Hermione E O Seu Passado Desconhecido. escrita por Isabelle Munhoz


Capítulo 29
Capítulo 27 - Black. Hermione Black


Notas iniciais do capítulo

Oii meus bichinhos de pelucia mais lindos.
Saudades né? Aff.. não liguem pra nada que eu disser hj ok? Estou meio mal, na ed.fisica estava comentando com as minhas amigas que o dia dos namorados é bullying com os solteiros, e que eu vou processar os casais por diminuirem minha auto-estima, que olha ja não é muito alta.
MAs mudando de assunto.
Queria agradecer a Kathy Tets pela recomendação, aiii que lindos esses meus leitores são sabiam? Já tenho 18 recomendações, e ainda espero mais me entenderam? Querida essa cap. é dedicadoa você..
Espero que gostem.



    Pov. Hermione Black.

    ...

    - O que você disse? – perguntei incrédula.

    Eu ouvi errado não? Ele acabou de me chamar de filhote de comensal?

     - Você ouviu. – Cormaco disse. – Filhote de comensal.

     - De onde você ouviu esse absurdo? – Pansy perguntou espantada. – Que absurdo.

      Mac.Laggen deu uma risada sarcástica que me arrepiou toda.

       -Sua amiga não tem contado tudo pra você então buldogue.

       Pansy deu um passo pra frente.

        - Não me chame assim traidor de sangue nojento. – era rara as vezes que ela apelava pros insultos, mas quando esses momentos chegavam eu não queria estar perto.

         - Chamo como eu quiser. – ele disse com desdém. – Mas esse não é o caso, não fique irritadinha se a sua amiga não te contou que era filha de Bellatriz Lestrange.

         Bum.Bum.

        Sim, eu estava prestando atenção no meu coração, quem sabe aquilo era apenas um sonho e logo eu já estaria acordada vendo que tive um pesado.

         Mas não era um pesadelo, era real.

        Olhei em volta procurando alguém para me ajudar, alguém que sabia o meu segredo mais não ao secreto e me conhecia bem para dizer que  não mudaria em nada. Mas apenas o que eu vi foram olhos incriminadores, que me olhavam com medo e poucos alunos da Sonserina que ali estavam me olhavam orgulhosos.

        - É verdade Hermione? – Pansy se virou pra mim e perguntou.

        - Err. – tentei formular uma frase. Mas o que eu iria dizer?

        Sim é verdade, eu sou filha da mulher que provavelmente já torturou seus pais.

         - O que esta acontecendo aqui? – uma voz me salvou.

       Virei com tudo e vi o meu moreno predileto, não contem isso a Blás por favor, Harry veio até mim com Rony ao seu lado.

        - Sabia Potter que a sua amiguinha é filha da comensal braço direito de Você-sabe-quem? – um dos alunos da Lufa Lufa perguntou.

         Harry me olhou assustado.

       - Hermione,ela não é...- ele tentou falar mais foi interrompido.

         - Eu sei disso Potter, por que eu ouvi o Malfoy falando com ela noite passada. – Cormaco disse.

           Então aquela sensação de ser observada não era apenas coisa da minha cabeça, eu deveria prestar mais atenção a onde converso. Eu até poderia mentir, mais mentir pra que, um dia ou outro iriam descobrir mesmo se não contar agora as pessoas que eu amo vão ficar mais magoados ainda.

         - De quem eu sou filha não é problema seu. – rosnei. – Sim, sou filha de Bellatriz Lestrange, mais isso é problema unicamente meu, não envolve traidores de sangue sem escrúpulos.- ok, a parte dos traidores de sangue não sei por que disse isso, eu não era preconceituosa. Apenas me deixei levar.

          - Hermione é a melhor pessoa que eu já conheci, quem são seus pais não muda em nada em sua personalidade. – Harry disse.

        Se não fosse um momento tão critico eu estaria chorando.

      -  Mas quem seria louco o bastante pra ficar com a Lestrange? – uma garota da Corvinal perguntou timidamente.

         Pansy arregalou os olhos.

        - Aquele dia você falou que Sirius Black era seu pai, então ele ficou com Bellatriz Lestrange?

            Ouvi uma risada sarcástica.

          - Tinha que ser o ex-condenado. – Cormaco disse.

        Agora minha paciência foi buraco a baixo.

         Com uma agilidade fui até ele o empurrando para a parede, peguei minha varinha e prensei contra sua jugular. Percebi que o silencio que foi feito era mortal, todos ali estavam morrendo de medo, e o pior de mim.

          - Lave a sua boca quando for falar de meu pai. – eu falei calmamente. – Ele é um dos melhores pais do mundo, não é igual ao seu que só sabe beber até cair de tão bêbado.

             Pisei levemente em seu pé pra mostrar o aviso e fora dado e pra ele se cuidar e tirei minha varinha de seu pescoço. Com a cabeça erguida me virei e encarei todos de volta, em seus olhos muitos tinham medo. Mas resolvi não ligar pra isso, pelo menos não agora.

        Fui em direção ao salão comunal principal com a cabeça erguida, deixando um silencio mortal onde agora o idiota do Cormaco me olhava temeroso.

        - Tudo bem Mione? – Harry perguntou assim que me alcançou.

      - Tudo sim. – falei dando um sorriso falso. – Estou indo para a minha mesa ok?

        Harry mesmo vendo meu sorriso falso assentiu e foi para a mesa da Grifinória enquanto eu ia para a Sonserina.

