse um beijo, mas estava enganada. Ela soltou uma risada abafada contra minha pele e meu deu uma mordida não muito forte em minha bochecha. Eu imediatamente corei e senti um sorriso se formar meu rosto. Aproximei minha boca da orelha dela e mordi também. Ela soltou uma risada e afastou o rosto do meu. Eu apenas sorri, não conseguia fazer outra coisa.

- Tá, o que foi isso?- ela disse num ar divertido.

- Ué, você me mordeu e eu te mordi, estamos quites. – sorri e pisquei pra ela.

- Tá Sr. Canibal, podemos levantar agora?

- Hm, precisamos?- perguntei fazendo um biquinho.

- Sim, senhor, precisamos sim, já estão todos na cozinha, vamos tomar café antes que o Niall coma tudo. – era riu baixinho. – E você quer passar o dia atirado na cama? Já é mais de meio-dia, sabia?

- Ah, tudo bem, me convenceu. – eu disse espichando meu braço pra ela, que já estava de pé na minha frente.

- Não vou cair nessa de novo, Malik – ela disse levantando uma sobrancelha.

-Ah vamos, não vou te derrubar, eu prometo. – sorri tentado ser convincente.

- Promete?

- Sim, Alice, prometo, agora dá pra, por favor, me ajudar a levantar? – disse numa careta. Ela me estendeu a mão e eu levantei. Seguimos para a cozinha e encontramos todos à mesa, e curiosamente a conversa parou quando entramos no campo de visão deles.

- Bom dia? – disse Alice num tom de questionamento, provavelmente o mesmo tom que eu usaria se ela não tivesse arrancado as palavras da minha boca.

-Bom dia pra vocês, dormiram bem? – perguntou Louis, com uma pontinha de malicia na voz, mas decidi fingir que não tinha percebido.

- Dormi sim, tirando o fato de você ser um gordo e ter furado nosso colchão.

- Ah, eu não tenho culpa, a culpa é do meu marido que se mexe a noite toda. – Louis disse rindo.

- Ai amor, não fala assim, eu sei que você gosta. – Harry disse tentando seduzir Louis com o olhar, fazendo todos rirem. Típico desses dois.

Depois fomos para a sala e, depois de uma guerra de travesseiros, juntamos todos os colchões e cobertas e ficamos conversando. Quando era umas 4 horas da tarde, Harry ligou o Xbox e ficamos fazendo competição de dança no vídeo game. Só pra variar, eu perdi para quase todos, eu definitivamente não sabia dançar bem, então sentei-me no sofá e fiquei só vendo os outros jogarem. Lá pelas 5:30 pm., só tinham Harry, Jaz e Louis dançando, sem muita empolgação.

Decidimos desligar o vídeo game e voltar a conversar. Já era 8:30 pm e eu estranhei Alice não dizer que tinha que ir para a casa, mas deixei quieto, principalmente porque gostava da presença dela ali, sentada no sofá enquanto eu encostava as costas em suas pernas, e a deixando bagunçar todo meu cabelo.

Quem falou que deveriam ir embora foi Jazmin, que ao ver que já passavam das 9 pm, perguntou para Alice se ela já não queria indo. Alice sem muita empolgação respondeu ‘fazer o que né, vamos’ num tom bem sério, o que me deixou bem preocupado, e conclui que deveria ter algo haver com seu pai. Elas pegaram as coisas que haviam trazido na noite anterior e foram embora.

Fui para meu banheiro tomar um banho e depois me dirigi direto para a cama. Peguei o notebook e o coloquei no colo, navegando um pouco pela internet, até perceber que estava totalmente sem paciência para isso. Desliguei o notebook e o coloquei sobre a mesa de cabeceira. Deitei-me e fiquei um bom tempo me virando na cama, totalmente sem sono, fiquei pensando em muitas coisas até cair no sono. Mentira, eu tinha ficado pensando apenas em Alice.



Notas finais do capítulo

Ficou bonitinhooo?? x)