A Última Missão escrita por Angelzinha, Angelzinha2


Capítulo 5
Capítulo 5


Notas iniciais do capítulo

Autora: Yooooooo meus amores!!
Sasuke: Yo pessoas que continuam lendo a essa coisa que essa autora baka chama de história.
Autora: ¬¬ ignorando essa aberração da natureza com cabelo de laquê, quero pedir desculpas pela demora, e agradecer aos reviews^^
Sasuke: Eu não uso laquê u.u
Autora: Usa sim! Nao se lembra que achei escondido no seu guarda-roupa??
Sasuke: Era do Itachi!
Autora: Sei ¬¬ bom, boa leitura pessoal!!




Capitulo anterior:

" Sakura pensou por um tempo. Porque será que ele queria aquilo? O que de tão importante tinha, que ele resolveu deixa-la viva em troca dauquela simples caixa? Mas claro que ela aceitaria a proposta, nunca iria morrer por uma coisa que ela não sabia nem para que serviria.

-Claro, mas com uma condição.- Disse mais segura de si.

-Qual?- Perguntou indiferente.

-Voce fica com a caixa. Mas além de me deixar viva, não fará mais contra mim, e nem contra minha mãe.

-Certo.-Disse fechando a caixa, e saindo novamente pela sacada.

Sakura ainda em choque, sentou em sua cama, e tentou processar tudo o que tinha acabado de acontecer. Foi tudo muito rápido. Em uma hora estava tomando banho e lembrando do ocorrido de manha, e na outra ela quase foi assassinada pelo homem que tanto lhe chamou a atenção naquele incidente pela manha. Resolveu se levantar, trancar bem todas os tipos de entrada que dava acesso a seu quarto, e se trocar, pois se deu conta de que ainda estava de roupão. E depois de tudo, resolveu tentar dormir, se é que era possivel depois do ocorrido. Mas como seu cansaço era maior que seu susto, seus olhos foram pesando, e logo adormeceu."

...............................................................................................................................................

Sasuke saiu da casa de Sakura muito contente. Mal acrditava que finalmente tinha algo para usar contra Madara e lhe tirar "o trono". Foi direto para casa, chegando na mansão subiu para seu quarto. Tomou um rápido banho, e foi ler o documento que encontrara na caixa.

Depois de horas lendo, descobriu que o documento estava incompleto. No final tinha um endereço com um telefone, que Sasuke deduziu estar desativado, pois parecia bem antigo. Sasuke começou a pensar em como ele encontraria a outra parte. Ele tinha um endereço como pista, mas nao sabia se aquele endereço ainda existia.

Pensou em Sakura, talvez ela soubesse de algo que o ajudaria, ou daria uma pista, mas se lembrou que prometera que a deixaria em paz. Sasuke não era de quebrar promessas, mas aquela não tinha como não ser quebrada. A encontraria de novo, e falaria com ela, afinal ela tambem estava correndo perigo. "É claro! Esse é motivo de Madara querê-la morta. Esse documento o incrimina, e pertence a Sakura. Ela tem que me ajudar, afinal ela está correndo risco de vida." pensou Sasuke.

Acabou decidindo que logo cedo iria na casa dela. E assim foi dormir, pois teria que acordar bem cedo.

No outro dia acordou as seis da manha, tomou um banho rapidamente. Vestiu uma calça jeans azul escuro, uma camiseta branca e um tênis nike preto com branco. Pegou suas chaves, a carteira e desceu rapidamente. Chyo -que era a velha governanta da mansão, e que sabia de tudo na vida de Sasuke, pois era como se fosse uma mãe, mas não concordava com a vida que ele levava- lhe ofereceu café da manha. Ele olhou para a mesa de café da manha que Chyo acabara de colocar, dispensou e saiu. Não tinha tempo de tomar café, estava com pressa pois queria logo resolver tudo isso.

Chegou na casa de Sakura, e subiu pelo mesmo caminho da noite passad. Percebeu que ela tentando trancar melhor a porta, mas para Sasuke nenhum lugar era impossível de entrar. Abriu a porta da mesma forma, com o objeto metálico. Entrou no quarto de Sakura, e percebeu que ela ainda dormia. Se encostou na parede em frente a cama, e ficou a esperando acordar.

Sakura acordou alguns minutos depois. Abriu os olhos com dificuldade, assim que sua visão desembaçou, conseguiu ver a última pessoa que desejava ver naquele momento, a observando.

-Pensei que não iria mais acordar.- Sasuke disse com as mãos no bolso da calça, e a mesma expressão séria de sempre.

-O que voce está fazendo aqui?- Sakura perguntou meia confusa e irritada.

-Preciso conversar com voce.

-Não tenho nada para falar com voce.

-É urgente.

-Porque não tocou a campainha e esperou lá embaixo?- Perguntou já de pé, e irritada.

-Hum. Eu não preciso.- Disse com indiferença.

-E também não precisa me matar!

-Eu não vim te matar.

-Veio para que então?- Sakura perguntou franzindo o cenho.

-Conversar.

-Sobre o que?

-Hoje voce trabalha?

-Não. Dias de sábado é minha folga.- Disse mais calma.- Mas porque?

-Sua mãe está em casa?

-Não, a essa hora ela já deve ter ido trabalhar. Porque voce não responde minhas perguntas?

-Hump. Se arrume que toh te esperando lá embaixo.- Disse saindo do quarto.

-Mas para que??- Sasuke nada respondeu. Provavelmente já estava descendo.- Idiota!- Sakura disse indo em direção do banheiro.

O medo de ontem, tinha se transformado todo em raiva. Ela não entendia o que ele queria com ela, ele prometeu que a deixaria em paz e agora aparece assim do nada dizendo que precisa falar com ela. Ela estava achando aquilo tudo muito estranho, mas era melhor ir conversar com ele, do que correr o risco dele querer matá-la. Tomou um rápido banho, vestiu uma calça jeans azul e uma regata rosa bebê, penteou os longos cabelos rosados e desceu. Encontrou Sasuke olhando alguns quadros que tinha na parede da sala.

-Era meus pais..- Sakura disse observando uma foto que tinha um homem ruivo de olhos azuis, abraçado a mulher loira de olhos verdes verdes.

-Eram?- Sasuke perguntou com uma sobrancelha levantada.

-É.. eles desapareceram quando eu era bem pequena. Ninguém sabe direito o que aconteceu. Dizem que eles morreram em um acidente de avião..- Sakura disse com um olhar triste.

-Hum.- Sasuke disse com a mesma indiferença de sempre. Apesar dele não querer demonstrar, ele também ainda sentia a dor da perda de seuas pais, e entendia o que Sakura sentia. Sakura foi em direção da cozinha, e Sasuke a seguiu com as mãos no bolso.

-Já tomou café da manha?- Sakura perguntou abrindo a geladeira.

-Não.

Sakura sem dizer mais nada, colocou uma mesa de café da manha para dois.

-Sente-se.- Sakura disse para Sasuke, que não respondeu nada, apenas se sentou de frente para Sakura.- Então.. o que voce quer conversar comigo?- Sakura perguntou colocando um pedaço de bolo de chocolate no prato.



Notas finais do capítulo

Autora: Eeeeeeeentoooom, o que acharam??
Sasuke: Sem comentários u.u
Autora: Bom mesmo ¬¬ deixem reviews com sua opinião^^
Sasuke: Recomendações também são bem vindas XD
Autora: Até o próximo^^ Kisses^.~
Autora/Sasuke: Ja ne!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Última Missão" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.