       Foi a coisa mais bizarra que me aconteceu, eu ia andando de cabeça erguida e a cada passo que eu dava para a minha mesa consegui ver Sonserinos me olhando orgulhosos até sorrindo pra mim.

        Tentei ignorar e me sentei a mesa com a cabeça baixa.

        - Hermione. – levantei a cabeça e encontrei Pansy sentada ao meu lado me olhando curiosamente. - Por que não me contou?

        Suspirei.

        - Pansy, entenda, eu sou do lado do bem. E descobrir isso não foi a coisa mais legal do mundo. – falei.

        Pansy fez aquela cara brava que me dava vontade de rir.

       - Poxa Hermione, você é minha melhor amiga. – ela disse. – Queria que confiasse em mim.

         -Mas eu confio. – afirmei.

        Levantei o meu tronco e a abracei fortemente.

        - Promete que vai me contar tudo de agora em diante? – ela me  perguntou.

        - Prometo sua sentimental. – ri de sua cara e voltei a me sentar.

        Ela se sentou ao meu lado e começou a comer.

      - Vocês não vão acreditar no que Hogwarts inteira esta dizendo. – Blás disse enquanto se sentava apressadamente ao nosso lado.

       Pansy e eu nos entreolhamos.

       Acho que já sei o que é.

       - Nem vão perguntar o que é? – e quando eu ia dizer alguma coisa ele balançou a mão como se dissesse que não importava. – Não importa, eu conto mesmo assim.

       Revirei os olhos.

        - Estão dizendo que você Mione, é filha de Bellatriz Lestrange. – e ele começou a rir, rir não gargalhar isso sim.Mas ao ver que Pansy e eu não riamos ele parou e nos olhou assustado. – É verdade?

       Olhei para Pansy que por algum motivo estava com a cara vermelha parecendo que tentava prender a risada. Desde quando minha triste e desastrada vida é uma comedia?

         - A muitos segredos na vida Blás.- tentei falar tão calmamente como Dumbledore diz normalmente. – E esse é uma coisa que não se pode contestar.

       - O que? – Blás perguntou confuso.

       Reavaliei minha frase e percebi que ela não fazia sentido.

      - Sim Blás. – fui curta e direta. – Sou filha de Bellatriz Lestrange.

        Pela minha visão periférica vi uns Sonserinos sentados ao nosso lado dar um sorriso enquanto Blás começava a tossir histericamente.

        - Está comprovado cientificamente. – ele disse depois de retomar o fôlego. – eu estou ficando maluco.

         Sorri.

       Esse meu amigo sempre seria tão idiota assim? Bem...imagino que sim.

      - E para mudar um pouco esse clima de enterro. – Blás disse.- Cadê o loiro da minha vida?

       Pansy sorriu.

        - Se não estiver me traindo, já cheguei. – Draco apareceu do nada se sentando do meu outro lado e beijando rapidamente meus lábios.

         - loirinho do meu coração, que saudades. – Blás disse o abraçando.

         Ri.

        - Eu acho que vou ter que trocar de namorado. – falei e Draco me olhou assustado. – Pelo visto o que eu tenho atualmente trocou de lado e resolveu gostar da mesma fruta que eu.

        Blás e Pansy riram enquanto Draco fazia uma careta.

        - Mas mudando de assunto. – Draco disse. – Eu vi no mural lá na masmorra que amanhã tem um passeio a Hogsmeade.

       - Serio? – Pansy e Blás perguntaram ao mesmo tempo.

       - Blásio Zabini não fale ao mesmo tempo que eu. – Pansy disse e os dois começaram a brigar.

         Novamente.

        - Eles vão acabar casando. – Draco disse, até um pouco alto demais para o bem dele pois os dois ouviram.

       Blás sorriu e Pansy o olhou feio e logo em seguida ouvi ele exclamar.

         - Ai!. Doeu Pansy. – Draco disse. –não precisar pisar no meu pé. – Pálido como o loiro era normalmente agora estava vermelho o que me fez rir. – E você sua sem vergonha pare de rir, vou escrever para a minha mãe avisando que amanhã tem o passeio.

         Parei de rir imediatamente.

         - Por que vai falar pra ela? – perguntei.

       - Porque ela quer te conhecer. – Draco disse sorrindo. – Ela quer conhecer a minha namorada e sua sobrinha.

         Sentia como se o meu coração estivesse parado.

       Que isso Hermione? Medo de conhecer a sogra?

          - É verdade! – Blás exclamou. – Hermione é prima do Draco, que coisa mais sinistra.

          Revirei os olhos.

          Terminei de comer e Pansy avisou que já estava na hora da primeira aula. Levantamos e fomos em direção a sala de transfiguração com a Minerva, a aula seria com os Lufa-Lufa.

         Pansy se recusou a sentar com Blás e me obrigou a sentar com ela, assim ficou eu e ela, Blás e Draco. A professora chegou e começou a sua aula.

       - Alguém sabe o por que de todos os animagos terem que ser licenciados pelo ministério? – ela perguntou.

         Levantei a mão correndo.

       - Senhorita Gran... Senhorita Hermione como gostaria de ser chamada, Granger ou Black? – Minerva me perguntou.

         Ela era a primeira pessoa que me perguntou isso.

         Sorri e com o maior orgulho respondi.

        - Black. Hermione Black.

       ...

        Continua...



Notas finais do capítulo

E ai o que acharam?
* toque de misterio*
O proximo cap. vai ser bastante familiar. kk
Rewviers?
Recomendações? *sim*
Até o proximo cap. amores.