Love Of Friends, Love Of Lover.. escrita por Angelzinha, Angelzinha2


Capítulo 2
Capítulo 2- No hospital.. ó.ò


Notas iniciais do capítulo

Ooooiiii geeentee!!! Capítulo novinho!!! Acaba de sair do forno! Tudo graças a XandynhaFreitas e Cross YukiSan! Obrigada amores! Voces salvaram essa fic! Porque eu ia desitir de escreve-la, mas depois que voces me mandaram reviews aí animei de novo! ^^
Ps: Capítulo dedicado a voces duas =)




Terça- feira, 7:15

Eu estava de boa, sonhando que eu estava passeando com meu pônei rosa em um arco-íris, quando derepente a porcaria do despertador me acorda. Eu ia jogar ele na parede, mas foi aí que eu me lembrei que já era o terceiro da semana, e ele era até bonitinho, rosinha como eu gosto. Aí preferi deixar o coitadinho inteiro pelo menos POR ENQUANTO, deixa só ele despertar quando eu tiver de tpm!

Levantei e fui pro banheiro, fiz minha higiene matinal. Coloquei meu uniforme que era uma camiseta branca com a gola azul, e o símbolo do colégio no lado esquerdo do peito, e uma calça jeans. O sapato era opção da gente, e hoje vou com uma sapatilha rosa claro. Não quero que minha mãe veja meu pé, porque amanheceu roxo e como está doendo, não consigo calçar tênis.

Arrumei meu cabelo, passei um pouco de rímel e gloss rosa claro. Desci com o maior cuidado para minha mãe não perceber que eu estou mancando. Sentei na mesa, e tomei meu café da manha quase correndo. Minha sorte era que meus pais ainda não tinham levantado, só meu irmãozinho. Ele nem percebeu que eu estava mancando, porque ele estava brigando com a babá dele, porque ele não queria comer salada de fruta. Eu só olhava, e pensava o quanto ele é patético.

(Inner: Oh sua anta! Você também já foi criança um dia, sabia?/ Sakura: Mas eu não era patética assim!/ Inner: Ah, é claro, eu me esqueci que voce era pior./ Sakura: Você não pode falar isso. Você nem me conhecia!/ Inner: Tonta! Como eu nao te conhecia, se eu sou voce? É anta mesmo!/ Sakura: Ah é, me esqueci disso.. Beleza, agora deixa eu tomar meu café em paz!)

Tomei meu café, e saí antes dos meus pais levantar. Yehs! Ponto para mim! Mas não vai ter como eu esconder por muito tempo.. Mas até lá eu improviso! O motorista já estava esperando em frente a minha casa. Sasuke já tava dentro do carro.


–Demorou bela adormecida.- O emo disse assim que entrei no carro.

–Bom dia para voce também!- Eu disse com ironia.

–Já acordou estressada.- Ele disse com indiferença- Dormiu bem?

–Adivinha? Perfeitamente!.- Eu respondi ironicamente.-Com o meu pé doendo a noite inteira!- Eu já estava me irritando com esse emo filho duma mosquita! Tenho muito respeito pela Dona Mikoto, mas coitada! Ela tinha que ter uma aberração da natureza dessas como filho?(?)

–Deixa eu ver.- Ele disse pegando meu pé e tirando a minha sapatilha.-Você já viu como está?

–Já, amanheceu um pouquinho roxo.- Ele disse despreocupadamente.

–Um pouquinho?- Ele perguntou com uma sobrancelha levantada.-Entao olhe direito.

–AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! MEU PEZINHO!- Comecei a querer chorar.

–Chyo, vá direto para o hospital da Sakura. (Olha rapaz! Eu tenho um hospital e nem sabia! Mas é porque, como eu disse, eu nao saio de lá).

–Está bem, mas e a escola de vocês?- Disse o motorista.

–Depois a gente pensa nisso. Primeiro temos que levar a Sakura no hospital.- Ele disse me abraçando para me acalmar (Inner: Ain que fofo!- Diz com os olhinhos brilhando./ Sakura: Voce aqui de novo? E ainda falando besteiras!/ Inner: Eu não disse menhuma besteira, só a verdade! Vocês ficam tão lindinhos juntos!/ Sakura: Inner.. me faça um favor?/ Inner: Claro! O que é?/ Sakura: Casca fora daqui AGORA!/ Inner: Estressada! ¬¬).

–Mas eu não quero ir para o hospital!- Eu disse chorando.

–Ficou louca? Olha o estado do seu pé!

–Quer que eu te ajudo a levar a senhorita Haruno?- O motorista disse estacionando o carro em frente ao MEU hospital. (Eu tenho um hospitaaal!!! Eu tenho um hospitaaal!!! Eu tenho um hospitaaal!! Eu sou demais!!- "Isso" é a Sakura cantando e fazendo uma dancinha muuuuyy estranha! (?) Inner/Autora/Sasuke: --' )

–Não. Ela é meia pesadinha, mas eu consigo. - Ele disse com um sorriso de lado para me provocar.

–Esta me chamando de gorda é emo??

–Talvez. Mas vamos logo.- Ele disse rindo.

–Baka!- Eu disse dando um tapa no braço dele.

Ele me pegou, e carregou até o hospital, foi até a atendente e explicou meu caso pra ela, ela encaminhou a gente direto para um médico, e que médico! Era suuper gato. Ruivo, os olhos de uma cor diferente, exóticos que nem meu cabelo. Muito lindo! Era bem novo, parecia ter uns 23 anos. Olhei seu crachá, e estava escrito "Doutor Sasori".


–No que posso ajudar a senhorita?- Ele disse sorrindo. (Atora, Sakura e Inner babando com o sorriso do doutor).

–Acho que ela torceu o pé.- Sasuke disse de cara fechada, se eu não conhecesse ele bem, eu diria que ele esta com ciúmes.. Mas não, essa hipótese está totalmente descartada, ainda mais se tratando de Sasuke emo Uchiha. Mas poxa! Ele nem me deixou falar com o doutor super gato. Magoou(?).

–Sente-se ali senhorita..- Ele disse tentando lembrar meu nome.

–Sakura Haruno- Eu disse.

–Bom, como seu namorado disse, parece que você torceu o pé.- Ele disse analisando meu pé.

–Ele não é meu namorado, somos apenas amigos.- Eu disse corando.- Mas doutor, então como eu faço com meu pé?

–Primeiro vamos tirar um raio-x, aí depois eu vejo o que posso fazer para te ajudar. - Ele disse com um sorriso, e que sorriso.. (Inner: Sakura! Foco! Os leitores querem saber o resto da história ¬¬ / Sakura: Ah er.. Foi mal gente! É que empolguei. Não é todo dia que vemos um pedaço de mal caminho desses.. - Eu disse babando- / Sasuke: Você tem um que é seu vizinho na história, e finje que nao vê u.u/ Sakura: O que você está fazendo aqui nos meus pensamentos? ò.ó/ Sasuke: Ah, é que eu sempre tive curiosidade de saber o que se passa numa cabeça de vento./ Sakura: OO QUEEE? AAAAH AGORA SE PREPARE QUE VOCE MORRE!- Eu disse jogando tijolos, pedras e tudo o que eu vi pela frente./ Sasuke: Inner me salva dessa louca!/ Inner: Se vire. Eu não mandei você invadir os pensamentos dela.. - Ela disse lixando as unhas./ Sakura: NEM ADIANTA, PORQUE AGORA NAO HÁ NINGUEM PARA TE AJUDAR! E AGORA POSSO TE MATAR SEM MEDO DE SER PRESA!- Eu disse com um sorriso, que até eu fiiquei com medo.(?) / Sasuke: Antes de morrer, eu vou ficar surdo com essa sua gritaria./ Sakura: OO QUEEE? EI! VOCÊ NÃO TEM MEDO DA MORTE NÃO? / Inner: CHE-GA! - Disse brava. Minha Inner é bravinha..- Ao invés de ficarem brigando, porque NÃO VOLTAM PARA A HISTÓRIA? TEM GENTE PERDENDO TEMPO COM ESSA BRIGUINHA INFANTIL!- Ela disse mais brava ainda, fiquei com medinho/ Sasuke e Sakura: Hai! o.õ).

–Está bem, mas vai demorar muito?- Eu perguntei meia desanimada.

–Talvez demore um pouco. No mínimo uma hora

.

–Sasuke, se quiser ir pra escola, pode ir. Depois eu ligo para Chyo, e ele me leva pra casa.

–Não, já estou aqui mesmo.- Sasuke disse com indiferença. Eu já disse como detesto quando ele fala assim comigo? Sempre que ele faz isso, é porque está emburrado. Aff.

-Beleza então.- Respondi dando de ombros. Eu já sabia que ele não iria embora enquanto eu nao fosse.

Fomos para a sala de raio-x e Sasuke ficou no sofá de espera do consultório. Tiramos o raio-x, e um tempo depois voltamos para o consultório com o resultado. Foi tão rápido para o meu gosto.


–Demoraram.- Sasuke disse com cara de bunda(?)

–Demorou? Sabe que eu nem percebi..- Disse sorrindo pra mim. TOOOOMAAA SASUKE! BEM NO OLHO! BEM FEITO! Foi mal gente, me empoguei de novo.. Hehe'. Sasuke fechou a cara mais ainda, e Sasori continuou- Bom, você torceu o pé fortemente. E ele comoçeu a deslocar, então vai ter que imobilizar.

–IMOBILIZAR?- Perguntei quase tendo um infarto.-AH! Eu não quero!- Eu disse querendo chorar.

–Calma meu ajinho, vai ser por pouco tempo. Em apenas uma semaninha e você poderá tirá-lo.- Ele disse com um sorriso doce. Eu juro que se ele der mais um sorriso desses, eu dou um ataque epscológicodemalcaminho!.. (WHAT??)

–Está bom entao, se é assim.

Ele colocou uma espécie de gesso, mas não daqueles permanente, é um que pode tirar quando quizer. Era só de encaixe na perna, ele ia até quase no joelho.


–Pronto! Agora tome bastante cuidado, nada de fazer muito esfoço nessa semana ok?

–Está bem.- Eu disse sorrindo- Er.. será que tem como voce me dar um atestado para essa semana?

–Claro!- Ele disse escrevendo o atestado.- Aqui está.- Disse me entregando.-Vá com cuidado, e te espero semana que vem pra ver como está seu pé.- Ele disse me entregando o raio- x, com o atestado dentro de uma pasta.

–Ok, tchal- Eu disse sorrindo.

–Tchal meu anjo.- Ele sorriu e me deu uma piscadinha. (Que eu amei por sinal!).

–Doutor simpático neh?- Eu comentei quando estávamos do lado de fora do hospital.

–Hum. Muito safado para o meu gosto.- Ele disse indiferente.- O motorisa chegou. Vamos.- Ele disse frio. Ficamos em silencio durante um bom tempo, ele pelo visto não estava mais afim de falar.

–Chyo, pare naquela farmácia.- Sasuke disse ao motorista.

–Para que parar em uma farmácia?- Eu perguntei ao Sasuke.

–Para comprar seus remédios ora!- Disse com cara de óbvio.

–Hum. Beleza então.- Eu dei de ombros. Ele saiu do carro e alguns minutos depois voltou com uma sacola cheia. E-eu vou ter que tomar tuuuudo isso?- Eu disse olhando paralisada para a sacola.

–Com toda certeza.- Ele disse com um sorriso de lado.- Você é muito dramática. Nem é tanto assim.

–Você fala isso porque não é você que vai ter que tomar!- Eu me encostei no banco e cruzei os braços.

–Você parece criança quando não quer tomar remédio.

–Sasuke, vá catar coquinho!

–Não estou com vontade.

–Chato!

–Eu sei que voce me ama.- Ele disse me puxando para perto dele.

–Eu não te amo! Te odeio!- Eu disse deitando no peito dele.- Como vou contar para minha mãe?- Eu perguntei para mim mesma.

–Eu falo com ela.- Ele disse após um suspiro de tédio.

–Não faz mas que sua obrigação! Afinal a culpa é sua!

–Minha porque?- Ele perguntou com uma sobrancelha levantada.

–A fã era sua!

–Hum. Vamos sua problemática.- Ele disse abrindo a porta do carro. Eu peguei a pasta do raio-x e desci do carro. Sasuke me ajudou a andar. Cheguei em frente a porta da minha casa e respirei fundo, não seria nada fácil convencer minha mãe de que foi só um machucado normal e que ainda estou viva(?), porque ela vai fazer o maior drama.



Notas finais do capítulo

E aí pessoal, o que acharam? Tenho que acrescentar/tirar/mudar algo? Me digar por favor! Eu já tenho a historia quase toda escrita e só vou esperar que voces comentem para mim continuar postando. Porque não adianta eu postar algo que voces não gostarem não é?! Então me mandem reviews? Please! Até o próximo! Kisses =)